Forumenfermagem

Autor Tópico: "Lei dos Maiores de 23 anos"  (Lida 73581 vezes)

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #15 em: Janeiro 06, 2007, 11:19:23 »
Tenevora

Falar é fácil...muito fácil...mas uma pessoa que segue um curso de letras...é porque não queria enfermagem. E hoje em dia vê-se muitos desempregados dessas áreas a tentar concorrer a enfermagem, por estarem desempregados, e por pensarem que a enfermagem neste momento é uma profissão com emprego, e em que se ganha muito dinheiro.
Vais dizer que é mentira?

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #16 em: Janeiro 06, 2007, 15:06:12 »
Citação de: "enfsergio"
Tenevora

Falar é fácil...muito fácil...mas uma pessoa que segue um curso de letras...é porque não queria enfermagem. E hoje em dia vê-se muitos desempregados dessas áreas a tentar concorrer a enfermagem, por estarem desempregados, e por pensarem que a enfermagem neste momento é uma profissão com emprego, e em que se ganha muito dinheiro.
Vais dizer que é mentira?

se estas pessoas pensam que se candidatam a enfermagem por ser uma profissão ainda com capacidade de emprego e onde se ganha muito dinheiro, que tirem o "cavalinho da chuva" porque já hoje é muito dificil ter emprego em Portugal, no estrangeiro talvez depende do país, e quando acabarem o curso, daqui a 4 anos, de certeza que não têm emprego, devido às politicas adoptadas no sector da saúde pelos nossos governantes.

Offline Tenevora

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 11
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #17 em: Janeiro 06, 2007, 16:10:29 »
enfsergio: Não posso dizer se é verdade ou não, pois não tenho conhecimento de tal. No entanto o meu primeiro post deveu-se ao facto de haverem pessoas que julgam que, só porque alguem entra para um curso através da Lei p/ Maiores de 23anos, não têm qualificações nenhumas e acabam o curso sendo ignorantes. :roll:


É verdade que a maioria das pessoas ainda pensa que enfermagem é uma profissão com emprego garantido (as escolas de enfermagem não ajudam a desmentir isto) mas isso tambem se aplica aos estudantes de 12º que se candidatam ao curso. Se alguem vai para enfermagem para ser rico e trabalhar pouco, depressa descobre que não é o emprego certo... :lol:

Offline JoãoRocha

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #18 em: Fevereiro 04, 2007, 03:02:21 »
:o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #19 em: Fevereiro 04, 2007, 17:59:38 »
Os maiores de 23 anos até que podem gozar de um estatuto especial, até posso concordar! MAs a maior responsabilidade cabe a quem, nas escolas, confere o diploma de um curso a alguém que não reúne as condições mínimas para a prática profissional de qualidade, quer tenham 22 ou 60 anos! Qualquer dia, vamos ver novamente mongolóides como Enfermeiros (reparem que eu digo "novamente" pois há uns anos atrás, num dado hospital deste lindo país, existia um Enfermeiro com síndrome de Dawn, embora que pouco marcado!)

Offline Tininha

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 113
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #20 em: Fevereiro 05, 2007, 11:04:02 »
Assisti a uma entrevista do nosso Ministro das Ciências e Ensino Superior, Mariano Gago (na altura do Verão, se não me engano), que pretendia que Portugal tivesse mais Licenciados, para que o nosso país se pudesse igualar, em termos de Educação Superior, aos restentes países da União Europeia. Esta medida, que anterior/e tb existia (exames "ad-doc", como já tinham referido), serve para facilitar a entrada de pessoas com mais de 23 anos, que não tiveram oportunidade de ingressar no Ensino Superior, por diversos motivos, e que desejam completar o Ensino Superior. Se não me engano, abriram mais vagas e mudaram os critérios de selecção dos candidatos.

