Autor Tópico: Que Enfermagem Queremos ?  (Lida 11869 vezes)

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Que Enfermagem Queremos ?
« em: Junho 15, 2008, 02:30:01 »
As minhas palavras podem gerar muita polémica, mas SÓ COM MEDIDAS RADICAIS, conseguimos salvar a Enfermagem e a  1ª , quanto a mim é encerrar de imediato os cursos de enfermagem.
-Não podemos mandar jovens para o desemprego, com a falsa ideia, de que a enfermgem tem saída profissional
-Não podemos andar a pactuar com formações de técnicos ou auxiliares de saúde, que amanhã , nos vão ocupar o lugar.
-Temos que manter a nossa DIGNIDADE, COM BRIO E PROFISSIONALISMO, para que a NOSSA ENFERMAGEM, não seja degolada por outros...
-Temos que nos UNIR como ENFERMEIROS, independentemente de crenças religiosa, políticas, hierárquicas ou outras.
-Temos um NOME a defender e é na prática diária, lidando com os doentes, que temos  com profissionalismo de ocupar o espaço que É SÓ NOSSO
-Não podemos, ser subservientes perante outros....esse tempo já lá vai.
 Estou aqui a fazer este alerta, pois cada vez, vejo os enfermeiros mais divididos, pelas hierarquias  (nossas e outras), pelo sectarismo político, pela ambição e ganância em que se pretendem atingir fins, sem olhar aos meios.
 Colegas, nós somos a classe mais importante , no sector da saúde, MAS POR FAVOR SEJAM ENFERMEIROS.

                                   Um Abraço

                                      amsr

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #1 em: Junho 15, 2008, 10:08:39 »
Só tenho uma dúvida colega: Como vamos fechar as vagas que existem a mais nas escolas de enfermagem?

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #2 em: Junho 15, 2008, 15:02:30 »
A questão quanto a mim não está só em acabar com as vagas a mais, mas sim ENCERRAR O CURSO DE ENFERMAGEM.Pergunta-me de que maneira, isso se fará.Bom aí entre outros eu penso que a ORDEM dos ENFERMEIROS, não deve andar a dormir.
  Entenda uma coisa colega, com o nº de enfº que estão a sair anualmente das escolas estatais e privadas, qualquer dia estamos a receber 3 euros à hora.Começamos a ser imigrantes dentro do próprio PAÍS.

                          Com Respeitosos Cumprimentos

                          amsr

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #3 em: Junho 15, 2008, 15:50:03 »
Colega está a fazer uma discussão estéril. A Ordem dos Enfermeiros até pode fazer um parecer, um comunicado, o que quer que seja muito bonitinho, que as escolas só vão encerrar ou por ordem do Ministério da Ciência e Ensino Superior ou por vontade própria.

Quanto ao recebermos 3euros à hora, tenho a dizer que é nunca aceitaria tal situação. Se há quem aceite é por algumas condições específicas, contudo acho que mais importante que fechar escolas será rever o papel social dos enfermeiros que exploram outros colegas por serem eles os pagadores nas empresas e que não desincentivam os colegas a aceitarem este tipo de remunerações que em nada se adequam a responsabilidade e competência do enfermeiro.

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #4 em: Junho 15, 2008, 16:41:06 »
Caro colega, tal como noutros sectores da nossa sociedade, também na Enfermagem existem as "Quintas" e as "Quintinhas", infelizmente para nós, isso quanto a mim é um factor perturbador para a nossa classe.Por outro lado gostava de saber qual a opinião dos nossos colegas que leccionam nas escolas de enfermagem?

                         amsr

Offline J.Ribeiro

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 334
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #5 em: Junho 15, 2008, 16:41:19 »
Citação de: Caldas
Colega está a fazer uma discussão estéril. A Ordem dos Enfermeiros até pode fazer um parecer, um comunicado, o que quer que seja muito bonitinho, que as escolas só vão encerrar ou por ordem do Ministério da Ciência e Ensino Superior ou por vontade própria.

Quanto ao recebermos 3euros à hora, tenho a dizer que é nunca aceitaria tal situação. Se há quem aceite é por algumas condições específicas, contudo acho que mais importante que fechar escolas será rever o papel social dos enfermeiros que exploram outros colegas por serem eles os pagadores nas empresas e que não desincentivam os colegas a aceitarem este tipo de remunerações que em nada se adequam a responsabilidade e competência do enfermeiro.


Não cuspas para o ar...

