Autor Tópico: Assisteo - França  (Lida 59385 vezes)

Offline Ana Isabel Martins

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 39
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #30 em: Setembro 20, 2011, 23:43:32 »
Boa noite Graziela C.

Vou tentar ir ao EURES nos dias 21 e 22, do próximo mês. Pode ser que tenha transporte. Mas se não tiver,quando é que vai haver mais EURES?E em que zona do país?

Desde já agradeço a sua disponibilidade e obrigado pelos esclarecimentos.

Cumprimentos

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #31 em: Setembro 21, 2011, 16:25:14 »
Boa tarde Ana Isabel,

espero que consiga vir!

Mais a frente, a 11 de Novembro, tambem deverá haver um evento especifico para os enfermeiros no Porto. Os administradores deste Forum estao a tratar da organização, e se estiver aqui inscrita, sera informada dos pormenores.

Quanto a EURES, julgo que este evento é unico, mas posteriormente, tambem tenciono deslocar-me ao Porto para sessoes de informação. Em todos os casos, serao divulgados neste topico e via e-mail.

Fico ao seu dispor se surgir mais alguma duvida.
Até breve.
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline IldaPaiva

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 12
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #32 em: Outubro 03, 2011, 16:22:34 »
Boa tarde,

gostaria de saber se o EUREs é agora em outubro ou ja foi?
E onde vai decorrer?

Obrigada.

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #33 em: Outubro 03, 2011, 21:17:09 »
Boa noite Ilda,

suponho que se refira aos dias Europeus do Emprego organizados pelo IEFP-EURES: esses terão lugar a 21 e 22 de Outubro, nos centro de congressos em Aveiro.
Espero que possa comparecer: é uma boa forma de se informar e amadurecer o seu projecto.

Até lá, fico ao dispor!
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline ophelia

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #34 em: Outubro 08, 2011, 18:15:54 »
Boa tarde D. Graziela (Assisteo), respondendo à mensagem de trabalhar na zona de Val-de-Marne, sim tenho família materna em Paris, Champigny Sur Marne, em Villiers e noutros sítios. Referi essas zonas, caso fosse preciso alguma ajuda no alojamento. Mas ainda estou bastante indecisa quanto ao emigrar. Tenho outra questão, como e o que é necessário para ir trabalhar para França pela vossa agência? É só enviar o CV? Qual(ais) a(s) morada(s)? Não estou muito por dentro do assunto, e as dúvidas são muitas. Sei que em França não há Ordem dos Enfermeiros. Há algo equivalente?
Se me puder esclarecer, fico muito agradecida.

Offline Digoxina

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 169
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #35 em: Outubro 09, 2011, 09:58:30 »
Olà! tal como alguns colegas estou a pensar emigrar!
Estive a ler alguns comentários qto à Assisteo França, gostaria de saber :

- quem não tem cnhecimentos em francês com funciona o curso de frances?
- se temos de assinar algum acordo com a agência ou tratamos das coisas com voces e o contrato e sp com o hospital?
- relativamente à documentação,traduções somos nós que tratamos?
- horario semanal?
- somos sp recrutados com mais enfos portugueses, com a possibilidade de ficarmos na mesma cidade?

Obrigado ;)

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #36 em: Outubro 09, 2011, 19:28:03 »
Citação de: ophelia
Boa tarde D. Graziela (Assisteo), respondendo à mensagem de trabalhar na zona de Val-de-Marne, sim tenho família materna em Paris, Champigny Sur Marne, em Villiers e noutros sítios. Referi essas zonas, caso fosse preciso alguma ajuda no alojamento. Mas ainda estou bastante indecisa quanto ao emigrar. Tenho outra questão, como e o que é necessário para ir trabalhar para França pela vossa agência? É só enviar o CV? Qual(ais) a(s) morada(s)? Não estou muito por dentro do assunto, e as dúvidas são muitas. Sei que em França não há Ordem dos Enfermeiros. Há algo equivalente?
Se me puder esclarecer, fico muito agradecida.

