Autor Tópico: Portas fechadas da emigração para 2013?  (Lida 3636 vezes)

Offline catarinap

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
Portas fechadas da emigração para 2013?
« em: Novembro 17, 2012, 12:45:48 »
Boa tarde, venho colocar uma questão que tenho ouvido falar mas não encontro nada que me comprove estes factos.
Ouvi dizer que alguns países da união europeia vão deixar de receber enfermeiros emigrantes a partir de 2013? alguém tem alguma informação acerca disto???
"Todo eu sou qualquer força que me abandona"  Alberto Caeiro

Offline NocBeast

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Portas fechadas da emigração para 2013?
« Responder #1 em: Novembro 17, 2012, 14:19:40 »
Com o fluxo migratório dentro da união europeia em diversas áreas é normal que que as exigências para exercer a profissão no país de chegada sejam cada vez maiores.Suiça, Reino Unido, França, Bélgica são dos países que mais enfermeiros portugueses têm recebido, no entanto a crise é global e mesmo os países com menores dificuldades vão desacelerando o investimento na saúde optando pela manutenção dos serviços que dispõem....resultado as vagas não vão aumentando e as necessidades vão passando a ser pontuais.Se há 2/3 anos poderias tentar trabalhar como enfermeira na suiça com um nível de frances b1 arranhado, nos dias de hoje terá que ser um b2 fluentissimo e de preferência alguma experiência...assim como no Reino Unido e afins. As portas nunca serão barradas na totalidade, mas cada vez mais a entrada em determinados países vai ser cada vez mais exigente. Consequência normal de um fluxo migratorio desigual, centrado em países mais atraentes economicamente(?!).

Offline bisc8

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 73
    • Ver Perfil
Re: Portas fechadas da emigração para 2013?
« Responder #2 em: Novembro 18, 2012, 15:45:44 »
Citação de: NocBeast
Com o fluxo migratório dentro da união europeia em diversas áreas é normal que que as exigências para exercer a profissão no país de chegada sejam cada vez maiores.Suiça, Reino Unido, França, Bélgica são dos países que mais enfermeiros portugueses têm recebido, no entanto a crise é global e mesmo os países com menores dificuldades vão desacelerando o investimento na saúde optando pela manutenção dos serviços que dispõem....resultado as vagas não vão aumentando e as necessidades vão passando a ser pontuais.Se há 2/3 anos poderias tentar trabalhar como enfermeira na suiça com um nível de frances b1 arranhado, nos dias de hoje terá que ser um b2 fluentissimo e de preferência alguma experiência...assim como no Reino Unido e afins. As portas nunca serão barradas na totalidade, mas cada vez mais a entrada em determinados países vai ser cada vez mais exigente. Consequência normal de um fluxo migratorio desigual, centrado em países mais atraentes economicamente(?!).

Concordo... Já referi num post semelhante que na minha opinião, mais tarde ou mais cedo as facilidades de emigrar na nossa profissão vão diminuir consideravelmente, fruto do grande fluxo que se tem verificado nestes últimos tempos. Depois há a questão de que todos vão para os mesmo sítios... UK, Suiça, França...

O mesmo que disse no outro post, ao colega que colocou a mesma questão, digo-o à colega catarinap: vá estando atenta às vindas das empresas de recrutamento para verificar a frequência com que estão a vir a Portugal recrutar, e as exigências que vão colocando aos candidatos. Também pode ir verificando no tópico trabalhar fora de Portugal, normalmente colocam lá quem vai passando e quem vai chumbando. Basicamente tem de ir fazendo uma analise do mercado com frequencia e explorar novos mercados meno escolhidos: Bélgica, Alemanha, Noruega, Suécia, Médio Oriente, Emirados Arabes Unidos, Australia, Países Africanos...

Cumprimentos

Offline PMCBA

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 40
    • Ver Perfil
Re: Portas fechadas da emigração para 2013?
« Responder #3 em: Novembro 28, 2012, 07:25:39 »
Citação de: NocBeast
Com o fluxo migratório dentro da união europeia em diversas áreas é normal que que as exigências para exercer a profissão no país de chegada sejam cada vez maiores.Suiça, Reino Unido, França, Bélgica são dos países que mais enfermeiros portugueses têm recebido, no entanto a crise é global e mesmo os países com menores dificuldades vão desacelerando o investimento na saúde optando pela manutenção dos serviços que dispõem....resultado as vagas não vão aumentando e as necessidades vão passando a ser pontuais.Se há 2/3 anos poderias tentar trabalhar como enfermeira na suiça com um nível de frances b1 arranhado, nos dias de hoje terá que ser um b2 fluentissimo e de preferência alguma experiência...assim como no Reino Unido e afins. As portas nunca serão barradas na totalidade, mas cada vez mais a entrada em determinados países vai ser cada vez mais exigente. Consequência normal de um fluxo migratorio desigual, centrado em países mais atraentes economicamente(?!).

O colega está correto...
Daí e como referiu o bisc8 convem ir-se estando atento a outros locais, gostaría apenas de acrescentar os EUA e o Canadá como locais a considerar, paralelamente à Alemanha, Australia e países Escandinavos.

Offline bisc8

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 73
    • Ver Perfil
Re: Portas fechadas da emigração para 2013?
« Responder #4 em: Novembro 28, 2012, 15:05:51 »
EUA e Canadá de facto são bastante atrativos, mas de difícil acesso comparando com os países europeus, pelo menos foi o que me pareceu quando pesquisei um pouco sobre isso há uns dois ou três anos, principalmente para o Canadá. Entretanto pode já ter mudado muito...

Mas sim, quem conseguir fazer todo o processo, e passar todas as barreiras compensa bastante, a nível profissional principalmente e a nível pessoal também apostar numa carreira transatlântica :)

Offline Reach Health Recruitment

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 21
    • Ver Perfil
    • http://www.reach-hr.com
Re: Portas fechadas da emigração para 2013?
« Responder #5 em: Dezembro 05, 2012, 09:20:07 »
Estimados leitores do forum,

Creio não haver razão para alarmismos.
Desconhecendo a realidade nos outros países referidos, na questão do Reino Unido ( o destino para o qual recrutamos) não estimamos de todo que em 2013 haja uma redução do fluxo de enfermeiros Portugueses a emigrarem para o Reino Unido, e pelo menos da nossa parte esperamos até um aumento para 2013.

Na àrea em que recrutamos as necessidades de enfermeiros têm vindo a ser e serão cada vez maiores, pelo que não é de todo expectável que comecem a haver restrições ou condições extra em termos de requisitos para candidatos.

Ou seja, cada situação é uma situação, não convém generalizar.

melhores cumprimentos,
Reach Health Recruitment