Autor Tópico: Hidradenite - Ajuda  (Lida 3568 vezes)

Offline Anaid89

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Hidradenite - Ajuda
« em: Fevereiro 02, 2012, 20:33:02 »
Boa tarde, colegas.

Venho deixar este tópico, na expectativa que a vossa experiência e conhecimentos me possam ajudar.
Foi diagnosticado a uma familiar minha, há cerca de 1 ano, hidradenite supurativa. Começou por surgir na região axilar esquerda, tendo sido inicialmente confundida com furunculos. A verdade é que começou a criar diversos focos purulentos, tendo mesmo de ser lancetada. Há cerca de 2 meses, apareceu na axila direita, onde teve de ser novamente lancetada, ficando com dreno que entretanto já foi retirado. Ela já recorreu a diferentes médicos que receitam diferentes antibioticos, todavia a inflamação é constante.  O tratamento realizado no centro de saúde é apenas de lavagem com soro e aplicação de fucidine (prescrito pelo último médico). Não vejo grandes melhorias, pelo contrario apenas vão surgido novos focos purulentos. Neste momento a pessoa em questão encontra-se a fazer o Floxapen, 500 mg, 3 vezes por dia (a dose maxima recomendada) que parece ter diminuido ligeiramente os sinais de infecção. Nâo obstante, não se observam evoluções na cicatrização e continuam a aparecer novos focos na região perineal.

Eu gostaria de pedir a alguém que tivesse experiencia com esta patologia crónica que me desse alguns conselhos e sugestões de tratamentos. Eu sou recem-licenciada e, honestamente, nunca tinha tido conhecimento desta doença até então. Caso seja necessário terem uma visão mais concreta da situação eu posso enviar fotos que tirei recentemente a ambas as axilas.

Agradeço imenso a vossa atenção. Os melhores cumprimentos.

Offline falupo

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 15
    • Ver Perfil
Re: Hidradenite - Ajuda
« Responder #1 em: Fevereiro 06, 2012, 19:14:38 »
conhecida também por hidrasadenite... É uma complicação. Tive um doente que teve isso, andou a ser tratado como se fosse um quisto pilonidalis... ;as não houve alternativa, teve que se efectuar a exerese cirurgica de todo o tecido doente, e a cicatrização +e feita por 2ª intenção.

Offline Anaid89

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Re: Hidradenite - Ajuda
« Responder #2 em: Fevereiro 10, 2012, 23:40:04 »
Agradeço a resposta, colega. Ela foi a uma consulta de cirurgia plástica ontem e vai realmente ser sujeita a exérese cirurgica e colocação de enxerto. O médico disse que nem vale a pena realizar pensos com um produto especifico. Basta lavar a região com agua potável e sabão neutro e colocar compressas até à cirurgia. Acabou por prescrever fucidine per os, em vez de pomada e parou o floxapen.

Mais uma vez obrigada e cumprimentos.

Offline aNdR3

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1636
    • Ver Perfil
Re: Hidradenite - Ajuda
« Responder #3 em: Fevereiro 11, 2012, 16:27:29 »
Olá,

Numa hidradenite/hidrosadenite complicada como é o caso, para um tratamento médico eficaz é necessário realizar uma cultura bacteriológica do microrganismo presente no exsudado que a ferida apresenta para uma vez obtido o antibiograma, aplicar o tratamento com o antibacteriano correcto.

No caso de o tratamento médico não resultar, realmente deve proceder-se a uma exérese cirúrgica do abcesso interno e muitas vezes estão inclusive complicadas por fístulas internas.

Quanto à exérese cirúrgica, penso que não tem que ser apenas feita por meio de cirurgia plástica, senão que por cirurgia geral ambulatória ou com internamento poderá ser feito. A cirurgia plástica seria mais necessária no caso de ser mesmo muito complicada ou necessária a reconstrução da área intervencionada.

Cumps.
[size=80]Quem atribui à crise os seus fracassos e penurias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a negligência para encontrar as saídas e as soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos. É na crise que surge o melhor de cada um, porque sem crise todo o vento é uma carícia. Falar da crise é promove-la e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar por superá-la.

Não pretendamos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
[/size]