Autor Tópico: Enfermagem nos Serviços Prisionais  (Lida 4404 vezes)

Offline Mveri

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 495
    • Ver Perfil
Enfermagem nos Serviços Prisionais
« em: Setembro 13, 2009, 15:32:53 »
Boa tarde, gostava se saber se há por aqui no fórum, enfermeiros a trabalhar em establecimentos prisionais, se sim, onde e qual a sua experiência, acham que deveria existir mais formação nesta área? :P

Offline rutematos

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1004
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #1 em: Setembro 13, 2009, 22:27:31 »
Ola.
Trabalho num estabelecimento prisional e penso que não há muita formação nesta área nem muito apoio aos enfermeiros que exercem nesse ambiente hostil.
No entanto tenho conhecimento que está a ser criada uma associação que pretende dar apoio aos enfermeiros dos serviços prisionais sobretudo em questões jurídicas.
Cumps

Offline Mveri

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 495
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #2 em: Setembro 13, 2009, 23:09:10 »
Boa noite, já agora em que establecimento prisional trabalha? qual o tipo de serviço que exerce dentro da instituição?

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #3 em: Setembro 14, 2009, 14:39:00 »
Boa tarde

A Ordem dos Enfermeiros tem um grupo de trabalho para as questões da enfermagem em estabelicimentos prisionais. Têm feito visitas institucionais. Contactem a SR Norte poir o Enf. Germano Couto, Presidente desta SR é um dos responsáveis pelo grupo.

Se também que existe um manual de procedimentos para os cuidados prestados nestes estabelecimentos. Conhecem? Qual a vossa opinião sobre este manual?

Offline AnaFurtado

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #4 em: Setembro 14, 2009, 15:43:50 »
Eu também trabalho num estabelecimento prisional, nomeadamente na Covilhã. A experiência é relativamente pouca mas é sem dúvida bastante rica.

Considero que não é necessário mais formação nesta área pois considero que o nosso curso base, nos incute a diversidade de serviços que podem ser prestados e sinceramente não acho este serviço muito diferente de um CAT, de uma psiquiatria ou até de saúde publica, a diferença é apenas a especificidade dos utentes.

Estou a gostar mesmo muito... e como costumo dizer aprende-se muito com quem se pensa não ser possivel aprender nada...

Offline rutematos

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1004
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #5 em: Setembro 14, 2009, 20:23:20 »
Citação de: Marco Veríssimo
Boa noite, já agora em que establecimento prisional trabalha? qual o tipo de serviço que exerce dentro da instituição?
Boa noite. Trabalho num EP da região de Lisboa.
As funções passam por distribuição de medicação e atendimento aos reclusos (consultas programadas de enfermagem e situações de urgência).
Concordo com a colega Ana quando diz k está muito relacionado com psiquiatria pois de facto grande parte dos reclusos faz medicação psiquiátrica.
É um trabalho complicado que exige muito dos profissionais de saúde sobretudo:
- a nível de capacidade de comunicação (quer entre enfermeiro e recluso,quer como mediador de conflitos entre reclusos);
- de saber lidar com stress/pressão (e, por vezes, não ceder a chantagem e ameaças).

Confesso que apesar das dificuldades do dia-a-dia é um trabalho que pessoalmente gosto de fazer...

Offline Mveri

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 495
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #6 em: Setembro 14, 2009, 20:45:49 »
Que conselhos dá a quem está prestes a ir trabalhar para um EP?

Offline AnaFurtado

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #7 em: Setembro 15, 2009, 12:24:50 »
Pessoalmente dar conselhos é complicado, porque por exemplo a realidade é diferente em cada EP. Acredito que estar aqui no EP da Covilhã nao é o msm que tar em Caxias e afins ou sena prisoes centrais.

No entanto digo.t:

* impõe limites desde o inicio, como a colega rute diz não ceder a chantagens.
* Estares com reclusos não quer dizer que sejas uma pessoa fria e que não haja uma relação de ajuda efectiva;
* eles sao utentes como os outros, precisando apenas de saber até que limite podem ir.

Eu brinco com eles exactamente como se estivesse em outro serviço kk, converso, oiço ajudo-os no que posso e não tenho problema nenhum de estar ao pé deles, porque já existe a tal relação.

Para eles tb é dificil confiar, olham-nos no inicio de lado, se dás um alprazolam azul e no outro dia dás vermelho de outro laboratorio diferente pensam que os tou a enganar, coisas desse estilo. Precisam de ser informados tal como kk pessoa as pela vida que tiveram/têm possuem uma espeficidade tremenda.

Tenho de admitir que no inicio ia xeia de medo...agora simplesmente adoro.

cumprimentos

Offline rutematos

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1004
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #8 em: Setembro 15, 2009, 17:55:14 »
Assumo exactamente a mesma postura da colega Ana.
Trato-os como outro tipo de doentes qualquer. Converso com eles e ouço-os, brinco com eles quando posso brincar (com limites), ajudo-os sempre no que posso, explico-lhes os tratamentos que estão a fazer e as mudanças que os mesmos vão sofrendo (e sim, também concordo que a mudança das cores dos compromidos é uma tormenta  ;D) mas deixo bem claros quais os limtes:
- respeito
- falarem com calma e também ouvirem o que tenho para lhes dizer
- não tentarem fazer chantagem (nem de auto-mutilação, nem de agressão aos companheiros, nem de agressão aos profissionais de saúde... ahh e também existem as queixas que ameaçam fazer à ordem quando não lhes damos o que queremos)!

No fundo trata-se de arranjar sempre um meio termo entre aquilo que eles querem e aquilo que podemos fazer! É necessária uma boa dose de calma de paciência e de bom senso em quantidades qb  8)

Offline AnaFurtado

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #9 em: Setembro 15, 2009, 20:51:41 »
Respondendo agora ao colega pedro...sim tenho conhecimento desse manual pois a directora do EP leu essa centena de páginas à minha frente e da outra colega no primeiro dia.

Posso dizer que para variar é um meio com bastante (para não dizer abusante) burocracia, mas pelo menos assim consegui-se uniformizar todos os EP´s nacionais.


Cumps

Offline nurseboy

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 859
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem nos Serviços Prisionais
« Responder #10 em: Outubro 18, 2009, 14:00:16 »
Citação de: AnaFurtado
Respondendo agora ao colega pedro...sim tenho conhecimento desse manual pois a directora do EP leu essa centena de páginas à minha frente e da outra colega no primeiro dia.

Posso dizer que para variar é um meio com bastante (para não dizer abusante) burocracia, mas pelo menos assim consegui-se uniformizar todos os EP´s nacionais.


Cumps

E como é que podemos ter acesso a esse manual? Há algum digitalizado? on-line? OBRIGADO
"Abyssus abyssum invocat"