Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - pipoca

Páginas: 1 [2]
16
Formação Contínua e Desenvolvimento Profissional / especialidades
« em: Fevereiro 15, 2005, 18:13:27 »
Obrigado pela vossa participação. Tudo bem, mas quando há enfermeiros especialistas num serviço e a responsabilidadepela formação é dada a um enfermeiro graduado, que fazer, entrar em guerra com os "donos" do serviço?
Afinal enquanto a anarquia reina os oportunistas aproveitam! :oops:

17
OLÁ.
Todos os dias qd chego do trabalho venho ver as novidades a este site, parabens pelos assuntos aqui abordados. É pena que ainda não tenha encontrado ninguem na sala do café.
Há uns tempos para cá comecei a ver enfermeiros licenciados, isto é com o complemento feito, a quererem colocar-se em situações que são das competencias dos enfermeiros especialistas, isto é coordenações de centros de saude, responsaveis pela formação etc...
Isto causa alguma confusão no ambiente de trabalho, esclareçam-me se os enfermeiros licenciados deverão "saltar" por cima dos especialistas?? :?:

18
Cuidados Gerais / debate de saude na RTP 1
« em: Janeiro 25, 2005, 21:09:40 »
Eu tambem apanhei o debate a meio, ouvi a batonaria que referiu a importancia dos cuidados de proximidade, e aqui estava-se a referir concerteza aos enfermeiros, que mais tempo estão no centro de saude e mais vão para a comunidade , fazer visitas domiciliarias, falou da questão da acessibilidade dos doentes, atrves do contacto telefonico por telemoveis (que foram retirados aos enfermeiros de cuidados continuados, por provaveis gastos) e da importancia do papel dos enfermeiros nas remodelações que se irão fazer a nivel da saude, porque afinal no centro de saude não existem só consultas  médicas. A grande problematica do sr ministro era dar resposta aos utentes que aguardam consultas medicas, a acreditação ...
Qd a bastonaria colocou a questão , ninguem lhe respondia até que a moderadora salientou o facto e reforçou que fosse dada uma resposta, continuou tudo na mesma.
Falou-se muito da importancia dos cuidados de saude primarios, pq a população esta a envelhecer, mais doenças cronicas,etc, etc e no entanto pareceu-me que os projectos contunuam direcionados para a questão hospitalar.
Fiquei com a ideia de que os enfermeros continuarão a não ser valorizados por aqules senhores, e qt a autonomia (trabalho há 15 anos) tem vindo a diminuir,neste momento debato-me com isso diariamente.
Se tudo continuar assim daqui a dez anos, a saude na comunidade vai-se tornar um descalabro, por falta de recursos materiais e pessoais e lá vão estar os enfermeiros para "aparar os caldos" e tambem pq muitos medicos defamilia se irão reformar.
Tenho esperança que a UE nos "obrigue" a ter outras estrategias de actuação.

19
Cuidados Gerais / pós graduações
« em: Janeiro 20, 2005, 21:21:21 »
Expliquem-me, quem souber se as pós graduações dão equivalencia a alguma coisa e se poderão ser mais tarde um passo para a especialidade.
Eu sou especialista e ouço colegas que andam por ai a fazer pós graduções a metro porque (dizem elas) que poderão vir a dar equivalencias a especialidade. mas afinal que especialidade, então estas não tem um programa bem delineado? ou isto áo belo sabor de cada um? afinal que enfermeiros estamos a criar? è que há aqui os beneficios economicos, pois é que as pós graduções são caras e ~fazem entrar dinheiro nas escolas e não só, os enfermeiros passam a vida á procura não sei do quê. primeiro fazem o complemento, gastam dinheiro e ao fim do mês o dinheiro continua a ser o mesmo, agora são as pós graduações a esturquir mais uns euros e andamos nisto a vida inteira... :evil:  :?:  :!:

