Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - Álvaro Matos

Páginas: 1 [2]
16
Cuidados Gerais / As alternativas à Reabilitação
« em: Outubro 06, 2007, 02:24:48 »
Quando um tetraplégico expressa a vontade de o não ser, isto é, de morrer, a ética médica não deveria consistir em rebaixar com sedativos o seu nível de consciência normal até que se dê por vencido e aceite a negociação com o sistema de reabilitação, que aceite as suas condições de bom tratamento, amabilidade e afecto.
E que sempre que se revolta contra a humilhação da dor veja como lhe aumentam a dose de sedativos.
Isto não é respeito pela liberdade de consciência do outro!
In Cartas do Inferno de Ramon Sampedro

O texto transporta-nos para um tema bastante polémico que é a Eutanásia.
Concordando ou discordando todos temos algo a dizer . É precisamente o que vos proponho.
Quem decide sobre a vida afinal?

17
Reabilitação / Massagistas ou Enfermeiros
« em: Outubro 04, 2007, 14:47:21 »
Todos sabemos da existência de inúmeros clubes/Associações que praticam desporto neste País, também sabemos que existem nessas entidades vários tipos de profissionais, treinadores, preparadores físicos, médicos e  normalmente uma figura que é a do massagista, (o que aplica o spray milagroso),que por vezes é exercida por Enfermeiros.
As perguntas que então urge  colocar são :
 Estando em causa a saúde de populações não teria de haver regulamentação para o exercício desta actividade?
Poderá esta ser exercida por um qualquer curioso, mesmo com um mini curso ministrado por uma qualquer Associação Distrital? ( não tutelada por nenhuma área da saúde)
Qual ou quais as competências que estes profissionais que deveriam ter?
Haverá algum profissional que na sua componente formativa reúna mais aptidões que os Enfermeiros?
Pois todos nós daríamos mais ou menos as mesmas respostas.
Eu pessoalmente recuso-me a usar uma braçadeira que é obrigatório usar nos jogos (futebol) com a designação de massagista, pura e simplesmente com adesivo, tapo essa designação e coloco  por cima ENFERMEIRO.
Por onde anda a nossa ordem ao deixar que pessoas sem formação continuem a graçar no nosso desporto sobretudo no futebol. Refiro-me concretamente aos escalões jovens onde é deveras importante, o acompanhamento nas várias vertentes do desenvolvimento do ser humano.
Se para se ser treinador é preciso ter habilitações especificas, porque não para exercer funções na área de saúde, as mesmas não sejam exigidas.
Quantos jovens Enfermeiros não estariam disponíveis para abraçar esta causa , fazer formação e prestar bons serviços à comunidade.
A bola está do lado da Ordem dos Enfermeiros que deveria criar uma qualquer complemento de formação ou especialização adequada e obrigar o poder a legislar sobre essa matéria.
.

