Autor Tópico: CIPE  (Lida 52030 vezes)

Offline letita

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 168
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #45 em: Dezembro 19, 2007, 21:33:40 »
bom natal para ti também e para todos os restantes colegas ;D

Offline garcsa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 42
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #46 em: Dezembro 19, 2007, 23:08:20 »
Citação de: orgusalfe
Citação de: flexorcarpi
já agora, por acaso a cipe não é, também, uma forma de registo das actividades de enfermagem?

Só pode registar aquilo que possa estar dentro de um diagnóstico de enfermagem de cipe?

Então cá vai...  ;D

A colocação de um catéter central, p.e., não é actividade de enfermagem... não existe na cipe.. mas consome uma boa hora de trabalho do enfermeiro! a preparar, a ajudar (nalguns só falta colocar!), e a vigiar o doente... fora a avaliação que deverá ser feita periodicamente...

e não o posso registar... nem sequer levantar um fenómeno e inerentes intervenções....


Fica ao cuidado dos peritos em cipe...

Saudações

O colega coloca uma questão com toda a pertinência para a qual vou tentar responder com a experiencia que tenho nesta matéria:
O CVC é de facto um dispositivo que exige da parte do profissional de enfermagem cuidados especificos e disponibilidade de tempo importantes. Mas não deixa por isso de ser uma Atitude Terapeutica prescrita pelo médico para um fim por ele indicado (medicação, fluidoterapia, monitorização, colheita de sangue...). O trabalho pode e deve ser registado, com a identificação das intervenções necessárias ao bom funcionamento do dispositivo e á manutenção da integridade do paciente, mas sempre associadas à Atitude Terapeutica (quem utiliza o sistema de apoio às práticas de enfermagem - SAPE, sabe do que estou a falar). Tenho observado a identificação de diagnosticos de enfermagem do tipo - Risco de infecção (por CVC) do qual não estou de acordo, a única intervenção que poderia fazer sentido a um enfermeiro, para resolver este potencial problema, seria retirar de imediato o cateter (que não é de todo possivel se o paciente necessita dele). O risco existe e está decumentado em vários estudos, mas não consiste num diagnostico relevante para as práticas de enfermagem (do ponto de vista autónomo como é evidente). Se queremos mostrar à sociedade a importância do nosso papel na Saúde, temos de demonstrar, através de sistemas de informação principalmente, aquilo que apenas os enfermeiros e somente estes fazem pela pessoa, familia e sociedade. Os decisores politicos querem indicadores, pois bem, é isso que pretendemos dar-lhes.

Subscrevo na íntegra..

Sou interlocutor da Cipe/Sape do meu serviço e departamento,e sou da opinião que a Cipe é um grande instrumento que temos à nossa disposição com um vasto leque de opções,mas a linguagem ainda não está universalizada,se assim se pode dizer..

É necessária a cooperação e entreajuda de todos para que a Enfermagem evolua como um todo..

É completamente desnecessário estes despiques de "quem-sabe-mais-disto-do-que-eu" porque não levam a lado nenhum..

Era mais rentável unirmos esforços para debater temas pertinentes neste topico do que picardias..

Cada um de nós,nos nossos serviços , temos por vezes dúvidas de "como se fará nos outros sitios ?".."haverá uma melhor forma de registar o que quero transmitir? "..

Era sobre esse aspecto que nos devíamos focar neste topico....IMHO  ;)

Offline Vitor Barbosa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 229
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #47 em: Dezembro 20, 2007, 00:06:25 »
Em minha opinião, neste fórum poderia até haver uma secção dedicada ao tema CIPE/SAPE. Acho que era de muita utilidade, por exemplo, partilhar informação sobre o uso do aplicativo (tipo manual do utilizador on-line)*, quais os fenómenos que têm parametrizados nas vossas instituições, que planos de cuidados fazem no SAPE em certas situações, etc.

