Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - Guytonn

Páginas: 1 ... 17 18 [19]
271
Ensino e Atividades Académicas / Estágio Intensivo
« em: Agosto 21, 2004, 12:28:09 »
Parte-se do princípio que cada ser humano é uma pessoa. No entanto pessoa serve de condição universal e comum a todos. Doente, Utente ou paci%nte não é um termo substituto de pessoa ou um seu sucedâneo mas sim uma tipificação acessória à de pessoa. Por definição, doente paciente ou utente são termos aplicáveis somente a pessoas. Estes termos apenas procuram especificar a circunstância da pessoa e não alterar-lhe a sua condição.
Quanto à opinião alvitrada por Ruienf sobre o trabalho em enfermagem e sua quantificação subscrevo-a na íntegra.

272
Cuidados Gerais / Falta de Enfermeiros nos cuidados à Comunidade
« em: Agosto 21, 2004, 12:18:54 »
Os cuidados de saúde primários são em minha opinião o único campo em que a ebfermagem pode ter um crescimento sustentado, livre das adstringências impostas por outras classes. É claro que encontramos severa oposição da classe médica mas , quem se faz ao mar em busca dos novos destinos sabe que o difícil é ultrapassar as primeiras ondas, aquelas que nos querem sempre junto à costa. Depois dessa fase inicial, é só navegar para um destino que na verdade será construído apenas quando o alcançar-mos. É pois necessário galvanizar os enfermeiros que enveredam pelos CS para não tombar perante as primeiras vicissitudes. Para isso, terão de estar imbuídos de um espírito empreendedor, corajoso mas também de algum sacrifício e não almejarem apenas um luagr ao Sol, onde o facilitismo desplicente aparentemente facilita "as coisas" mas que de uma forma indolente penhora o futuro da nossa profissão. :cry:

273
Ensino e Atividades Académicas / Estágio Intensivo
« em: Agosto 17, 2004, 21:16:26 »
Sobre a denominação "cliente" ,à  "prima facie" parece-me um pouco impessoal e desumanizado. Mas, atendendo a que nas sociedades modernas tudo é transacionável, mesmo os cuidados de saúde, esta denominação mostra-se ajustada. Denominar os alvos das acções de enfermagem de "doentes" ou "pacientes" não demonstra a amplitude e abrangência do nosso campo de actuação. Por outro lado, a denominação de cliente implica para o profissional uma maior responsabilidade no prossecução do objectivo de prestar cuidados de qualidade que sejam consentâneos com aquilo que os "clientes" esperam.

274
Assuntos laborais / Emigrar para os States
« em: Agosto 16, 2004, 13:16:37 »
Penso que os moldes em que se desenvolve a relação médico-enfermeiro representam ainda um modo de pensar e agir atávico, reminiscência dos primórdios da profissão. A meu ver, Nightingale pode ter sido a mãe da enfermagem mas os "artífices" que desenharam os moldes de funcionamento da profissão há décadas atrás não foram enfermeiros mas sim médicos. Estes determinaram  o conceito da profissão, adaptando-a às suas necessidades e desejos, transformando a enfermagem numa especie de subsidiária da profissão médica. Não  nos podemos esquecer que Francisco Gentil, médico, foi o principal mentor da introdução do ensino da enfermagem em Portugal.Com o devir temporal, a enfermagem foi-se tornando mais autónoma mas  muitas das contigências históricas continuam a fazer surtir os seus efeitos, tradizindo-se por uma unipolarização da saúde, pelo oligopólio de uma classe e consequentemento subjugação das demais. Os médicos, continuam a defender o seu feudo de um modo acérrimo e a subjugar aos seus ditames todas as classes que partilham espaços com eles.
No "State of the art" actual, parece-me muito difícil assumir um papel complementar mas independente da classe médica pois a própria sociedade confere aos médicos a responsabilidade absoluta pelo processo terapêutico e pela gestão da saúde dos indivíduos. Por outro lado, muitos  enfermeiros, preferem refugiar-se sob a alçada médica no sentido de se ilibarem de quaisquer responsabilidades, tornando-se para isso meros executores de "ordens médicas" renegando qualquer acção de índole dicisória. :?

275
Cuidados Gerais / Gangrena de Fournier
« em: Agosto 09, 2004, 14:29:02 »
Já está disponível para Download um trabalho acerca da Gangrena de Founier (PDF)

276
O Ulcerase tem a sua mais valia no desbridamento de material necrótico. Na minha opinião não é tão eficaz nas úlceras que apresentam fibrina em grande quantidade.
Aliado ao desbridamento  manual consegue-se ampliar os benefícios do Ulcerase.
O Hidrogel e o Tenderwet são produtos a ter também em consideração apesar de terem um custo acrescido.

