Autor Tópico: Enfermagem com 5 anos?  (Lida 9718 vezes)

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #15 em: Abril 17, 2007, 17:35:57 »
Citação de: "Boss_Nunes"
Amigo parreira, a opção da ordem em fazer exame de admissão tem aspectos negativos e positivos, quando comparados com outros estratos profissionais, o exame é uma mais valia para garantir a qualidade de ensino tão preconizada nos dias que correm, podemos cair no descredito de determinadas pessoas serem admitidas graças a outros "meios", no entanto acho que o futuro passa mesmo por este exame.


Sinceramente não vejo qual a relação entre a realização de um exame e a melhor ou pior qualidade de ensino, mas se a ordem interviesse na avaliação/inspecção/auditorias (o que lhe queiram chamar) das escolas e seu corpo docente aí sim poderia avaliar-se a qualidade do ensino. hoje em dia abrem-se escolas e cursos sem qq. intervenção da ordem e esta nada faz para que a situação se modifique, nestes casos acho eu que a qualidade do ensino fica muito aquém daquilo que se pretende de um futuro profissional de enfermagem, falo por experiencia pp. pois já fui aluno e agora sou profissional num serviço onde fazem estágio muitos alunos.

Offline Boss_Nunes

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 141
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #16 em: Abril 17, 2007, 19:10:59 »
A relação é obvia, se com a realização desses exames se verificar que os alunos de escola x com algum frequencia não conseguem obter avaliação positiva nos mesmos, a ordem poderá emitir um parecer sobre a qualidade do ensino dessa instituição
Hugo Santos
AKA bossnunes

Offline MulherAspirina

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
No Brasil
« Responder #17 em: Abril 17, 2007, 23:58:33 »
Aqui no Brasil o exame também será realizado após a conclusão do curso, essa nova estratégia já foi aprovada e entrará em vigor no ano de 2008.
beijos do Brasil!!!
:)

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #18 em: Abril 18, 2007, 10:31:11 »
Citação de: "Boss_Nunes"
A relação é obvia, se com a realização desses exames se verificar que os alunos de escola x com algum frequencia não conseguem obter avaliação positiva nos mesmos, a ordem poderá emitir um parecer sobre a qualidade do ensino dessa instituição

Então em vez de se fazer prevenção faz-se a cura. Os alunos que paguem as deficiências do ensino. Continuo a não entender qual a relação entre a realização de um exame e a qualidade do ensino.

Offline Boss_Nunes

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 141
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #19 em: Abril 18, 2007, 10:57:07 »
Em primeiro lugar, a prevenção não é o objectivo primordial da nossa profissão, esse será a promoção. Em segundo obviamente a maior parte das instituições apenas forma profissionais para serem inseridos no paradigma dominante actual, que é a cura, se existem alguns "velhos do restelo", que são importantes e não os critico, que defendem que a qualidade do nosso ensino é má, esse exame pode ajudar a desvendar quais as instituições que prestam um serviço educatito mau. A ordem do engenheiros faz isto ha muito tempo, só são admitidos à profissão os que passam no exame. Amigo Parreira, tente perceber que a nossa profissão necessita urgentemente de uma consciencialização politica, a quantas reuniões de ordem o amigo assistiu no ultimo ano?
Hugo Santos
AKA bossnunes

Offline aLheiriX

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 175
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #20 em: Abril 19, 2007, 11:36:59 »
Nem mais!

Há que encontrar e reconhecer a qualidade e o nivel de conhecimentos dos futuros profissionais.

Offline ruienf

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 241
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #21 em: Abril 25, 2007, 05:53:32 »
Tópico bem interessante!...

Vou ser conciso:

1 - Não concordo com o regresso ao bacharelato e duvido que se consiga condensar a licenciatura em 3 anos. O que aprendi no CCFE foi importantíssimo para o meu actual desempenho profissional - não em termos de conhecimentos mas de paradigma pessoal e profissional. Exemplo simples do contributo do CCFE: passei a ler sobre teóricas por gosto e não por obrigação. Acham impossível? Também eu achava quando fiz o bacharelato! É para coisas destas que o CCFE serve...

2 - Penso ser urgente uma implicação directa da OE na formação académica dos enfermeiros. É notório um decréscimo da qualidade da formação a par de uma aumento insensato dos profissionais que se formam anualmente. Teste de admissão? Internato? Homolgação dos cursos pela OE? Não sei... mas é urgente que se faça algo.