Olá Ophelia,
é bom que se informe ao máximo para definir o seu projecto: por exemplo, ir para Paris é algo que tem de ser muito bem pensado, pois o custo de vida é o mais alto do pais, e os alojamentos sao caros e muito dificeis de arranjar no geral. Uma ajuda da familia no inicio revela-se sempre preciosa, mas na verdade, serve apenas para o arranque porque rapidamente sente a necessidade de ter a sua independencia, e é essa fase que convem antecipar. Quanto aos demais aspectos, continuo a aconselhar vivamente uma visita aos dias do emprego de Aveiro (21 e 22 deste mês) ou uma ida ao Porto a 11 de Novembro para as palestras ForumEnfermagem para tirar duvidas nao so comigo, mas com outras agências, para poder comparar, completar a informação e encontrar O parceiro mais adequado ao seu projecto.
Relativamente a aspectos mais concretos e práticos, para apresentar a sua candidatura, basta, numa 1a fase, que envie o seu CV portugues com foto para o meu endereço e-mail (graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com), e, se estiver na fase de pesquisa, convido-o a ligar-me para o 963 472 508 a partir de 20 deste mês ou, até lá, para o 0033 6 46 62 39 24.
Mais a frente no processo peço mais elementos (nada de muito complicado: certificado, registo criminal, etc), combino uma entrevista consigo e acompanho no processo de formação de francês, se necessário (fora programa "5 Semanas para 1 Emprego").
Por fim: existe sim uma OE em França: esta ainda a procura da sua legitimidade e procura tornar-se obrigatoria, mas neste momento, é ainda possivel nao passar por eles para trabalhar. Existe no entanto, um processo obrigatorio para obter a autorização de exercicio legal através de uma inscrição num registo profissional chamado ADELI. É nessa fase que é exigido o nivel B1 em francês. Contudo, trata-se de um processo facil, imediato e gratuito.
Espero ter esclarecido, e fico ao dispor para mais questoes.

Até breve :-)
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #37 em: Outubro 09, 2011, 19:44:22 »
Citação de: Nurse Girl :D*
Olà! tal como alguns colegas estou a pensar emigrar!
Estive a ler alguns comentários qto à Assisteo França, gostaria de saber :

- quem não tem cnhecimentos em francês com funciona o curso de frances?
- se temos de assinar algum acordo com a agência ou tratamos das coisas com voces e o contrato e sp com o hospital?
- relativamente à documentação,traduções somos nós que tratamos?
- horario semanal?
- somos sp recrutados com mais enfos portugueses, com a possibilidade de ficarmos na mesma cidade?

Obrigado ;)

Boa noite,

para esclarecer de forma sucinta as suas duvidas; cá vai:
. para o francÊs, 2 possibilidades:
Plano A: se estiver incluida numa campanha de recrutamento, tento sempre organizar um grupo para que possam beneficiar do formato exclusivo "5 Semanas para 1 Emprego" criado com a Alliance Française para os nossos grupos. Esse formato é a formula mais eficaz existente neste momento no mercado (4 semanas em imersão / 120h de aprendizagem / 400€ / pre-requisito: A2 / objectivo: B1). Desde que atinja o objectivo, é colocada na 5a semana.
Plano B: se não existir nenhum grupo de formação previsto, aconselho uma inscrição numa Alliance Française - o programa é o mais adequado do mercado, neste momento - para alcançar o B1 em frances especifico da profissão. NAo se trata de uma obrigação: um candidato pode apresentar-se com um B1 obtido noutra instituição. Em todos os casos, eu mesma realizo uma avaliação através de uma entrevista em francês. Tambem acompanho e providencio referencias e estratégias de auto-aprendizagem para avançar mais rapidamente.

. Contrato: não assina (NEM PAGA) nada connosco. A relação estabelecida é apenas de parceria e confiança :-) O contrato de trabalho é assinado com a instituição empregadora, nas mesmas condições que para um enfermeiro francês.

. Constituição de dossier: peço uma série de documentos simples e trato gratuitamente das traduções.

. Horario semanal: suponho que se refere ao horario de trabalho em vigor em França. O legal é de 35h, mas a profissao de enfermeiro não é compativel por causa dos turnos, logo realizam entre 37 e 39h semanais. AS horas extras acumulam e dao direito a cerca de 12 dias de férias extras (chamados RTT) alem das 5 semanas e 11 feriados anuais.

