Autor Tópico: Manifestação  (Lida 6087 vezes)

Offline Enfamorim

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 12
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #15 em: Fevereiro 28, 2008, 22:11:58 »
Ola!
Abri este tópico mas julgo que a sua essência não foi compreendida.
Sou desempregada mas não me considero "robot" do desemprego. Se calhar estou desempregada porque sou moralmente contra o factor C, se calhar porque não aceito trabalho cujas condições não são compatíveis com a minha formação..... mas falo por mim.
Penso que a ideia pré-concebida de que os desempregados fazem qualquer coisa e aceitam um emprego a qualquer custo está muito errada.  Posso perder trabalhos, dinheiro, tempo e experiências, mas não perco a minha dignidade..... como posso ser uma enfermeira competente, cuidar convenientemente dos outros se não souber cuidar de mim????.....Quando abri este tópico não foi para um grupo especifico (desempregados) mas para todos os enfermeiros em geral. Acredito que alguns desempregados necessitem de arrumar a casa, mas se muitos dos "empregados" tivessem a casa arrumada, tudo seria diferente.... pensem nisto também....
A mudança tem que partir de todos, os desempregados não são um elite ou as ovelhas negras da profissão...recuso ser vista dessa forma... e se anseio pela mudança é porque acima de tudo gosto e acredito na minha profissão.  ;)

Offline keliinha

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 830
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #16 em: Março 01, 2008, 19:17:11 »
Tem toda a razão e compactuou da mesma opinião, tal como demonstrei no post anterior. No entanto, infelizmente a maioria dos desempregados n comunga desta ideia e querem á força tda qualquer coisa, pensando que isso lhes trará algum beneficio e esquecendo-se que n tiramos um curso superior para fazer qualquer coisa nem receber qualquer coisa..têm realmente a lição muito mal estudada, ou como afirmou a colega ana rot a "casa mal arrumada".
E quanto á classe empregada, esses têm a casa bem arrumada e muitas exs muito bem governada, vejamos que muitos deles fazem acumulações de 2 horários completos, imaginam quanto ganham com isso n imaginam? Pois bem, acham que estas pessoas estão interessadas em manifestar-se por alguma coisa, a sua situação é boa, tao boa que nem precisaram de mudar de bastonária, alias nem se preocuparam em votar. Somos (os desempregados) sem duvida o elo mais fraco da enfermagem, aquele que anda á deriva e com o qual ninguem se preocupa, pois somos uma minoria relativamente ao total de profissionais de enfermagem. Acreditem k se a nossa ordem se preocupasse minimamente connosco limitava esta historia das acumulações, 2 horários completos é lamentavem e acreditem k a quantidade de pessoas que o fazem seria suficiente para acabar com o desemprego na enfermagem, mas isto para a ordem só traria ainda mais desordem, porque aí sim a classe "activa" se manifestaria, o que tiraria concerteza votos á actual bastonário, para quem o poleiro e o poder é o mais importante.
Acreditem que o mal nesta profissão é k a verdade de uns é a mentira de outros e as desgraças de uns são o sucesso de outros.

Cumprimentos!!

Offline Enfamorim

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 12
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #17 em: Março 02, 2008, 21:16:02 »
para mim, trabalhar em dois lugares e não se importar com os colegas não é ter "a casa arrumada"...

Offline Esquiloatento

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 91
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #18 em: Março 03, 2008, 12:17:51 »
Eu acho que se deveriam fazer manifestações, basta olhar para os professores agora recentemente, têm problemas e lá estão eles "unidos", algo que nós enfermeiros não conhecemos, lá está o mais experiente a mandar bocas e o mais novo a dizer ke o mais velho é "mocotó" e o outro a dizer ke tem 2 a 3 empregos e o outro que diz para irem trabalhar que são preguicoços. Acordem!!!!! Aó quando nos apercebermos que o mal é de "todos" é que chegamos a um concenso. Mas infelizmente qd isso acontecer já vai ser tarde de mais.
Eu sou a favor de uma manifestação em frente a cada secção regional da ordem dos enfermeiros, temos de lutar pelo fecho de algumas escolas de enfermagem ou pelo menos para a contenção do número imergente de vagas que aumentam como que por pura geração espontânea, não se justificando que haja escolas com mais de 130 vagas por ano para enfermagem. Temos de lutar por mais estabilidade a nível de trabalho, mas acima de tudo temos de lutar mais pelos utentes, qd se fecham serviços e qd a qualidade dos mesmos está em risco.
Quanto a datas não sei....mas não esperaria para Maio para o dia do Enfermeiro. Seria já este mês. Já que somos tantos recém-licenciados desempregados mostremos a nossa força ou a ausência dela. Se ficarmos na penumbra ninguem nos vê, mandam-nos calar como se fossemos uns piriquitos que andassemos por ai a esvoaçar de um lado para o outro, frageis e insconstantes, devido a uma política inconsequente e a uma ordem e a uns sindicatos que se contentam com as estrondossas receitas dadas pelos piriquitos e papagais da nossa classe social.

Offline Enfamorim

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 12
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #19 em: Março 03, 2008, 14:12:51 »
concordo plenamente..... ;D

Offline Marcos Paiva

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 131
    • Ver Perfil
Re: Manifestação
« Responder #20 em: Março 03, 2008, 16:45:34 »
Citação de: Ena Rot
Querem fazer algo útil?
Parem para pensar!
Deixem de se comportar como "robots" no desemprego.
Pensem como adultos que são!

Arrumem a vossa Casa antes de sair para a rua.

Estou convosco, mas têm de Cuidar melhor de vocês próprios!

Exemplos:
Sejam solidários, recusem factor C, dialoguem uns com os outros, não ignorem o que dizem os mais velhos, pensem onde estão realmente as culpas, etc.


Concordo com a colega, no entanto tenho algumas reservas em certos pontos do seu texto... no que concerne aos exemplos que definiu...

Como a colega sabe, as coisas pelo nosso Portugal estão cada vez piores, e para nós (Enfermeiros desempregados) está mesmo muito difícil... é natural que as pessoas se revoltem apontando culpas, mas sabe... a culpa poderá tomar diferentes caminhos dependendo do ponto de vista... mas a culpa não está só em nós nem nas escolas... está dividida por muitos lados...

Manifestação... concordo... temos que nos fazer ouvir, e sim penso que todos os Enfermeiros deveriam participar, o nosso problema, e não só dos Enfermeiros mas do Povo Português em geral, é que é um comodista (claro que existem excepções)... pode esta bem, pode estar mal... mas está!! E o problema é esse, pois por enquanto quem está mais revoltado com esta situação somos nós, Enfermeiros no desemprego, mas com o continuar destas políticas que só vêm qual o lucro que pode advir de certas atitudes, outras pessoas iram ser afectadas e entre eles serão afectados os Enfermeiros que estarão a trabalhar... e aí se calhar irá haver algum barulho...

Infelizmente a nossa classe não é unida... será que alguma vez será?? ???