Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - Álvaro Matos

Páginas: 1 ... 23 24 [25] 26
361
Cuidados Gerais / Re: Cuidados paliativos - bibliografia
« em: Outubro 02, 2007, 00:47:42 »
No portal da Saúde existe documentação.
Diploma que cria a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados ,2006-06-06, Decreto-Lei n.º 101/2006
......"«Cuidados paliativos» os cuidados activos, coordenados e globais, prestados por unidades e equipas específicas, em internamento ou no domicílio, a doentes em situação de sofrimento decorrente de doença severa e ou incurável em fase avançada e rapidamente progressiva, com o principal objectivo de promover o seu bem-estar e qualidade de vida;
c) «Acções paliativas» as medidas terapêuticas sem intuito curativo que visam minorar, em internamento ou no domicílio, as repercussões negativas da doença sobre o bem-estar global do doente, nomeadamente em situação de doença irreversível ou crónica progressiva; ......

362
Cuidados Gerais / Re: teste de sensibilidade à penicilina
« em: Outubro 01, 2007, 00:41:38 »
Já fiz das duas maneiras descritas. Defendo contudo que a gota no olho poderá ser a eleita, pois em caso de reacção ocasionará apenas uma conjuntivite.Uma pequeníssima dose I.D poderá ocasionar reacção anafiláctica. Há quem defenda que o teste não tem qualquer relevância e até hoje com muitos anos de profissão e uns milhares de aplicações de penicilina, a única reacção anafiláctica que presenciei foi num indivíduo que a fazia mensalmente e após muitas doses teve uma reacção anafiláctica.

363
Olá senhora Enfermeira,como em muitas outras coisas ao longo da vida ,também aqui estamos de acordo.Deves aparecer mais por aqui.

364
Cuidados Gerais / Re: Quem deve comunicar o óbito à família?
« em: Outubro 01, 2007, 00:15:43 »
Eis uma boa pergunta ,cuja resposta em meu entender é que deve ser o profissional que melhor consiga lidar com a situação.Há três dias atrás faleceu-me um utente no SAP,quando houve necessidade de comunicar à familia questionei o médico quem  o faria ,tendo-se elec disponibilizado para o fazer.Noutras situações já fui eu a comunicar. Se trabalharmos em equipe pode-se decidir quem melhor o fará.

365
Cuidados Gerais / Re: hidroxizina endovenosa
« em: Outubro 01, 2007, 00:07:48 »
Nunca administrei o Atarax pela via E.V.Aliás é para mim novidade, desconhecia de todo  que era administrado dessa forma ,ou seja EV.
Por se cometer um erro muitas vezes ,não deixa de ser erro.

366
Reabilitação / Re: reabilitação no desporto
« em: Setembro 30, 2007, 00:05:57 »
Pelo conhecimento que tenho da situação,estas Pós -graduações são de utilidade duvidosa. A razão da minha afirmação é que tenho a especialidade de Enfermagem de Reabilitação tenho um curso de Enfermeiros massagistas feito no Futebol Clube do Porto,com duração de cerca de 60 horas,  com exame final e quando pretendi trabalhar num clube , nada disto me queriam reconhecer. Queriam-me obrigar a fazer uns cursos que algumas Associações promovem.
Aconselho a frequentar as Jornadas de Reabilitação no desporto que anualmente são feitas em Coimbra. Aprendo sempre algo denovo.
Poderei futuramente fornecer bibliografia e mais informação,que não tenho ao meu alcance de momento.

367
Ensino e Atividades Académicas / Re: Qual especialidade escolher????
« em: Setembro 29, 2007, 23:54:21 »
Pela minha já longa experiência como especialista em Enfermagem de Reabilitação será forçoso que seja aquela que aconselho. Mesmo nos cuidados de Saúde primários é,ou deveria ser importante,pois antes de reabilitar há que prevenir e reabilitar também é prevenir alterações.Uma outra vantagem é que se a vossa instituição vos não der condições para a exercer há sempre hipoteses de o fazer como actividade liberal, que é o que eu fui forçado a fazer. Não será aconselhável a quem tenha problemas de ordem fisica(patologias da coluna ,osteo-articulares etc.)

