Forumenfermagem

Autor Tpico: Enfermeiro para domicilio no Porto  (Lida 8260 vezes)

Offline AgnesLGN

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro para domicilio no Porto
« Responder #15 em: Maro 28, 2011, 17:09:57 »
Citao de: Rui C
Bom dia colegas. Fui a entrevista na 5f. Com tanta exigncia e pagam miseravelmente. Estavam muito animados e interessados porque o meu perfil encaixava no que queriam mas quando chegamos parte em que disseram que seria a recibos verdes e eu disse que estou a receber subsdio de desemprego, a entrevista ficou por ali...

Mas certo que o tempo que l estive deu para perceber que l andam vrios colegas a trabalhar, sujeitando-se a receber menos do que as empregadas domsticas (com todo o respeito que tenho por elas).

Cuidado com a constante condenao das pessoas que trabalham.
As pessoas esquecem-se que a precariedade no est a cair so na enfermagem. At parece que nao veem as noticias...H muitas outras profisses (que exigem ensino superior) em que as pessoas se sujeitam aos (falsos) recibos verdes e a serem mal pagos...Em troca de depois nao estarem parados e irem enriquecendo o curriculo com experiencia profissional. Uns optam por continuar a estudar e enriquecer o curriculo com mais cursos e diplomas (que cada vez tem trazido menos saidas profissionais) Outros optam por enriquecer com experiencia profissional. So opes. Cada um com as suas... E como disse...voc vive do subsidio de desemprego. Eu estou ha um ano a trbalhar num hospital a recibos verdes apenas a 6 euros/hora...Podes-me chamar os nomes todos que quiseres..mas a verdade que se nao tivesse aceitado este trabalho neste momento estaria h um ano em casa dos pais, desempregada, com nenhuma experiencia hospitalar e SEM subsidio nenhum. "Mais vale um passaro na mo..." Como so vejo anuncios a pedir experiencia profissional, em vez de andar a pagar mais cursos...decidi optar pelo trabalho precario, em que ainda vou ganhando qualquer coisa e alem do mais ainda ganho a tal experiencia que tanto valorizam. Alm disso estando a pagar IRS+seguraa social e nao recebendo nada em troca...nao estou a ser uma despesa para o estado (subsidio)..por isso, tenho a consciencia limpa. Por isso, em vez de criticares, agradesse a esses colegas que estao a trabalhar nessas condioes, para que tu tenhas o teu subsidio de desemprego.
Se preferires viver do subsidio de desemprego em vez de aceitar trabalho precario, a opao tua, ningum tem nada a ver com isso... a tua vida, as tuas opes. Se tens subsidio, porque tens direito a ele. Agora se outros tomam decisoes diferentes, tambm tens de as respeitar.
A dvida requer mais coragem do que a convico, e mais energia; porque a convico um lugar de repouso e a dvida infinita"

Offline AgnesLGN

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro para domicilio no Porto
« Responder #16 em: Maro 28, 2011, 17:40:09 »
Citao de: PMCBA
Citao de: Magnolia
Eu sei que uma realidade na pratica os processos de recrutamento acabam por valorizar os homens, embora nao seja explicito.. impossivel evitar isso.

Lamento colega, est enganada.
J por diversas vezes vi anncios ou notcias, mesmo oficiais, em k se referem como dizendo enfermeirAs.

Alias na rea de enfermagem o universo feminino muito maior (basta visitar as esoclas e facilmente se percebe, j o inverso se verifica na maioria das engenharias), logo normal que se peam mais mulheres que homens, e depois h sempre uma ideia generalizada de que as mulheres so melhores cuidadoras - at certo ponto podem ter alguma razo, mas nem sempre.


Provavelmente nao ficou muito explicito, mas eu no estava a falar especificamente da enfermagem. Estava a falar do mercado de trabalho em geral. J esta provado estatisticamente que os homens teem mais oportunidades.

E isso dos anuncios para "enfermeirAs" tambm me irrita mnuito..a serio. Mas isso tb acontece da mesma forma  em livros de enfermagem..em que aparecem la varias descries "enfermeirA isto..enfermeirAs aquilo"..O erro comea logo a...=/

Alm do mais..ja tive varias experiencias que me deram a entender que ha uma certa preferencia pelas empresas/clinicas/hospitais em chamarem os homens. Um dos exemplos foi quando um grande grupo de pessoas conhecidas candidatou-se espontaneamente para um hospital..,passado algum tempo o hospital comeou a contactar essas pessoas...mas por coincidencia ou nao..s os homens que estavam a ser contactados. Foi at engraado que duas dessas pessoas que se tinham candidatado eram um casal de namorados (tiraram o curso na mesma escola, na mesma altura, ambos sem experiencia profissional, a mesma formaao profissional) e s o rapaz que foi contactado. Mas claro que a experiencia sempre subjectiva...provavelmente h quem tenha experiencias opostas.
Mas nao acho de todo que chamem mais mulheres. Ora vejamos...na area de enfermagem o universo maioritariamente feminino..Ora, o que preferem as mulheres? Outra mulher, ou um homem, para variar um bocadinho o cenario? Eu acho que a segunda opo mais vivel :p
A dvida requer mais coragem do que a convico, e mais energia; porque a convico um lugar de repouso e a dvida infinita"

