Forumenfermagem

Áreas de Intervenção Clínica => Competência acrescida: Tratamento de Feridas => Tópico iniciado por: FJ em Setembro 19, 2008, 17:06:15

Título: como fariam?
Enviado por: FJ em Setembro 19, 2008, 17:06:15
Deixo aqui umas fotos......de ulceras crónicas.....que insistem em nao progredir na cicatrização!

(http://img294.imageshack.us/img294/2062/dsc0608640x480copykf1.jpg) (http://imageshack.us)
(http://img294.imageshack.us/img294/dsc0608640x480copykf1.jpg/1/w640.png) (http://g.imageshack.us/img294/dsc0608640x480copykf1.jpg/1/)
em 04 Agosto 2008



(http://img294.imageshack.us/img294/3084/dsc1011640x480dt5.jpg) (http://imageshack.us)
(http://img294.imageshack.us/img294/dsc1011640x480dt5.jpg/1/w640.png) (http://g.imageshack.us/img294/dsc1011640x480dt5.jpg/1/)
em 19 Setembro 2008


e aqui com os tratamentos.....
(http://img294.imageshack.us/img294/8985/dsc1013640x480ki7.jpg) (http://imageshack.us)
(http://img294.imageshack.us/img294/dsc1013640x480ki7.jpg/1/w640.png) (http://g.imageshack.us/img294/dsc1013640x480ki7.jpg/1/)
em 19 Setembro 2008


Bastante exsudativa de conteúdo sero-hemático, cheiro fétido, bordos bem definidos mas ligeiramente macerados!

Tratamentos com óxido de zinco para proteger a tegumentação em redor do leito da feria e preservar os bordos da lesão, e aplicação de Hidrofibra com prata....Contenção com ligadura até ao joelho.


Gostaria de saber as vossas opiniões relativamente a este caso....e sobre o referido tratamento...obrigado!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Nelson_Mendao em Setembro 19, 2008, 17:37:50
Antes da selecção do material de penso aconselharia-te a calcular o índice de pressão tornozelo braço. Para isso é necessário um doppler. Só se tiveres um IPTB > 0,8 poderás utilizar a terapia compressiva. Tenho tido  bons resultados com as ligaduras de curta tracção. No entanto estas são mais indicadas para utentes que não apresentam défice de mobilidade. Para utentes com défice de mobilidade serão mais indicadas as ligaduras elásticas.
No entanto deves fazer uma avaliação holistica da pessoa e uma boa colheita de dados pq ha situações que não se pode aplicar a terapia compressiva. Por exemplo utente diabético só deve ser aplicada compressão quando glicemia capliar controlada.
Aconselho.te a ler "Boas práticas no tratamento e prevenção da ulceras de perna de origem venosa" G@if 2007 da Elaine Pina Kátia Furtado e António Albino.
Se o IPTB < 0,8 não é possivel aplicar terapia compressiva, deves referenciar o utente para o médico de família que posteriormente o devia encaminhar para a cirurgia vascular.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: FJ em Setembro 19, 2008, 17:50:45
Citação de: Nelson_Mendao

Se o IPTB < 0,8 não é possivel aplicar terapia compressiva, deves referenciar o utente para o médico de família que posteriormente o devia encaminhar para a cirurgia vascular.

Infelizmente no CS onde trbalho..nao existe doppler....! O utente tem andado num Vaivém...entre medico de familia e cirurgia vascular.....mas "ouvi dizer" ;) que desta vez o cirurgião vai meter as maos no assunto como deve ser.

Realmente falhei um pouco, omitindo os dados e antecedentes pessoais do utente.....vou colocar o que posso...e o que sei!...Porque tendo o utente processo na SEDE do CS...e andando eu em serviço rotativo pelas varias extensões....sao poucas as vezes em que me encontro com este...

Prometo tentar explorar bem o processo deste utente..para complementar o topico...


Obrigado
Título: Re: como fariam?
Enviado por: hotvitor em Setembro 19, 2008, 18:25:24
Colega (IPTB à parte), essa ferida parece pelo que refere, estar acima de tudo infectada. O aquacell é bom, mas com tanto exsudado, parece pouco para esse volume de exsudado. Experimentaria a utilização de Calgitrol AG+ da BBraun que tem uma camada negra de prata nano cristalina muito eficaz (experiência própria), mas duvido que o centro de saúde tenha. Uma solução barata, antiga e muito eficaz consiste na sulfadiazina de prata, que é uma pomada em boiões pretos, muito eficazes em ulceras infectadas. Muitos poderão argumentar que não funciona, que é indicado para queimaduras...enfim funciona muito bem, por vezes temos é de ter cuidado pois como qualquer penso de prata fomenta muito facilmente a hipergranulação. conheço muitas úlceras com mais de 10/20 anos fechadas graças a isto.
No que respeita ao iodo, poderias aplicar inadine em dupla ou quadrupula camada, embora haja actualmente uma excelente solução, por parte da smith e nephew, o cadexomero de iodo, iodosorb em pó. é excelente, porem caro.
A antibioticoterapia é util, mas às cegas é perigosa, pelo que só apostaria depois de experimentar o supracitado, mas atenção que as zaragatoas só tem cerca de 10% de fiabilidade em ulceras cronicas pelo que o melhor seria biopsia (o que por cá é impossivel), ou na melhor das hipoteses um lavado da ferida com  sf para bacteriologia.
Enfim experimenta a sulfadiazina, cujo nome comercial é o flammazine ou o sicazine, pois mesmo que o teu cs não tenha, o proprio utente pode adquirir na farmácia.

