Autor Tópico: "Lei dos Maiores de 23 anos"  (Lida 78617 vezes)

Offline Valgaeren

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 550
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #75 em: Setembro 06, 2008, 21:41:15 »
Citação de: enfmagalhaes
as pessoas querem ser licenciadas, que estudem á noite, acabem o 12 e concorram a universidade...... ou é igual para todos ou não..... uns estudam que se fartam e outros andam na boa vida e entram no curso na boa so porque tem 23 anos e so tem o nono ano...
os meu pais nunca tiveram mt posses, esforcei-me, tinha o dinheiro contado, mas entrei com media de 16,2 e fui o ultimo a entrar.....para que tanto esforço..... fazia so o nono ano e agora entrava no curso.....
nem sei como o pessoal continua no secundario apos o nono........ por este ponto de vista o 10 , 11 e 12 , não fazem qualquer sentido, não servem de nada......
e que não venham dizer que biologia do secundario não serve para nada......nem a matematica ( usa-se todos os dias na nossa actividade) podem é não dar por isso.....
querem ter as mesmas habilitações do que eu.... façam o mesmo percurso.... isto é aldrabice....

mas ja pensast q se calhar os candidatos ao mais 23, sao pessoas ja casadas, com filhos e q nao puderam continuar a estudar por motivos alheios e q passado uns anos decidem voltar a estudar.
nao se trata de justiça nem de ser igual pra todos, pq senao iriamos entrar numa discussao q ja enjoa neste pais... acho q ja perceberam de qual tou a falar.
DURA PRAXIS SED PRAXIS

Offline enfmagalhaes

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 20
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #76 em: Setembro 06, 2008, 21:54:13 »
não me venham com dificuldades e vissitudes da vida..... admiro aqueles que fizeram o 12 ano e entraram para a universidade em pe de igualdade e que iam as aulas de dia e trabalhavam parte da noite e ainda faziam uns bistacates  ao fim de semana..... Isto não é oportunidade , isto é facilitismo... ja agora porque fazer os quatro anos de enfermagem podiam todos passar para o ultimo ano......
VERGONHOSO........ sinto-me indignado....
podiamos entrar logo para o curso, nem é preciso saber ler nem nada......
CONCORDO COM FACILIDADES PARA QUEM TEVE MENOS OPORTUNIDADES NA VIDA, MAS ELIMINAR O 10, 11, 12..... POR FAVOR..... QUE FAÇAM ESTES ANOS EM HORARIO POS-LABORAL, POR MODULOS.... ISTO ERA O CORRECTO....EXISTEM CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS NÃO SO COMO BASE PARA O CURSO COMO PARA A FORMAÇÃO DA PESSOA EM SI....

