Forumenfermagem

Autor Tópico: ambulancias siv  (Lida 5241 vezes)

Offline ola

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
ambulancias siv
« em: Junho 07, 2012, 22:36:57 »
Olá
Alguém me pode dizer se o monitor desfibrilhador das ambulancias siv do inem faz desfribrilhação manual ou é só automática externa?

Offline Enf. Lenocas

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 35
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #1 em: Junho 08, 2012, 15:16:05 »
Boa tarde!

SE não estou em erro é apenas utilizado DAE!

Cumps

Offline ola

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #2 em: Junho 12, 2012, 18:02:00 »
obrigado pela resposta e se alguem mais tiver algo a acrescentar força

Offline Sóffs

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 15
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #3 em: Junho 17, 2012, 09:40:51 »
Os monitores utilizados são os LP 12, utilizados em modo semi automático. No entanto os mesmos monitores tb desfibrilham em modo manual.

Offline critical_nurse

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #4 em: Junho 17, 2012, 19:06:18 »
Tanto quanto sei, o manual SIV recomenda a desfibrilhação automática (se quisermos ser rigorosos nos critérios de classificação, na verdade é semi-automática) apenas em profissionais pouco treinados/que não têm experiência com a manual. Ora eu creio que todos os profissionais de Enfermagem recebem formação em desfibrilhação manual durante o curso SIV (pelo menos espero que sim).

A meu ver, a desfibrilhação deve ser manual. Porquê? Enquanto o aparelho automático analisa o ritmo, perde-se muito tempo desde a identificação até  ao tratamento efectivo (desfibrilhação). Já em modo manual, o Enfermeiro olha para o monitor, confirma se o ritmo é desfibrilhável/não, verifica que não há pulso e administra o choque, minimizando o tempo de entrega, podendo melhorar o prognóstico do paciente. É que é contraproducente as directrizes internacionais recomendaram o minimo de perda de tempo para a desfibrilhação, e vermos Enfermeiros a utilizarem modo automático,  enquanto podiam, muito bem, utilizar o modo manual.

Sejamos sinceros: É assim tão difícil detectar uma fibrilhação ventricular ou uma taquicardia ventricular sem pulso? Interpretar correctamente um ECG, admito que há ritmos/arritmias difícies de detectar, mas uma FV ou TV s/pulso?

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #5 em: Junho 18, 2012, 11:46:47 »
"Choque em modo manual ou semi-automático
Muitos DAE podem operar quer em modo manual quer semi-
-automático, mas são poucos os estudos que comparam estas
duas opções. Demonstra-se que o modo semi-automático reduz
o tempo para o 1º choque, quer em contexto hospitalar
105
 quer
pré-hospitalar
106
 com maior taxa de conversão de FV,
106
 e menor
aplicação de choques sem indicação.
107
 Por outro lado em modo
semi-automático o tempo de compressões torácicas é menor,
107,
108
 principalmente porque o tempo de pausa para análise do ritmo
é maior. Apesar destas diferenças, na análise global dos dados
não há em nenhum dos estudos,
 105, 106, 109
 diferenças no RCE,
sobrevida, percentagem ou altas hospitalares. O modelo de desfibrilhação que proporciona os melhores resultados depende do
sistema implementado, da perícia, treino e capacidade dos reanimadores para reconhecer ritmos no ECG. A redução da pausa
pré-choque e do tempo sem compressões torácicas aumenta a
perfusão dos órgãos vitais e a probabilidade de RCE.
71, 110, 111
Com os desfibrilhadores manuais e com alguns DAE é possível
manter as compressões torácicas durante a carga do desfibrilhador e dessa forma reduzir a pausa pré-choque para menos
de 5 segundos. Os operacionais treinados podem aplicar o choque em modo manual mas exigem treino frequente de trabalho
em equipa e reconhecimento de ritmos"

http://www.cpressuscitacao.pt/files/2/d ... 640078.pdf, página 22

Offline jonnblaze

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #6 em: Julho 15, 2013, 06:39:20 »
Interpretar correctamente um ECG, admito que há ritmos/arritmias difícies de detectar, mas uma FV ou TV s/pulso?

Offline Flumazenil

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 25
    • Ver Perfil
Re: ambulancias siv
« Responder #7 em: Julho 15, 2013, 11:16:27 »
Citação de: jonnblaze
Interpretar correctamente um ECG, admito que há ritmos/arritmias difícies de detectar, mas uma FV ou TV s/pulso?

ECG nao é facil mas esses sao 2 ritmos smples de identificar isto partindo do principio que o profissional tem o conhecimento basico de ECG senao claro que é dificil