Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - piquena

Páginas: [1]
1
Relatório da Organização Mundial de Saúde é uma recomendação a Portugal.


Para fazer face à falta de médicos de família, a Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que os enfermeiros portugueses podem assumir algumas tarefas dos médicos. A recomendação surge num relatório que avalia o desempenho do sistema de saúde português onde se diz que a gestão dos recursos humanos é um desafio à sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde.

O relatório diz que temos tantos médicos por habitante como os países comunitários mais desenvolvidos, ao contrário do que acontece com o número de enfermeiros que em Portugal ainda está muito abaixo da média comunitária.

No caso dos médicos o problema é a sua distribuição por especialidade: desde 1995 temos cada vez mais especialistas, enquanto o número de clínicos gerais é cada vez menos e está a diminuir há já 25 anos.

O remédio, num país que tem um enfermeiro e meio por cada médico nos hospitais - diz a OMS - é passar aos enfermeiros algumas tarefas que são actualmente exclusivas dos médicos de família.

Não se dão exemplos, mas diz-se que se for feito de forma cautelosa, será um caminho eficaz e pouco dispendioso de compensar a falta de clínicos gerais com vantagens na satisfação dos utentes e mesmo dos profissionais.

Medidas de curto prazo, como o recurso a médicos estrangeiros, acrescenta o relatório, que não serão suficientes porque a situação vai piorar.

Só o ano passado reformaram-se 600 médicos. Este relatório diz que 20% dos médicos portugueses vão fazer o mesmo nos próximos cinco anos e recorda outra grande porta de saída do SNS: só entre 2006 e 2007 também foram 600 os médicos que passaram do sector público para o privado.

Aqui critica-se a falta de regras claras de separação que podem ter efeitos perversos e a falta de dados que permita saber, por exemplo, quantos trabalham em simultâneo no público e no privado.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros defende que, mesmo sem ser uma forma de responder à falta de médicos de família, o alargamento das competências dos enfermeiros faz todo o sentido e dá como exemplos o acompanhamento de doentes crónicos e de grávidas, desde que não sejam situações de risco.

Maria Augusta de Sousa, bastonária da ordem dos enfermeiros, admite que este alargamento das competências defendido pela Organização Mundial de Saúde para colmatar a falta de médicos de família nunca foi discutido com a tutela.




 Â 
http://www.rfm.pt/informacao_detalhe.as ... did=138971

2
Saúde Materna e Obstétrica / gravidez gemelar
« em: Julho 31, 2010, 22:14:24 »
Boa noite!

Gostaria de saber quantos quilos deve engordar uma grávida de gemeos!

cordiais saudações

3
Assuntos laborais / Estagio profissional
« em: Fevereiro 26, 2010, 16:39:50 »
Boa tarde!


Caros colegas, propuseram-me um estágio profissional, li o regulamento que se encontra no site do IEFP, no entanto continuo com algumas dúvidas. Em que medida será bom para o meu percurso profissional enquanto enfermeira, se conta como experiência profissional, dado que são 12 meses.
Deste modo, gostava de saber a oponião dos colegas mais experientes que ja tenham passado por este tipo de situação.


Cordiais saudações

4
Cuidados Gerais / padrões de qualidade dos cuidados em enfermagem
« em: Fevereiro 23, 2010, 21:15:57 »
Boa noite colegas!

Gostaria que alguem me falasse sobre os padrões de qualidade, o que são, para que servem e quais são! Ja li sobre isso mas nao percebo, se alguem podesse esclarecer agradecia muito.




cordiais saudações

P.S.: ja procurei em outros topicos, mas não encontrei nada

5
Assuntos laborais / ARTENF 24
« em: Fevereiro 10, 2010, 17:47:01 »
ola colegas!
Já alguem foi a entrevista desta empresa de prestação de cuidados ao domicilio?
Vou a entrevista e gostava como foi para os colegas.

Cordiais saudações

Páginas: [1]