Autor Tópico: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças  (Lida 1995 vezes)

Offline angelina25

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« em: Maio 16, 2010, 19:18:20 »
Olá a todos

Como sabem, desde do princípio do ano, que a maioria dos concursos de enfermagem estão limitados às pessoas com relação jurídica de emprego público previamente estabelecida. Ou seja RL não podem concorrer a praticamente todas as ofertas públicas (e aquelas à que podem concorrer são anuladas ou posteriormente rectificadas).

Agora, com as novas alterações políticas implementadas recentemente pelo Ministério da Saúde e das Finanças fiquei ainda com mais dúvidas relativamente à possibilidade de empregabilidade em Portugal, uma vez que o próprio Centro de Emprego aconselha (desde à muito tempo) a trabalhar no estrangeiro.

É o seguinte: Será que agora não se vai conseguir arranjar emprego, quer em Hospitais como em Centros de Saúde através de recibos verdes, uma vez que muita gente se está a reformar e há falta de pessoal que assegure os cuidados necessários? Ou será que não há mesmo futuro, que “não devemos contribuir para o desenvolvimento do País” e que devemos procurar emprego além fronteiras? Qual a vossa opinião?

Offline XXICENTURY

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« Responder #1 em: Maio 16, 2010, 21:42:21 »
E o que vai acontecer a quem tem contrato e termina a 31/07 (desde médicos a auxiliares)?

Offline Fanux

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 126
    • Ver Perfil
Re: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« Responder #2 em: Maio 16, 2010, 23:19:21 »
Não mudem de opinião devido a estas noticias de que "nao entra mais ninguem" e etc...
Vai continuar a entrar gente sejam enfermeiros, medicos, auxiliares,etc.
É verdade que serão contractos precarios...mas isso já o são há muitos anos.
A questão não se prende com estas noticias porque, por um lado, já ninguem acredita em politicos, por outro, quem manda nos EPE são os EPE.

Offline XXICENTURY

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« Responder #3 em: Maio 17, 2010, 18:58:43 »
Pois, mas e nos centros de saúde como vai ser? Esses dependem da administração central, mesmo com a criação dos aces... ???

Offline Ruu

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 115
    • Ver Perfil
Re: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« Responder #4 em: Maio 18, 2010, 16:10:49 »
Ntão nos centros de saúde irá acontecer, como ja acontece na ARS de LVT. Contratos a Recibos verdes através de empresas de recrutamento. Trabalho precário e mal pago. Centros de saúde com cuidados assegurados nos minimos e por Enfermeiros maioritariamente com contratos a recibos verdes. :-[

Offline colorida

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 101
    • Ver Perfil
Re: Novas políticas do Ministério da Saúde/Finanças
« Responder #5 em: Maio 18, 2010, 18:32:08 »
É como diz o colega Ruu, trabalho precário a 6euros/h através de empresas de recrutamento. E há muita carência de enfermeiros. Isto pelo que me contaram.