Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - Manuel Mesquita

Páginas: [1]
1
Citação de: "Raul Fernandes"
Citação de: "hotvitor"
Mas eu pergunto Raul, Já é um dado adquirido que todos os licenciados passam automaticamente a Mestres?
Mas isso em termos de politecnico, pressupoe uma especialização! Então nós ficamos especialistas em quê? Teremos de fazer algum complemento para definir essa situação?

Obrigado


Sim é um dado adquirido. Como disse num post acima a licenciatura actual, em termos de competências é semelhante ao mestrado de bolonha. dessa forma, não haverá necessidade de qualquer formação extra.

Quanto à especialização isso não é verdade. Em termos de desenvolvimento profissional poderá ocorrer alguma definição desse tipo, mas Bolonha nada tem a ver com isso e o facto de os cursos terem cariz politécnico também não.




Desculpem mas vocês andam a ler muitos livros.
Para ser Mestre não basta ser licenciado e a equivalencia a Mestre em conformidade com a Conv. de Bolonha não tem a mesma valencia que os Mestrados actuias.
O problema é que não querem dar aos Politecnicos que é o caso da enfermagem essa possibilidade. Abram a pagina da ordem e consultem o que se fala e se pretende para a enfermagem.
se assim fosse ser Mestre seria como ir ao colombo ou ao Vasco da Gama.
Não é fácil ser-se Mestre ou Doutorado nos dias de hoje.
Elaborar 1 tese e dissertar não é a mesma coisa que tirar o 3º ou 4º ano de enfermagem!!

MM

2
Citação de: "hotvitor"
Um dia destes falei com um amigo que me disse, que na sequência do Processo de Bolonha, nós da "velha guarda" que temos uma licenciatura de 4 anos, apenas precisariamos de fazer algumas cadeiras para nos darem o grau de mestre. Mais alguém ouviu falar disto? Até que ponto será verdade?

Obrigado    :wink:

Mas se você é da velha guarda como tem 1 licenciatura de 4 anos?
O Mestrado actual é de 2 anos. 1 curricular e 1 para dissertar. Se assim fosse não seria necessário gastar-se mil e tal contos em cada Mestrado.
Isso são histórias a gozar com a velha guarda.
MM

Páginas: [1]