Autor Tópico: Larvas?!  (Lida 3367 vezes)

Offline catnurse

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Larvas?!
« em: Julho 05, 2011, 17:02:11 »
Olá colegas.

Algum de vocês já teve o prazer de destacar um penso e a ferida estar repleta de larvas? Eu acabei de o ter. :o  Aguardo testemunhos.

Offline aNdR3

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1636
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #1 em: Julho 05, 2011, 17:08:43 »
Sim já vi também, curiosamente a ferida apesar de bastante colonizada estava incrivelmente limpa, no que respeita a tecido desvitalizado e necrosado. Ao que parece este paciente foi deixado "um pouco" ao abandono no seu domicílio com uma úlcera trocantérica que com o calor e moscas terminou nesse resultado.
[size=80]Quem atribui à crise os seus fracassos e penurias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a negligência para encontrar as saídas e as soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos. É na crise que surge o melhor de cada um, porque sem crise todo o vento é uma carícia. Falar da crise é promove-la e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar por superá-la.

Não pretendamos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
[/size]

Offline catnurse

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #2 em: Julho 05, 2011, 17:29:21 »
A doente em questão está num apartamento aparentemente limpo. Trata-se de um lar clandestino e pediram-me para la ir fazer o penso. Da 1º vez que la fui estava com cheiro desagradável e muito exsudativa. Limpei com SF coloquei aquacell ag,  uma palca de mepilex e fechei com uma ligadura. Da ultima vez que la fui estava com muito melhor aspecto. Hoje quando la cheguei a ligadura esta rodeada de mosquitos, mas não estranhei muito uma vez que esta calor e o cheiro que exala atrai os mosquitos. Quando abri o penso a ferida estava limpa, continua exsudativa mas sem cheiro, mas estava cheia de larvas. Sinceramente aquilo repugnou-me, porque odeio larvas, minhocas, cobras...rrruuuhhhh! Algum conselho?? Obrigado

Offline Boiler

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 287
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #3 em: Julho 05, 2011, 21:11:22 »
O penso estava como o deixaste? Só me lembro de uma possibilidade de a placa se ter descolado e ter sido recolocada e nesse intervalo de tempo ter sido colonizada pelas larvas.
Existe tratamento de feridas que recorre ao uso de larvas, mas são esterilizadas e vêm dentro dum saco, precisamente para não repugnar ninguém e para não ser esquecida nenhuma, sobretudo em locas. Por isso, é natural que a ferida esteja muito melhor e sem tecido desvitalizado, porque é precisamente isso que as larvas fazem (digerem tecido desvitalizado).
Conselho: Para além da dita placa Mepilex (que não sei do que se trata, porque utilizo os nomes do princípio activo e ligo pouco ao nome comercial) que deve ter rebordo adesivo, pode-se reforçar esse mesmo rebordo com adesivo cortado e colado como caixilho de uma janela (em toda a volta do tal penso). E verifica se tem o aspecto com que tu deixaste ou se tem sido adulterado..

Cumprimentos
"What is the most resilient parasite? A bacteria? A virus? An intestinal worm? ...An idea. Resilient, highly contagious. Once an idea has taken hold of the brain it's almost impossible to irradicate. An idea that is fully formed, fully understood. That sticks, right in there somewhere."

Offline sergiojorge

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 116
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #4 em: Julho 05, 2011, 22:06:22 »
Citação de: catnurse
Olá colegas.

Algum de vocês já teve o prazer de destacar um penso e a ferida estar repleta de larvas? Eu acabei de o ter. :o  Aguardo testemunhos.

