Forumenfermagem

Autor Tópico: Recrutamento Enf p/ Holanda  (Lida 20516 vezes)

Offline sophie08gs

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 5
    • Ver Perfil
Recrutamento Enf p/ Holanda
« em: Maio 14, 2012, 16:30:46 »
Há inúmeras empresas e agências que em Portugal agem como intermediários no processo de colocação de profissionais lá fora. Também eu tentei esta oportunidade e resolvi candidatar-me a um recrutamento de enfermeiros para a Holanda, que teve lugar em Évora, feito pela empresa ROCA-BHR e Trabalhosemfronteiras.

A razão que me faz escrever estas palavras deve-se ás práticas utilizadas por esta empresa, facto que de imediato me levou a desistir deste projeto.
Quando fui à entrevista, tinha muitas dúvidas sobre o projeto. Mas em vez de obter as respostas, fui pressionada a assinar um contracto que o Sr. da firma holandesa colocou á minha frente com uma caneta.
Pedi para levar o contracto para casa para melhor refletir, sem pressões.
O pior veio após calmamente ler o contrato, não só as linhas, como também as entre-linhas. Afinal, o que me apresentaram foi uma proposta para trabalhar como auxiliar e ser remunerada como auxiliar o que significa, ganhar o salário mínimo holandês, não estando autorizada a efetuar qualquer tarefa de enfermagem, nem completar horário, exercendo outras funções, remuneradas ou não remuneradas ou prestar outros serviços como enfermeira noutras instituições.
Para além disso, contrariamente ao que publicitaram no website não garantiam os 2 anos de trabalho na Holanda e nesta perspetiva, poderia contrair uma dívida para com a ROCA-BHR! O contracto previa também indeminizações avultadas em caso de insucesso no curso e em caso de desistência ao longo do projeto, independentemente dos motivos, embora o contracto de trabalho não fosse de dois anos. Outra situação ridícula foi estabelecerem uma percentagem mínima de 80% no curso e exame, caso contrário, teria que os indemnizar. Além disto, estaria obrigada a continuar o curso de Holandês e um curso de aperfeiçoamento em enfermagem…ás minhas custas na Holanda.
Supostamente ofereciam um curso gratuito de holandês, estágio remunerado e total apoio administrativo e logístico durante o processo de transferência, inclusive a viagem, bem como trabalho garantido! A leitura do contrato deu razão às minhas dúvidas e desmascarou este projeto da ROCA-BHR e Trabalhosemfronteiras. 
Tenho em minha posse o contracto assinado pelo Sr. português, membro desta firma.

Este projeto, que pensei ser uma boa oportunidade para o meu futuro, afinal, com estas condições, mais não era que uma possibilidade de transformar a minha precária situação num verdadeiro inferno!

Offline danielaest

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 155
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #1 em: Maio 14, 2012, 17:00:53 »
Ainda bem que decidiu bem, colega.
O que não percebo é como podem fazer uma coisas ... Deviam ser processados por enganarem assim as pessoas!! :(

Offline Digoxina

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 169
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #2 em: Maio 14, 2012, 19:56:37 »
Penso que cada vez mais isto pode surgir... infelizmente  :'(
Dado o número elevado de enfermeiros com perspectivas de sair do país,quer pelas situações precárias do seu posto de trabalho,quer mesmo, e penso que na grande maioria das vezes,pela falta de trabalho...

Ainda bem que a colega veio aqui postar o seu testemunho... Principalmente quando sao agencias novas ainda é mais "perigoso" tomar a decisão adequada,pois nao há ng que possa dizer como foi...

eu falo por mim,por exemplo,assinei contrato c uma agência após ter falado com várias pessoas,algumas conhecidas que foram através dos seus serviços... neste momento parece que nao valeu de nada,porque o recrutamento esta parado,literalmente,desde Fevereiro...Mas sei,pelo menos até agora,que é uma empresa de confiança...

Cumps*

Offline Digoxina

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 169
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #3 em: Maio 14, 2012, 20:00:34 »
completando...

O que nao faltam é oportunistas e pessoas sem caracter que se querem aproveitar das dificuldades pelas quais estamos a passar - a ansia de exercermos enfermagem e ficarmos independentes financeiramente...