Qualquer dia.. e esse dia já chegou...  estás mesmo a receber 3 euros á hora..

enfermagem vai regular-se por baixo...  vai deixar de haver alunos nas escolas de enfermagem... não porque alguem decidiu diminuir o numero de vagas... ou fechar escolas... vão ter menos alunos.. porque a profissão vai deixar de ter qualquer atratividade para os mais jovens... ganhar pouco e ser desrespeitado e mal visto... e assim ninguém vai querer ser enfermeiro....  

Porque pensam que faltam enfermeiros em Inglaterra... na América do Norte...

Enfermermagem tem três grupos... chefes, supervisores e directores... professores... e prestadores de cuidados...

Ora veja lá se descobre quem é que está fo..o no meio disto tudo...

e veja lá se descobre quem poderia realmente alterar ou influenciar alguma coisa na enfermagem portuguesa,,,

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #6 em: Junho 15, 2008, 20:54:27 »
Eu concordo com o colega João.Há pouco tempo, fui convidado por um grupo de alunos do 12ºano, para no âmbito da área projecto ir falar sobre enfermagem e sobre as perspectivas profissionais e disse-lhes muito claramente...meus amigos nesta altura optar por enfermagem é o mesmo que irem para o desemprego ou serem explorados até ao tutano.Hoje em dia e com todo o respeito por essas profissões qualquer técnico de frio ou electricista, ganha mais que os enfermeiros.

                          amsr

Offline togtog

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
Apoio a liberdade de direitos
« Responder #7 em: Outubro 10, 2008, 14:56:15 »
venho por este meio mostrar a todos os leitores que se dignam a ser chamados de enfermeiros e se julgam superiores a um auxiliar o seguinte:
Ha milhares de pessoas no desemprego como e o caso de maior parte das pessoas que deixam aqui os seus comentarios; mas o facto de isto acontecer nao da o direito a ninguem de querer prejudicar certas e determinadas pessoas pelo simples facto de querer enriquecer o seu curriculo,e poder enveredar pela area, como o caso do curso de auxiliar de enfermagem ou de accao medica etc...
Desde ja digo que tirei o curso de accao medica com especialidade em Fisioterapia e Massagem e encntrome empregado em duas clinicas privadas.
Viemos tirar-lhes o emprego?Sim talvez.
Somos humildes?Sim
Nos nao exercemos a profissao esperando que nos chamem "senhor doutor", apenas lutamos pela vida e alcancamos os nossos objectivos.Muitos nao estariam tao aflitos se podessem estar em casa sem ganhar o seu salário desde que alguem lhes chamasse doutor.
A verdade esta a vista de todos.
Sem querer ofender ninguem aqui ficam os meus comprimentos.
Igualdade de direitos

Offline lenna

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 10
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #8 em: Outubro 10, 2008, 15:15:43 »
Sendo a Fisioterapia, por si só, um curso do ensino superior como é possivel tirar um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem?
Eu penso que infelizmente o desemprego em enfermagem se está a tornar "normal" como em muitos outros cursos de ensino superior.
Penso que a maioria dos enfermeiros não querem ser tratados como "senhor doutor", querem apenas dignidade e vencimento de acordo com a sua formação, as suas competências e a qualidade com que exercem os seus cuidados (exercem ou devem exercer).
Penso que todas as profissões têm o seu lugar mas tem que se atender à competência da pessoa que vai desempenhar determinado cargo, não pode uma qualquer empresa contratar um profissional para um determinado lugar por essa pessoa "pedir" um salário mais baixo, tem que ter as devidas competências.
Alguém que tenha um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem nunca me pode vir tirar o emprego, sendo eu enfermeira porque as competências têm que srer necessariamente diferente, se alguém que tira o curso de um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem tira lugar a um enfermeiro eu pergunto, qual a qualidade dos cuidados prestados, a segurança dos doente e até mesmo a fundamentação que essa pessoa tem para exercer essa actividade...
Cumprimentos

Offline MarioHugoMacedo

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 3
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #9 em: Outubro 10, 2008, 16:23:04 »
Caros(as) colegas!!

Não há razão para tristezas...

Vivemos com optimos salários, pagos, e bem, como licenciados, fazemos cursos de pós-licenciaturas (aliás bastante acessíveis do ponto de vista financeiro), vemos reconhecidas tais habilitações, os orgãos com competência jurídica para exerecer a nossa defesa fazem-no de forma exemplar, somos e bem uma classe muito unida.