Há imensos assuntos relacionados com este tema que deveriam ser objecto de partilha e discussão on-line. Penso é que as pessoas deveriam ser moderadas na forma como se julgam donas da sabedoria. A discussão é salutar, desde que não haja provocações e insultos.

* Não sei se será permitido pela ACSS... talvez seja necessária autorização, não?

Offline Valgaeren

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 550
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #48 em: Dezembro 20, 2007, 15:38:07 »
Citação de: enfarfr
Citação de: Valgaeren
Citação de: enfarfr
Citação de: Magistral Estratega

e já agora parabéns enfarfr pela atitude, defende o que é o correcto

Obrigado Magistral Estratega...

Pena é que se vejam enfermeiros e alunos de enfermagem a usar linguagem e tom de discurso inadequada às suas habilitações... Esperava mais...

Um abraço! E já agora Bom Natal!

Se fica sentido com umas palavrinhas entao o q sera qd um dooente o chamar de filho da p***????
por favor... ate parece q ofendi alguem.


Você deve-se achar o dono da verdade não? Olhe durante o curso tive cerca de 2400 horas de ensino clínico e estágio e tenho cerca de 700 horas de experiência como profissional... Já passei de certeza por mais situações que você...

Já agora se está a comparar o seu discurso com o de um doente... Por favor... Há por aí uns tópicos onde falou da exigência da sua escola... Mas, pelo que tem demonstrado aqui no fórum, a sua atitude deixa muito a desejar...

Não ofendeu??? Por exemplo, e citando-o: Meu caro colega... ve-s logo q voce nao percebe nada de CIPE...... Isto é chamar-me de ignorante...

Fique bem...

Nao é chamar ignorante pois ha imensa gente q nao sabe trabalhar com a CIPE... Eu isso nao critico pois é natural... So tava a dizer a minha opiniao pois nos temos imensa pratica com a CIPE e alias temos aulas de CIPE... S voce tivesse dito o q disse a um professor da minha escola, acrecite q teria uma péssima nota no estagio ou ate nas aulas...
DURA PRAXIS SED PRAXIS

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #49 em: Dezembro 20, 2007, 18:46:32 »
Citação de: Valgaeren
Citação de: enfarfr
Citação de: Valgaeren
Citação de: enfarfr
Citação de: Magistral Estratega

e já agora parabéns enfarfr pela atitude, defende o que é o correcto

Obrigado Magistral Estratega...

Pena é que se vejam enfermeiros e alunos de enfermagem a usar linguagem e tom de discurso inadequada às suas habilitações... Esperava mais...

Um abraço! E já agora Bom Natal!

Se fica sentido com umas palavrinhas entao o q sera qd um dooente o chamar de filho da p***????
por favor... ate parece q ofendi alguem.


Você deve-se achar o dono da verdade não? Olhe durante o curso tive cerca de 2400 horas de ensino clínico e estágio e tenho cerca de 700 horas de experiência como profissional... Já passei de certeza por mais situações que você...

Já agora se está a comparar o seu discurso com o de um doente... Por favor... Há por aí uns tópicos onde falou da exigência da sua escola... Mas, pelo que tem demonstrado aqui no fórum, a sua atitude deixa muito a desejar...

Não ofendeu??? Por exemplo, e citando-o: Meu caro colega... ve-s logo q voce nao percebe nada de CIPE...... Isto é chamar-me de ignorante...

Fique bem...

Nao é chamar ignorante pois ha imensa gente q nao sabe trabalhar com a CIPE... Eu isso nao critico pois é natural... So tava a dizer a minha opiniao pois nos temos imensa pratica com a CIPE e alias temos aulas de CIPE... S voce tivesse dito o q disse a um professor da minha escola, acrecite q teria uma péssima nota no estagio ou ate nas aulas...

Pois eu também tive aulas de CIPE...