Offline luigirnurse

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 14
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #4 em: Maio 17, 2012, 12:28:35 »
Olá a todos,
Eu também fui a uma entrevista em Évora. Os membros da firma eram muitos simpáticos, a mim não me entregaram um contracto, mas durante a entrevista fiquei esclarecido que o que estavam a oferecer era um curso de língua holandesa intensivo que iria durar meio ano, não podendo exercer nenhum part-time ou outra atividade ao lado! Mais, na Holanda iria ser renumerado e exercer funções como auxiliar num lar. Se desistisse antes dos 2 anos, haveria indeminizações com valores inaceitáveis. Vim a saber que do salário proposto, após tirar a renda para o quarto, os custos de vida lá e tendo em conta que teria de investir á minha custa num curso de enfermagem de dois anos (apesar de já ser enfermeiro!) e de língua holandesa, não iria sobrar nada ao fim do mês. Então primeiro anunciavam que o curso de língua era gratuito?
Acho que fizemos uma boa escolha em não ir avante com esta empresa!

Offline anisabelde87

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #5 em: Maio 24, 2012, 10:57:30 »
Bom dia colegas,
Vim a saber que o primeiro recrutamento da ROCA-BHR Trabalhosemfronteiras em Portugal foi um fracasso. Todos os candidatos desistiram devido ao contrato que a empresa quis que eles assinassem!!!

Offline luigirnurse

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 14
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #6 em: Maio 28, 2012, 00:54:05 »
Claro que nao podia correr bem... Com um contrato daqueles, estou admirado como e que alguma vez aquilo começou!
Estão a recrutar agora em Coimbra, mas já tratei de informar os meus colegas.

Offline kitty12345

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 13
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #7 em: Maio 28, 2012, 16:07:46 »
Isso que aconteceu nas entrevistas foi só o principio.. dp aconteceu muita coisa, por isso nenhum enfermeiro assinou. E ainda hoje estão a tentar estorquir dinheiro a alguns dos enfermeiros k embarcaram nessa experiencia!

Offline enflourenco

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 7
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #8 em: Maio 31, 2012, 16:26:00 »
Boa tarde,

Fábio Lourenço, 24 anos, Licenciatura de Enfermagem pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra a 13 de Julho de 2011. Este é o meu ”BI”.

Após ter acabado o curso, como é natural comecei a enviar o meu Currículo para diversas propostas de emprego na área de Enfermagem, entre elas a ROCA-BHR.

No dia 7 de Fevereiro de 2012, enviei o meu C.V. para a empresa Holandesa, obtendo resposta logo no mesmo dia, com o compromisso de marcação de uma entrevista. Vinte dias depois, no dia 27 de Fevereiro, fiz uma viagem a Évora e tive a tão aguardada entrevista, sendo um dos seleccionados para integrar o projecto.

Assim, no dia 12 de Março começou esta aventura. Inicialmente com 8 enfermeiros (na primeira semana desistiu uma colega), 2 professores e uma enfermeira “mediadora”. O curso foi-se desenvolvendo da melhor forma, mas o contrato tardava em chegar, e naturalmente começamos a ficar reticentes ao projecto. Até que na terceira semana de curso, tivemos a visita do responsável da ROCA-BHR, empresa responsável por oferecer o curso de Holandês e fazer todo o processo de transição entre Portugal e Holanda, e de dois responsáveis da A-ZORG, empresa responsável por empregar-nos em instituições de saúde. Nesta altura o contrato foi-nos dado, sendo que a justificação do atraso no fornecimento do mesmo, foi a sua tradução para a Língua Portuguesa e Língua Espanhola (o grupo era composto por um Enfermeiro espanhol)

Dizer que no início da 5ª semana (segunda-feira, dia 9 de Abril), desisti do curso porque:

PRINCIPAL MOTIVO: O curso que seria de 5 meses e meio a 7 meses e meio passaria a ser de 3 meses, uma vez que as Instituições de Saúde na Holanda necessitavam urgentemente de Enfermeiros, e ainda mais na altura de férias de Verão. Juntando isto ao facto de eu estar na organização do 33º Encontro Nacional de Estudantes de Enfermagem, e assim ter que estar ausente duas semanas do curso de Holandês, seria completamente incompatível para o bom sucesso da minha aprendizagem desta nova língua.

