Autor Tópico: Música para idosos institucionalizados: percepção dos músicos atuantes.  (Lida 3579 vezes)

Offline charlie_ze

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 768
    • Ver Perfil
LEAO, Eliseth Ribeiro and FLUSSER, Victor. Música para idosos institucionalizados: percepção dos músicos atuantes. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2008, v. 42, n. 1, pp. 73-80. ISSN 0080-6234.

Estudo qualitativo que analisou a percepção dos músicos sobre a atividade musical junto a idosos institucionalizados (Portugal e França). Empregaram-se um questionário e o Discurso do Sujeito Coletivo para organização dos dados. Os músicos percebem sua atuação como uma experiência relacional; buscam intencionalmente a proximidade e a comunicação; reconhecem a realidade dos idosos institucionalizados e desejam transformá-la; apresentam algumas dificuldades de comunicação interpessoal, de aprimoramento profissional e adotam critérios musicais, pessoais e intuitivos na escolha do repertório. Os resultados indicam o comprometimento social, humano e profissional dos músicos analisados e podem ser utilizados como fonte de reflexão aos profissionais de saúde.

Keywords : Música; Saúde do idoso institucionalizado; Geriatria; Comunicação não verbal.

http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v42n1/10.pdf

Offline CCAV

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 472
    • Ver Perfil
Re: Música para idosos institucionalizados: percepção dos músicos atuantes.
« Responder #1 em: Fevereiro 26, 2009, 12:30:51 »
E esta heim?

Sim senhor, bela ideia!

Abraço
Se queres um amigo, cativa-o!

Offline EnfNessa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 251
    • Ver Perfil
Re: Música para idosos institucionalizados: percepção dos músicos atuantes.
« Responder #2 em: Fevereiro 26, 2009, 21:35:03 »
;D

Boa!! Precisamos é de ter estudos destes .... interessants!!

Mas a verdade seja dita, na segunda, de Carnaval, no meu lar percepcionamos uma hora de dança e música com os residentes, e eles adoraram!! A alegria, uma coisa diferent e tudo mais proporcionou um ambient de mais valia na experiência de vida destes residentes  :)