Queria dizer o seguinte: embora muitos de nós se tenha "esfolado" para conseguir as notas necessárias para entrar para Enfermagem, tb são muitos os que não conseguem entrar no Ensino Superior, e têm aqui uma oportunidade. Pode ser que seja injusto, tendo em conta o nosso ponto de vista, que tivemos de passar pelas "amarguras" de Secundário e Exames Nacionais,mas tb temos que nos colocar no pnto de vista de quem não teve, tlv, as mesmas oportunidades que nós e deseja ingressar.
Por exemplo,o caso do aluno que era/é socorrista, cujo o "bichinho" da Enfermagem mordeu, pk não tentar? Se essa pessoa entra, completa as disciplinas como outro aluno qualquer... quer dizer que se empenhou, não é? E se não teve bases no Ensino Secundário como eu, e passa as disciplinas, como eu passei tb, merece (pelo menos) a minha admiração pela sua dedicação.  
Às tnt é mais empenhado que certas pessoas que entram para Enfermagem e na realidade queriam Medicina, por exemplo...

A minha mãe vai tentar entrar para um curso superior, e sei que tem capacidades para tal. No emprego da minha mãe já existem 3 pessoas a frequentar cursos de Ensino Superior e estão a passar às disciplinas. Gostam de aprender e empenham-se, uma oportunidade que têm agora, k não tiveram no passado. São pessoas com experiência profissional, que já conhecem o mercado de trabalho. Uma mais valia para os Serviços onde estão a trabalhar.

Mas tenho que admitir que existem casos e casos... como por exemplo ser empregada no Hospital, ter a 4ª classe e entrar à frente de outros candidatos, por mais experiência profissional... bem, custa a engolir é verdade.. mas nao posso condenar antes de avaliar esta pessoa na sua prática e dedicação à profissão;fica a questão em aberto...   :?:
 Penso que alguém com a 4ª Classe, com uma certa idade, não consegue acabar o curso de Enfermagem; não é assim tão fácil qto isso! A verdade é que, ao entrar, poderia ter tirado o lugar a alguém com mais qualificações.. digo eu... :shock:

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #21 em: Fevereiro 06, 2007, 17:49:06 »
Citação de: "Son_Goku"
Os maiores de 23 anos até que podem gozar de um estatuto especial, até posso concordar! MAs a maior responsabilidade cabe a quem, nas escolas, confere o diploma de um curso a alguém que não reúne as condições mínimas para a prática profissional de qualidade, quer tenham 22 ou 60 anos! Qualquer dia, vamos ver novamente mongolóides como Enfermeiros (reparem que eu digo "novamente" pois há uns anos atrás, num dado hospital deste lindo país, existia um Enfermeiro com síndrome de Dawn, embora que pouco marcado!)

Atenção ao que dizes, qualquer doença não pode ser impeditiva de exercer uma profissão, desde que lhe sejam reconhecidas capacidades para tal, porque não. segundo a tua perspectiva se um enfermeiro por exemplo, ficasse infectado com uma doença (sida, hepatite) teria que obrigatoriamente deixar exercer a sua profissão, mas não é isso que acontece e ainda bem, não é que seja o meu caso, é apaenas a minha opinão e a de muitas centenas de profissionais de enfermagem. portanto deves ser mais comedido nas palavras que escreves.

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #22 em: Fevereiro 07, 2007, 00:22:57 »
O problema é que o dito enfermeiros não tinha manifestamente as capacidades mínimas exigíveis para o exercício da profissão. Mas em abono da verdade digo, que ele militou na profissão de Enfermagem num tempo em que qualquer um podia tornar-se Enfermeiro. Só temo que esse tempo esteja a voltar novamente.

Offline JoãoRocha

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
Aonde está a lógica afinal? :lol:
« Responder #23 em: Fevereiro 07, 2007, 01:05:33 »
Dado existirem supostas novas oportunidades de entrarem pessoas sem habilitações no ensino superior tenho a dizer que conheço bastantes casos de pessoas que acabaram o 12º ano com boas notas e como não entraram no curso superior que pretendiam tiveram de ir trabalhar.

Entretanto neste momento já são maiores de 23 anos, algumas destas pessoas com 26 anos e 27 anos, trabalhadores qualificados que queriam entrar no ensino superior mas nem sequer os deixaram concorrer através da "lei dos maiores de 23" porque têm o 12º ano completo!


