Autor Tópico: Consultas abertas  (Lida 1465 vezes)

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Consultas abertas
« em: Janeiro 16, 2008, 21:53:07 »
Apanhei umpouco na televisão ,agora depois de ouvir este áudio em: http://ww1.rtp.pt//wportal/informacao/noticias_audio/ fico deveras preocupado.
Depois de ouvir duas vezes, uma única questão se me põe. Será que qualquer Enfermeiro com uma licenciatura não é capaz de prestar cuidados numa consulta aberta?
Numa consulta aberta, podem aparecer até casos de doença aguda, mas nunca casos de urgência /emergência, como agora ainda aparecem nos SAP.
Será que a opinião pública, ou alguém acredita nisto?
Se acreditar, são os próprios Enfermeiros a dar tiros nos pés.
São isto dirigente dum sindicato que defendem os Enfermeiros?
Defender a nossa classe é dizer e cito " estas equipas de Enfermeiros que vêm dos CS, não têm formação" estão a por em risco a vida dos utentes.
 Dentro desta linha de raciocínio se não têm para as consultas abertas, como podem ter para os SAPs.
Com sindicalistas destes percebe-se como chegamos a este estado da arte.

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: Consultas abertas
« Responder #1 em: Janeiro 21, 2008, 20:05:26 »
Foram um grande erro as declarações proferidas em relação a este tema... Os enfermeiros não têm fomação para... E vindo de um sindicato... Estou a pensar seriamente retirar-me de sócio do sindicato...

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: Consultas abertas
« Responder #2 em: Janeiro 21, 2008, 21:25:05 »
Felizmente que já há cerca de dois anos deixei de contribuir com 1% do meu salári para esta gente.
Enquanto Enfermeiro de Cuidados de Saúde Primários ,senti-me ofendido e enxovalhado ,por esta gente .

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: Consultas abertas
« Responder #3 em: Janeiro 22, 2008, 11:21:06 »
Têm toda a razão colegas!

É um insulto considerar que os enfermeiros não têm formação para estar numa consulta aberta.
Ainda que todos possamos aspirar a mais formação e tenhamos a responsabilidade de nos manter actualizados, assumir publicamente que não temos formação para este tipo de situação é uma desconsideração para com a classe.