Cumprimentos
Título: Re: como fariam?
Enviado por: FJ em Setembro 19, 2008, 18:36:38
"Calgitrol AG+".....

usado em tratamentos anteriores...prolongados nao surtiu qualquer efeito......e tinha ainda o inconveniente de "sujar" bastante o leito da ferida com a placa de prata.

Vou pesquisar sobre a sulfadiazina...obrigado!

 :th_up:
Título: Re: como fariam?
Enviado por: hotvitor em Setembro 19, 2008, 19:42:14
Tinha-me esquecido de outra coisa! Caso não ceda aos anti-infecciosos, ou se não tiver sinais de infecção e não cicatrizar, podes usar colageneo, nome comercial promogran da johnson, é diferença quase de um dia para o outro. boa sorte.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: EnfNessa em Setembro 19, 2008, 19:57:10
Bem, perante uma ferida assim... estou de acordo em tudo o que dissest. Também tenho em mãos ulceras varicosas em ambros os membros inferiores, não está tão mal como a das fotos. Mas penso que perante as fotos e as informaçoes que disponibilizaste, deves mesmo aplicar Aquacel Ag ou Actisorb, e esperar para ver. Estes apósitos têm normalmente bons resultados em feridas deste estilo... Boa Sort
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Biscuit em Setembro 19, 2008, 20:16:03
Primeiramente, utilizaria o Promogran, com o qual se obtêm resultados espectaculares (rápido e eficaz). Se não resultasse, como plano B, utilizaria o Aquacel AG. Aplicaria também halibut nas zonas perilesionais para proteger os bordos que se encontram macerados.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: F_NIGHTINGALE em Setembro 20, 2008, 03:09:29
Percebo a preocupação de fundo deste tópico: resolver o problema a esta pessoa.
Mas não sei até que ponto não estaremos a violar a privacidade dos utentes, sobretudo se não fazemos referência a uma eventual “AUTORIZAÇÃO” da parte dos mesmos, relativamente à exibição de fotografias deste teor.
Vejo também que esta temática passa ao lado de muitos enfermeiros, uma vez tratar-se de algo muito específico, e que portanto, só alguns dominam. Parabéns aos cuidados de saúde primários.
Fico contente por se usarem aqui termos como “Doppler”, “IPTB”…
Mas entristece-me ouvir: “…desta vez o cirurgião vai meter as mãos no assunto como deve ser…”
Ou seja, até aqui, TODOS (sem excepção) andaram a brincar com o utente. Uns por não lhe prestarem a devida a tenção… outros por pactuarem com isso…
Assim vai a Saúde em Portugal.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Nelson_Mendao em Setembro 20, 2008, 05:57:50
Um pequeno à parte, o termo ulcera varicosa foi abolido. Ou é uma ulcera venosa ou arterial, varicosa não existe!
Para além do mais, os  Enfermeiros não fazem diagnósticos clínicos, a nossa competência vai até ao cálculo do IPTB. Apenas é da nossa competência dizer IPTB x ou IPTB Y. 
Não tens doopler no teu centro de saúde, faz uma proposta a um laboratório de ligaduras compressivas e faz um estudo de caso a este utente, concerteza que te fornecem o doppler e as ligaduras para testares no utente (isto se IPTB > 0,8 e se não existir histórico de patologias impeditivas do uso de terapia compressiva). Tenho um colega que trabalhou com a Hartman (r) e foram 5 estrelas! Se tiveres bons resultados é meio caminho andando para a tua ARS adquirir um doppler!

