Autor Tópico: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???  (Lida 4275 vezes)

Offline Ana esep

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 3
    • Ver Perfil
Queria questionar porque ainda sou estudante...e vejo professores em "manifestação" e os enfermeiros que podem estar no desemprego, mas ao contrário dos professores, os enfermeiros são precisos, há falta de enfermeiros, não fazem pressão para a abertura de mais vagas,.. não entendo mesmo... porque esta apatia em relação ao que se passa? não há união????

Offline PedroMendes

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1246
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #1 em: Dezembro 07, 2008, 23:32:42 »
A diferença é que os professores reivindicam em massa para defender os seus direitos, até aqueles que estão a ir pa reforma se preocupam!
Enquanto que os enfermeiros não, falta união, determinação e força de todos...

Offline seven

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 104
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #2 em: Dezembro 07, 2008, 23:52:20 »
Colegas acho este tópico muito pertinente e sim vamo nos unir, vamos deixar acalmar um pouco o país com isto dos professores e vamos nos para a luta?
Colegas temos de começar por algum lado, quem sabe não por este tópico?

Cumprimentos

Offline Ana esep

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 3
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #3 em: Dezembro 08, 2008, 23:13:13 »
Eu escrevi sobre isto e vou continuar a escrever porque aprendo todos os dias na minha escola que enfermagem é uma profissão que vale a pena escolher, que ser enfermeiro é muito bonito!!! Não entendo porque não se realizam "petições" ou algo do genero que passem escolas, hospitais, centros de saúde mostrando o descontentamento e a união dos enfermeiros e futuros enfermeiros!!! Vamos ficar calados quanto mais tempo??????????

Offline keliinha

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 830
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #4 em: Dezembro 09, 2008, 14:39:21 »
Citação de: Ana esep
Eu escrevi sobre isto e vou continuar a escrever porque aprendo todos os dias na minha escola que enfermagem é uma profissão que vale a pena escolher, que ser enfermeiro é muito bonito!!! Não entendo porque não se realizam "petições" ou algo do genero que passem escolas, hospitais, centros de saúde mostrando o descontentamento e a união dos enfermeiros e futuros enfermeiros!!! Vamos ficar calados quanto mais tempo??????????

Pois realmente é dificil de perceber, mas em primeiro lugar o nº de enfermeiros é muito menor que o dos professores, por outro lado ha uma particularidade nesta luta dos professores que nunca haverá nos enfermeiros, é que, embora uns mais do que outros, todos são afectados pela avaliação.
 Com os enfermeiros o que acontece é que a grande maioria dos profissionais está bem, com dois e três empregos e uma outra parte ( os mais novos) estão mal, desempregados ou com situações precárias e ninguém assume uma luta que n é sua, ninguém se interessa pela triste realidade que esta profissão está a enfrentar, alias talvez nem lhes interesse lutar, reparem que já muito se tem falado em exclusividades em enfermagem, e portanto convém que o assunto desemprego se encontre abafado para que n tomem este genero de medidas que poderião beneficiar aqueles que se encontram em situações precárias, mas iria prejudicar a grande maioria, que enche o baú à conta dos diversos empregos. Atenção, eu conheço pessoas com 2 horários completos, acham que lhes interessa lutar?? Com 2000 e tal € por mês na conta n tem razões para se manifestarm, nem tempo...lol! Esta profissão tem duas faces, e nós os mais novos n temos força para grandes manifestações,pois somos uma minoria pouco apoiada, nem os sindicatos se mostram mt preocupados connosco, n somos nós que lhes pagamos cotas concerteza.

Offline IS

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 110
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #5 em: Dezembro 09, 2008, 14:48:32 »
Creio que um dos primeiros passos a dar pelos recém licenciados, e na minha opinião muito importante, é a inscrição no Centro de Emprego. Agora não conheço a situação, mas ainda há poucos meses havia pocos enfermeiros inscritos.