Trabalhei com CIPE em estágio... Em padrões de documentação (por escrito) e através do SAPE... Realizei recentemente (como enfermeiro) uma formação promovida pela ARS de 30 horas subordinada ao tema CIPE/SAPE...

Isso da sua escola... Cada um tem a sua interpretação... Cada escola tem a sua interpretação... E eu, como licenciado em Enfermagem (e se lhe interessa numa escola pública com uma classificação final de 16 valores), tenho a minha...

Já agora, se você tivesse utilizado a linguagem que utiliza aqui, comigo, mas em orientação, pode crer que ou chumbava ou andava lá perto... Em relação aos meus professores a mesma coisa... Na minha opinião, o Fórum Enfermagem não deve ser um local onde se utiliza linguagem popular, onde se ofende alunos e enfermeiros...

Fique bem...

Offline Benzodiazepina

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 980
    • Ver Perfil
    • http://artedecuidar.wordpress.com
Re: CIPE
« Responder #50 em: Janeiro 03, 2008, 21:26:54 »
Não sei como há gente que perde tempo a achincalhar os outros, a arrogância e prepotência taambém dá para chumbar em estágio.

Há uma coisa que se chama postura.

Offline NiniSF

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 24
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #51 em: Janeiro 04, 2008, 00:29:24 »
A leitura deste tópico suscitou-me uma série de reflexões... nem todas sobre CIPE.

Em primeiro lugar: Letita adorei a história, muito mais a propósito do que parece à primeira vista.

Eu, para o bem ou para o mal já sou enfermeira há uns bons anos e já vi muitas modas passarem. Não estou com isto a menosprezar a CIPE - Faço parte do grupo dinamizador do meu hospital há uns anitos.

Mas algumas das coisas discutidas fizeram-me lembrar a recente luta travada entre o CUIDAR e o TRATAR (felizmente esta já passou mesmo de moda).
Eu, como enfermeira fico, contente se conseguir ajudar a pessoa naquilo em que ela precisa e quer ser ajudada - não posso dizer que não faço um "tratamento" porque o cuidar é que é a essência da enfermagem (  )!!!..., nem que trato mas não o registo porque o tratamento não é exclusivamente da enfermagem... então os registos não são também do doente... de tudo o que "lhe é feito".

Agora a discussão é: posso cuidar de um doente com cateter venoso central, mas o cateter não é meu, varro-o para baixo do tapete, ou então sou capaz de olhar para ele mas não "levanto o diagnóstico"... Vá lá: o desgraçado tá mesmo mal - até tem um cateter central e tudo, e se vocês não tratarem bem dele está sujeito a uma série de iatrogenias (o médico só o coloca, tudo o resto é connosco).
Eu tenho uma sugestão ponham estes cuidados todos em protocolos, procedimentos, normas ou como lhe queiram chamar e utilizem o foco: Precauções de segurança!!!

Já agora o nosso futuro colega pode não ter encontrado ainda o tom certo, mas disse algumas coisas que vale a pena ler (CONHECIMENTO NÃO DEMONSTRADO SOBRE HTA / HTA --- mas façam lá os ensinos (agora é instruir e treinar)!!!)

A CIPE não é uma nova forma de fazer enfermagem, é só um instrumento, uma taxonomia de termos, para usarmos.

Bom ano a todos... e agora não me batam.

Offline NiniSF

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 24
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #52 em: Janeiro 04, 2008, 00:34:45 »
Desculpem, é só mais uma coisinha...

Aquela do curso tirado numa escola pública com média de 16 não vos fez lembrar outro tipo de medições que em adolescentes, os rapazes fazem para se compararem uns com os outros... E logo com este nosso colega que estava a ir tão bem!!! com tanta elevação.
EnfarFr, aqui perdeu um pouco "o tom"...

desculpem, não pude resistir!!

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #53 em: Janeiro 04, 2008, 17:34:33 »
Citação de: NiniSF
Desculpem, é só mais uma coisinha...