Aconselho-te a ler o suplemento sobre feridas da revista nursing de Março de 2008 Edição 231 onde tens algumas orientações para o cálculo do IPTB num artigo da Enfermeira Miguens

É urgente capacitar os enfermeiros que antes de controlar o exsudado, a infecção, o tipo de tecido, os bordos... é preciso perceber a causa desta ferida! Não adianta começarmos a promover um chuva de materiais de penso, e um jogo do experimenta e do adivinha se não sabemos a causa da ferida!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Peage em Setembro 20, 2008, 11:45:36
Citação de: Biscuit
Primeiramente, utilizaria o Promogran, com o qual se obtêm resultados espectaculares (rápido e eficaz). Se não resultasse, como plano B, utilizaria o Aquacel AG. Aplicaria também halibut nas zonas perilesionais para proteger os bordos que se encontram macerados.




se tiver infectado não deves usar o promogran, está contra-indicado

mas na generalidade estão a referir mtas boas soluções, mas a verdade é que mtas vezes nem a mais obvia é aquela que funciona, por isso é que mtas vezes estão 10/20 anos para fechar
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Peage em Setembro 20, 2008, 11:47:56
Citação de: F_NIGHTINGALE
Percebo a preocupação de fundo deste tópico: resolver o problema a esta pessoa.
Mas não sei até que ponto não estaremos a violar a privacidade dos utentes, sobretudo se não fazemos referência a uma eventual “AUTORIZAÇÃO”


sabes quem é esta pessoa pelas fotos?

como sabes se estas pernas não são minhas?

 8) estou a gozar, mas acho que nunca violas a privacidade assim com estas fotos, acho eu!!!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: enfarfr em Setembro 20, 2008, 12:21:13
Citação de: Rui Pedro
Citação de: F_NIGHTINGALE
Percebo a preocupação de fundo deste tópico: resolver o problema a esta pessoa.
Mas não sei até que ponto não estaremos a violar a privacidade dos utentes, sobretudo se não fazemos referência a uma eventual “AUTORIZAÇÃO”


sabes quem é esta pessoa pelas fotos?

como sabes se estas pernas não são minhas?

 8) estou a gozar, mas acho que nunca violas a privacidade assim com estas fotos, acho eu!!!

Nesse caso não há problema de privacidade na minha opinião...
Título: Re: como fariam?
Enviado por: FJ em Setembro 20, 2008, 12:53:22
Citação de: Nelson_Mendao
Tenho um colega que trabalhou com a Hartman (r) e foram 5 estrelas! Se tiveres bons resultados é meio caminho andando para a tua ARS adquirir um doppler!

Aconselho-te a ler o suplemento sobre feridas da revista nursing de Março de 2008 Edição 231 onde tens algumas orientações para o cálculo do IPTB num artigo da Enfermeira Miguens

Obrigado pelas dicas Nelson Mandao..... ;)


Citação de: F_NIGHTINGALE
não sei até que ponto não estaremos a violar a privacidade dos utentes, sobretudo se não fazemos referência a uma eventual “AUTORIZAÇÃO” da parte dos mesmos, relativamente à exibição de fotografias deste teor.

Era impensável para mim, tirar e expor fotografias desta natureza sem o prévio consentimento informado das pessoas intervenientes! Sendo esta uma prática usual no CS onde exerço funções, e julgando que os restantes colegas têm também o mesmo tipo de atitude, face a qualquer estudo deste tipo que realizem, passei um pouco ao lado da necessidade e da obrigatoriedade de referência a uma eventual “AUTORIZAÇÃO” neste tópico, estando esse ponto mais do que definido e assente no meu método de trabalho!

Assim, quer pela própria composição fotografias, quer pelo consentimento prévio e assinado pelo Sr. X, julgo não ter violado em qualquer aspecto a privacidade desta pessoa..


Obrigado pelas opiniões..!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Lindomenino em Outubro 01, 2008, 22:56:34
Eu aplicava o Biatain ag ,da ideia de estar infectada e via a sua avaliaçao passado 2 dias ...para ver como estava.

E a minha sugestão.

Abraços
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Son_Goku em Outubro 01, 2008, 23:07:07
Para a infecção, acticoat e uma espuma de poliuretano como penso secundário. Por vezes a ABT sistémica pode ser necessária.
Depois da infecção sanada, experimentava o cadesorb ou o Hyalofill no caso de evolução estagnada.
Se se verificasse o caso de uma úlcera venosa, a terapia compressiva é fundamental assim como o repouso.
No caso de úlcera arterial, há que enviar ao cirurgião vascular pois pode ser necessário um by-pass no caso de comprometimento marcado da circulação arterial na zona.
Um documento fundamental sobre boas práticas em úlceras infectadas é este:

http://www.acticoat.com/wound/pdf/WoundInfS&N_English.pdf (http://www.acticoat.com/wound/pdf/WoundInfS&N_English.pdf)
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Outubro 02, 2008, 21:03:12
Bem antes demais aconselho uma zaragatoa...

Dps tem de optar e verificar se se aplica a terapia compressiva e se aplicar terá de ter mt cuidado e alertar o utente sobre riscos...