3 - Autonomia da Enfermagem... Havemos de lá chegar. Mas ainda é escasso o conhecimento produzido por enfermeiros acerca da enfermagem. Há que continuar... devagar mas com segurança. E não é no domínio prático que reside a autonomia da enfermagem. Aliás, enquanto nos concentrarmos no "fazer" em vez de dotar a Enfermagem de recursos para "decidir", nunca seremos autónomos... Daí os 4 anos em vez de 3, mesmo que isso não signifique incremento nenhum na capacidade técnica dos enfermeiros.

4 - Desemprego... A população não vai exigir mais enfermeiros enquanto os enfermeiros não demonstrarem à população o que podem fazer por ela. Ninguém o vai fazer por nós!

Bem, afinal não fui assim tão conciso...
Rui Pedro Silva

Offline Leugim

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 430
    • Ver Perfil
Enfermagem com 5 anos?
« Responder #22 em: Abril 26, 2007, 18:44:39 »
Caro Rui

Claro que foi conciso! Se por mero acaso fosse um político teria ocupado 3 páginas deste forum só para dizer metade das coisas!...  :D

E para além disso tem razão em tudo o que disse! O maior problema é o facto de até agora estarmos habituados a que tudo caísse do céu... Quando não cai... o Tuga espera pela época das chuvas... :)

Miguel Oliveira

Offline miguelgp

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 5
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #23 em: Julho 04, 2007, 17:45:22 »
penso que a questão nao pode ser vista pelo numero de anos, porque bolnha preve profundas alterações ao nivel curricular, que devem passar por uma redução drastica do numero de horas de aulas, com um aumento consideravel das horas de estudo extra sala de aula.
Depois é preciso ver que licenciaturas e mestrados são simples designações. ou seja, o 1ciclo de bolonha chamado de Licenciatura não atribui (independentemente de durar 3 ou 4anos) as mesmas competencias (aliás a pratica de uma pessoa com formação no 1ºciclo de enfermagem so poder fazer pratica supervisionada) que um Licenciado no sistema. Para um futuro estudante ter as mesmas competencias que um Licenciado em enfermagem (por curso de licenciatura ou bacharelato+complemento) tera de fazer o mestrado.
o grande problema disto é que começa a haver uma desvalorização do titulo licenciatura (das actuais). em que se vai preferir um mestre de bolonha a um licenciado. 

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #24 em: Julho 04, 2007, 21:03:38 »
Colega Discovery não entre por aí...nas privadas é como nas públicas. Saiem de lá bons e maus enfermeiros. Ninguém compra nada. Todos estudam para o mesmo, e decerteza que todas as escolas tentam que os seus alunos sejam os melhores enfermeiros no mercado de trabalho, pois isso é que dá nome às escolas.

Tirei o meu curso de licenciatura numa privada. Tirei uma pós-graduação numa pública e estou a tirar o mestrado nessa mesma pública. A média da minha pós-graduação foi igual à nota final da minha licenciatura. Tirei média de 16 nas duas. Afinal...

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #25 em: Julho 04, 2007, 21:27:59 »
Sem dúvida alguma que tem direito à sua opinião. Mas a verdade é que conheço a realidade da privada e conheço a realidade da pública. É por mentalidades dessas de fazer distinção entre públicas e privadas que a enfermagem está como está. É por causa desses preconceitos que infelizmente a enfermagem não evolui, não se une, pois há sempre a alguém a apontar o dedo a dizer...tu vens da pública tu vens duma privada. Sendo assim, tanto faz a enfermagem ter 3, 4 ou 5 anos, pois não vamos a lado nenhum. É a diferença entre a enfermagem e outras profissões. Umas unem-se...outras desunem-se.