Offline Carla-enf

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 80
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #6 em: Dezembro 09, 2008, 14:53:20 »
Nao pude deixar de passar por aki para concordar com a colega Keliinha..Agr sim..aki esta uma grande verdade no k foi dito..!!Saudaçoes. ;)

Offline Jacto

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 209
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #7 em: Dezembro 09, 2008, 17:47:19 »
N aminha modeste e singelaopinião, o que vai mal na enfermagem, começa e acaba nos próprios profissionais, mesmo que directa ou indirectamente, ora senão vejamos:

- neste momento temos 3 classes de enfermeiros a exercerem:
                 .Os enfermeiros mais "antigos" que não possuem qualquer diploma superior (sem qualquer demérito para estes colegas, pois eles têm a experiência de anos e anos, e passaram pelas sucessivas adaptações, mais ou menos felizes, da enfermagem);
                 .Os enfermeiros menos antigos, mas que preferem não se actualizar nem adaptar ás novas realidades e necessidades (muitos deles preferiram nem tirar  as pseudo-licenciaturas) - e não podem ser criicados por isso, pois muito sinceramente não vi qualquer vantagem profissional na minha aquisição do complemento a não ser o de um documento que diz que agora sou licenciado.Eu sei que muitos de voces devem estar agora a pensar que estou a dizer um disparate, e que se não consegui ver nada de novo na licenciatura, foi porque ou não quis ou sou dos que nõ querem progredir. A verdade meus amigo, é que sou do tempo do último curso de bacharelato, e posso dizer-vos que o plano de estudos de enfermagem de então ia muito mais de encontro á realidade dos cuidados e do ser enfermeiro do que os actuais, em que parece que a principal preocupação é de ter obter títulos para colecção e depois delegar funções a outros - pois se somos especialistas ou mestres já não podemos despejar o urinol ou lavar o doente, parece mal!!!! - Vou ficar por aqui...
                 . E existem os novos enfermeiro licenciados, que obtêm o saber mais recente e inovador, mas que infelizmente, e por força das circunstânciasnão os deixam exercer a linda profissão que escolheram...

Em suma, a enfermagem é ainda uma profissão em construção, com saberes próprios, mas que enquanto estas pequenas questões das quais ninguém fala e que nos passam despercebidas não forem resolvidas, dificilmente a enfermagem seguirá num mesmo RUMO!!!!Como é óbvio, estas questões não se resolvem de um dia para o outro, mas se todos pensarmos nelas e lutar mos por uma aproximação de interesses, não pessosias mas sim colectivos, talvez um dia as coisas melhorem.

Muit mais haveria para dizer, mas fico por qui.A todos os colegas um bem-hajae desculpem pela minha opinião.Não quis nem quero ferir susceptibilidades de ninguém

Bom Natal.

Offline Vitor A.

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 512
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #8 em: Dezembro 10, 2008, 10:41:35 »
"Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???"

Pessoalmente não nos considero desunidos, apenas sem rumo!
Não somos consensuais naquilo que fazemos. Exigimos, pedimos, cupamos os outros, escrevemos muito mas pouco fazemos! Fazemos muitos trabalhos escolásticos mas que a grande maioria fica em prateleira! Produzimos conhecimentos, mas não chega, há que o aplicar. É onde falhamos!
A maior parte pelo menos! Há outra parte que luta diariamente, silenciosamente e a tentar fazer ver á sociade qe«ue a enfermagem é um Pilar da Saúde e não uma segunda linha de escolha!
Cada um luta pelo seu rumo e força que a classe tem dilui-se nos inumeros rumos criados.

