Autor Tópico: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer  (Lida 11834 vezes)

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« em: Julho 26, 2008, 15:05:08 »
Tenho uma doente no domicilio, proveniente de um Hospital onde esteve 5 meses que apresenta duas escaras, uma na região sacro coxigena e outra no trocanter dtº.A senhora tem 82 anos e apresenta doença de alzheimer há sensivelmente 3 anos.A doente encontra-se acamada e a família tem um colchão anti-escara.
   Na escara localizada na região sacro coxigena, estou a utilizar aquacel ag, apos lavagem prévia com soro fisiológico.Na escara do trocanter dtº e uma vez que apresentava uma crosta de tecido necrosado,procedi à limpeza do mesmo e actualmente estou a utilizar hidrogel + hidrocolóide(inicialmente tinha intencão de fazer este penso de 2 em 2 dias, mas devido às fezes e uma vez que a dte evacua em media 2 vezes ao dia e devido ao calor que está, tenho que mudar os pensos diariamente).
    A minha pergunta é a seguinte, será para as 2 escaras , o tratamento que estou a fazer o mais adequado? è que espacialmente na escara da região sacro coxigena, talvez devido à localização e ao facto de a dte estar acmada a evolução é muito lenta.Estou a fazer estes pensos há 5 dias com estes produtos e por isso gostava de saber, quanto tempo é que estas feridas levam a cicatrizar e se este é o tratamento mais adequado.è que já alguns anos que não tratava de dtes acamados.
                                         Obrigado

                                       amsr

Offline Vitor Barbosa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 229
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #1 em: Julho 26, 2008, 15:20:05 »
amsr,

Com os dados que disponibilizas é difícil dar uma opinião bem fundamentada. Não dizes qual o grau das úlceras de pressão, por exemplo.
No entanto, pelos dados que forneces, o material usado para a úlcera da região do trocânter direito parece-me adequado. Quando o tecido desvitalizado for em menor quantidade, substitui o hidrogel por hidrofibras (Aquacel).
Quanto à úlcera da região sacro-coccígea (e não sacro coxigena), não forneces dados para sabermos o motivo do uso do Aquacel Ag. Tem sinais de infecção? É exsudativa?

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #2 em: Julho 26, 2008, 15:41:56 »
Obrigado pela ajuda.
A ulcera da região sacro coccigenea é uma ulcera que tem sensivelmente 4 cm ce comp. por 2 de lar. e com +/-  4 mm de profun.Apresenta na maior parte tecido de granulacão; mas ALGO DESVITALIZADO, e numa das extremidades muito tecido amarelo, não infectado é mais tipo fibrina.Só que devido ao facto de a doente estar acamada e como tem outra no trocanter dto os pocionamentos são praticamente.....decúbito dorsal.
  Na ulcera do trocanter direito removi o tecido necrosado com bistúri e a ulcera tem sensivelmente 1,5 cm de diametro e perto de 1cm de profundidade, mas com tecido de granulação.
                            amsr   

Offline Vitor Barbosa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 229
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #3 em: Julho 27, 2008, 00:21:19 »
A úlcera da região sacro provavelmente não precisará do Aquacel Ag. Tendo em conta o que descreves, parece-me que o Aquacel seria suficiente. Eventualmente uma espuma de poliuretano poderia ser igualmente indicada, dependendo da quantidade de exsudado que a ferida tiver.

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #4 em: Julho 27, 2008, 03:02:00 »
Obrigado colega.Mas diga-me uma coisa, com o Aquacel ou a Espuma, a mudança do penso deverá ser diária ou não?

                   amsr

Offline paularaujobrg

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 62
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #5 em: Julho 27, 2008, 12:44:19 »
Caro colega,

o tipo de apósito a aplicar é muito importante, mas não podemos esquecer que num doente dependente existem muitos outros factores que podem condicionar a evolução da cicatrização das úlceras de pressão, como: a alternância de posicionamentos, o estado de hidratação e nutricional, a mobilidade, o estado da pele perilesional, o ambiente físico envolvente, etc.

É difícil opinar acerca do tratamento a uma ferida, se não tivermos conhecimento da restante situação do doente.

Abraço a todos

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #6 em: Julho 27, 2008, 12:46:41 »
Citação de: amsr
Obrigado colega.Mas diga-me uma coisa, com o Aquacel ou a Espuma, a mudança do penso deverá ser diária ou não?

                   amsr

Depende da quantidade de exsudado.

Citação de: Vitor Barbosa
A úlcera da região sacro provavelmente não precisará do Aquacel Ag.

Utilizaria com Ag se houvesse infecção... Numa visão economista... A prata ajuda também a prevenir a infecção...

Offline clinton

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 68
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #7 em: Julho 27, 2008, 15:46:51 »
Obrigado por toda a vossa ajuda.Relativamente aos factores que indirectamente podem afectar a cicatrização, a dte em causa faz uma alimentação equilibrada de sopa e fruta passada com todos os nutrientes necessários à sua idade e estado de saúde.Quanto aos posicionamentos, penso que(atendendo ao facto de apresentar duas escaras em zonas criticas, região sacro-coccigea e trocanter)são os possiveis...atendendo a que a filha da dte que passa 24 horas por dia com a mãe, tambem tem problemas de saúde de origem reumatológica.Há pois aqui vários factores com que tenho que" jogar ".
  No que diz respeito às feridas, acho uma evolução lenta mas positiva.Na escara da região sacro coccigea, a ferida não apresenta sinais de infeccão já pensei em retirar o aquacel ag i colocar uma espuma, mas como tem estado muito calor e devido às fezes,como disse a dte evacua 2 vezes ao dia, tenho receio de tirar o aquacel ag, pois pode ocorrer alguma infecção e EU NÃO QUERO POR NADA RECORRER AOS ANTIBIÓTICOS.
  Na escara do trocanter, em que tenho usado o hidrogel+ o hidrocolóide,procedi a uma nova limpeza cirúrgica, para remover tecido necrosado.Desculpem este comentário "anticlasse", mas "elogio" a atitude das nossas colegas que estavam a acompanhar a dte no hospital, tanto durante o internamento como nas informações que davam à filha...a sua mãe só tem uma feridinha mas está quase seca...Escara do trocanter dtº que tinha uma crosta de tecido necrosado que tive que remover e em que a dita feridinha mais não era que escara que se estava a desenvolver em profundidade.Mais uma vez desculpem o incomodo, mas obrigado a todos pela vossa ajuda.
                           Um Abraço

                     amsr

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: Tratamento de Escaras em doente com Alzheimer
« Responder #8 em: Julho 27, 2008, 21:50:48 »
Olá,

Pelo que pude perceber da tua descrição,o tratamento que estás a fazer parece-me o mais indicado.

Só tenho um reparo a fazer: a dieta não pode ser pobre em proteínas, pelo que o fornecimento de suplementos proteícos, pelo menos 1 vez por dia e à venda em farmácias não seria de desprezar.

Abraço e boa sorte para ti e para a tua paciente.