Aquela do curso tirado numa escola pública com média de 16 não vos fez lembrar outro tipo de medições que em adolescentes, os rapazes fazem para se compararem uns com os outros... E logo com este nosso colega que estava a ir tão bem!!! com tanta elevação.
EnfarFr, aqui perdeu um pouco "o tom"...

desculpem, não pude resistir!!

Olá colega!

Pois eu também acho que perdi o tom... Mas há certas pessoas que só dialogam dessa maneira... É pena ter sido assim... Mas penso que foi a única vez que me pronunciei assim no fórum...

Bom Ano de 2008 para si colega e obrigado pela contribuição!

Offline LampreiaSantos

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
CIPE
« Responder #54 em: Janeiro 04, 2008, 22:42:37 »
Olá colegas, falando de CIPE, sabem se está implementada em algum serviço de Urgência?
Obrigado e Bom Ano Novo a todos!

Offline Vitor Barbosa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 229
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #55 em: Janeiro 05, 2008, 00:53:56 »
Citação de: NiniSF
Eu tenho uma sugestão ponham estes cuidados todos em protocolos, procedimentos, normas ou como lhe queiram chamar e utilizem o foco: Precauções de segurança!!!

Cara colega, permita-me discordar da sua afirmação. Pessoalmente, acho que a sua interpretação do fenómeno de Enfermagem "Precaução de Segurança" não é a mais correcta.

Citar
Precaução de segurança é um tipo de Precaução com as características específicas: desempenhar actividades directamente orientadas para prevenir e evitar acidentes ou perigos que são especificamente conhecidos por provocarem lesão e prejuízo, desempenhar actividades direccionadas para a manutenção da segurança ambiental, associada com o uso de dispositivos de protecção como luvas e capacete.

Assim sendo, julgo que não faz sentido colocar usar este fenómeno para os exemplos que deu. No meu ponto de vista, este fenómeno de Enfermagem fará muito sentido se for usado na Enfermagem  associada à Medicina do trabalho.
No hospital onde trabalho, este fenómeno deixou de estar parametrizado por este motivo. Actualmente associámos as intervenções de Enfermagem que estiveram associadas ao fenómeno "Precaução de Segurança" a Atitudes terapêuticas, como por exemplo: "Cateterismo Venoso Central", "Cateterismo Venoso Periférico", "Algaliação", "Cateterismo Arterial", etc.

Penso que alguns professores da ESEP também partilham desta opinião...

Offline garcsa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 42
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #56 em: Janeiro 05, 2008, 16:54:44 »
Citação de: Vitor Barbosa
Citação de: NiniSF
Eu tenho uma sugestão ponham estes cuidados todos em protocolos, procedimentos, normas ou como lhe queiram chamar e utilizem o foco: Precauções de segurança!!!

Cara colega, permita-me discordar da sua afirmação. Pessoalmente, acho que a sua interpretação do fenómeno de Enfermagem "Precaução de Segurança" não é a mais correcta.

Citar
Precaução de segurança é um tipo de Precaução com as características específicas: desempenhar actividades directamente orientadas para prevenir e evitar acidentes ou perigos que são especificamente conhecidos por provocarem lesão e prejuízo, desempenhar actividades direccionadas para a manutenção da segurança ambiental, associada com o uso de dispositivos de protecção como luvas e capacete.

Assim sendo, julgo que não faz sentido colocar usar este fenómeno para os exemplos que deu. No meu ponto de vista, este fenómeno de Enfermagem fará muito sentido se for usado na Enfermagem  associada à Medicina do trabalho.
No hospital onde trabalho, este fenómeno deixou de estar parametrizado por este motivo. Actualmente associámos as intervenções de Enfermagem que estiveram associadas ao fenómeno "Precaução de Segurança" a Atitudes terapêuticas, como por exemplo: "Cateterismo Venoso Central", "Cateterismo Venoso Periférico", "Algaliação", "Cateterismo Arterial", etc.