Aonde está a lógica afinal?:lol:  :lol: :wink:  :wink:  :wink:  :wink:  :wink:


Ps. No próximo ano lectivo 2007/2008 as regras serão diferentes em alguns estabelecimentos do ensino superior dado que as pessoas sem habilitações já vão ter concorrência... finalmente!!!

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
Re: Aonde está a lógica afinal? :lol:
« Responder #24 em: Fevereiro 07, 2007, 16:03:41 »
Citação de: "JoãoRocha"
Dado existirem supostas novas oportunidades de entrarem pessoas sem habilitações no ensino superior tenho a dizer que conheço bastantes casos de pessoas que acabaram o 12º ano com boas notas e como não entraram no curso superior que pretendiam tiveram de ir trabalhar.

Entretanto neste momento já são maiores de 23 anos, algumas com 26 anos e 27 anos, trabalhadores qualificados que queriam entrar no ensino superior mas nem sequer os deixaram concorrer através da "lei dos maiores de 23" porque têm o 12º ano completo!


Aonde está a lógica afinal?:lol:  :lol: :wink:  :wink:  :wink:  :wink:  :wink:

 é que nem todas as leis são justas por não englobarem todos os casos, mas englobam a maioria .

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #25 em: Fevereiro 07, 2007, 16:06:28 »
Citação de: "Son_Goku"
O problema é que o dito enfermeiros não tinha manifestamente as capacidades mínimas exigíveis para o exercício da profissão. Mas em abono da verdade digo, que ele militou na profissão de Enfermagem num tempo em que qualquer um podia tornar-se Enfermeiro. Só temo que esse tempo esteja a voltar novamente.

as instituições têm um papel a dizer, agora com os novos contratos, se verificarem que estas pessoas não têm capacidades para o exercicio de uma profissão, provavelmente não os contratam ou não lho renovam.

Offline Jorgyte

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #26 em: Fevereiro 13, 2007, 12:09:01 »
Boas!
O que voçês devem estar a falar é o exame "had-doc".
Para vossa informação não são os maiores de 23 anos que prejudicam a classe dos enfermeiros, nomeadamente no desemprego. O exame não é nada fácil e também permite o acesso a medicina, srºs alunos de enfermagem, isto é, a qualquer curso do ensino superior português.
O grau literário não define o coeficientes de inteligência de cada um, e a prova disso é o infeliz autor dos post-it "João Rocha", com o comentário "Além disso avaliam o currículo, quem lavou mais retretes no hospital tem mais pontos" entre outros.
Para vossa informação os primeiros 6 num concurso a Auxiliar de Acção Médica no HSJ são enfemeiros recém-licenciados.
E com certeza que não andaram a limpar retretes de hospitais, mas a partir de agora vão passar andar, ordenados por semelhantes seus, e vão ter muitos pontos por isto.
Se calhar este "João Rocha" que até andou num externato "a subir notas porque a pública era muito injusta" perdeu uma boa oportunidade para estar caladinho..!
Enfermagem que é um estatuto pá! E tu sim, és um mau exemplo para os enfermeiros!

Offline carlosmano

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 30
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #27 em: Fevereiro 14, 2007, 12:49:56 »
Citação de: "enfsergio"
Tenevora

Falar é fácil...muito fácil...mas uma pessoa que segue um curso de letras...é porque não queria enfermagem. E hoje em dia vê-se muitos desempregados dessas áreas a tentar concorrer a enfermagem, por estarem desempregados, e por pensarem que a enfermagem neste momento é uma profissão com emprego, e em que se ganha muito dinheiro.
Vais dizer que é mentira?