Offline militar

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #77 em: Setembro 07, 2008, 00:20:02 »
Citação de: enfmagalhaes
não me venham com dificuldades e vissitudes da vida..... admiro aqueles que fizeram o 12 ano e entraram para a universidade em pe de igualdade e que iam as aulas de dia e trabalhavam parte da noite e ainda faziam uns bistacates  ao fim de semana..... Isto não é oportunidade , isto é facilitismo... ja agora porque fazer os quatro anos de enfermagem podiam todos passar para o ultimo ano......
VERGONHOSO........ sinto-me indignado....
podiamos entrar logo para o curso, nem é preciso saber ler nem nada......
CONCORDO COM FACILIDADES PARA QUEM TEVE MENOS OPORTUNIDADES NA VIDA, MAS ELIMINAR O 10, 11, 12..... POR FAVOR..... QUE FAÇAM ESTES ANOS EM HORARIO POS-LABORAL, POR MODULOS.... ISTO ERA O CORRECTO....EXISTEM CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS NÃO SO COMO BASE PARA O CURSO COMO PARA A FORMAÇÃO DA PESSOA EM SI....
Realmente...espero que seja mais tolelante com os seus pacientes do que com os seus futuros colegas que como no meu caso acabaram de entrar em enfermagem desta forma que considera tão vergonhosa e que o deixa tão indignado.
Voce não deve fazer mesmo a minima ideia do que ter dificuldades. Suponho que para si passar dificuldades significa querer sair com os amigos e ter pouco dinheiro ou alguma coisa desse genero.
Ou talvez pense que é só nos filmes que há pessoas que depois de passarem o dia inteiro a trabalhar por um ordenado miseravel saem a correr para ir entrar no segundo trabalho onde vão ficar ate de madrugada.
Diz que as bases de biologia,quimica e matematica são importantes, e eu concordo plenamente, mas sera assim tão dificil conceber a ideia de essas bases serem adquiridas pela experiencia, ou até de uma forma autodidacta, ou melhor ainda, não ter essas bases e ter de passar pelo dobro do esforço durante o curso para conseguir acompanhar a materia e ter boas notas.
Sinceramente toda essa amargura contra os "maiores de 23" parece-me ser apenas medo de que no futuro os empregadores prefiram enfermeiros mais velhos, mais responsaveis, já habituados a trabalhar, ao contrario dos jovens que até ao final do curso pouco mais fizeram alem de estudar e que não estão minimamente habituados ao dia-a-dia de um emprego.
Ou isso, ou então, se eu fosse um daqueles "profilers" que dá na serie da sic, diria que voce é uma pessoa profundamente intolerante, que não aceita nem respeita qualquer tipo de minoria, alem de ser tambem profundamente conservador, sentindo-se ameaçado por qualquer tipo de mudança que directa ou indirectamente mexa consigo, pois seja a mudança boa ou má, para si sera sempre má.
Termino por aqui, com os votos de que daqui a quatro anos ambos possamos estar neste forum, para eu lhe dizer a minha media final, de forma a poder comparar com outro (ou com a sua) que tenham entrado pela via convencional.


                                                                      Atensiosamente
A maior desilusão é a melhor razão para continuar!

Offline enfmagalhaes

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 20
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #78 em: Setembro 07, 2008, 01:12:33 »
ser mais velho não implica ser mais responsavel ou trabalhador.....não estou contra as pessoas que entraram , mas sim contra esta lei..... como disse defendo que se de novas oportunidades, mas acho um ma politica eliminar 3 anos ( 10 , 11 e 12 ) ....pode-se dar estes anos em pos laboral por modulos ou algo do genero, e concorrerem com as restantes pessoas e não ter assegurado 10 % das vagas..... é injusto para os demais...... claro na minha humilde opinião....

Offline militar

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #79 em: Setembro 07, 2008, 13:30:50 »
Citação de: enfmagalhaes
ser mais velho não implica ser mais responsavel ou trabalhador.....não estou contra as pessoas que entraram , mas sim contra esta lei..... como disse defendo que se de novas oportunidades, mas acho um ma politica eliminar 3 anos ( 10 , 11 e 12 ) ....pode-se dar estes anos em pos laboral por modulos ou algo do genero, e concorrerem com as restantes pessoas e não ter assegurado 10 % das vagas..... é injusto para os demais...... claro na minha humilde opinião....

Por favor permite-me discordar! Achas mesmo que dar os anos complementares em regime pos-laboral ou por modulos, ou seja o que vulgarmente se designa por "estudar á noite" é uma opção? Tirando o facto de como eu ja disse para algumas pessoas ser impossivel estudar á noite, temos ainda que considerar o tipo de ensino que existe no horario pos-laboral.
Eu não estou a falar sem saber, conheço muitas pessoas que fizeram os anos complementares á noite, e...por favor! Há de tudo! Desde quem vá a casa dos professores fazer testes de revisões que por coincidencia são rigorosamente iguais ao teste do dia seguinte, até professores que abandonam as salas e deixam os alunos "consultar" os livros e os apontamentos.
Achas mesmo que esses alunos estão preparados?
Aconselho-te a ler a minha primeira mensagem neste topico para veres os testes que tive que passar para conseguir entra.Esta na pagina 4 se não me engano.


