Autor Tópico: enfermagem na política  (Lida 6673 vezes)

Offline Maria Alexandra Alve

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
enfermagem na política
« em: Maio 14, 2005, 21:47:16 »
Olá :) , gostaria de saber a vossa opinião quanto ao facto de não se verem enfermeiros deputados na assembleia geral da república.
Penso ser impotante ter representantes da profissão nos orgãos de decisão.
Se souberem onde posso encontrar informação sobre este tema, agradecia.

Os melhores cumprimentos, Alexandra.

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
enfermagem na política
« Responder #1 em: Maio 15, 2005, 17:43:56 »
Olá Alexandra


Neste momento não sei se há enfermeiros/as na AR.
Mas em tempos existiram uma ou duas pelo partido comunista.

Espero que esta dica te ajude.



Beijinhos!

Offline arminda

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 25
    • Ver Perfil
enfermagem na política
« Responder #2 em: Maio 17, 2005, 21:26:09 »
Ola, sou uma novata, nestes assuntos, mas quero dar oa meus parabéns, ao promotor deste fórum, apartir de hoje, vou estar atenta a todas as vossas discussões. Sobre este tema, dos enfermeiros na política, penso eu, como enfermeira que sou, que não temos mais enfermeiros na politica, porque somos nós próprios que fugimos dela, ou seja, devemos ser mais interventivos na nossa sociedade, devemos lutar por uma melhor profissão, e como cidadãos que somos, começar a intervir activamente na vida politica, para que daqui a algum tempo, ja se possa dizer que ha enfermeiros deputados! Vamos mudar as mentalidades desta sociedade, vamos lutar por aquilo que acreditamos!!!
Arminda Tavares

Offline tcasaleiro

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 102
    • Ver Perfil
    • http://atravesdajanela.wordpress.com
enfermagem na política
« Responder #3 em: Maio 18, 2005, 11:51:12 »
Ora muito bem,
o que se reflecte na pouca afluência neste post é indicativo do modo como as coisas andam... e não estou a ser fatalista, tudo isto está relacionado com o modo como a política é vista pela sociedade em geral, mas neste caso pelos enfermeiros. Concordo então com a Arminda qd diz que são os enfermeiros a fgir da política, na minha opinião e sendo apenas caloiro de enfermagem, mas ja com algum contacto acho que esta sensação passa também para o nível da Ordem, na descença. Não nego que isto seja parte da conjuntura actual, num constante desintersse pelos assuntos políticos, mas quanto a isso, a democracia continua a ser um mal menor e inda não ha outro meio de fazer as coisas funcionar, acho que era inteessante reflectir sobre como devemos e podemos agir de modo a melhorar as coisas.
Fica lançado o debate e espero que as pessoas adiram e pelo menos leiam este post
"O Cuidar manifesta-se nas Pequenas coisas"

Offline arminda

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 25
    • Ver Perfil
enfermagem na política
« Responder #4 em: Maio 18, 2005, 23:41:02 »
ola, eu gostei da ideia, de debater-mos este assunto, nós não precisamos de ser uns iluminados para sermos "politicos", basta sermos nós e lutar por aquilo que acreditamos, se é que acreditamos em alguma coisa...Houve alguém que disse, e eu corroboro " se nós não soubermos o que somos e quem somos, iremos compremeter no futuro aquilo que queremos ser..."(P.B), e colegas está nas nossas mãos fazer algo, e devemos começar pelo nosso serviço, a interessar-nos a resolver os problemas, dá trabalho...não é fácil...mas temos de ser nós..a mudar, não basta criticar o que está mal..há que agir.....e nós enfermeiros, só não temos mais força porque não nos queremos chatear...desculpem a sinceridade.....

abraços e pensem nisto....
Arminda Tavares

Offline hikawa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #5 em: Setembro 11, 2007, 20:10:21 »
Ola colegas,

viajando aqui pelo forum encontrei um topico interessante e "desocupado" ha ja bastante tempo!
Gostaria de saber s este tema esta a ser discutido num topico mais recente (porque nao o encontro), para assim dar a minha opiniao!