Quanto a tratamentos eu optaria ou pela Hidrofibra com prata ou o Carvão activado com prata...Se optar pela terapia compressiva se calhar associava o Carvão activado com prata, se por algum motivo não for possivel aplicar este tipo de terapia axo k a hidrofibra com prata é uma boa solução...

Li anteriorment que alguém aconselha Promogran, sinceramente não aconselho e pergunto a quem sugeriu se sabe quais as indicações?!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Miss Nurse em Outubro 02, 2008, 21:09:37
Eu nesse ulcera faria uma colheita por aspiração para se poder fazer a analise a k tipo de microorganismo está a provocar infecção...
Dp sem antibioterapia sistémica isso não vai a lado nenhum...
Dp de tudo isso resolvido granulantes...qualquer um deles é bom...a falta de outra coisa podes sempre colocar açúcar...mas não antes de tratar a infecção...
Título: Re: como fariam?
Enviado por: dani_c_a_7 em Outubro 02, 2008, 21:24:32
açucar ou até mel... tb tem efeitos mt benéficos pelo k li...
Título: Re: como fariam?
Enviado por: R_M_R em Outubro 02, 2008, 22:19:06
Boa noite caros colegas.

Neste caso especifico eu optaria pela lavagem das feridas com água potavel e sabão rosa, após a qual aplicaria hidrofibra com prata (ou hidrofibra simples) e vitamina A nos bordos da ferida (a qual considero de extrema importancia)....

cumprimentos a todos.... ENFERMAGEM AO PODER
Título: Re: como fariam?
Enviado por: PCBV em Outubro 03, 2008, 21:16:50
Olá KOKAS! Pela aparência da úlcera (fibrina e alguma granulação) e descrição do grau e características de exsudação, eu utilizaria o Aquacel, uma vez ser função deste apósito, desbridar, estimular a granulação, bem como controlar o nível de exsudação. Posteriormente, quando o exsudado fosse ligeiro usaria Varihesive Gel Control ou Versiva. Tenho dado "cabo" de algumas úlceras deste modo (bastantas). Claro que isso também depende das condições de saúde do cliente em causa. Quanto a ligaduras, eu coloco-as de modo a segurar bem o tratamento mas sem grandes compressões. E não esquecer de recomendar ao cliente o descanço e elevação dos membros inferiores. Bjs  :)
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Outubro 07, 2008, 14:33:23
Citação de: PCBV
Olá KOKAS! Pela aparência da úlcera (fibrina e alguma granulação) e descrição do grau e características de exsudação, eu utilizaria o Aquacel, uma vez ser função deste apósito, desbridar, estimular a granulação, bem como controlar o nível de exsudação. Posteriormente, quando o exsudado fosse ligeiro usaria Varihesive Gel Control ou Versiva. Tenho dado "cabo" de algumas úlceras deste modo (bastantas). Claro que isso também depende das condições de saúde do cliente em causa. Quanto a ligaduras, eu coloco-as de modo a segurar bem o tratamento mas sem grandes compressões. E não esquecer de recomendar ao cliente o descanço e elevação dos membros inferiores. Bjs  :)


Desculpe me mas o que entende por fibrina?!?!?
Título: Re: como fariam?
Enviado por: sergiojorge em Outubro 07, 2008, 17:30:22
Citação de: Son_Goku
Para a infecção, acticoat e uma espuma de poliuretano como penso secundário. Por vezes a ABT sistémica pode ser necessária.

Concordo com o tratamentento inicial porposto pelo colega Son_Goku.
Recentemente fui brindado pelos DIMédica com 1 penso de Acticoat (que segundo me transmitiram tem um preço que ronda os 50 euros). Como é um penso bastante grande e para o rentabilizar tornou-se obrigatório corta-lo em pedaços (tantanto compurcar o menos possível) para aplicar combinado com o Allevyn. A verdade é que o resultado em úlceras de perna semelhantes às da foto foram excepcionais. Infelizmente parece que ainda não é material adquirido pela ARS LVT.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: o enfermeiro vai nu em Outubro 08, 2008, 00:54:15
penso que a opção mais sensata em definitivo será primeiro determinar a etiologia da úlcera (venosa e arterial ) e depois...bem...depois li várias hipóteses de tratamento válidas e cientificamente fundamentadas pela evidência...mas nós temos doentes e não doenças!!!no limite, e ao que parece estas úlceras têm provavelmente anos de evolução, e se nada do que até agora foi proposto resultou, aconselhava o envio dessas imagens bem como as soluões de tratamento até agora efectuadas, antecedentes pessoais, a determinação do ITB, etc... para o serviço de Medicina Hiperbárica (oxigenioterapia hiperbárica) da ULSM - EPE - Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos... este é, para as úlceras, a par da cirurgia plástica/reconstrutiva, o tratamento de fim de linha...têm enfermeiros que te poderão ajudar a optar pelo melhor tratamento.
Título: Re: como fariam?
Enviado por: Vasco_enf em Outubro 08, 2008, 02:16:02
Citação de: Anitanurse
Eu nesse ulcera faria uma colheita por aspiração para se poder fazer a analise a k tipo de microorganismo está a provocar infecção...
Dp sem antibioterapia sistémica isso não vai a lado nenhum...
Dp de tudo isso resolvido granulantes...qualquer um deles é bom...a falta de outra coisa podes sempre colocar açúcar...mas não antes de tratar a infecção...