277
Cuidados Gerais / Falta de Enfermeiros nos cuidados à Comunidade
« em: Agosto 04, 2004, 15:02:01 »
è verdade que uma actualização parcial do valor da remuneração seria de índole descriminatória. Mas , na verdade, nos casos dos professores, a actualização do índice salarial é imediata logo após a passagem do grau de bacharel ao grau de licenciatura.
Na minha opinião, mesmo quando suceder a total "licencialização" dos enfermeiros, não haverá lugar a uma revisão da carreira pois numa óptica de gestão financeira é incomportável a actualização simultânea para um valor superior da remuneração de 40000 enfermeiros.

278
Novidades / Vai surgir a edição mensal Forumenfermagem
« em: Agosto 04, 2004, 14:45:55 »
Concordo. Fica combinado :D

279
Cuidados Gerais / Enfermagem em Urologia
« em: Agosto 04, 2004, 01:05:02 »
Gostava de iniciar este tópico uma vez que, como todas as especialidades são importantes é necessário fomentar quer a discussão inter ou intradisciplinar. Assim, o desiderato deste tópico não se prende apenas com  a discusssão de realidades, mundividências individuais  e temas da urologia confinada a enfermeiros que trabalham nessa área. Pretende-se  também a  discussão com enfermeiros de diversas áreas   pois nenhuma especialidade em enfermagem é estanque.

280
Ensino e Atividades Académicas / Escolas de Enfermagem
« em: Agosto 04, 2004, 00:44:58 »
Fala-se para breve na fusão das 3 escolas de enfermagem do Porto. Tal pedida peca pelo atraso pois só assim se poderá capitalizar os recursos das 3 escolas, em alguns casos desnecessáriamente triplicados, rentabilizar os investimentos e fortalecer a posição do curso a nível académico. Penso que tal medida se poderia estender a outros casos de bigeminismo ou trigeminismo verificados noutras cidades ao nível das escolas de enfremagem. E já agora, que tal o nome da nova instituição emergente ser " Faculdade de Enfermagem da Universidade do Porto" ?

281
Novidades / Vai surgir a edição mensal Forumenfermagem
« em: Agosto 04, 2004, 00:37:29 »
Já agora aqui vai uma sugestão: uma entrevista ao mentor do fórumenfermagem seria opurtuno... (embora pudesse aparentar um pouco narcisista) :idea:

282
Novidades / NOVO ENDEREÇO WWW.FORUMENFERMAGEM.ORG
« em: Agosto 04, 2004, 00:34:13 »
Vamos todos apoiar o fórumenfermagem participando, tomando uma posição activa. A importância do fórum está na nossa participação. Somos nós a substância de que ele é feito! :P

283
Ensino e Atividades Académicas / Identidade profissional
« em: Agosto 04, 2004, 00:28:56 »
Não se esqueçam que 50% das vagas em enfermagem têm  preferência regional e que para se usufruir dela é impreterível a colocação de nefremagem em 1ª opção. se não existisse este regime especial de acesso o nº de alunos que teriam enntrado em enfermagem por não terem entrado noutro curso seria maior. :!:

284
Hoje em dia, com uma sociedade cada vez mais exigente onde se exige que os seus mecanismos funcionem ininterruptamente, muitas são as profissões que exigem flexibilidade de horário ao seus funcionários. Isto faz com que o tipo de horário efectuado pelos enfermeiros, que outrora se apresentava como algo de carácter "especial" sejam encarado como trivial pela sociedade e, consequentemente pela família. A perda desse carácter de excepção contribuiu para uma melhor aceitação.
Talvez o grande óbice apresentado pela profissão seja a falta de reconhecimento público pelo papel desempenhado pelos enfermeiros, ao contrário do que acontece com outros profissionais do ramo. de facto, a profissãa carece de visibilidade social mas também é verdade que não dispomos dos meios de "markting" autopromocional que outras profissões possuem...

285
Sistemas de Informação em Enfermagem / Registos de Enfermagem
« em: Agosto 04, 2004, 00:14:45 »
Actualmente a CIPe veio trazer um novo élan à vida da enfermagem, quer pela inovação ao nível dos registos quer pelo potencial de desenvolvimento que poderá significar para a enfermagem. No entanto, não devemos cair em altas expectativas ou deslumbrar com o carácter de novidade de que se reveste a CIPE, pois desta maneira poderemos ser levados a sobrevalorizar as notas de enfermagem em relação à importãncia dos próprios cuidados. Ou seja, não devemos constituir as notas de enfermagem como finalidade última do nosso trabalho mas antes encará-las como produto dele próprio. Faço esta observaçã, apenas porque alguns profissionais aproveitam a "cosmética atraente da CIPE ou dos registos que efectuam" para efectuar um "lifting" aos maus cuidados que prestam.
De facto, a CIPE ou outras formas de registos não são perse o garante de que os cuidados são efectuados da melhor maneira uma vez que muitas vezes notas de enfermagem "magistralmente elaboradas" não encontram correspondência nos cuidados que foram prestados. Em suma, o perfeito domínio da Cipe ou dos registos  não faz um bom enfermeiro. :o

Páginas: 1 ... 17 18 [19]