A questão dos segundos empregos é deveras complexa! Ter ou não ter!
Muitos colegas tem o 2º emprego para poder asssumir os encargos familiares que assumiram antes de haver esta avalanche de aberturas de escolas e de a novos profissionais para o mercado de trabalho sem se assegurarem que havia lugar para eles. Vamos pedir a esses colegas que deixem o duplo que fazem, alguns apenas meia duzia de horas e deixam de cumprir as suas obrigações financeiras que assumiram quando o mercado era farto, para que os novos colegas que saem fiquem com um emprego alguns de apenas meia duzia de horas? É um dilema!
A culpa não pode ser só dos colegas que tem os duplos! Muitos tem e apenas fazem meia duzia de horas por semana. Conheço um colega que terminou há um ano e já vai com 4 empregos desses! E não ganha o ordenado base de um enfermeiro Há colegas que tem duplos por exemplo em outras áreas que nada tem a haver como enfermeiros (eu ás vezes ganho uns trocos como electricista a ajudar o meu irmão por exemplo - é um duplo, outros dedicam-se á informatica, acunpuntura, tatuagens, colocação de percing´s, etc ). Isto mexe muito e cada caso é um caso! Certamente há casos em que colegas usam e abusam de sobrecarga horaria independentemente se só tem 1 ou 2 ou 3 ou 4 empregos e que prejudicam a imagem da enfermagem,pois o rendimento e a produtividade não é a mesma! A esses as chefias deles tem que ver e actuar se estão a produzir e as causas!

O Complemento de Formação serviu para actualizar o nosso canudo! Somos licenciados e depois! (Uma vitoria para a Enfermagem Portuguesa mas ainda não se refletiu nos bolsos dos enfermeiros, tb importante pois deixaria de haver tantos duplos e com um mercado maior para os colegas á procura do 1º emprego).
Estamos inseridos apenas no 1º ciclo de Bolonha por culpa das Escolas de Enfermagem (Uma Grande derrota para a Enfermagem Portuguesa e bem grande para os enfermeiros, pois perderam um grande argumento de peso nas negociações sobre a carreira) e ainda no Politecnico apesar dos esforços da OE e Sindicatos.

Saudações Colegas e Bom Natal ;)
No reencaminhamento de mail´s, Por Favor Usem Cco. ou Bcc (Cópia Oculta)
" Retire os endereços dos amigos antes de reenviar "
" Dificulte a disseminação de vírus e spams "
" Proteja a sua privacidade e a dos Outros

Saudações. Vitor A. :)

Offline EFerreira1984

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 182
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #9 em: Dezembro 10, 2008, 13:06:53 »
A minha opinião é que existe união em enfermagem!

Não conheço um enfermeiro que não esteja solidário com a situação dos desempregados (como eu), ou que não aspire condições melhores para a sua carreira.

Contudo, as manfestações como a dos professores são possíveis para nós, porque não há a imposição dos "serviços mínimos garantidos". Acham mesmo que poderíamos sair todos dos hospitais e deixar os doentes entregues a Deus?!

Isso é uma das razões pela qual não conseguimos até hoje mostrar aos governantes a "mossa" que podemos provocar no sitema de saúde.

Quanto aos segundos empregos... A única coisa que esses colegas conseguiriam se se despedissem era deixar de trabalhar, pois não me parece que com isso crescessem vagas. Nós conseguiriamos apenas ter empregos em part-time/ recibos verdes e sinceramente não é por aí que nos conseguiriamos afirmar como classe.

Eu aspiro sim um emprego a tempo inteiro, com todos os meus direitos e não um "biscate"... Ninguém constroi uma carreira com biscates!

Sim, muitos de vós podem dizer que já era um começo, mas não é a solução, e enquanto formos procurando soluções temporárias, nunca conseguiremos afirmarmo-nos e resolver de uma vez por todas este caos na saúde.

A união existe sim... As condições para lutarmos são mais reduzidas...
Penso que o problema que surge é que esta situção em enfermagem é relativamente recente, daí ainda não estarmos organizados e com soluções eficazes (os professores encontram-se em situação precária há anos).

A seu tempo, faremo-nos ouvir...
Ass: Eu

Offline katyzinha

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 22
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #10 em: Dezembro 10, 2008, 17:54:10 »
Concordo com o que tem sido dito...Acho que deveriamos lutar mais pelos nossos direitos, por mais postos de trabalho, por melhor remuneração...
A nossa profissão é essencial...ao contrário dos professores, cujas greves e ausencias significam menos um dia de aulas para os alunos(e eles que nada s importam com isso!), um só dia de greve de enfermeiros traduz-se num autentico caos...e isso prova que somos realmente importantes...
Se os enfermeiros "forem para a rua", se pressionarem mais, penso que poderemos obter melhores resultados...
Como aluna do ultimo ano, sinto-me apreensiva com o que me espera daqui a alguns meses, e o desanimo começa a manifestar-se pois não sei como será o meu futuro, que qualidade terá, se algum dia poderei trabalhar naquilo que gosto, que é enfermagem  :(