20
Cuidados Gerais / Não existem equipas multidisciplinares em Portugal
« em: Dezembro 18, 2004, 14:31:14 »
em relação a este assunto resta-me dizer que entre a classe de enfermagem são os proprios a colocar obstaculos uns aos outros, porque as ambições são grandes, a luta de podesres acontece, passando-se por cima de tudo e todos para atingir determinados fins, inclusivé competencias de enfermeiros que caem em saco roto, para não ferir susceptibilidades. Se fossemos umaclasse coesa, talvez no trabalho de multidisplinaridade, tivesse,mos voz mais activa e determinante.
Onde é que já se viu otrabalho de enfermagem ser controlado por assistentes sociais, como eu tenho presenciado, afinal quem planeia o trabalho dos enfermeiros? Se quiserem pormenores, digam... :(

21
acrescento ainda que os SRs Drs fazem as visitas, deixando o carro nos parquesde estacionamento dos centros de saude e deslocam-se de taxi, que é posteriormente pago pelo centro de saude..... :twisted:

22
Quero dar os parabens por esta pagina  e a todos aqueles que a têm aproveitado para debater assuntos relacionados com a profissão de enfermagem.
Há relativamente pouco tempo tive conhecimento que alguns enfermeiros em Cuidados Continuados, se deslocam nos proprios carros, sujeitos a acidentes, desgaste dos carros etc etc, e em que são pagos os kilometros que fazem em serviço pela módica quantia de 70 centimes. Porque para fazerem longas distancias e transportar material não podem ir a pé e certos centros de saude não têm carro para domicilios.
Que acham disto??? :roll:

23
Cuidados Gerais / Falta de Enfermeiros nos cuidados à Comunidade
« em: Dezembro 06, 2004, 20:16:34 »
Eu tambem  desempenho funções num centro de saude e concordo plenamente com algumas perspectivas mais positivas de que se fala neste forum ...autonomia...que é o futuro... que pode ser a base dos cuidados etc, etc. Todos os dias me confronto com novas situações que requerem a articulação com outras instituições, troca de saberes com outros profissionais, o querer aprofundar e melhorar a qualidade dos cuidados e a organização dos mesmos, no entanto tambem considero de extrema importancia começar-mos a responsabilizar os utentes pela sua saude, torna-los autonomos e evitar a titude paternalista que muitas vezes adoptamos...
 :roll:

24
Ensino e Atividades Académicas / enfermeiros especialistas
« em: Dezembro 06, 2004, 19:52:47 »
Como já referi numa mensagem anterior, a hipotese dos enfermeiros especialistas puderem vir a adquirir o mestrado, pois já lá andaram 2 anos...e não é que agora vem o sindicato propôr uma restruturação da carreira como nos quadros superiores da função publica, em que quem tem a especialidade sobe dois escalões, tal como por ex. como os professores que fazem o mestrado sobem dois escalões!!!!!!
!Deixo-vos para refletir....

25
Cuidados Gerais / carreira de enfermagem - PROPOSTA DO SINDICATO
« em: Dezembro 06, 2004, 19:44:12 »
Já leram a nova proposta de carreira de enfermagem, segundo o sindicato????
O que é que acham da ingressão na nova proposta de carreira?

26
Ensino e Atividades Académicas / Enfermeiros Especialistas
« em: Dezembro 04, 2004, 23:57:51 »
O trabalho de projecto desenvolvido durante os 2 ãnos de  especialidade, teve como meta  elaborar um trabalho de investigação, com metodos especificos de investigação, para os quais tivemos aulas teoricas, pesquisamos, tivemos orientação pedagogica, testamos, aplicamos e apresentamos os resultados finais. Na altura  em que fiz a especialidade, comentava-se entre futuros especialistas e futuros mestres, que a diferença era quase nenhuma. As circunstancias em que era apresentadado e discutido o trabalho final è que podiam variar um pouco.
Por isso, não me admirava nada e até era justo permitir que os enfermeiros especialistas passassem a mestres, só através de uma defesa de tese, pois a parte curricular já tinha sido feita, tendo em considertação as alterações que começam a soar devido à declaração de Bollonha.

27
A declaração de Bolonha veio-nos  criar talvez outras prespectivas em relação á forma ção em enfermagem, fala-se muito na questão do cursopoder a vir ser novamente restruturado, ou seja 3+2, passando mensagens que, estes dois ultimos anos poderão vir a torna-se mestrado. Então e onde se colocam os enfermeiros especialistas que fizeram 3+2 , passamos automaticamente a mestrado???  :twisted:

Páginas: 1 [2]