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #26 em: Julho 04, 2007, 22:08:42 »
Eu nunca vi esses facilitismo nem à entrada nem à saída. Muito pelo contrário...A opção de ir para longe foi sua...eu também aprofundo os meus conhecimentos...aprofundo-os em Portugal, secalhar na universidade onde tirou a licenciatura. Se está longe...penso que faz muito bem...é porque teve a possibilidade de entrar nessas parcerias entre universidades e ser uns dos eleitos para ir até ao outro lado do oceano.
Não estou a tirar em ciências da enfermagem...mas sim em geriatria e gerontologia.
Mas isto não é para discutir aqui...há um tópico de privadas e públicas e esse assunto já foi muito debatido. Ou então criar um tópico com o título o meu mestrado é em ciências da enfermagem e o teu não...toma toma  ;D
Mas uma coisa afirmo e reafirmo...a enfermagem não evolui só aumentando para 5anos ou reduzindo para 3anos, sendo todos especialistas ou todos mestres. A enfermagem só evolui com a união dos enfermeiros...e não a apontar dedos uns aos outros. Acima de tudo temos que mudar mentalidades.
Afinal, estando em Portugal ou no Brasil ou na China, todos queremos o mesmo...uma profissão que seja reconhecida e valorizada pela sociedade.

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #27 em: Julho 04, 2007, 22:49:31 »
Não era preciso apagar as mensagens. Afinal é a opinião de cada um de nós, com divergências diferentes. São as trocas de opiniões que nos fazem crescer.

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #28 em: Julho 13, 2007, 18:59:31 »
Olá,

Eu penso que os conhecimentos de que um enfermeiro precisa para exercer a sua profissão são tão vastos, que quatro anos de Escola, com o modelo de Teoria/Prática, não me parecem demais.

Mas talvez se pudessem condensar em três, que era a duração do Curso na altura em que o fiz (1984/1987), mas com uma enorme carga horária. Não sei como é hoje, mas nós tínhamos tantas horas de curso em três anos como o curso de direito, que era de cinco.

O que eu penso que pode e deve ser considerado é um ano ( ou dois) de estágio tutelado e remunerado, como eu fiz, mas já visando uma especialidade, ao contrário do que aconteceu comigo.

Assim o entendo, não por força da atribuição de grau académico, mas por razões de segurança e qualidade do exercício.

Não interessa sermos mestres ou pós-graduados ou doutores, temos de ser especialistas! Só assim poderemos trabalhar no sentido da autonomia e visibilidade.

Abraço.

Offline flexorcarpi

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 75
    • Ver Perfil
Re: Enfermagem com 5 anos?
« Responder #29 em: Julho 26, 2007, 19:59:32 »
8)

Caros Colegas,

Parece-me fundamental disciplinar a enfermagem em Portugal, vejo privadas a surgir sem condições, quer fisicas, quer pedagógicas, quer humanas; vejo públicas a aumentar o numero de alunos desmesuradamente, muitas vezes também sem condições fisicas, pedagógicas e humanas.

Ninguém parece preocupar-se com o facto de encontrarmos pelos nossos internamentos magotes de alunos de enfermagem, por vezes mais de 10, sendo que os enfermeiros tutores e de referencia são obrigados a ficar com 2 e 3 alunos para orientar... meus senhores... é complicado orientar um, quanto mais ajudar 3.
Bolonha pode ajudarmos, mas só se quisermos.

Eu sou a favor dos 4 ou cinco anos, desde que aumentem a exigencia, propiciem tempo para estudar e aprender, e permitam campos de estágio e aprendizagem dotados de condições: enfermeiros capazes e disponiveis para orientar novos colegas no acesso à profissão.
Não descurem a componente teórica... é a que mais falha na nossa profissão. Ouço demasiadas vezes dizer: eu não tenho que saber isso, ...ninguém me paga para me preocupar com isso... era o que faltava... se calhar pensam que tenho que saber tanto como os médicos...

Cavalheiros, temos que saber mais, e sobretudo saber ser. P.e. acho que não devemos ser policias do trabalho dos outros: é o médico que não prescreve determinada terapeutica, se esquece de pedir análises, pede e depois não as vê, dá indicações contraditórias (quase que pelo prazer de mandar no enfermeiro), que não preenche na totalidade documentos médicos e que depois os outros serviços procuram o enfermeiro para resolver... parem de fazer o que não lhes compete e começem a fazer apenas o que os vossos doentes precisam, sejam gestores de cuidados e prestadores de cuidados. Dessa forma serão autonomos, e não automatos.

Quanto ao exame à ordem, acho muito bem, sei que é paliativo, mas em pouco tempo criar-se-à o ranking informal, tal como existe noutras profissões, das escolas que não conseguem formar enfermeiros capazes! e dessa forma a procura desses estabelecimentos diminui, ou eles melhoram a formação...


Saudações para todos