OUTROS MOTIVOS: Todos estes atrasos no fornecimento do contrato e alguns pontos menos bons do mesmo ajudaram a que eu desistisse do projecto.

Mas no dia 10 e 11 de Abril (dias seguintes a eu ter desistido do projecto), contactaram-me para que eu visitasse a Holanda, e em concreto a empresa ROCA-BHR e algumas das instituições de saúde para as quais nós iríamos trabalhar, com o intuito de conhecer as suas realidades. Esta visita seria o ponto de partida para iniciar novo curso de holandês em Portugal (Coimbra).

Naturalmente não aceitei logo, mas após consultar várias opiniões, inclusive de colegas do curso de Holandês em Évora da enfermeira “mediadora” que estiveram sempre ocorrentes da proposta, decidi aceitar a proposta e visitar a Holanda, e assim informar da melhor forma todos os meus colegas que eventualmente estivessem interessados em integrar este projecto.

Informo ainda que para além de estar a fazer este papel de mediação, eu também irei integrar o curso de Holandês em Coimbra, e assim assinar contrato de 25 meses com a empresa ROCA-BHR.

Dizer ainda que irei contactar os meus colegas de curso em Évora para virem aqui comentar este meu post, pois quero que fiquem completamente esclarecidos que esta é uma empresa séria e responsável. Sei que os meus colegas têm uma visão díspar da minha em alguns pontos, mas é mesmo essa visão que eu quero que eles digam aqui perante todos, para que eu possa explicar todas as dúvidas e as incertezas que existem.

Este post serve apenas para debatermos ideias de forma civilizada, sendo que darei o braço a torcer quando o assim tiver que fazer, mas que acima de tudo justificarei todas as más informações que serão colocadas a partir daqui.

Estou certo que estou a representar uma empresa que trabalha ao pormenor, e sublinho a parte do pormenor, sempre tendo como base a confiança e a proximidade com os seus clientes.

Disponível para responder a qualquer dúvida,

os melhores cumprimentos,

Fábio Lourenço
ROCA-BHR: Trabalho sem fronteiras
E-mail: enf.lourenco@gmail.com
Tlm: 91 658 43 55 / 91 461 26 14
Site: http://www.trabalhosemfronteiras.com

