Autor Tópico: Assisteo - França  (Lida 59380 vezes)

Offline a_vale

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #15 em: Setembro 14, 2011, 10:39:35 »
Bom dia.
Gostava de colocar algumas questões:
- É necessário efectuar inscrição na ordem de enfermeiros (ou equivalente) em frança?
- Quanto ronda os ordenados?
- Tem conhecimento de alguma escola portuguesa (e nao me refiro só ao ensino de portugues) em alguma das zonas para as qiuais tem propostas de trabalho?
Esta ultima é a questão mais importante para mim pois tenho uma filha que irá para a escola no ano que vem e não pretendo colocá-la numa escola que nao conhece a lingua.

Obrigada

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #16 em: Setembro 14, 2011, 11:08:31 »
Muito bom dia,

tentando esclarecer as suas duvidas:

1 - em França, o unico trâmite obrigatorio para enfermeiros é a inscrição num registo profissional nacional, o registo ADELI. Nessa ocasião, é emitido um numero de registo que confere a autorização de exercer no territorio. Sem isso, exercer é ilegal.
Atenção que para se inscrever, tem de comprovar um nivel B1 em francês.

2 - O ordenado de um recém-licenciado oscila (consoante a instituição) entre os 1 300€ e os 1600€ limpos mensais.

3 - Nao conheço escolas portuguesas, mas existem professores de português em algumas escolas (veja no site do ministerio da educação portugues), e existem escolas internacionais em algumas grandes cidades.
Contudo, e se me permite, o seu caso nao é isolado e já foram bastante profissionais com os seus filhos. Na prática, a mudança de lingua so se torna problemática se a criança nao tiver sido devidamente preparada. Até porque o seu mundo nao se limita a escola e é essencial que ela consiga perceber o novo ambiente que a rodeia para que a transição seja o mais natural possivel. A melhor forma de a preparar é providenciar-lhe aulas de francês com um professor que possa integrar rapidamente elementos do programa educativo do ensino frances no acompanhamento ao seu filho. E que lhe dê gosto pela lingua e pela cultura, acima de tudo. Assim preparadas, as crianças adaptam-se sempre mais rapidamente que os adultos. E participam da integração dos mesmos na sua nova sociedade.

Quando o projecto abrange a familia, convem que seja muito bem ponderado e preparado com tempo, de forma a minimizar o choque, para todos. Se os pais forem preparados, confiantes e positivos, nao há razão para que a apetência natural das crianças para aprender e integrar-se não lhes permita uma adaptação rapida e serena.

Se tiver mais questões, por favor, nao hesite em contactar directamente.

E boa sorte para o seu projecto: França continua a ser uma das melhores opções para uma familia se instalar e ter qualidade de vida :-)

G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline maria.fr

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 93
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #17 em: Setembro 15, 2011, 20:32:26 »
Citação de: Graziela C.

 França continua a ser uma das melhores opções para uma familia se instalar e ter qualidade de vida :-)

G.

Isso é bem verdade, sobretudo pra quem tiver mtos filhos!!!!

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #18 em: Setembro 15, 2011, 21:35:03 »
;D Muitos ou poucos!!

Em Portugal, um filhote unico já representa uma parte importante do orçamento familiar, e os subsidio são minimos, já para nao falar na falta de estruturas.

Evidentemente, França nao é o paraiso na terra, e conta com lugares melhores do que outros (Paris com a sua falta de creches e stress quotidiano nao é tão apetecivel como zonas mais calmas em que tudo é feito para atrair jovens e familias); mas existem apoios substanciais e estruturas para facilitar a vida dos pais. Pode fazer uma grande diferença.
Vejam os indices de natalidade em Portugal e em França: julgo que esse aspecto seja determinante nas estatisticas actuais!
Isto nao será certamente a motivação nº 1 no projecto de enfermeiros portugueses mas penso que pode pesar na decisão e orientar favoravelmente as familias (Existentes ou por constituir ;-)) para esse país.

Bonsoir à tous :-)
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline Ana Isabel Martins

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 39
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #19 em: Setembro 15, 2011, 22:44:45 »
Boa noite!

Sou recém-licenciada e a situação do país está muito má como todos nós sabemos.Gostaria de colocar algumas questões:

- O meu nível de francês não é muito bom.O curso é para testar o nível de Francês ou para aprendizagem da língua?Fiquem na dúvida porque referiu que se tinha de provar o B1..
- Em relação ao bilhete de avião e alojamento é nos fornecido?
- O que é necessário para concorrer?Estou inscrita na Ordem dos Enfermeiros..
- O recrutamento de enfermeiros está a funcionar até quando?