                                                                          Atensiosamente 
A maior desilusão é a melhor razão para continuar!

Offline Elsa Vieira

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #80 em: Outubro 06, 2008, 20:25:10 »
Olá a todos, caros colegas e /ou futuros colegas.
Tambem eu gostaria de dar o meu parecer sobre o/os exames maiores de 23.
Para vossa informação, eu entrei este ano, por esse mesmo exame na escola superior de saude de Aveiro. Fiz apenas um exame cuja matriz era o indice do livro de biologia do 12º ano, tive 18 valores e concorri para a unica vaga que abriu em enfermagem (sim! Porque em Aveiro só abre uma vaga!). O exame conta 60% da nota final, os restantes 40% são para a analise do curriculo academico e laboral feito atravez da analise dos documentos que enviamos com a matricula e de uma entrevista. No final das contas tive 16 de nota final, e como foi a melhor nota entrei.
Agora, apesar de ter o 12º ano, feito no ensino noturno, e apesar de não ter tido a sorte de ter professores como foram ai descritos, todas as minhas notas foram merecidas, e bem merecidas. Finalizei o 12º com média de 16. E agora voces perguntam, então porque não entrastes pelo metodo normal?
A resposta é simples, a materia que dei á noite pertence ao antigo regime, então estaria em desvantagem ao fazer provas nacionais com alunos que frequentaram o novo regime.
E para aqueles que dissem que o 12º é indispensavel, e que os maiores de 23 até podem entrar mas o dificil é acabarem... até tem alguma razão, talvez tenhamos mais dificuldades, no entanto força de vontade não nos falta, por isso estamos aqui, prontos a lutar por um sonho, e agarramos esta oportunidade com todas as nossas forças!
Ainda vos digo mais... concorreram comigo, este ano, pelo menos uma aluna do 3º de anatomia patológica (que queria mudar de curso, e para alem da mudança de curso tentou tambem os maiores de 23), uma professora licenciada em educação fisica (que tinha o sonho de fazer licenciatura em enfermagem), e não foi por terem o 12º ano, e até alguma formação académica que tiverem melhor nota que eu!
Pois é, caros colegas, os maiores de 23 não vem tirar o vosso lugar, pois as vagas para os maiores de 23 n interferem na entrada por metodo normal, e somos alunos com os mesmos direitos e deveres que todos vós. Não somos nem mais inteligentes, nem mais burrus, apenas tivemos oportunidades diferentes e percursos de vida diferentes que agora se cruzaram na realização de um sonho comum, que é tirar a licenciatura em enfermagem.
Espero que recebam e interajam bem com os vossos colegas, pois eu fui muito bem recebida em Aveiro!

Offline Enfª Sofia

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #81 em: Outubro 06, 2008, 22:11:13 »
Citação de: Valgaeren
Citação de: enfmagalhaes
as pessoas querem ser licenciadas, que estudem á noite, acabem o 12 e concorram a universidade...... ou é igual para todos ou não..... uns estudam que se fartam e outros andam na boa vida e entram no curso na boa so porque tem 23 anos e so tem o nono ano...
os meu pais nunca tiveram mt posses, esforcei-me, tinha o dinheiro contado, mas entrei com media de 16,2 e fui o ultimo a entrar.....para que tanto esforço..... fazia so o nono ano e agora entrava no curso.....
nem sei como o pessoal continua no secundario apos o nono........ por este ponto de vista o 10 , 11 e 12 , não fazem qualquer sentido, não servem de nada......
e que não venham dizer que biologia do secundario não serve para nada......nem a matematica ( usa-se todos os dias na nossa actividade) podem é não dar por isso.....
querem ter as mesmas habilitações do que eu.... façam o mesmo percurso.... isto é aldrabice....