Eu peço desculpa à colega pela citação, mas a verdade é que não tem muito sentido o que escreveu.
Como sabe, espero eu, a colheita por aspiração de exsudado no caso de ferida crónica não é, conceptualmente, conclusivo. O resultado é, frequentemente desprezado ou muito controverso. Por razões óbvias, a variedade microbiológica é tão díspar, que a conclusão a que se chega é pouco mais que nenhuma.

Podemos então dizer que, em caso de ferida crónica, as culturas laboratoriais estão fora de questão?

Não. Uma vez que, caso a úlcera de pressão não demonstre sinais de cicatrização após 2 semanas de tratamento optimizado, devem ser efectuados exames culturais de tecido obtido por biópsia. Não vale a pena, sob o ponto de vista microbiológico optar por uma colheita por aspiração ou zaragatoa.
Ainda assim, mesmo na biópsia, corre grandes riscos de a infecção ser causada por múltiplos agentes. Possível, provável e esmagadoramente mais comum. Resumindo, a resposta é um não, mas um não muito reticente.

Quando à sugestão da sacarose. A menos que a sacarose que propõe seja estéril não embarque em aventuras. A eficácia da sacarose, no que diz respeito ao tratamento de feridas, limita-se a alguns estudos onde foi utilizado um granulado de sacarose com teor de contaminação desprezível. Desta forma evita alimentar também todas as bactérias que, eventualmente, estejam contidas no açúcar. Para além de que, mesmo tratada a infecção com um AB de largo espectro, não há (felizmente) garantia de esterilidade da ferida. Se juntar ao calor, e à humidade um ambiente rico em nutrientes...julgo que cria uma festa do microorganismo.
Em resposta ao mel, digamos que a sua eficácia não se prende com o facto de ser açucarado mas sim com o facto de possuir um agente denominado Própolis, ou Própole se preferirem.

Na minha opinião, que vale o que vale, encaminhe o seu doente para uma consulta da especialidade. Não adianta iniciar um tratamento num jogo do experimenta e do adivinha se não sabe a etiologia da ferida! No entanto, tente o sabão azul ou amarelo.

Cumprimentos. ;)

http://www.scribd.com/doc/2360949/Feridas (http://www.scribd.com/doc/2360949/Feridas)
http://www.actamedicaportuguesa.com/pdf/2006-19/1/029-038.pdf (http://www.actamedicaportuguesa.com/pdf/2006-19/1/029-038.pdf)
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Outubro 28, 2008, 15:13:51
Citação de: Vasco_enf
Citação de: Anitanurse
Eu nesse ulcera faria uma colheita por aspiração para se poder fazer a analise a k tipo de microorganismo está a provocar infecção...
Dp sem antibioterapia sistémica isso não vai a lado nenhum...
Dp de tudo isso resolvido granulantes...qualquer um deles é bom...a falta de outra coisa podes sempre colocar açúcar...mas não antes de tratar a infecção...

Eu peço desculpa à colega pela citação, mas a verdade é que não tem muito sentido o que escreveu.
Como sabe, espero eu, a colheita por aspiração de exsudado no caso de ferida crónica não é, conceptualmente, conclusivo. O resultado é, frequentemente desprezado ou muito controverso. Por razões óbvias, a variedade microbiológica é tão díspar, que a conclusão a que se chega é pouco mais que nenhuma.

Podemos então dizer que, em caso de ferida crónica, as culturas laboratoriais estão fora de questão?

Não. Uma vez que, caso a úlcera de pressão não demonstre sinais de cicatrização após 2 semanas de tratamento optimizado, devem ser efectuados exames culturais de tecido obtido por biópsia. Não vale a pena, sob o ponto de vista microbiológico optar por uma colheita por aspiração ou zaragatoa.
Ainda assim, mesmo na biópsia, corre grandes riscos de a infecção ser causada por múltiplos agentes. Possível, provável e esmagadoramente mais comum. Resumindo, a resposta é um não, mas um não muito reticente.