Os locais onde se ministram cursos de enfermagem são pouco e os que existem são de excelente qualidade, são formados pouquíssimos enfermeiros por ano, não há desemprego na enfermagem.

Discutímos questões de fundo em plenários e assembleias gerais, e outros que tais... Os nossos alunos tem como mestres nas escolas aqueles que melhor desempenham as suas funções como enfermeiros no seu dia-a-dia. Estes mestres não são formadores em horas vagas, ensinando os contéudos que a escola não conseguiu leccionar. 

São os nossos grãos mestres os primeiros a defender o SNS, não hesitando em preferir o público ao privado...

Por todos estes motivos a Enfermagem nunca esteve tão bem em Portugal.

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #10 em: Outubro 10, 2008, 16:24:40 »
Como pode um AAM ser especialista seja no que for? Se um AAM é especialista em massagem então um enfermeiro especialista em Reabilitação é um Deus nessa área...

Offline Norman

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #11 em: Outubro 10, 2008, 17:05:34 »
Neste momento é impossivel aspirar a uma enfermagem melhor no nosso país, ainda somos uma classe desunida.
Como classe desunida que somos não conseguimos ter força, porque a união faz a força!
Tomem medidas firmes, objectivas e concretas!
Somos o maior grupo da saúde e ao mesmo tempo a classe mais desunida.
Como motores da área da saúde deviamos ter a capacidade de parar todo o sistema nos dias de greve e infelizmente isso não acontece.
Cabe a cada um, todos os dias criar os alicerces para uma melhor enfermagem e para isso temos que nos unir.

Offline togtog

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #12 em: Outubro 10, 2008, 20:01:56 »
Citação de: lenna
Sendo a Fisioterapia, por si só, um curso do ensino superior como é possivel tirar um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem?
Eu penso que infelizmente o desemprego em enfermagem se está a tornar "normal" como em muitos outros cursos de ensino superior.
Penso que a maioria dos enfermeiros não querem ser tratados como "senhor doutor", querem apenas dignidade e vencimento de acordo com a sua formação, as suas competências e a qualidade com que exercem os seus cuidados (exercem ou devem exercer).
Penso que todas as profissões têm o seu lugar mas tem que se atender à competência da pessoa que vai desempenhar determinado cargo, não pode uma qualquer empresa contratar um profissional para um determinado lugar por essa pessoa "pedir" um salário mais baixo, tem que ter as devidas competências.
Alguém que tenha um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem nunca me pode vir tirar o emprego, sendo eu enfermeira porque as competências têm que srer necessariamente diferente, se alguém que tira o curso de um curso de AAM, com especialização em fisioterapia e massagem tira lugar a um enfermeiro eu pergunto, qual a qualidade dos cuidados prestados, a segurança dos doente e até mesmo a fundamentação que essa pessoa tem para exercer essa actividade...
Cumprimentos




Trabalhando eu numa clinica privada e interagindo com fisioterapeutas licenciados , deixo aqui explicado que exercemos tdos as mesmas funcoes de um fisioterapeuta. com agrado meu e desagrado vosso que lutam para que outras pessoas vao para o desdemprego ao inves de se conformarem com a vossa situacao.Sinto muito que ainda haja gente que se diz enfermeiro licenciado se julgue superior a um auxiliar.
É custoso passar 3 a 5 anos fazendo a licenciatura e depararem-se com estas facilidades mas a escolha e de cada um.voces e que fizeram essa escolha.Por mais que se tentem unir para combater tal coisa (impossivel), jamais conseguiram deitar abaixo tamanha dimensao do projecto.
Alguem que tire o curso de AAM tem que cumprir alguns requisitos, nao e so querer tirar o curso e ja esta.Mas uma das coisas que custa mais ainda e a opurtunidade de estagio e a colocaçao no mundo de trabalho.
cumprimentos

Offline Tucha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 492
    • Ver Perfil
    • http://filipe-etucha.myminicity.com/ind
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #13 em: Outubro 10, 2008, 21:27:29 »
Exerce as mesmas funções de um fisioterapeuta? E tem competências para isso? E já agora... se não é indiscrição de quanto tempo é o curso? Pois estou curiosa para saber em quanto tempo e como um AAM adquiriu as competências (sim competências, não apenas aprendeu a fazer) de um fisioterapeuta...
"A televisão é como as torradeiras: carrega-se no botão e sai sempre a mesma coisa."

http]

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: Que Enfermagem Queremos ?
« Responder #14 em: Outubro 10, 2008, 21:59:19 »