368
Gostaria de ver os vossos comentários a esta noticia de 28.11.2006 , poveniente de um "Encontro sobre o isolamento ",que não sendo de hoje não deixa de ser  menos actual.
Vários especialistas em geriatria e gerontologia consideraram hoje que existem lares que usam de forma abusiva sedativos em idosos e alertaram para a necessidade destes casos serem denunciados.
"Muitos idosos são encaminhados para hospitais e lares e é triste ver lares onde os idosos são sedados para não dar trabalho", disse o especialista Paulo Pereira Neves durante um encontro sobre o isolamento nas pessoas idosas promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Coração Amarelo.
Paulo Pereira Neves, médico homeopata, especialista em Geriatria, acrescentou que esta é uma realidade em muitos lares portugueses, dizendo, "Fico triste com o tratamento que é dado aos idosos em muitas instituições portuguesas e também me entristece a forma como os funcionários lidam com eles".
Maria de Lourdes Quaresma, coordenadora da pós-graduação em Gerontologia Social do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa e uma das oradoras do encontro, também admitiu a existência deste problema em Portugal e defendeu que os casos devem ser denunciados. "É uma abuso e uma violência contra as pessoas", disse a responsável.
Na opinião da especialista, o país está pouco habilitado para lidar com os problemas específicos dos idosos e muitos lares são ainda "depósitos de pessoas".
Por um lado, adiantou Maria de Lourdes Quaresma, os lares de idosos têm pessoas pouco qualificadas e, por outro, a maior parte dos médicos não tem preparação nesta área. "Falta um trabalho multidisciplinar. Deveria existir equipas com várias valências para acompanhar os idosos", disse também a especialista.
Segundo Maria de Lourdes Quaresma, é um facto que os idosos vivem uma situação de grande stress, porque são por vezes obrigados a fazer mudanças radicais na sua vida.
Em muitos casos, explicou a especialista, os idosos quando vão para as instituições têm já vários problemas de saúde e muitas vezes estas não estão preparadas para dar cuidados e atenção.
Há ainda casos de idosos que viviam isolados e que chegam às instituições com sintomas de depressão, acabando estas por tratar do sintoma em vez de procurar descobrir a causa.
O encontro de hoje decorre no âmbito do programa Mais Voluntariado, Menos Solidão desenvolvido em Lisboa desde 2003 pela Misericórdia de Lisboa, Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Coração Amarelo.
O programa tem como principal objectivo promover a ajuda necessária para uma melhor qualidade de vida a pessoas a partir dos 65 anos de idade que se encontrem em situação de dependências ou solidão.
No âmbito do mesmo programa existe ainda uma equipa de voluntários que ajuda os idosos de Lisboa nas actividades da sua vida diária.
Será que não há Enfermeiros coniventes com esta situação ?

369
Cuidados Gerais / Re: Carta de alta
« em: Setembro 29, 2007, 00:22:05 »
As cartas de alta deveriam ser um instrumento facilitador de transmissão de informação respeitante a um utente que muda de instituição ou é encaminhado para o C.S da área de residência. O conhecimento que vou tendo pelas que diariamente me chegam à mão é frustrante, (Excepção IPO, do Porto) muita parra pouca uva. Salvo horrorosas excepções há colegas que têm a lata de em vez de informar do que fizeram ao utente ,tentam a obrigar quem vai receber a carta a ir na onda deles. Dos muitos exemplos que poderia citar desta falta de respeito para com quem está do outro lado, dou um dum serviço, que regra geral dizia tirar pontos no dia tal. A taxa de infecção dessa unidade era tão elevada, que dificilmente se conseguia cumprir com essas datas. Defendo que a carta deve resumir a situação de saúde do utente, informar de cuidados que foram prestados e por à consideração do colega caso concorde a sua continuidade. Esta situação torna-se mais desagradável quando é comunicado incorrectamente a situação ao utente e ele começa por exigir o cumprimento do que lhe foi transmitido e por vezes é difícil convence-los da razão que nos assiste, como no caso que citei, que os pontos não podem ser retirados, pois existe o risco de deiscência.
Reparem que os médicos não procedem assim limitam-se a enumerar o que fizeram e deixam ao critério do colega os passos a seguir.