Quando à sugestão da sacarose. A menos que a sacarose que propõe seja estéril não embarque em aventuras. A eficácia da sacarose, no que diz respeito ao tratamento de feridas, limita-se a alguns estudos onde foi utilizado um granulado de sacarose com teor de contaminação desprezível. Desta forma evita alimentar também todas as bactérias que, eventualmente, estejam contidas no açúcar. Para além de que, mesmo tratada a infecção com um AB de largo espectro, não há (felizmente) garantia de esterilidade da ferida. Se juntar ao calor, e à humidade um ambiente rico em nutrientes...julgo que cria uma festa do microorganismo.
Em resposta ao mel, digamos que a sua eficácia não se prende com o facto de ser açucarado mas sim com o facto de possuir um agente denominado Própolis, ou Própole se preferirem.

Na minha opinião, que vale o que vale, encaminhe o seu doente para uma consulta da especialidade. Não adianta iniciar um tratamento num jogo do experimenta e do adivinha se não sabe a etiologia da ferida! No entanto, tente o sabão azul ou amarelo.

Cumprimentos. ;)

http://www.scribd.com/doc/2360949/Feridas (http://www.scribd.com/doc/2360949/Feridas)
http://www.actamedicaportuguesa.com/pdf/2006-19/1/029-038.pdf (http://www.actamedicaportuguesa.com/pdf/2006-19/1/029-038.pdf)


Apenas lhe digo que a zaragtoa é só o método mais simples e barato de saber que tipos de microorganismos colonizam a ferida...Tendo, ainda, a vantagem de ser eficaz sempre e kando é bem efectuada...
Já agr o que consegue verificar com a biópsia que não consegue com a zaragatoa?! Sabe porque a colheita de exsudado está indicada por alguns especialistas?!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: tbento em Novembro 07, 2008, 22:04:32
Boa Noite futuros colegas :)
Sou aluno do 4 ano, econtrando-me a estagiar em Cuidados de saude primários...

Só me queria pronunciar e pedir a vossa opinião sobre a pequena questão da presente ferida se "Encontrar Infectada"

Realmente acho k a zaragatoa é o melhor método para retirar as duvidas, mas infectada?? Pk afirma isso? Existe imensa literatura acerca deste tipo de lesoes, mas uma pequena achega: derivado da sua cronicidade, a inflamação perilesao é caracteristica deste tipo de ulcera; o deposito de hemosiderina junta-se com a Inflamação dos tecidos;dp o odor é tambem uma caracteristica de ulceras venosas exsudativas...

Para alem da observação da lesao devem-se verificar sinais sistemicos como a temperatura e se necessario associar antibioterapia.

Uma ferida colonizada não é uma ferida infectada e este tipo de feridas estao colonizadas...

Julgo que o melhor método é mesmo a compressao (com a realização do IPTB) e associação de adjuvante da cicatrização (ligadura de oxido de Zinco por exemplo)

Espero nao ter faltado ao respeito a ninguem, sao muito poucas as minhas participaçoes neste forum.... Cumps à comunidade
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 10, 2008, 13:44:01
Citação de: tbento
Boa Noite futuros colegas :)
Sou aluno do 4 ano, econtrando-me a estagiar em Cuidados de saude primários...

Só me queria pronunciar e pedir a vossa opinião sobre a pequena questão da presente ferida se "Encontrar Infectada"

Realmente acho k a zaragatoa é o melhor método para retirar as duvidas, mas infectada?? Pk afirma isso? Existe imensa literatura acerca deste tipo de lesoes, mas uma pequena achega: derivado da sua cronicidade, a inflamação perilesao é caracteristica deste tipo de ulcera; o deposito de hemosiderina junta-se com a Inflamação dos tecidos;dp o odor é tambem uma caracteristica de ulceras venosas exsudativas...

Para alem da observação da lesao devem-se verificar sinais sistemicos como a temperatura e se necessario associar antibioterapia.

Uma ferida colonizada não é uma ferida infectada e este tipo de feridas estao colonizadas...

Julgo que o melhor método é mesmo a compressao (com a realização do IPTB) e associação de adjuvante da cicatrização (ligadura de oxido de Zinco por exemplo)

Espero nao ter faltado ao respeito a ninguem, sao muito poucas as minhas participaçoes neste forum.... Cumps à comunidade

Pelo menos nunca falei em infecção...
Quanto á terapia compressiva concordo consigo mas não será demais associara a cola de zinco?!?!? E para a terapia compressiva tem de se conhecer mt bem a historia do doente...
Concordo com algumas afirmações suas...

Cumps....
Título: Re: como fariam?
Enviado por: isa_bruna em Novembro 10, 2008, 14:12:50
Eu começaria talvez com promogran ou hyallofil + actisorb por causa do cheiro, actuava cerca de 15 semanas.
Se não resultasse colocaria Calgitrol Ag+.
Tenta falar com colegas de outros Centros de Saúde, para ver se te podem ajudar com o doppler, porque uma uma compressão iria ajudar.
O que é que o cirurgião diz? Ele não sugere nenhum tratamento nem exame, eles por vezes solicitam o doppler.