Saudaçoes

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: enfermagem na política
« Responder #6 em: Setembro 11, 2007, 22:30:29 »
@hikawa

Podes dar a tua opinião, não existe tópico mais recente.

Abraço!

Offline hikawa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #7 em: Setembro 12, 2007, 23:38:54 »
Colegas,

estava eu numa das minhas curtas visitas ao país, quando fui surpreendido por algo, uma equipa de jogadores amadores (com duplo sentido obviamente) de raguebi no Campeonato do Mundo.
Estive também ai presente aquando do surgimento da onda de introspecçao que nos invadiu a todos e que fez toda a gente pensar: "Mas que diabo andamos nos a fazer?"
Deixo-vos para analisar este artigo que encontrei no Jornal de Negocios Online, escrito por Pedro Santos Guerreiro:
http://www.jornaldenegocios.pt/default. ... tId=302235.

E, para quem ja o leu, deixo também a pergunta que fica no ar depois de lido esse artigo, redireccionando-a para a enfermagem actualmente: "Deixemo-nos de passividade e passemos a acçao"

Saudaçoes

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: enfermagem na política
« Responder #8 em: Setembro 13, 2007, 23:31:44 »
@hikawa

sim, e sobre os enfemeiros/as na politica, não te apraz dizer algo em especifico?

Eu considero o campo politico alargado, ou seja para além dos partidos com representatividade na AR (Assembleia da Republica).
Os enfermeiros, embora não estando tradicionalmente ligados ao aparelho de Estado, representam hoje em dia uma massa de cidadãos significativa e que por isso mesmo têm um peso que não é de menozprezar.

Ao contrario dos comentários trazidos pelo membros anteriores, penso que algumas conquistas se concretizaram, devido ao capital social e politico de alguns sectores da Enfermagem (ex. a autoregulação profissional). É contraditório criticar a OE enquanto instituição e defender o empowerment do corpo profissional da Enfermagem. A OE foi, não tenho dúvidas um passo crucial para o empowerment da profissão, e uma mudança em termos de linguagem e posicionamento da profissão a nível social. Claro, pode-se discordar dos corpos dirigentes, mas não da OE enquanto  ideia e mediador social entre os profissionais e os cidadãos.

Hoje em dia, existem muitos enfermeiros que pertencem a associações e movimentos sociais que não são de menosprezar. O poder politico dos enfermeiros, não é evidente.

O poder politico e social dos enfermeiros pertence à microfísica do poder, ao poder que se joga na desigualdade das relações interpessoais que temos muitas vezes com os utentes, e que por vezes é um poder opressor. Já pensaram nisso?  Felizmente, a maior parte dos enfermeiros assumem uma filosofia de contrapoder.

Offline hikawa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #9 em: Setembro 14, 2007, 21:00:07 »
Sim, de facto a enfermagem na politica não é nem deve ser uma enfermagem de assembleia da republica! Deve ter ficado essa ideia depois de leres o meu post, mas apenas o coloquei para (re)iniciar a discussão aqui neste tópico e porque me pareceu ser algo de relevante.

Quanto a AR, verdade seja dita, temos vários ajuntamentos de pessoas com nomes diferentes, teoricamente, idealogias diferentes mas, ao fim e ao cabo, reina uma só maneira de pensar.
Como bem disseste, e eu concordo, a intervenção civica e politica da enfermagem deveria ser mais notada e também aumentada.
Por que é que quando há debates/discussões sobre Saúde nos meios de comunicação social não são consultados enfermeiros? Será porque não sabemos falar publicamente? Será que é porque não temos opinião propria?
Tanto a licenciatura, que ja temos, como os mestrados e doutorados são justificações! Sabemos de facto pensar por nós mesmos! Então porque não se vê os enfermeiros a intervir?
Por que é que os enfermeiros se "gabam" (no bom sentido) de ser inventivos e terem MUITAS e BOAS ideias e não as ponhem em prática?


Gostaria de lançar um desafio, que aqui se discutisse em que áreas podemos/devemos intervir e MOSTRARMO-NOS!


