Votação

No contacto com os Centros de Saúde por onde passaram era habitual realizarem ZARAGATOAS?!?

SIM
15 (31.9%)
NÃO
32 (68.1%)

Votos totais: 44

Votação encerrada: Junho 03, 2008, 14:51:38

Autor Tópico: Zaragatoa no Centro de Saúde  (Lida 16025 vezes)

Offline rjckarddo

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 114
    • Ver Perfil
Re: Zaragatoa no Centro de Saúde
« Responder #15 em: Junho 17, 2008, 11:34:21 »
"Antibiotic use should be limited to specific clinical situations (eg overt infections) and directed towards susceptible organisms." Isto resume tudo. Não demora muito vamos ter microorganismos resistentes a tudo e ai vamos ver quão util foram os tais antibioticos de largo espectro, qualquer dia só combatemos infecções com penicilinas e se calhar nem com isso. Andamos a alimetar a "bicharada", literalmente.

Offline npires

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 218
    • Ver Perfil
Re: Zaragatoa no Centro de Saúde
« Responder #16 em: Junho 17, 2008, 11:49:57 »
Citação de: rjckarddo
"Antibiotic use should be limited to specific clinical situations (eg overt infections) and directed towards susceptible organisms." Isto resume tudo. Não demora muito vamos ter microorganismos resistentes a tudo e ai vamos ver quão util foram os tais antibioticos de largo espectro, qualquer dia só combatemos infecções com penicilinas e se calhar nem com isso. Andamos a alimetar a "bicharada", literalmente.


Isso é obvio...mas nem na nossa profissão defendem isso...preferem fazer as coisas de olhos fechados e rezar para que o ATB tenha o efeito desejado...
Realmente uma zaragatoa é mt dificil de fazer e como a infecção é profunda ???...enfim...que mais dizer...

Offline Allie

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 122
    • Ver Perfil
Re: Zaragatoa no Centro de Saúde
« Responder #17 em: Julho 04, 2008, 23:12:11 »
Citação de: enfarfr
Sou elo de ligação à comissão de controlo de infecção e fui a uma formação designada por Controlo da Infecção Associada aos Cuidados de Saúde, ministrada pela ARS, onde foi dito que zaragatoas a feridas crónicas são inúteis, já que as feridas crónicas estão contaminadas.

Em caso de infecção, esta terá sido causada por microorganismos que encontram-se abaixo da superficie da ferida.

Solução: Biópsia da ferida.

Pois isso era o ideal, mas como realizar uma biópsia envolve custos elevados e é um procedimento muito doloroso e com alguns riscos, uma opção mais viável e igualmente segura é a aspiração percutânea do conteúdo da ferida. Não conhecia esta técnica, mas abordei esta questão numa formação ... Algum colega já a realizou?

Offline npires

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 218
    • Ver Perfil
Re: Zaragatoa no Centro de Saúde
« Responder #18 em: Julho 07, 2008, 21:31:14 »
Nunca realizei...mas posso garantir lhe que a zaragatoa é uma técnica simples e eficaz...

Offline gerard

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 31
    • Ver Perfil
Re: Zaragatoa no Centro de Saúde
« Responder #19 em: Fevereiro 08, 2009, 12:50:55 »
Colegas quando falamos de zaragatoas temos então que falamos de avaliação de microbiologica de feridas que assenta em alguns pilares importantes tais como. as feridas podem estar contaminadas, colonizadas , colonizadas criticas e infectadas. Neste sentido deve-se sempres realizar pesquissas micribiologicas- biopsia tecidular a de eleição, pois so se essa nos pode dar o agente/es patogenicos que se encontram numa ferida infectada(eles encontram-se num tecido mais profundo) ou colonizada critica uma vez que nos outros casos temos muitas ferramentas para trablhar- apositos com prata e acima de tudo juizo critico em cada penso realizado. Neste sentido e não menos importante ter que se acabar de uma vex por todas com conflitos de classes de saude , uma vez que nunca se esqueçam que o foco de atenção é e sempre sera nesta profissão o utente e a sua familai, é  dificil mas não impossivel temos que tentar realizar protocolos de serviço em que todas as classes estejamintegradas e realizem então uma verdadeira equipa de trabalho no tratamento de feidas. Ate Já e saudações a todos