Beijos
Título: Re: como fariam?
Enviado por: tbento em Novembro 10, 2008, 21:55:05
Npires eu nao o acusei de ter dito k poderia existir infecção, além do mais, eu ate apoiei o k disse em tópicos anteriores em relação à utilização da zaragatoa ;)

Existem diversas bibliografias em k a aplicação das ligaduras de oxido de zinco (Bota de Unna) tem bons resultados.

Algumas revistas da nursing referem esse tratamento, queria disponibilizar um artigo mas ja nao sei dele  ::)

Contudo encontrei um site bastante interessante sobre a aplicação da Bota de Unna http://www.iime.pt/bota_de_una.html (http://www.iime.pt/bota_de_una.html)
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 10, 2008, 22:43:22
Citação de: tbento
Npires eu nao o acusei de ter dito k poderia existir infecção, além do mais, eu ate apoiei o k disse em tópicos anteriores em relação à utilização da zaragatoa ;)

Existem diversas bibliografias em k a aplicação das ligaduras de oxido de zinco (Bota de Unna) tem bons resultados.

Algumas revistas da nursing referem esse tratamento, queria disponibilizar um artigo mas ja nao sei dele  ::)

Contudo encontrei um site bastante interessante sobre a aplicação da Bota de Unna http://www.iime.pt/bota_de_una.html (http://www.iime.pt/bota_de_una.html)

Não ponho em causa as vantagens da cola de zinco...mas parece-me demais uni-la á terapia compressiva...
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 10, 2008, 22:48:16
Citação de: isa_bruna
Eu começaria talvez com promogran ou hyallofil + actisorb por causa do cheiro, actuava cerca de 15 semanas.
Se não resultasse colocaria Calgitrol Ag+.
Tenta falar com colegas de outros Centros de Saúde, para ver se te podem ajudar com o doppler, porque uma uma compressão iria ajudar.
O que é que o cirurgião diz? Ele não sugere nenhum tratamento nem exame, eles por vezes solicitam o doppler.

Beijos


Não lhe parece arriscado a utilização de promogram?!
Título: Re: como fariam?
Enviado por: x0321267 em Novembro 16, 2008, 17:22:11
Vamos lá tentar organizar as ideias pois vai para aqui uma confusão nestas cabeças que ninguém se entende :
O diagnóstico de infecção é clinico ( sinais e sintomas), não é necessário zaragatoas ou biópsias numa 1ª abordagem pelos motivos já falados.
Podemos ter 2 tipos de infecção :
Superficial - Que se trata com antimicrobianos de acção topica
Profunda - que se trata com antimicrobianos de acção tópica e sistémica
Gostava que me explicassem com é que chegaram à conclusão que as feridas estão infectadas? será que estamos a falar do mesmo
Em relação às ulceras de perna:
Não começem a "tratar" sem terem em conta 3 aspectos fundamentais:
Avaliação do doente
  - Antecedentes
  - Sinais e sintomas
  - Avaliação vascular com calculo do IPTB
A partir daqui temos o conhecimento necessário para pode intervir.
Não se esqueçam de uma evidência cientifica tipo A :
A partir do momento em que chegamos à conclusão, depois de o doente avaliado, que a ùlcera de perna é de origem venosa o tratamento tem que passar pela compressão . Tudo o resto é secundário.
Para terminar gostaria de vos ver a discutir mais sobre as dúvidas em relação à avaliação do doente , mas infelizmente a maioria das dúvidas centram-se no material de penso.
é tempo de mudar ...
espero ter contribuido para clarificar ideias
Manuel Cruz
Título: Re: como fariam?
Enviado por: tbento em Novembro 16, 2008, 20:09:10
Citação de: x0321267
Vamos lá tentar organizar as ideias pois vai para aqui uma confusão nestas cabeças que ninguém se entende :
O diagnóstico de infecção é clinico ( sinais e sintomas), não é necessário zaragatoas ou biópsias numa 1ª abordagem pelos motivos já falados.
Podemos ter 2 tipos de infecção :
Superficial - Que se trata com antimicrobianos de acção topica
Profunda - que se trata com antimicrobianos de acção tópica e sistémica
Gostava que me explicassem com é que chegaram à conclusão que as feridas estão infectadas? será que estamos a falar do mesmo
Em relação às ulceras de perna:
Não começem a "tratar" sem terem em conta 3 aspectos fundamentais:
Avaliação do doente
  - Antecedentes
  - Sinais e sintomas
  - Avaliação vascular com calculo do IPTB
A partir
daqui temos o conhecimento necessário para pode intervir.
Não se esqueçam de uma evidência cientifica tipo A :
A partir do momento em que chegamos à conclusão, depois de o doente avaliado, que a ùlcera de perna é de origem venosa o tratamento tem que passar pela compressão . Tudo o resto é secundário.
Para terminar gostaria de vos ver a discutir mais sobre as dúvidas em relação à avaliação do doente , mas infelizmente a maioria das dúvidas centram-se no material de penso.
é tempo de mudar ...
espero ter contribuido para clarificar ideias
Manuel Cruz