Offline EnfSaralex

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #9 em: Maio 31, 2012, 17:41:27 »
Olá a todos. Chamo-me Sara, e fui uma das 8 pessoas a embarcar neste projecto da ROCA em Évora.
Confirmo o que o Fábio disse em cima, é verdade. Apenas acrescentar então a minha experiência:
Logo após a entrevista apresentaram-me um contrato para assinar, o qual disseram que eu tinha de assinar o mais rapidamente possível, para assegurar a vaga. Eu perguntei se teria a oportunidade de ler em casa com mais calma o contrato e, posteriormente, assinar. Disseram-me que sim,  mas que teria de enviar por email assinado até uns dias depois. E assim o fiz.
Quando o curso começou, apercebi-me que este contrato só tinha sido apresentado a mim e a outra colega, e que os restantes enfermeiros nem tinham visto esse contrato. Disseram-nos então que esse contrato não estava muito claro, nem bem traduzido para português, então que nos apresentariam, ao grupo todo, um novo contrato, o qual esperámos e esperámos. De frisar que, tanto na entrevista, como durante o curso, eu sempre pensei que fosse contratada como enfermeira como sou reconhecida aqui em Portugal, ou seja, enfermeira de nível 5. Posteriormente, quase na 4a semana, apresentaram-nos o contrato, o qual queriam que assim. o mais rápido possível. Nós quisemos ler com calma em casa, e verificámos certos pontos que não tinham sentido nenhum e que nos poderiam colocar em muito "maus lençóis" caso algo não corresse tão bem como planeado. Nessa altura ficámos também a saber que não seriamos contratados como enfermeiros, segundo a nossa licenciatura, mas como enfermeiros de nível 3, ou seja, os cuidados por que seríamos responsáveis seriam: higiene, lavar a loiça, preparar a comida e administração de IM e SC. E também percebemos que iríamos trabalhar menos e ganhar menos também. Bem, reunimo-nos todos e tentámos negociar com as pessoas responsáveis da ROCA, que nunca respondiam directamente às nossas perguntas, mas sim com frases filosóficas e também a desdenhar um pouco de nós. Por fim, falámos todos com um responsável pela ROCA, perguntando se três pontos essenciais poderiam ser revistos, pelo menos (três pontos que não cabem na cabeça de ninguém ter num contrato. Eles não aceitaram e fecharam a escola.
Posteriormente, tendo eu feito um investimento para estar em Évora (comida, casa, caução da casa, viagens...) recebo um e-mail do responsável pela empresa, dizendo que teria de pagar à mesma 2.500€ por ter desistido do curso na 4ª semana, como estava no contrato inicial (aquele que só eu e outra colega vimos e assinámos), bem como que me iriam processar, e eu teria de pagar, o montante final, por volta de 110.000€ com despesas legais e tudo mais incluído (não sei precisar se este é o montante real, uma vez que é algo tão exorbitante, que já nem sei). Posteriormente, quando disse que ia activar os meios legais para me defender, recebo uma mensagem de voz no telemóvel do responsável da ROCA a dizer que esperava resolver as coisas a bem e que me iria ligar na semana seguinte. Bem, estou à espera até agora desse telefonema. Já enviei e-mails e tudo, mas nada, não me respondem! Talvez me estejam a enrolar, até começar o novo curso, para não dar má publicidade... Será? Não sei... Só sei que desde o princípio da experiência em Évora que as coisas não estavam a correr bem e que, após toda esta situação, eu só quero esquecer tudo isto, e seguir em frente, o que não consigo, uma vez que ninguém me responde! Eu só ficaria descansada se falassem comigo, e se rescindirmos este contrato que, supostamente, não era válido, ficando eu à espera do contrato seguinte, com boa fé, e com esperança de encontrar uma oportunidade de emprego, como grande parte dos colegas neste momento.
Eu não estou aqui para inventar nada sobre a ROCA, fazer má publicidade, ou levantar ondas... Só quero que se faça justiça, e que os meus colegas que embarquem nesta experiência com esta empresa, entrem então de olhos abertos, e que saibam o que esperar caso aconteça algo fora do que esperam desta experiência.
Quanto a mim... Aqui estou eu novamente sem oportunidades de seguir em frente, agarrada a um contrato, com o qual me podem retirar dinheiro que não tenho, uma vez que não tenho emprego, e que cairá nas costas dos meus pais, que não são ricos, como devem perceber.
Apenas digo, abram bem os olhos, e tenham atenção aonde se vão meter... Mais vale desempregados, do que desempregados e com uma dívida em cima. Boa sorte.

Offline luigirnurse

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 14
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #10 em: Junho 01, 2012, 01:01:07 »
Boa noite,
Como é possivel estes senhores terem o desplante de querer fazer um novo recrutamento em Portugal!!! Querem continuar a enganar os colegas?
E quanto a ti, Fábio, que espécie de colega és tu que depois de teres desistido deste projecto, devido ao que consideras alguns pontos menos bons do contrato, e de tudo o que aqui foi relatado sobre o que aconteceu agora estás a representar a  ROCA-BHR?
Eu também lá estive e fiquei a perceber no que me poderia vir a meter!!!
Tenham vergonha
Para os colegas afetados, toda  a minha solidariedade. Esta história deve ser divulgada à Ordem e Sindicato para que outros não passem pelo mesmo.
Cumprimentos

Offline enflourenco

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 7
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #11 em: Junho 01, 2012, 10:32:57 »
Bom dia,

Antes de mais dizer que estou extremamente satisfeito por a minha colega Sara Alex ter vindo aqui contar a sua experiência, sublinhando ainda o facto de conseguirmos ter uma excelente relação pessoal apesar de toda esta situação menos boa.

Como referi no post anterior, antes de aceitar a proposta consultei várias opiniões, inclusive de colegas do curso de Évora e da enfermeira “mediadora” que estiveram sempre ocorrentes desta proposta. Dizer que uma das minhas condições para aceitar esta proposta da ROCA-BHR, seria melhorar o contrato em alguns pontos, bem como a forma de abordagem e proximidade para com os candidatos. Dizer ainda que, visitei a Holanda e em particular as Instituições de Saúde Vitalis, estando completamente sabedor do que a proposta vale.