Por volta da hora a que publicaste este post, eu estava a viver a minha primeira experiência com larvas.
Na minha situação, o penso na região do calcâneo tinha sido removido e estava "a secar ao ar". Quando comecei a fazer desbridamento com lâmina ao tecido desvitalizado eis que as "amigas" aparecem do interior do tecido desvitalizado. Confesso que fiquei atrapalhado, sem saber muito bem o procedimento a ter. Estou receptivo a partilha

Offline catnurse

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #5 em: Julho 06, 2011, 15:28:43 »
O penso estava como eu o deixei. Aliás por cima do Mepilex( placa de espuma de poliuretano), eu coloco sempre uma ligadura do pé ao joelho, já para evitar que se descole. O meu medo é que a doente faça uma sepsis! Aquilo sendo um lar clandestino elas não têm apoio médico, ontem após realizar o penso eu disse a responsável que a doente precisava de um antibiótico, mas não sei se elas vão tratar disso. A ferida devia ser lavada com um anti séptico, não acham? O problema é que o anti séptico iriam destruir os tecidos neo formados, e apesar das larvas a feria estava com óptimo aspecto. Obrigada pela ajuda

Offline aNdR3

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1636
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #6 em: Julho 07, 2011, 15:50:10 »
O meu conselho já que as larvas fizeram um excelente trabalho e aproveitando o mal que veio trazer algum bem, faz uma desinfecção com Clorexidina a 0.5% (anti-séptico) ou 1ml de Clorexidina 5% diluída em 100ml de SF e faz um bom regadio de toda a ferida e dentro da loca com uma seringa se tiver cavidade. Neste último caso assegura-te que não fica acumulada dentro espremendo bem para retirar o excesso. Ao contrário da Iodopovidona não seca tanto os tecidos.

Seguidamente se tiver tecido desvitalizado ainda que duvido se as larvas lá estiveram tempo suficiente é aplicar colagenase em dose baixa para fazer um desbridamento químico do que reste. Caso contrário é começar com hidrogel para estimular a granulação e epitelização e começar a fechar.

Pah, sinceramente depende muito do estado da ferida mas sem ver é complicado.


Uma pequena nota, estamos aqui a discutir sobre um problema num lar ilegal e tu especificamente estás a partilhar e a compactuar com isso.
[size=80]Quem atribui à crise os seus fracassos e penurias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a negligência para encontrar as saídas e as soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos. É na crise que surge o melhor de cada um, porque sem crise todo o vento é uma carícia. Falar da crise é promove-la e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar por superá-la.

Não pretendamos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
[/size]

Offline nelson.enf@gmail.com

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #7 em: Julho 08, 2011, 11:49:00 »
Citação de: catnurse
Olá colegas.

Algum de vocês já teve o prazer de destacar um penso e a ferida estar repleta de larvas? Eu acabei de o ter. :o  Aguardo testemunhos.


A presença de larvas nos leitos das feridas não é grave. Significa apenas que em algum momento houve contacto de moscas com o leito da ferida. Basta lavar bem a ferida com Soro Fisiol. e realizar novamente o penso. Recordo que há países onde se faz o tratamento de feridas (biológico) com recurso ao uso de larvas que são produzidas em laboratório com moscas e que é comercializado em frascos com larvas para serem aplicadas no leito de feridas com tecido necrosado/desvitalizado. Não foi por acaso que a referida ferida se encontrava limpa. Sempre ao dispor. Cumprimentos

Offline catnurse

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 29
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #8 em: Julho 08, 2011, 17:34:38 »
Obrigado a todos pelos vossos testemunhos. Finalmente acho que consegui livrar-me das larvas. Em relação a estarmos a falar de um pseudo-lar ou lar clandestino como lhe queiram chamar, realmente é uma pena, mas cada vez são mais e caso não saibam até os Centros de Saúde ( fecham os olhos) e encaminham os Enfermeiros a esse tipo de lares para fazer domicílios. Infelizmente não é toda gente que tem possibilidades de colocar um familiar num Lar legal por isso só nos resta esperar que todos os colegas Enfermeiros e Médicos que visitam esses Lares façam o melhor que podem por essas pessoas.

Offline BanIA

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 197
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #9 em: Julho 09, 2011, 14:54:30 »
Vânia*

Offline BanIA

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 197
    • Ver Perfil
Re: Larvas?!
« Responder #10 em: Julho 09, 2011, 14:57:23 »
Citação de: aNdR3

Uma pequena nota, estamos aqui a discutir sobre um problema num lar ilegal e tu especificamente estás a partilhar e a compactuar com isso.

concordo plenamente!!!
Vânia*