Pah, só para os mais desatentos, o acesso para maiores de 23 anos é para quem não tem o secundário completo! Segundo as provas que são feitas além de valorizarem essencialmente o curriculo, incidem sobre áreas relacionadas com o curso, sem muita especificidade obviamente.
Terceiro todos os cursos podem abrir este tipo de vagas, que já existiam porque esta lei veio substituir os exames ad-hoc. Quarto, o número de vagas é reduzido, e não me parece que sejam as pessoas com 4ª classe que consigam entrar... suponho que os que têm o 12º ano incompleto tenham mais hipóteses.
Quinto, mas porque é que lhes faz tanta comichão (ou será prurido?) o facto de estas pessoas acederem ao ensino superior? Não têm elas que fazer o curso todo? A mim parece-me mais injusto que determinadas pessoas só porque têm dinheiro e conhecimentos consigam entrar nas malfadadas privadas (não falo de todos os alunos que lá entram)!
Os enfermeiros e as enfermeiras deste país têm que se preocupar com coisas mais sérias e mais prementes para a profissão!
Mau é haverem enfermeiros a sujeitarem-se a ganhar menos de 5 € por hora! Mau é haverem 3 enfermeiros para 30 ou mais clientes! Mau é existirem más práticas de enfermagem, e não serem corrigidas! Mau é não existir um controlo na saída de enfermeiros recém-formados pela OE!
Isso tudo é mau e muitas outras coisas vão mal... mas os enfermeiros preocupam-se com pormenores sem importância!

É de ficar triste com a enfermagem!

Offline PedroTT

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 50
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #28 em: Fevereiro 14, 2007, 15:30:57 »
Citação de: "Jorgyte"
Boas!
O que voçês devem estar a falar é o exame "had-doc".
Para vossa informação não são os maiores de 23 anos que prejudicam a classe dos enfermeiros, nomeadamente no desemprego. O exame não é nada fácil e também permite o acesso a medicina, srºs alunos de enfermagem, isto é, a qualquer curso do ensino superior português.
O grau literário não define o coeficientes de inteligência de cada um, e a prova disso é o infeliz autor dos post-it "João Rocha", com o comentário "Além disso avaliam o currículo, quem lavou mais retretes no hospital tem mais pontos" entre outros.
Para vossa informação os primeiros 6 num concurso a Auxiliar de Acção Médica no HSJ são enfemeiros recém-licenciados.
E com certeza que não andaram a limpar retretes de hospitais, mas a partir de agora vão passar andar, ordenados por semelhantes seus, e vão ter muitos pontos por isto.
Se calhar este "João Rocha" que até andou num externato "a subir notas porque a pública era muito injusta" perdeu uma boa oportunidade para estar caladinho..!
Enfermagem que é um estatuto pá! E tu sim, és um mau exemplo para os enfermeiros!


Andei numa Escola Secundária Pública para tua informação!
Eu tenho o direito de manifestar a minha indignação por uma lei injusta... depois de andar tantos anos a estudar e a fazer tantos sacrifícios pessoais e económicos. !
Insultar e fazer falsas suposições é sinal de  insegurança e de ignorância...

 O exame Adhoc é diferente da palhaçada  da "lei dos 23 anos"...antes de falar do que não sabes informa-te!O Adhoc acabou ...e esse era mais selectivo.

Ninguém está a falar do Adhoc....   :lol:  :lol:  :lol:

http://www.physiologyfundamentals.com/

PS.
Encontrei este site e achei-o mt bom para "renovar" os conhecimentos de anatomia e fisiologia.

Offline Tininha

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 113
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #29 em: Fevereiro 15, 2007, 11:01:06 »
Citação de: "Jorgyte"

Para vossa informação os primeiros 6 num concurso a Auxiliar de Acção Médica no HSJ são enfemeiros recém-licenciados.
E com certeza que não andaram a limpar retretes de hospitais, mas a partir de agora vão passar andar, ordenados por semelhantes seus, e vão ter muitos pontos por isto.


Isto é escandaloso!!!
Um insulto para nós, Enfermeiros!
Será que a Ordem não tem nada a dizer sobre este triste e humilhante acontecimento?

A nossa classe, que já prestigiou de muito, está a ficar cada vez mais degradada, sem valor social... como é que é possível que a Direcção de Enfermagem desse Hospital permita uma coisa dessas?