370
Ensino e Atividades Académicas / Re: Nota Final de Curso
« em: Setembro 27, 2007, 22:11:54 »
De acordo com o que o colega “tacamado “cita referente à
 ARS VISEU, é precisamente a essa entidade que eu me referia. Como diz e cito "O primeiro critério de selecção será a experiência profissional na área a que se reporta o presente aviso." Isso nunca poderá ser verdade na justa medida em que tem de haver selecção de candidatos que nunca trabalharam e foi em relação a essa situação a que me quis referir. Essa história da preferência por quem tenha experiência profissional na área de C. S. Primários é uma grande treta, pois quanto a mim é inconstitucional, uma vez que estamos a falar de um só Serviço Nacional de Saúde. É discriminação pura e dura, que eu próprio já senti na pele, pois em concursos a que concorri por cada ano de serviço na ARS eram pontuados a dobrar em relação a quem vinha dos hospitais.•
Não invalida contudo que a ARS , não seja selectiva ,pois na minha unidade ,tem acontecido com frequência que mercê dum QI(coeficiente de Influencia) alto, sejam admitidos para ao fim de algum tempo rescindirem os contratos para irem para outras instituições .

371
Ensino e Atividades Académicas / Nota Final de Curso
« em: Setembro 27, 2007, 00:03:44 »
Hoje tive conhecimento que nos concursos que as ARS estão a fazer, para além de outros, um dos critérios a ter em conta seria a nota de curso, principalmente para quem se inicia na profissão. Será que isso é justo?
Eu afirmo desde já que não e tenho toda a independência pois, não vou concorrer. Tenho, contudo, recebido Enfermeiros oriundos de diversas escolas e constacto que alguns com médias mais baixas suplantam outros com médias altíssimas, para os atributos que apresentam.
Mas é a Enfermagem que estamos a construir e confesso a minha ignorância, pois cada dia que passa, descubro mais um sítio onde se pode tirar o curso de Enfermagem.

372
O carissima colega Clara , se ler bem diz " PODE ser impregnado com SF.Apesar de poder ser "molhado "a minha experiência diz-me para o não fazer.Se tudo o que as bulas dos medicamentos diz fosse verdade ,poucas doenças não teriam cura.

373
Novidades / Re: Avaliação de deesempenho
« em: Setembro 25, 2007, 01:37:44 »
E porque não ?
Durante o curso não foi assim?
Para mim o fundamental é definir préviamente critérios , de preferência mensuraveis e assim sendo a avaliação tenderá a ser justa.

374
Novidades / Avaliação de deesempenho
« em: Setembro 25, 2007, 00:07:49 »
Considero eu que a avaliação de desempenho será um instrumento valioso na promoção da nossa profissão , se exercida convenientemente. Em meu entender deveriamos evoluir para uma situação em que a classificação não fosse a de Satisfaz/ Não satisfaz.  Pois para alguém ter um não satisfaz teria quase de matar alguém.
Portanto desafio os colegas a falar sobre este assunto e dizerem o que vos aprouver.

375
Novidades / Re: Apoio Domiciliário no Porto.
« em: Setembro 24, 2007, 00:19:08 »
Tenho bastante experiência nesta área ,prefiro reabilitação.Tudo depende das condições.

Páginas: 1 ... 23 24 [25] 26