Offline Ana SB

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 35
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #11 em: Dezembro 11, 2008, 00:36:58 »
unidos ou desunidos penso que temos de nos saber fazer ouvir...e isso pode até nem passar por manifestações enormes e ruidosas...mas é juntos que temos de encontrar a solução...

eu vjo que se fala muito de descontentameto face ao desemprego, e este é um assunto que me toca também sem duvida, daqui a 6 meses se tudo correr bem serei mais uma das muitas desempregadas...mas e a luta pelo reconhecimento de competencias?essa está a passar despercebida e parece-me bastante grave...
não estamos nós a perder terreno e ver minado o nosso campo de acção? neste momento eu vejo tecnicos de tudo e mais alguma coisa entrar em campos que seriam privilegiadamente nossos...e já nem falo nessa história de farmaceuticos a administrar vacinas...mas são tantos os exemplos que basta olhar ao nosso redor. pra quem quiser, por exemplo ler um topico de nome propostas vergonhosas em que o tema já foi abordado, quando se oferece emprego a pessoas não qualificadas que se disponham a realizar procedimentos de enfermagem e ninguem (ordem??sindicatos??ainda são vivos?) diz nada!banalizaram-se os procedimetos praticos, mas falta ver tudo o que é feito além disso!ao cedermos ou simplesmente ao não reagirmos qualquer dia olhamos em volta e o nosso lugar esta tomado por tecnicos de tudo...e pra nos o que sobra? não seria necessario mostrar quem somos e o que fazemos?deixar bem clara a nossa posição e marcar territorio nas nossas funções?
união na luta pelo direito ao trabalho sim, mas sem esquecer que para trabalhar temos de ter profissão!
não acham?
Enfermeira pelo mundo, uma Cerveja entre vós.
...saudades da boa vidinha de estudante!...em contagem decrescente para mais um ENEE!!:D

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #12 em: Dezembro 14, 2008, 23:53:53 »
Mais que a falta de união, existe é falta de políticos na enfermagem.

Mas pronto os enfermeiros quando ouvem a palavra políticos fogem, ou então criticam e dizem que não queremos ir para o parlamento.

O grande problema é que a política não se faz no parlamento. Mas a classe que não é política, é uma classe morta.

Offline Herodes

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2220
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #13 em: Dezembro 15, 2008, 04:14:38 »
Não partilho da ideia que a política possa ser trampolim para a Enfermagem.
Há até enfermeiros que estão a braços com a justiça (veja-se a Câmara de Lisboa).
Actualmente somos muitos para os lugares disponíveis e isso leva a conflitos!
Vivemos também marcados por um peso da "Enfermagem à Antiga". Há pessoas que têm uma péssima ideia sobre nós.
Não compreendo como é possível haver 3 sindicatos de enfermagem.
Vejo as associações de enfermeiros (por exemplo, associação portuguesa de enfermeiros de urologia) como movimentos que podem dar muitos frutos (Investigação), mas ao mesmo tempo podem agudizar ainda mais esta segregação na classe.
Temos uma bastonária que apesar de ter sido eleita, está longe de ser uma referência para todos nós.
Espero que daqui a 10 anos estejamos melhor!

Offline Herodes

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2220
    • Ver Perfil
Re: Porque não há união na enfermagem? Afinal há ou não há???
« Responder #14 em: Dezembro 18, 2008, 04:34:25 »
Quando oiço dizer que os médicos são unidos, sinceramente também não concordo.
Quem prestar atenção a comentários dos médicos em relação aos seus colegas, verá que padecem do mesmo problema que nós.
Simplesmente, neste momento, estão numa situação confortável. Têm mais com que se entreter (clínicas privadas) do que "olhar" para os escândalos na sua profissão.
Creio que em breve as coisas poderão mudar.