Obrigado

Cumprimentos

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #20 em: Setembro 16, 2011, 00:36:05 »
Olá Ana Isabel,

alude a um curso especifico; ora nao tenho a certeza de perceber muito bem a sua pergunta; mas se alude ao formato exclusivo que proponho a grupos de candidatos nossos (o "5 Semanas para 1 Emprego"): ele dirige-se a candidatos que estejam entre o A1 e o A2 ou + (são os pre-requisitos) e pretende levar os participantes ao B1 necessario para trabalhar em França.

Outro aspecto: o alojamento é sempre fornecido e sabe onde vai ficar e em que condições antes de partir. O que varia é o aspecto monetario: consoante a instituição, o alojamento pode ser gratuito ou ir até aos 380€ (em Paris); mas é sempre muito mais barato que o mercado local.

A viagem, por norma, é paga pelo enfermeiro. Contudo, algumas entidades podem oferecer uma viagem de ida e volta, como foi o caso recentemente.

O perfil do candidato é simples: muita motivação e um projecto bem definido. Os recém-licenciados são bem-vindos em França. Garantimos que a integração seja mais longa que o normal (entre 3 e 4 semanas), e que o acompanhamento seja personalizado dentro da instituição.

Recrutamos ao longo do ano, com periodos de "campanhas" das quais será informada através deste parceiro central na nossa comunicação que é o Forum Enfermagem. Nessas alturas, lançamos recrutamentos agrupados, de forma a constituirmos grupos de formação de enfermeiros que serão colocados em conjunto, pois não colocamos enfermeiros isolados (salvo casos excepcionais e mediante pedidos individuais de candidatos).

Friso que nao fazemos outsourcing: propomos ofertas de contratos fixos com as instituições, exactamente como para os nacionais; sendo o objectivo a estabilidade profissional dos colocados.

Se tiver mais duvidas, nao hesite em ligar (A tarde se possivel, pois enquadro a preparaçao de um grupo de candidatos até ao final da proxima semana, pelo que passarei todas as manhas com eles), ou venha visitar-nos nos dias do emprego da EURES, em Aveiro, no proximo mes, dias 21 e 22. Podera ter uma ideia global das ofertas do mercado europeu.

Até lá, fico ao dispor :-)
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline Sara Martins

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #21 em: Setembro 16, 2011, 10:27:40 »
Olá Boa tarde! Eu já me encontro a morar e a trabalhar em França, mas não na nossa área, e em finais de Outubro vou a Portugal para tratar dos papéis do curso e tudo mais, mas como eu já moro aqui e não posso estar em Portugal muito tempo devido ao trabalho actual gostava de saber quais os papéis que necessito de  Portugal, e o que tenho que fazer para poder exercer aqui o mais rápido possível, já que tenho residência já em França. As minhas maiores dúvidas são:
- Tenho que me inscrever na ordem dos enfermeiros?
- Quais os documentos necessários e como fazer a tradução?
- Tenho que frequentar alguma formação por causa da língua?

Offline maria.fr

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 93
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #22 em: Setembro 17, 2011, 12:30:32 »
Citação de: Sara Martins
- Tenho que me inscrever na ordem dos enfermeiros?
- Quais os documentos necessários e como fazer a tradução?
- Tenho que frequentar alguma formação por causa da língua?

Ola colega
geralmente os documentos que pedem:
_ doc da ordem dos enfermeiros que diz que o teu diploma esta de acordo com as normas europeias e respectiva traducao
_ o teu diploma original e a respectiva traducao
_ BI
_ formulario Cerfa n°10906*06 que tu podes encontrar em
https://www.formulaires.modernisation.gouv.fr/gf/cerfa_10906.do senao pedes o formulario no momento da tua inscricao.

- a traducao dos docs podes faze_la em portugal como por exemplo na alliance francaise ou em frança atraves de um tradutor assermente (encontras a lista no site http://www.consuladoportugalparis.com/tradutores.html

- se ja estas a morar em franca imagino que domines o frances, geralmente nao te pedem qualquer certificado de lingua!