Caros Colegas:
Desculpem mas tenho que discordar da vossa opiniao. Entrei para o curso de Enfermagem pela via "dita normal" fiz o 10,11 e 12 ano, exames nacionais a todas as disciplinas e entrei. No entanto, eu era aluna de Humanidades. Nunca estudei biologia, física ou quimica durante o secundário.
Sou enfermeira, a exercer hà mais de um ano. Tambem axam que nao devia ter entrado???
Nota: entrei em enfermagem com a especifica de psicologia.

Pensem nisto. Nao é propriamente igual mas tem parecenças com as situações que discutem.
****

Offline charlie_ze

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 768
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #82 em: Outubro 07, 2008, 10:20:57 »
Esta discussão está a entrar em proporções um pouco exageradas. Não se deve discutir igualdade, mas sim equidade.
E só assim é que se pode discutir realmente a lei.....


O problema é que a política das novas oportunidades veio desacreditar o "ensino recorrente" , pois existem alguns locais que atribuem o 9º e o 12º ano a pessoas que nem contas básicas de matemática sabem.

Offline Herodes

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2220
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #83 em: Outubro 21, 2008, 08:22:58 »
Embora isto possa parecer concorrência desleal, também é bom ter presente que as pessoas com 23 anos ou mais, não têm a mesma pedalada de um jovem de 18 anos que começa o seu curso universitário. Certo?

Offline militar

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #84 em: Novembro 07, 2008, 12:49:37 »
Citação de: Elsa Vieira
Olá a todos, caros colegas e /ou futuros colegas.
Tambem eu gostaria de dar o meu parecer sobre o/os exames maiores de 23.
Para vossa informação, eu entrei este ano, por esse mesmo exame na escola superior de saude de Aveiro. Fiz apenas um exame cuja matriz era o indice do livro de biologia do 12º ano, tive 18 valores e concorri para a unica vaga que abriu em enfermagem (sim! Porque em Aveiro só abre uma vaga!). O exame conta 60% da nota final, os restantes 40% são para a analise do curriculo academico e laboral feito atravez da analise dos documentos que enviamos com a matricula e de uma entrevista. No final das contas tive 16 de nota final, e como foi a melhor nota entrei.
Agora, apesar de ter o 12º ano, feito no ensino noturno, e apesar de não ter tido a sorte de ter professores como foram ai descritos, todas as minhas notas foram merecidas, e bem merecidas. Finalizei o 12º com média de 16. E agora voces perguntam, então porque não entrastes pelo metodo normal?
A resposta é simples, a materia que dei á noite pertence ao antigo regime, então estaria em desvantagem ao fazer provas nacionais com alunos que frequentaram o novo regime.
E para aqueles que dissem que o 12º é indispensavel, e que os maiores de 23 até podem entrar mas o dificil é acabarem... até tem alguma razão, talvez tenhamos mais dificuldades, no entanto força de vontade não nos falta, por isso estamos aqui, prontos a lutar por um sonho, e agarramos esta oportunidade com todas as nossas forças!
Ainda vos digo mais... concorreram comigo, este ano, pelo menos uma aluna do 3º de anatomia patológica (que queria mudar de curso, e para alem da mudança de curso tentou tambem os maiores de 23), uma professora licenciada em educação fisica (que tinha o sonho de fazer licenciatura em enfermagem), e não foi por terem o 12º ano, e até alguma formação académica que tiverem melhor nota que eu!
Pois é, caros colegas, os maiores de 23 não vem tirar o vosso lugar, pois as vagas para os maiores de 23 n interferem na entrada por metodo normal, e somos alunos com os mesmos direitos e deveres que todos vós. Não somos nem mais inteligentes, nem mais burrus, apenas tivemos oportunidades diferentes e percursos de vida diferentes que agora se cruzaram na realização de um sonho comum, que é tirar a licenciatura em enfermagem.
Espero que recebam e interajam bem com os vossos colegas, pois eu fui muito bem recebida em Aveiro!

Fantastico! Desejo realmente a melhor sorte para esta nova etapa da sua vida, que tal como para mim apenas esta a começar.