Saudações!

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #10 em: Setembro 14, 2007, 23:00:50 »
Pelo conhecimento que tenho posso afirmar que não há de momento nenhum Enfermeiro , deputado.Conheço alguns Autarcas,desde Presidentes de Juntas de Freguesia ,membros de Assembleias de Freguesia e Municipais.Eu próprio sou um deles. Se mais não há é sem dúvida por falta de interesse dos Enfermeiros. Jamais me senti discriminado dentro do partido politico de que sou militante. Permitiu-me inclusive candidatar-me à concelhia desse partido, tendo como adversário um médico e com toda a naturalidadevencer essas eleições.Acredito que o facto de estar na politica me tem possibilitado defender/prestigiar a nossa profissão.
Tenho realmente pena que mais colegas se não interessem pela politica que em meu entender é um acto de cidadania e até um dever cívico e só assim podem passar de espectadores a decisores.

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: enfermagem na política
« Responder #11 em: Setembro 16, 2007, 08:43:50 »
@amatosa

Parabéns pela participação civica que tem.

De facto a participação politica é uma esfera importante e que deveria ser natural na vida das pessoas. A responsabilidade cívica deveria ser mais rica do que o exercício de voto, pois sem dúvida essa participação é mais efectiva do que cingir-se ao papelinho na urna.

Em termos psicológicos individuais a participação politica é um acto que traz uma maior reflexibilidade social.
para quem quiser aprofundar este último ponto deixo uma entrevista à NM da Prof. Isabel Menezes (FPCEUP) que por estes dias apresentou as conclusões de um grande estudo na área da participação cívica. Chamo à atenção para a conceptualização feita neste estudo do que é participar em democracia, e com a qual me identifico.

http://sigarra.up.pt/fpceup/img.noticias_cont?p_id=F623486486/Isabel%20Menezes0001.pdf

Offline enfermeiredo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 878
    • Ver Perfil
    • http://groups.google.com/group/noticias-da-enfermagem
Re: enfermagem na política
« Responder #12 em: Dezembro 07, 2007, 21:05:40 »
Actualmente não sei, mas em tempos houve 2 : uma deputada do PCP e um deputado do CDS-PP.
O povo opõe-se à massa;
vive da liberdade e da consciência de cada um

Pio XII
Rádio Mensagem de Natal de 1944
Sobre a democracia
O 5.º Natal de guerra

Offline keliinha

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 830
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #13 em: Dezembro 07, 2007, 21:36:20 »
A Política é um meio de notariedade socila excelente.
Considero que tal como outras profissões os enfermeiros deverião estar mais presentes na actividade politica, nomeadamente na AR, seria uma forma de dar mais visibilidade e credibilidade à profissão, bem como de ter voz activa e nos fazermos ouvir.
No entanto, muitos há os que utilizam a política não para beneficio da sua classe profissional, mas para seu beneficio pessoal..hoje em dia a política não é mais que uma forma de arranjar uns "tachinhos" e tentar persuadir alguem, sobre determinadas questões que nem eles próprios acreditam!!
Também eu queria ser deputada, estar na AR..não fazem nenhum, dizem umas bacoradas, têm horários de lordes e recebem um bom ordenado...infelizmente é isto que se passa!
Gostava de ver lá enfermeiros sim, mas a lutar por todos nós!

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: enfermagem na política
« Responder #14 em: Dezembro 07, 2007, 22:01:28 »
Citação de: keliinha
Também eu queria ser deputada, estar na AR..não fazem nenhum, dizem umas bacoradas, têm horários de lordes e recebem um bom ordenado...infelizmente é isto que se passa!
É tão redutora a imagem que tem dos deputados deste País,tenho alguns amigos e outros apenas conhecidos que são deputados e em nada se assemelham ao retrato que aqui é feito.
Mas pelo que escreve o seu problema é serem outros no seu entender a usufruir dessas mordomias se fosse a colega já estava tudo bem .O seu problema não é a hipotética mediocridade ou também como soe dizer-se a porcaria, o seu problema são as moscas.