. Excepto pedido expresso do candidato, colocamos sempre os candidatos portugueses em grupo, e tentamos sempre por-vos em contacto com outros já colcoados e com o grupo de futuros colegas a colocar no mesmo local. É importante para voces e para nós: se estiverem acompanhados e solidarios, integrar-se-ão mais facilmente! O que nao impede que, obviamente, vos acompanhemos durante os 3 primeiros meses.

Se tiver mais preguntas, por favor ligue-me para os numeros abaixo referidos ( o tlm frances até ao dia 20, p.f.). Estou ao dispor.

Até breve :-)
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline jotix

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 146
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #38 em: Outubro 14, 2011, 23:57:01 »
Concordo com a Gabriela, quando diz que em Paris, ou na região de Paris, é uma das zonas em que o custo de vida é elevado e o salário é exactamente igual ou talvez pior, que em outras zonas da França.

A França precisa de Enfermeiros. Existem, efectivamente, graves lacunas de pessoal nas diversas instituições de saúde. Principalmente no sector público (aquele que normalmente paga menos bem os enfermeiros, apesar de se ter maiores vantagens sociais).

Eu que trabalho, na região de Paris e no campo, parece-me existir maiores falhas de pessoal na região de Paris. Talvez, porque existem numerosos hospitais e insituições de saúde, e porque o custo de vida é realmente elevado.

Mas penso que os próprios hospitais gerem muito mal os seus recursos. Por exemplo, a assistência pública dos hospitais de Paris (um grupo enorme de hospitais da região de Paris), paga quantias avultadas às empresas de Interim, em vez de criar condições favoráveis para o recrutamento directo. Insistem com salários da função pública, que em consequência os funcionários afastam-se e procuram alternativas.

Quando ouço dizer que os hospitais não tem dinheiro, parece-me perfeitamente normal. Os hospitais não tem dinheiro, porque gastam rios de dinheiro com as empresas de trabalho temporário, em vez de criarem planos de incentivo ao recrutamento.

Contudo, e sei do que falo, não são os que trabalham em regime temporário (com as interims) que ganham dinheiro. É uma perfeita ilusão. Na verdade, e feitas as contas, os interimaires ganham talvez menos que os funcionários da função pública. Quem ganha com esta história toda, são as interims.

Portanto, na minha opinião, devem vir para França, porque existe muito trabalho. Depois de integrados, podem dar-se ao luxo de negociar todas as condições. A falta de enfermeiros é tal, que existem una panóplia de condições que podem ser negociadas, nomeadamente o alojamento.

Sublinhe-se ainda, que a França para mim, não é o país para se ganhar um bom dinheiro. Parece-me que a Suiça é mais aliciante nesse aspecto, quando se coloca tudo na balança.

Ora, em França, um Enfermeiro na função pública no escalão 1 (iniciante) ganha de base cerca de 1500€ (trabalhando 150h/ mês), com direito a 5 semanas de férias, uns tantos dias de repouso extra e a um salário extra de 13º mês. Pode-se muito bem negociar as condições de alojamento e transporte.
No privado, normalmente, os salários são um pouco mais elevados, no entanto, não existe 13º mês e as exigências de trabalho são maiores.
Trabalhando através de uma Interim, o salário, depende principalmente do número de hora que se faz durante o mês. Se trabalhar é-se pago, se não, não há nada para ninguém. Em igual período para a função pública (portanto 150H por mês), um interimaire deve ganhar à volta de 2100€ (por sua vez, a interim, deve facturar ao seu cliente talvez uns 6mil €). Normalmente, os interimaires fazem horas e horas, quando há trabalho, claro! E isso faz subir o ordenado, mas se não trabalhar um mês, não ganha nada. Nem existe garantias de continuidade de trabalho.
Existe ainda o regime de vacations, em que se trabalha directamente com um ou mais hospitais. Em traços gerais, é a mesma coisa que o regime interim, mas não se depende de empresas intermédias, e negociam-se as condições, os horários com esses hospitais.

Quanto, à velha história, do falar francês, é sempre um pau de dois bicos. Por um lado, eu penso que é importante falar e comprender francês, por outro, existem hospitais que dão formação no francês. Para verem, que a falta de enfermeiros é tal, que já tive alguns enfermeiros directores, a pedir-me para recrutar portugueses e eles encarregavam-se da formação do francês. Nunca tive interessado...