Realmente... a nossa força de vontade faz milagres, e tenho a certeza que esses "milagres" vão ser apresentados de forma quantitativa no final do curso.
A maior desilusão é a melhor razão para continuar!

Offline IS

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 110
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #85 em: Novembro 07, 2008, 14:53:23 »
Eu sou enfermeira e concordo com esta lei.
Por vezes as pessoas não têm disponibilodade económica para continuar os estudos e desistem. Mas se passados anos têm essa possibilidade de passarem directamente para o ensino superior, devem aproveitar. O objectivo é aumentar o nº de licenciados e se essas pessoas tivesses que ir para o ensino nocturno desistiam a meio, pq não deve ser facil conciliar trabalho com estudos.
Por isso, só tenho a desejar-vos muita sorte

Offline EFerreira1984

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 182
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #86 em: Novembro 07, 2008, 17:43:21 »
Caros colegas:

Eu sou enfermeira. Entrei pela via dita "normal".

Porém, conheço bem as dificuldades em estudar e trabalhar!- sobreviver!

Fica aqui o meu testemunho, para o colega que considera que não há dificuldades (talvez na sua vida perfeita de menino priveligiado).

Sou orfã, comecei a viver sozinha com apenas 14 anos (o colega devia andar a ver os morangos com açucar na altura).

Trabalhei desde essa altura, conclui o secundário e prossegui estudos e trabalho até atingir a licenciatura!!!

Se foi fácil, não!
Se compreendo aqueles que tiveram que interromper o seu sonho porque não tiveram as mesmas oportunidades de vida que os restantes, concerteza!
Que merecem uma oportunidade, sim! (porque razão hão de ser sempre os mesmos a ser penalizados?! Já não tiveram a oportunidade na altura devida, e agora voltam a negá-la?!?)

Fale apenas da sua realidade, pois há muitas mais que de certo desconhece!

A minha é apenas uma de muitas!

Respeitosamente...
Ass: Eu

Offline isa_bruna

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 112
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #87 em: Novembro 07, 2008, 18:03:45 »
Citação de: militar
Citação de: enfmagalhaes
não me venham com dificuldades e vissitudes da vida..... admiro aqueles que fizeram o 12 ano e entraram para a universidade em pe de igualdade e que iam as aulas de dia e trabalhavam parte da noite e ainda faziam uns bistacates  ao fim de semana..... Isto não é oportunidade , isto é facilitismo... ja agora porque fazer os quatro anos de enfermagem podiam todos passar para o ultimo ano......
VERGONHOSO........ sinto-me indignado....
podiamos entrar logo para o curso, nem é preciso saber ler nem nada......
CONCORDO COM FACILIDADES PARA QUEM TEVE MENOS OPORTUNIDADES NA VIDA, MAS ELIMINAR O 10, 11, 12..... POR FAVOR..... QUE FAÇAM ESTES ANOS EM HORARIO POS-LABORAL, POR MODULOS.... ISTO ERA O CORRECTO....EXISTEM CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS NÃO SO COMO BASE PARA O CURSO COMO PARA A FORMAÇÃO DA PESSOA EM SI....
Realmente...espero que seja mais tolelante com os seus pacientes do que com os seus futuros colegas que como no meu caso acabaram de entrar em enfermagem desta forma que considera tão vergonhosa e que o deixa tão indignado.
Voce não deve fazer mesmo a minima ideia do que ter dificuldades. Suponho que para si passar dificuldades significa querer sair com os amigos e ter pouco dinheiro ou alguma coisa desse genero.
Ou talvez pense que é só nos filmes que há pessoas que depois de passarem o dia inteiro a trabalhar por um ordenado miseravel saem a correr para ir entrar no segundo trabalho onde vão ficar ate de madrugada.
Diz que as bases de biologia,quimica e matematica são importantes, e eu concordo plenamente, mas sera assim tão dificil conceber a ideia de essas bases serem adquiridas pela experiencia, ou até de uma forma autodidacta, ou melhor ainda, não ter essas bases e ter de passar pelo dobro do esforço durante o curso para conseguir acompanhar a materia e ter boas notas.
Sinceramente toda essa amargura contra os "maiores de 23" parece-me ser apenas medo de que no futuro os empregadores prefiram enfermeiros mais velhos, mais responsaveis, já habituados a trabalhar, ao contrario dos jovens que até ao final do curso pouco mais fizeram alem de estudar e que não estão minimamente habituados ao dia-a-dia de um emprego.
Ou isso, ou então, se eu fosse um daqueles "profilers" que dá na serie da sic, diria que voce é uma pessoa profundamente intolerante, que não aceita nem respeita qualquer tipo de minoria, alem de ser tambem profundamente conservador, sentindo-se ameaçado por qualquer tipo de mudança que directa ou indirectamente mexa consigo, pois seja a mudança boa ou má, para si sera sempre má.
Termino por aqui, com os votos de que daqui a quatro anos ambos possamos estar neste forum, para eu lhe dizer a minha media final, de forma a poder comparar com outro (ou com a sua) que tenham entrado pela via convencional.