(um pequeno conselho, se tens o teu diploma em franca faz a traducao, preenche o formulario e tenta fazer a inscricao sem o doc da ordem, ou ca passe ou ca casse, se conseguires evitas de perder mt e mt tempo)

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #23 em: Setembro 17, 2011, 21:13:41 »
Boa noite Sara,

a Maria parece-me bem informada e as indicações estão correctas. No entanto, e dado que nao sou apologista do "ça passe ou ça casse" nestas situações: a questao da lingua nao é segundária, já que o nivel requisitado é mesmo o B1. E facto que, consoante o funcionario, é pedido o comprovativo ou não. Mas tenha em atenção que, na falta do mesmo, a ARS pode exigir que realize um teste de posicionamento ou uma avaliação. Assim sendo, o meu conselho é sempre prevenir e munir-se de um comprovativo.
Pode passar um teste de posicionamento (o TCF) em França (veja lista dos centros de exame: http://www2.ciep.fr/tcf/Centres/Liste.aspx ) ou numa Alliance em Portugal.
O mesmo se aplica para a declaração da Ordem: nao é cara, não é complicado pedí-la e eles até enviam ao domcilio; pelo que mais vale tê-la em mãos quando se apresentar a DRASS (a administração competente) da sua região.

Assim preparada, obterá a sua inscrição no proprio dia, sem custos.

Boa sorte  e boa continuação.
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline maria.fr

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 93
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #24 em: Setembro 18, 2011, 08:24:03 »
Pois mas se Sara nao esta inscrita na ordem dos enfermeiros nao sei s vai ser assim tao facil, pois inicialmente a inscricao é provisoria ate aprovacao e isso mete algum tempo, digo eu! Comecar a pagar as cotas.... e depois fazer o pedido.... nao sei s existe algum processo mais rapido de obter o documento sem estar inscrito!

cumps

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #25 em: Setembro 18, 2011, 11:29:07 »
Citação de: maria.fr
Pois mas se Sara nao esta inscrita na ordem dos enfermeiros nao sei s vai ser assim tao facil, pois inicialmente a inscricao é provisoria ate aprovacao e isso mete algum tempo, digo eu! Comecar a pagar as cotas.... e depois fazer o pedido.... nao sei s existe algum processo mais rapido de obter o documento sem estar inscrito!

cumps
,

Bom dia,

comprovei algumas variações nos procedimentos entre as diferentes representações da Ordem através dos nossos candidatos, mas o tempo máximo que tivemos de esperar pela declaração foi 1 mês, inclusive para enfermeiros que nao estavam inscritos.
O que determina o direito a pedir a tal declaração é a inscrição, pelo que o pedido da mesma pode ser feito (pelo menos na OE do Sul, foi possivel) na altura da inscrição. O cartão, pelo contrario, nao tem qualquer interesse para quem quer ir trabalhar para França, pelo que nao é o objectivo do trâmite, neste caso. Só pode interessar se pensar em voltar, mas em todos os casos, aconselho aos enfermeiros que vão trabalhar fora a interromper a inscrição na ordem para nao pagar as cotas enquanto estiverem a exercer fora do pais.

Existe uma alternativa a esse documento consoante a escola em que tirou o curso. Algumas referem no proprio  certificado/diploma que o curso satisfaz as regras de Bolonha e refere os 240 ECTS e textos de referencia: nestes casos, poderá poupar o documento. E se a propria escola puder emitir uma declaração com os mesmos elementos, tambem resulta.

Infelizmente os procedimentos nao sao homogeneos e consoante os locais, os enfermeiros depreendem-se com respostas diferentes :-( Informe-se.

Boa sorte.
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com


Offline maria.fr

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 93
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #26 em: Setembro 18, 2011, 12:55:54 »
A colega Sara esta em que zona de frança?

Offline Sara Martins

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #27 em: Setembro 18, 2011, 18:32:57 »
Obrigado por todos os esclarecimentos....
Colega Maria, neste momento estou a morar em Lourdes, mas em Novembro mudo-me para Toulouse.

Offline Ana Isabel Martins

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 39
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #28 em: Setembro 18, 2011, 22:22:41 »
Boa noite!

Muito obrigado pelos esclarecimentos..Vou tentar ir nos dias 21 e 22, mas não sei se terem transporte..Sou da zona de Coimbra..

Se tiver mais alguma dúvida entrarem em contacto consigo..

Cumprimentos

Offline Graziela C.

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Assisteo - França
« Responder #29 em: Setembro 18, 2011, 22:52:23 »
Boa noite Ana Îsabel,

pois, nao fica bem ao lado, mas espero que consiga porque vale a pena, até porque arrecada muita informação sobre o pais e o mercado do emprego para enfermeiros e muito mais. Espero poder conhecê-la nessa ocasião.

Sara: vao gostar de Toulouse: os candidatos que colocámos lá gostam muito da cidade. E tem lá uma Alliance Française, no caso de precisar de uma avaliação.

Fico ao dispor. Até breve :-)
G.
Graziela CORDEIRO   
Consultora em Recursos Humanos
__________________________________________________
(+351) 963 472  508 – (+33) 646 62 39 24
 graziela.cordeiro.recrutement@gmail.com