Penso que alguns professores da ESEP também partilham desta opinião...

Concordo com esta opinião..

No meu serviço também fazemos assim,porque consideramos ser o mais adequado..

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: CIPE
« Responder #57 em: Abril 26, 2008, 22:28:21 »
Em primeiro lugar da percepção que tenho do SAPE parece-me que as atitudes terapeuticas englobam os cuidados prestados no caso do CVC a pessoa com o CVC, como tal, estar a registar atitudes terapeuticas e em diagnósticos de enfermagem seria uma duplicação de informação que consequentemente acresce no tempo dispendido em registos e diminui o tempo disponível para a prestação de cuidados.

O SAPE através do recurso à linguagem classificada CIPE/ICNP pretende ser um aplicativo (como poderão haver outros) para os SIE (Sistemas de Informação em Enfermagem).

Até aqui não disse nada de novo. Porém, e visto que encontrei este tópico apesar de ainda ser de um debate do final do ano passado e do inicio deste, penso que esta temática se encontra bastante actual.

Como alguns colegas aqui sugeriram, seria muito interessante criar um sub-fórum para a temática Sistemas de Informação em Enfermagem. Onde poderemos discutir metodologias de sistematização de informação, a importância desta, a construção de instrumentos de avaliação de indicadores de qualidade e de resultados. Penso que esse sub-forum poderá ser muito interessante para uma construção e crescimento pessoal dos seus participantes e também contribuir para o desenvolvimento da enfermagem, pois quer gostem ou não, é através dos SIE que seremos visiveis perante os CA das entidades empregadoras e perceberam que só têm a ganhar com a presença de enfermeiros em número adequado nos serviços. Eu acho que também nisto se faz enfermagem. Mas se calhar sou só eu que estou perdido nisto e não sei do que estou a falar.

Offline Vitor Barbosa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 229
    • Ver Perfil
Re: CIPE
« Responder #58 em: Abril 26, 2008, 22:50:03 »
Citação de: Caldas
Como alguns colegas aqui sugeriram, seria muito interessante criar um sub-fórum para a temática Sistemas de Informação em Enfermagem. Onde poderemos discutir metodologias de sistematização de informação, a importância desta, a construção de instrumentos de avaliação de indicadores de qualidade e de resultados. Penso que esse sub-forum poderá ser muito interessante para uma construção e crescimento pessoal dos seus participantes e também contribuir para o desenvolvimento da enfermagem, pois quer gostem ou não, é através dos SIE que seremos visiveis perante os CA das entidades empregadoras e perceberam que só têm a ganhar com a presença de enfermeiros em número adequado nos serviços. Eu acho que também nisto se faz enfermagem. Mas se calhar sou só eu que estou perdido nisto e não sei do que estou a falar.

Eu sou uma das pessoas que concorda plenamente com esta ideia. Eu próprio já a fiz...
Espero que haja mais pessoas a concordar com ela para que desta forma o administrador do fórum possa considerá-la oportuna e digna desse destaque.

Este tema diz-me muito. Apesar de alguma formação que já tenho nesta área, sinto que ainda tenho muito a aprender. Sinceramente acho que ninguém poderá considerar que sabe tudo sobre CIPE e sobre SIE (nomeadamente sobre o SAPE). Sou formador/parametrizador do aplicativo no CHAM e, mesmo assim, acho que ainda tenho muito a aprender. A partilha de experiências seria fundamental...

Offline Mauro Germano

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2218
    • Ver Perfil
    • http://saudeeportugal.blogspot.com
Re: CIPE
« Responder #59 em: Abril 26, 2008, 23:50:08 »
Queria aproveitar para perguntar, apesar de não ser propriamente do tema, se alguém trabalha no Hospital São Sebastião e por esse motivo nos poder falar do Medtrix.

Alguém disponível para partilhar essa experiência?