Offline Rui C

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 73
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro para domicilio no Porto
« Responder #17 em: Maro 31, 2011, 10:58:05 »
Citao de: Magnolia
Citao de: Rui C
Bom dia colegas. Fui a entrevista na 5f. Com tanta exigncia e pagam miseravelmente. Estavam muito animados e interessados porque o meu perfil encaixava no que queriam mas quando chegamos parte em que disseram que seria a recibos verdes e eu disse que estou a receber subsdio de desemprego, a entrevista ficou por ali...

Mas certo que o tempo que l estive deu para perceber que l andam vrios colegas a trabalhar, sujeitando-se a receber menos do que as empregadas domsticas (com todo o respeito que tenho por elas).

Cuidado com a constante condenao das pessoas que trabalham.
As pessoas esquecem-se que a precariedade no est a cair so na enfermagem. At parece que nao veem as noticias...H muitas outras profisses (que exigem ensino superior) em que as pessoas se sujeitam aos (falsos) recibos verdes e a serem mal pagos...Em troca de depois nao estarem parados e irem enriquecendo o curriculo com experiencia profissional. Uns optam por continuar a estudar e enriquecer o curriculo com mais cursos e diplomas (que cada vez tem trazido menos saidas profissionais) Outros optam por enriquecer com experiencia profissional. So opes. Cada um com as suas... E como disse...voc vive do subsidio de desemprego. Eu estou ha um ano a trbalhar num hospital a recibos verdes apenas a 6 euros/hora...Podes-me chamar os nomes todos que quiseres..mas a verdade que se nao tivesse aceitado este trabalho neste momento estaria h um ano em casa dos pais, desempregada, com nenhuma experiencia hospitalar e SEM subsidio nenhum. "Mais vale um passaro na mo..." Como so vejo anuncios a pedir experiencia profissional, em vez de andar a pagar mais cursos...decidi optar pelo trabalho precario, em que ainda vou ganhando qualquer coisa e alem do mais ainda ganho a tal experiencia que tanto valorizam. Alm disso estando a pagar IRS+seguraa social e nao recebendo nada em troca...nao estou a ser uma despesa para o estado (subsidio)..por isso, tenho a consciencia limpa. Por isso, em vez de criticares, agradesse a esses colegas que estao a trabalhar nessas condioes, para que tu tenhas o teu subsidio de desemprego.
Se preferires viver do subsidio de desemprego em vez de aceitar trabalho precario, a opao tua, ningum tem nada a ver com isso... a tua vida, as tuas opes. Se tens subsidio, porque tens direito a ele. Agora se outros tomam decisoes diferentes, tambm tens de as respeitar.

Deves andar mal informada, porque caso no saiba, se tenho direito ao subsdio porque j fiz muitos descontos para a segurana social, ningum anda a trabalhar para mim, eu prprio trabalhei para mim! Dois anos seguidos a descontar aos 300/400 euros mensais, so mais que suficientes para agora me pagarem 8 meses de subsdio. Obviamente no ia aceitar a proposta perdendo de imediato o subsdio, sendo que me estavam a oferecer trabalho que puderia ser para 1semana apenas por exemplo. A prpria entrevistadora disse logo que no valia a pena, eu nem precisei dizer nada... Uma coisa ser humilde, outra coisa ser estpido.

Offline AgnesLGN

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro para domicilio no Porto
« Responder #18 em: Maro 31, 2011, 22:37:22 »
"Se tens subsidio, porque tens direito a ele. Agora se outros tomam decisoes diferentes, tambm tens de as respeitar." - Eu nao disse que nao tinhas o direito ao subsidio, pelo contrario.
Agora ve la..eu posso descontar tudo o que eu quiser..durante anos.. que nao terei direito a subsidio de desemprego...por isso que nao sei para onde vai o meu dinheiro (Visto q tb ja no ha grande visao para as reformas em tempos futuros) .olha estou a economizar enquanto posso..ganhar enquanto posso para criar a minha propria segurana social..que chama-se poupanas. para dps ter ainda algumas reservas para qdo ficar novamente desempregada...e ainda um comprovativo de que ja tenho alguma experiencia profissional.

O q eu quis dizer foi..estupidos ou nao, cada um toma as suas decisoes na vida..e assumem as consequencias. Se os outros aceitaram, o problema deles...sabes l a vida deles. se calhar nao tiveram oportunidade de trabalhar 2 anos para ter um subsidio de desemprego. Na TUA situaao, seria estupido. Tu que sabes o que melhor para ti.
A dvida requer mais coragem do que a convico, e mais energia; porque a convico um lugar de repouso e a dvida infinita"