Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - joselgouveia

Páginas: [1]
1
Infelizmente existe ainda muita desinformação relativamente às questões relativas a formações de natureza pós-graduada. para desfazer equívocos, cumpre-me esclarecer o seguinte:

Em Portugal, salvo raras excepções, a acreditação das entidades formadoras não é obrigatória.
Relativamente à formação pós-graduada (como é o caso), o MCTES só se pode pronunciar sobre pós-graduações que conduzam à atribuição de graus (Licenciaturas, Mestrados e Doutoramentos). toda a restante formação pós-graduada está inserida na formação profissional ou contínua, havendo como pré-requisito que os formandos sejam no mínimo licenciados.

O CRIAP, enquanto entidade formadora de natureza avançada, tem como objectivos e pressupostos básicos ministrar formação de elevada qualidade e conta com um vasto leque de docentes universitários e com vasta experiencia nas diversas áreas de actuação.

Felizmente, orgulhamo-nos de ter vários alunos inscritos em projectos de Mestrado e Doutoramento, que viram reconhecida a qualidade das nossas formações, tendo sido beneficiados na atribuição de ECTS.
É com enorme orgulho que temos vários enfermeiros inscritos nas nossas formações (apenas nos cursos onde a sua inscrição seja elegível - como é o caso desta pós-graduação, em que tivemos de recusar alunos por termos atingido o limite de inscritos).

2
Cara colega,

confor-me pode ler em www.criap.com, "trata-se de uma formação pós-graduada, que assume carácter profissionalizante, visando a prática profissional no âmbito da Psicologia Geriátrica (...) pode constituir-se também numa valorização curricular na admissão a concursos públicos e privados". significa portanto que a formação visa o "saber-fazer", constituindo-se numa mais-valia curricular e profissional.

Cumprimentos,
José Gouveia

Páginas: [1]