Relativamente ao que a Sara disse:

Na minha entrevista apenas me apresentaram um documento ainda em inglês sobre toda a proposta. Como mencionei no post anterior, eu darei o braço a torcer quando o assim tiver que fazer, e esta é uma dessas situações. A abordagem aos candidatos deve ser feita de igual forma, e não pressionando com a obrigatoriedade de assinar contrato para “assegurar a vaga”.

Relativamente ao contrato, posso dizer que “lavar loiça” e “preparar comida” não estão enquadradas na proposta da ROCA-BHR. Dizer ainda que relativamente ao salário total líquido anual é de 18.714 € com 0 anos de experiência, que dividido por 12 meses é 1559,50 € por mês + horas extraordinárias (salário correspondente a 36 horas laborais por semana).

Relativamente à situação que aconteceu com a Sara e com outra colega, vou tentar enquadrar o que realmente se passou.

No meu caso, e tal como o contrato diz, estive quatro semanas no curso de Holandês sem qualquer compromisso, e no início da quinta semana (segunda-feira, dia 9 de Abril) desisti do curso. Como é obvio, a empresa ROCA-BHR necessitava de ter os contratos assinados dos enfermeiros que realmente continuavam no curso (6 enfermeiros), para ter garantias que os mesmos iriam permanecer no curso, e assim salvaguardar a sua parte. Mas as duas partes não se entenderam, e a ROCA-BHR decidiu fechar a escola. Até aqui tudo bem.

A situação atingiu moldes mais graves quando o Professor de Holandês com contrato com a empresa Tempoteam, que estava a prestar serviços à ROCA-BHR e tinha exclusividade para ambas as empresas, decidiu por iniciativa própria ou não (não tenho a certeza dessa informação) recomeçar o curso de Holandês com os mesmos candidatos recrutados pela ROCA-BHR. Dizer que esse curso iria recomeçar sem que a empresa ROCA-BHR tivesse qualquer conhecimento, mas por engano, o professor enviou-me o planeamento das aulas.

Referir ainda que, as aulas foram leccionadas (penso que continuam ainda) com um livro e CD disponibilizados pela empresa ROCA-BHR (cada candidato pagou 30 € de caução) e por testes de avaliação da empresa ROCA-BHR, bem como todo o método de avaliação.

A minha colega Sara sei que continua a ter aulas de Holandês com o Professor que até 15 de Maio (não tenho a certeza da data) tinha contrato de exclusividade com a ROCA-BHR, mas a outra colega a quem foi instaurado o processo desistiu durante a 5ª semana, isto é, ambas tiveram aulas após as 4 semanas sem qualquer compromisso.

Esta é informação que não justifica o menos bom trabalho conseguido pela empresa ROCA-BHR em Évora, mas é informação importante que até agora estava oculta. Dizer que tenho quase a certeza que todos os membros que têm acompanhado este Tópico, não têm conhecimento de toda esta situação.

Relativamente ao/à colega luigirnurse, dizer que eu próprio estou a tentar contactar o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses para que todas estas dúvidas e incertezas sejam esclarecidas. Dizer ainda que eu próprio assumirei o fracasso se assim suceder. Mas mais uma vez digo, antes de aceitar a proposta da ROCA-BHR fiz saber à empresa as condições que queria ver alteradas no contrato.


Disponível para responder a qualquer dúvida,

os melhores cumprimentos,

Fábio Lourenço
ROCA-BHR: Trabalho sem fronteiras
E-mail: enf.lourenco@gmail.com
Tlm: 91 658 43 55 / 91 461 26 14
Site: http://www.trabalhosemfronteiras.com

Offline EnfSaralex

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #12 em: Junho 01, 2012, 15:19:47 »
Bem, como anteriormente referido, a minha relação com o Fábio continua a mesma, uma vez que a mim ele não fez nada de mal. E,como lhe disse a ele, o que eu quero é que, com um novo curso de holandês pela ROCA a emergir, os meus colegas que aceitarem ir vão bem informados para o que vão.

E sim, Fábio, a ti não apresentaram o contrato inicial, mas a mim sim. Espero que, se forem com este projecto para a frente, apresentem o contrato (bem elaborado desta vez) antes de as pessoas investirem e iniciarem o curso. Fábio, tu desististe, pelos motivos que já falaste anteriormente... e acredita, se quando lá estavas connosco viveste experiências menos agradáveis com toda esta confusão toda, não tens nem a noção do que aconteceu depois e de como fomos tratados... mesmo! Mas pronto, sobre isso já falei no geral...