                                                                      Atensiosamente


Está a dizer que acha correcto uma pessoa não estudar e ir trabalhar até fazer os 23 anos?
Porque depois até se torna mais fácil ter um canudo?
Enquanto os outros andaram a estudar, muitos pais a passar dificuldades para que pudessemos estudar, para virem pessoas sem o 12º ano concorrer ao mesmo nível que os que passaram a vida a estudar? E muitos deles a estudar e a trabalhar?
Tenham paciência tal como á facilidades para terem um canudo também á facilidades de fazerem o secundário! Porque não fazem primeiro o secundário?

Não tenciono ser agressiva, mas sei o que passei para chegar até aqui, e tenho amigos em que os pais passaram muitas dificuldades desde o 9º ano para que os filhos tirassem um curso. Assim mais parece que todo o sofrimento e dificuldades financeiras (sobretudo estas) foram em vão porque bastava terem esperado que os filhos fizessem 23 anos e as despesas iriam ser menores (porque não teriam as despesas do secundário - o livros e material escolar é "barato" para algumas pessoas).

Beijos  :-*

Offline militar

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #88 em: Novembro 09, 2008, 02:08:17 »
Citação de: isa_bruna
Citação de: militar
Citação de: enfmagalhaes
não me venham com dificuldades e vissitudes da vida..... admiro aqueles que fizeram o 12 ano e entraram para a universidade em pe de igualdade e que iam as aulas de dia e trabalhavam parte da noite e ainda faziam uns bistacates  ao fim de semana..... Isto não é oportunidade , isto é facilitismo... ja agora porque fazer os quatro anos de enfermagem podiam todos passar para o ultimo ano......
VERGONHOSO........ sinto-me indignado....
podiamos entrar logo para o curso, nem é preciso saber ler nem nada......
CONCORDO COM FACILIDADES PARA QUEM TEVE MENOS OPORTUNIDADES NA VIDA, MAS ELIMINAR O 10, 11, 12..... POR FAVOR..... QUE FAÇAM ESTES ANOS EM HORARIO POS-LABORAL, POR MODULOS.... ISTO ERA O CORRECTO....EXISTEM CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS NÃO SO COMO BASE PARA O CURSO COMO PARA A FORMAÇÃO DA PESSOA EM SI....

Tanta dor de Olecrânio!

O mais interessante em toda esta discussão é que todos aqueles que com o 12º e até a frequentar estudos superiores usaram a lei dos Maiores de 23 para entrar ou trocar de curso não parecem importar-se, e nenhum dos elementos deste forum que é contra esta lei parece tambem importar-se com estas situações.
Eu sei que o panorama de emprego não esta famoso mas não é necessario tentar mandar abaixo aqueles que no futuro vão ser seus colegas, talvez, quem sabe, seus chefes.
Como eu já disse e repito, devia ficar feliz pois estes que tanto condena muito provavelmente vão ser até melhores profissionais do que os outros, quanto mais não seja por estarem a realizar um sonho, enquanto que para os outros é apenas a continuidade natural, e muitos até estão desiludidos pois enfermagem não foi a sua primeira opção.
Vamos lá, aprender a aceitar a difereça é sinal de desenvolvimento intelectual.