Enfim,... temos aqui em França, bastantes falhas não só a nível do pessoal de enfermagem, com também a nível de auxiliares diplomados e obviamente uma grave falha no quadro clínico.

Boa Sorte para as vossas experiências fora de Portugal  ;)
Enfermeiro em França

Offline patriciajoana

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 10
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #39 em: Outubro 18, 2011, 22:27:48 »
Gostaria de saber se vai ocorrer ou está prevista alguma reunião e as tais 4 semanas intensivas de francês na região de Lisboa.

Obrigado pela atenção  :)

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #40 em: Outubro 19, 2011, 11:01:57 »
Bom dia Patricia,

estes dias estarei mais presente fora da zona de Lisboa: nas 6a e sab desta semana, estarei nos dias do emprego, com o IEFP e a EURES em Aveiro, e na proxima 3a em Silves, mas de facto, em Lisboa nao tenho sessao prevista para breve. Contudo, posso disponibilizar-me para me encontrar consigo para esclaecer qualquer duvidas que tenha.

Quanto a uma sessão de "5 Semanas para 1 Emprego", nao há nenhuma prevista para já, pois preciso de um numero minimo de 7 participantes e antes de partir para uma nova campanha, tratei de acompanhar a colocação do ultimo grupo que terminou o mês passado.
Pode optar por avançar por si e inscrever-se num grupo de formação da Alliance em Lisboa: há varios grupos a decorrerem e julgo que 1 vai abrir para a semana. Contacte com a responsavel do projecto: Camille Bourneix: 21 311 14 80.
A formação é, por norma, o que define os timings de colocação, pelo que peço apenas que quem quiser colaborar comigo me informe do inicio do seu curso de forma a podermos prever quanto antes a possivel data de colocação.

Em todos os casos, pode sempre ligar-me se precisar de alguma orientação nessa área.

Fico ao dispor.
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline kLaudjinha

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 26
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #41 em: Outubro 24, 2011, 14:35:46 »
Gostaria de saber se vai ocorrer ou está prevista alguma reunião e as tais 4 semanas intensivas de francês na região de Viana do Castelo ou arredores.

Obrigado pela atenção 
a esperança é sempre a ultima a morrer. Nunca desistas nem de ti nem dos outros...

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #42 em: Outubro 24, 2011, 14:57:51 »
Boa tarde Ana Claudia,

em Viana mesmo, será dificil, mas penso regressar ao Porto para realizar 1 ou 2 sessões dentro do proximo mes. Informarei por aqui mesmo da data.
Quanto a um grupo "5 Semanas para 1 Emprego", espero que consigamos abrir um grupo até ao final do ano, para podermos colocar os participantes em Janeiro.
Nao sei ainda dizer onde será o grupo, pois preciso de 7 participantes no minimo. Abrirei o grupo onde tiver os 7: Lisboa, Porto, Braga, Guimaraes, Caldas, Coimbra, Faro... onde houver uma Alliance, é possivel criar esse grupo.
Se estiver interessada nessa modalidade, por favor, envie-me um mail (+Cv portugues e foto) para que conte consigo quando constituit o grupo.

Se tiver mais alguma questão, nao hesite em ligar!
Fico ao dispor,
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline sara_e

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #43 em: Outubro 25, 2011, 20:37:16 »
Boa noite Graziela,

Falei consigo durante os Dias Europeus de Emprego em Aveiro, na 6ª feira, e tal como combinado ja lhe enviei um e-mail com o CV. Como até ao momento não obtive resposta sua, gostaria de saber se realmente recebeu o e-mail e/ou se é necessário mais alguma informaçao.

Ao dispor,

S.E.

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #44 em: Outubro 27, 2011, 22:54:26 »
Boa noite S.E.
vou ter de pedir-lhe que me ligue para confirmar-me o seu nome, porque apos os dias do emprego, os mails recebidos foram imensos e ainda nao consegui dar vazão a tanta solicitação... alias, aproveito aqui para pedir a todos que me dêm até a proxima semana para conseguir responder devidamente a cada um.

Desculpem a demora, mas dentro de poucos dias, obterão resposta.

Até breve!
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com