Quanto a preparar a comida e lavar a loiça, sim, são funções de uma enfermeira de nível 3 na Holanda. Nalgumas instituições podem não ter de o fazer, noutra sim, mas acredita, que eu já me informei sobre tudo isso. E se alguns dos meus colegas que queira ter mais informações sobre isso, esteja à vontade, uma vez que eu já tenho conhecimentos sobre a saúde e a enfermagem na Holanda.

Bem, e já que mencionaste a situação do professor... Falarei sobre isso. O professor continua a ajudar-nos com o holandês, sim, uma vez que fomos largados em Évora, sem curso, perdendo os meses de caução que as senhorias não nos devolveriam (ou seja, tinhamos a casa alugada até junho, inclusivé). Bem, se já não temos nada a perder, porque não continuar as aulas? Já que foi um investimento por nós feito. Ficámos também com o livro de holandes que a ROCA nos emprestou, para o qual pagámos 30€, que segundo nos informaram, não nos era possível restituir o dinheiro. Bem, o que fariamos então... devolver o livro na mesma? Eu já disse aos responsáveis da ROCA, eu devolvo o livro com todo o prazer, mas quero o dinheiro da caução de volta!
Bem, o professor disse, com o encerrar da escola, o seu contrato tinha terminado, então que não estava a cometer nenhum acto ilícito. Mas, com a pressão feita sobre ele pela ROCA, o professor contactou um advogado (sim, que ele tem posses, não é um enfermeiro desempregado que se vÊ grego para encontrar ajuda nestes casos, como eu). o advogado disse que o contracto do professor tinha sim terminado,  e que ele não tinha nada a temer. Bem, o professor enviou o recibo do advogado para a ROCA... a partir daí, nunca mais foi incomodado pela referida empresa. porque será?

Bem, e é isto. Fora o professor, que se conseguiu defender através do advogado, ainda fica por esclarecer o modo abrupto com que outro professor foi despedido, bem como a situação da enfermeira responsável pelo recrutamento, à qual a ROCA não pagou as despesas que a enfermeira tinha tido com materiais para o curso, bem como o seu ordenado, com a desculpa de que a mesma não tinha trabalhado bem para nos "empurrar" para abraçarmos este projecto. E desde já, um grande agradecimento à enfermeira Dina, que sempre nos apoiou, independentemente de poder ficar sem emprego e nao receber o dinheiro a que tinha direito. Grande enfermeira e grande mulher =)

Bem, acho que não tenho nada mais a acrescentar. Já deixei o meu testemunho, sem querer denegrir ninguém, apenas a contar o que sucedeu comigo. Acho que, sim, as coisa podem não ter corrido muito bem, talvez por a ROCA não estar habituada a trabalhar em países como Portugal, onde sim, há muito desemprego, mas ainda não passamos fome. Se a ROCA quer recomeçar, espero que seja clarificando todos os pontos aos enfermeiros aderentes, que acredito que o Fábio esteja empenhado nisso, bem como cancelando os contractos aos quais eu e outra colega estamos "amarradas", e pagando o que deve aos seus funcionários.  Sim, porque Fábio, eu acredito que as tuas intenções sejam as melhores e acredito que trabalhes com todas as tuas forças para que este projecto corra pelo melhor, tanto para a empresa, como para os enfermeiros, porque és até tu quem está a dar a cara neste projecto. Mas desculpa, na ROCA eu não confio.

Boa sorte a todos. **

Offline kitty12345

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 13
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #13 em: Junho 01, 2012, 15:49:53 »
Acho que a Roca ainda não entendeu que em Portugal ninguem vai assinar 1 contrato daqueles

Offline kitty12345

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 13
    • Ver Perfil
Re: Recrutamento Enf p/ Holanda
« Responder #14 em: Junho 01, 2012, 15:56:50 »
Além disso, pelos vistos, nem o próprio enf Fábio o assinou. Acho isto ilariante.
As pessoas são livres de assinarem o que quizerem mas os riscos são todos para eles. Até se tiverem o azar de ficar doentes e de baixa não lhe será renovado o contrato e supostamente deverão pagar os 8.000euros.
Há contratos muito melhores mas as pessoas assinam o que quizerem