Muito bem, obrigado, gostei da resposta.... ;)
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 17, 2008, 17:42:50
Citação de: x0321267
Vamos lá tentar organizar as ideias pois vai para aqui uma confusão nestas cabeças que ninguém se entende :
O diagnóstico de infecção é clinico ( sinais e sintomas), não é necessário zaragatoas ou biópsias numa 1ª abordagem pelos motivos já falados.
Podemos ter 2 tipos de infecção :
Superficial - Que se trata com antimicrobianos de acção topica
Profunda - que se trata com antimicrobianos de acção tópica e sistémica
Gostava que me explicassem com é que chegaram à conclusão que as feridas estão infectadas? será que estamos a falar do mesmo
Em relação às ulceras de perna:
Não começem a "tratar" sem terem em conta 3 aspectos fundamentais:
Avaliação do doente
  - Antecedentes
  - Sinais e sintomas
  - Avaliação vascular com calculo do IPTB
A partir daqui temos o conhecimento necessário para pode intervir.
Não se esqueçam de uma evidência cientifica tipo A :
A partir do momento em que chegamos à conclusão, depois de o doente avaliado, que a ùlcera de perna é de origem venosa o tratamento tem que passar pela compressão . Tudo o resto é secundário.
Para terminar gostaria de vos ver a discutir mais sobre as dúvidas em relação à avaliação do doente , mas infelizmente a maioria das dúvidas centram-se no material de penso.
é tempo de mudar ...
espero ter contribuido para clarificar ideias
Manuel Cruz



Concordo com alguns assuntos abordados...Agr com a zaragatoa não...mas tb não vou discutir....
Cada um tem a sua opinião....
Título: Re: como fariam?
Enviado por: x0321267 em Novembro 18, 2008, 18:39:20
Relativamente às biópsias ou zaragatoas aconselho-vos a consultarem o documento de posição da Ewma sobre infecção. está preto no branco que o diagnóstico de infecção é clinico.
temos é que conhecer muito bem os sinais e sintomas de infecção em feridas crónicas
A nossa opinião pouco ou nada vale ( a não ser que sejamos investigadores ). Temos que basear a nossa actuação em evidências cientificas
Manuel Cruz
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 18, 2008, 20:51:49
Citação de: x0321267
Relativamente às biópsias ou zaragatoas aconselho-vos a consultarem o documento de posição da Ewma sobre infecção. está preto no branco que o diagnóstico de infecção é clinico.
temos é que conhecer muito bem os sinais e sintomas de infecção em feridas crónicas
A nossa opinião pouco ou nada vale ( a não ser que sejamos investigadores ). Temos que basear a nossa actuação em evidências cientificas
Manuel Cruz

Entao veja o k diz o Prof. Vicent Falanga....
Título: Re: como fariam?
Enviado por: x0321267 em Novembro 19, 2008, 16:49:22
Se me puder enviar o artigo do Prof.. , agradecia (www.gneaupp.org (http://www.gneaupp.org)
saudações
Manuel Cruz
Título: Re: como fariam?
Enviado por: npires em Novembro 19, 2008, 16:56:03
Não lhe consigo apresentar o documento...Eu tenho lido todos da EWMA e sei o que eles dizem...a mim foi me apresentado no Mestrado e não tenho acesso ao doc. mas assim que xegar a bibliografia eu coloco...
Título: Re: como fariam?
Enviado por: x0321267 em Novembro 19, 2008, 17:10:26
Fico a aguardar ...
Para o amigo Kokas , que colocou as imagens :
Quando fala em contenção , gostaria de saber a que tipo de contenção é que se está a referir . Pelas imagens com marcas circulares a contenção não me parece a ser a adequada (está a utilizar ligaduras de curta tracção , longa tracção , multicamadas????)
Pelas caracteristicas da lesão ( Muito exsudativa , bordos irregulares , Granulação e fibrina , localizada no terço inferior ) tudo indica que seja uma úlcera de origem venosa .
Faça a avaliação vascular ou peça a alguém que lha faça ( se precisar posso ajudá-lo ) e lhe garanto que se não houver compromisso arterial  o doente tem 85% de probabilidades de cicatrizar a lesão às 12 semanas
Obrigado
Manuel Cruz   
Terapiacompressiva@gmail.com