Realmente...espero que seja mais tolelante com os seus pacientes do que com os seus futuros colegas que como no meu caso acabaram de entrar em enfermagem desta forma que considera tão vergonhosa e que o deixa tão indignado.
Voce não deve fazer mesmo a minima ideia do que ter dificuldades. Suponho que para si passar dificuldades significa querer sair com os amigos e ter pouco dinheiro ou alguma coisa desse genero.
Ou talvez pense que é só nos filmes que há pessoas que depois de passarem o dia inteiro a trabalhar por um ordenado miseravel saem a correr para ir entrar no segundo trabalho onde vão ficar ate de madrugada.
Diz que as bases de biologia,quimica e matematica são importantes, e eu concordo plenamente, mas sera assim tão dificil conceber a ideia de essas bases serem adquiridas pela experiencia, ou até de uma forma autodidacta, ou melhor ainda, não ter essas bases e ter de passar pelo dobro do esforço durante o curso para conseguir acompanhar a materia e ter boas notas.
Sinceramente toda essa amargura contra os "maiores de 23" parece-me ser apenas medo de que no futuro os empregadores prefiram enfermeiros mais velhos, mais responsaveis, já habituados a trabalhar, ao contrario dos jovens que até ao final do curso pouco mais fizeram alem de estudar e que não estão minimamente habituados ao dia-a-dia de um emprego.
Ou isso, ou então, se eu fosse um daqueles "profilers" que dá na serie da sic, diria que voce é uma pessoa profundamente intolerante, que não aceita nem respeita qualquer tipo de minoria, alem de ser tambem profundamente conservador, sentindo-se ameaçado por qualquer tipo de mudança que directa ou indirectamente mexa consigo, pois seja a mudança boa ou má, para si sera sempre má.
Termino por aqui, com os votos de que daqui a quatro anos ambos possamos estar neste forum, para eu lhe dizer a minha media final, de forma a poder comparar com outro (ou com a sua) que tenham entrado pela via convencional.


                                                                      Atensiosamente


Está a dizer que acha correcto uma pessoa não estudar e ir trabalhar até fazer os 23 anos?
Porque depois até se torna mais fácil ter um canudo?
Enquanto os outros andaram a estudar, muitos pais a passar dificuldades para que pudessemos estudar, para virem pessoas sem o 12º ano concorrer ao mesmo nível que os que passaram a vida a estudar? E muitos deles a estudar e a trabalhar?
Tenham paciência tal como á facilidades para terem um canudo também á facilidades de fazerem o secundário! Porque não fazem primeiro o secundário?

Não tenciono ser agressiva, mas sei o que passei para chegar até aqui, e tenho amigos em que os pais passaram muitas dificuldades desde o 9º ano para que os filhos tirassem um curso. Assim mais parece que todo o sofrimento e dificuldades financeiras (sobretudo estas) foram em vão porque bastava terem esperado que os filhos fizessem 23 anos e as despesas iriam ser menores (porque não teriam as despesas do secundário - o livros e material escolar é "barato" para algumas pessoas).

Beijos  :-*

A maior desilusão é a melhor razão para continuar!

Offline IS

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 110
    • Ver Perfil
Re: "Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #89 em: Novembro 09, 2008, 13:25:02 »
Sempre existiram excepções para a entrada no Curso de Enfermagem, e há mais de 5 anos atrás fui uma dessas excepções. No entanto tenho a certeza que fui melhor aluna e bem mais interessada que aqueles que entraram com 16 e que até chegaram a dizer que só ali stavam porque era uma área onde ainda havia trabalho.

Aqui pode-se ver que o espirito de união começa nas escolas... Depois não se podem queixar...