Autor Tópico: A Maldição?  (Lida 1396 vezes)

Offline Miguellopes

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 537
    • Ver Perfil
A Maldição?
« em: Julho 23, 2008, 21:27:28 »
in doutorenfermeiro.blogspot.com

"Sinto-me desiludido. Sobretudo, quando leio artigos - que me entristecem, mas com os quais concordo - como este, que o colega O Enfermeiro escreveu e do qual deixo um excerto:


"Felizmente que tivemos ontem o prazer de ver na TV portuguesa e na companhia do nosso estimado colega José Carlos Martins, o Secretário-Geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa.


Como não poderia deixar de ser (outro assunto parece não haver) veio relembrar os responsáveis pela Enfermagem Portuguesa - não se tivessem já esquecido - sobre importância dos rácios da OCDE e, com o seu contributo, alertar os actuais responsáveis políticos para o défice de 25000 Enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde Português.
Reparem que já faltam 25000 enfermeiros! (... ) Cada dois meses que passam, e em plena crise económica e social, somos informados que temos um acréscimo ao défice de de 5000 enfermeiros. Conseguiremos atingir um défice de 40000 até ao fim do ano? Quem dá mais?
Imagino já o sorriso da Senhora Bastonária (igual ao que transpareceu na TV nos Prós e Contras) quando a Ordem dos Enfermeiros atingir os 100000 Enfermeiros inscritos. Vai ser um festa com "pompa e circunstância".
Fico ansioso! Vamos ser a MAIOR Ordem de sempre."


Perante isto, o que me assalta o espírito são as polémicas palavras de José Saramago: "a esquerda não tem puta ideia do que se passa no mundo"... neste caso, o PCP...
Não sei a quem devemos a obrigação de aturar esta "cassete" indefinidamente...
Será promessa ou castigo?
.
Há quem deseje produzir "tijolos" sem saber que "casa" se vai construir, como será construída, se poderá ser construída, quanto tempo demorará a ser construída, se há dinheiro para a construir.... e assim, um dia, arriscamo-nos a morrer num desmoronamento de montanhas de "tijolos"...
Vamos lá se os PCP's percebem, desta vez, a metáfora...
Eu, pessoalmente, não gosto de militâncias políticas extremas. Prefiro orientar-me pelas boas ideias, posições, estratégias e soluções... deixando as obcessões à parte.
Desafio os PCP's a visitarem instituições de saúde estrangeiras, para constatar se existem mais Enfermeiros (relativamente a Portugal) com graduação superior (equivalente à nossa licenciatura) presentes nos serviços (estou certo que encontrarão muitos auxiliares de Enfermagem e afins que, grosseiramente, poderíamos comparar aos nossos AAM)...
Nem o Johns Hopkins Hospital tem tantos Registered Nurses/utente nos SU's, como têm o H.S. João ou o H. Santa Maria..."

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: A Maldição?
« Responder #1 em: Julho 23, 2008, 22:21:11 »
Olá,

Caro Miguellopes, a situação dos enfermeiros terá sem dúvida a ver com questões políticas, mas não serão certamente da culpa do PCP. O PCP, que eu me lembre, não constituí governo há trinta e tal anos...

A oposição, independentemente de onde venha é salutar para a democracia, mesmo com afirmações ou tomadas de posição enjoativas e anti-democráticas. São apenas palavras... Se eles estivessem lá, seria muito diferente daquilo que apregoam, mas isso toda a gente sabe: palavras, leva-as o vento...".

Mas quem tem decidido dos destinos dos enfermeiros e dos portugueses têm sido, alternadamente, PS e PSD.

Quanto aos sindicatos, não há outra solução por enquanto... É a unica entidade reconhecida pelo executivo para negociar! Vamos fazer o quê? Só esperar que a lei dos sindicatos mude... E nessa altura podes crer que muitos activistas sindicais se vão descolar do PCP. Mas por enquanto é a únca forma que têm de lutar por melhores condições para todos nós.

Abraço.