Autor Tópico: apelo  (Lida 4673 vezes)

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: apelo
« Responder #15 em: Dezembro 10, 2008, 08:13:03 »
Acho que no fórum é saudável a existência de opiniões diversas sobre os diferentes assuntos e é dessa discussão que se cresce.
Agora, isto não justifica alguns comentários que por vezes se fazem, que contém uma agressividade verbal elevada e uma falta de respeito pelos colegas e por outros profissionais.
Um apelo aos moderadores: monitorizem de perto alguns utilizadores (não é possivel monitorizar todos), que apenas intervém para "insultar" ou fazer comentários "sem sumo nenhum", alertando-os para esses comportamentos.

Offline EFerreira1984

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 182
    • Ver Perfil
Re: apelo
« Responder #16 em: Dezembro 13, 2008, 02:46:39 »
Já comentei este facto noutro tópico e volto a insistir...

Bem... De facto, fico muitas vezes triste com alguns comentários deixados neste forúm...

Ainda assim sei(ou espero que seja) que muitas vezes não devem constituir mais do que desabafos de alguns colegas que se encontram tristes e desanimados com o futuro que a nossa geração tem reservado.

Tento compreende-los, embora discorde da maior parte das vezes, e associo isso a uma falta de maturidade que a vida acabará por incutir-lhes.

Outra observação que não posso deixar de fazer, prende-se com o facto de:
neste forum existem inumeros tópicos de "Enfermeiros VS bombeiros"; "Enfermeiros VS farmaceuticos"; "Enfermeiros Vs médicos"; "Enfermeiros Vs Massagistas"...

Desculpem, mas a visão que transparece é que estamos contra este mundo e contra todos!

Sim, a nossa profissão necessita de ser reconhecida, de se afirmar... Mas penso que não é a abrir guerras com outras classes que conseguiremos mostrar o nosso valor.

Sim, estes tópicos existem para nos defender, mas estamos a falar de classes cujo mundo se cruza incontornavelmente com o nosso. Nunca lhes ganharemos o respeito, se o método adoptado forem os constantes ataques.

Daí, não se de estranhar que estes ataques comecem a ser internos, ou seja dirigidos a nós proprios e aos nossos colegas.

Ainda assim, penso que as coisas só estão a tomar estas proporções porque estamos perante uma crise na nossa classe, na saúde em geral, e na nossa qualidade de vida.

E as pessoas nestas alturas tomam atitudes precipitadas, inconsequentes e egoístas, num instinto natural de sobrevivencia...

Como diz o povo: " em casa que não há pão; todos ralham e ninguém tem razão"

Mas colegas...As coisas vão melhorar... Adoptemos uma postura de união... e será mais fácil para todos!
Ass: Eu