18
Gostaria de ver os vossos comentários a esta noticia de 28.11.2006 , poveniente de um "Encontro sobre o isolamento ",que não sendo de hoje não deixa de ser  menos actual.
Vários especialistas em geriatria e gerontologia consideraram hoje que existem lares que usam de forma abusiva sedativos em idosos e alertaram para a necessidade destes casos serem denunciados.
"Muitos idosos são encaminhados para hospitais e lares e é triste ver lares onde os idosos são sedados para não dar trabalho", disse o especialista Paulo Pereira Neves durante um encontro sobre o isolamento nas pessoas idosas promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Coração Amarelo.
Paulo Pereira Neves, médico homeopata, especialista em Geriatria, acrescentou que esta é uma realidade em muitos lares portugueses, dizendo, "Fico triste com o tratamento que é dado aos idosos em muitas instituições portuguesas e também me entristece a forma como os funcionários lidam com eles".
Maria de Lourdes Quaresma, coordenadora da pós-graduação em Gerontologia Social do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa e uma das oradoras do encontro, também admitiu a existência deste problema em Portugal e defendeu que os casos devem ser denunciados. "É uma abuso e uma violência contra as pessoas", disse a responsável.
Na opinião da especialista, o país está pouco habilitado para lidar com os problemas específicos dos idosos e muitos lares são ainda "depósitos de pessoas".
Por um lado, adiantou Maria de Lourdes Quaresma, os lares de idosos têm pessoas pouco qualificadas e, por outro, a maior parte dos médicos não tem preparação nesta área. "Falta um trabalho multidisciplinar. Deveria existir equipas com várias valências para acompanhar os idosos", disse também a especialista.
Segundo Maria de Lourdes Quaresma, é um facto que os idosos vivem uma situação de grande stress, porque são por vezes obrigados a fazer mudanças radicais na sua vida.
Em muitos casos, explicou a especialista, os idosos quando vão para as instituições têm já vários problemas de saúde e muitas vezes estas não estão preparadas para dar cuidados e atenção.
Há ainda casos de idosos que viviam isolados e que chegam às instituições com sintomas de depressão, acabando estas por tratar do sintoma em vez de procurar descobrir a causa.
O encontro de hoje decorre no âmbito do programa Mais Voluntariado, Menos Solidão desenvolvido em Lisboa desde 2003 pela Misericórdia de Lisboa, Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Coração Amarelo.
O programa tem como principal objectivo promover a ajuda necessária para uma melhor qualidade de vida a pessoas a partir dos 65 anos de idade que se encontrem em situação de dependências ou solidão.
No âmbito do mesmo programa existe ainda uma equipa de voluntários que ajuda os idosos de Lisboa nas actividades da sua vida diária.
Será que não há Enfermeiros coniventes com esta situação ?

19
Ensino e Atividades Académicas / Nota Final de Curso
« em: Setembro 27, 2007, 00:03:44 »
Hoje tive conhecimento que nos concursos que as ARS estão a fazer, para além de outros, um dos critérios a ter em conta seria a nota de curso, principalmente para quem se inicia na profissão. Será que isso é justo?
Eu afirmo desde já que não e tenho toda a independência pois, não vou concorrer. Tenho, contudo, recebido Enfermeiros oriundos de diversas escolas e constacto que alguns com médias mais baixas suplantam outros com médias altíssimas, para os atributos que apresentam.
Mas é a Enfermagem que estamos a construir e confesso a minha ignorância, pois cada dia que passa, descubro mais um sítio onde se pode tirar o curso de Enfermagem.

20
Novidades / Avaliação de deesempenho
« em: Setembro 25, 2007, 00:07:49 »
Considero eu que a avaliação de desempenho será um instrumento valioso na promoção da nossa profissão , se exercida convenientemente. Em meu entender deveriamos evoluir para uma situação em que a classificação não fosse a de Satisfaz/ Não satisfaz.  Pois para alguém ter um não satisfaz teria quase de matar alguém.
Portanto desafio os colegas a falar sobre este assunto e dizerem o que vos aprouver.

21
Novidades / Utilidade da Ordem dos Enfermeiros
« em: Setembro 20, 2007, 00:26:05 »
Desde o início que sempre coloquei sérias reservas sobre a utilidade da Ordem dos Enfermeiros constato com apreensão  ao estado a que chegou a Enfermagem Portuguesa no país e a ordem estilo ministro da propaganda do Iraque finge estar tudo bem . Não me revejo e tenho conhecimento de muitos outros colegas que também não se revêem em muitas das posições da liderança da enfermagem em Portugal. Não coloco só em causa a Bastonária. Mas sim toda a equipa.
 Por isso coloco algumas questões.:
-Terão os enfermeiros deste país razão para contestarem o trabalho desenvolvido pela equipa que representa a actual Ordem dos Enfermeiros?
-Será justa toda esta contestação?
-Acha que são só "meia dúzia" de profissionais ou uma fatia significativa dos Enfermeiros Portugueses?
- Porquê a obrigatoriedade de inscrição e consequente pagamento de quotas?

Páginas: 1 [2]