Forumenfermagem

Autor Tópico: "Lei dos Maiores de 23 anos"  (Lida 73580 vezes)

Offline JoãoRocha

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« em: Novembro 01, 2006, 00:06:55 »


 :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :(  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o  :o

Offline GracaT

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 30
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #1 em: Novembro 01, 2006, 10:10:21 »
Olá a todos! Para mim isto é uma grande novidade. eu tenho pessoas no meu curso que entraram através desta lei, mas tinham o 12ºano na area cientifico-natural ( já tinham experiência de TAE no Inem). A única diferença é que fizereram exames na escola e tiveram de ir a uma entrevista com o psicólogo da escola. Mas, entrar com o 4ºano é a regressão da enfermagem... ninguém deve entrar porque viu os enfermeiros fazer e logo pensam que conseguem fazer o mesmo!! Têm de ter bases cientificas..

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #2 em: Novembro 01, 2006, 12:47:47 »
Isso é impossivel
Ninguem com apenas 4ª classe pode concorrer a um curso superior. Logo não pode concorrer a enfermagem. Isso seria o cúmulo.
Tinha ouvido dizer que eram pessoas com 12ºano, que trabalhavam e que agora decidiram concorrer.
Não sei...
Mas parece-me tudo mt estranho...

Offline Roten_Boy

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1076
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #3 em: Novembro 01, 2006, 13:01:10 »
A mim também me parece muito estranho, mas vou ver se encontro essa cláusula de admissão, mas quem poder esclarecer primeiro...  :)

Sei é que quem frequentou o 9ºano + 1 (curso profissional) tem habilitações equivalentes ao 12ºano para concorrer ao ensino superior...

Offline Guytonn

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 313
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #4 em: Novembro 01, 2006, 13:43:37 »
Citar
Ninguem com apenas 4ª classe pode concorrer a um curso superior. Logo não pode concorrer a enfermagem. Isso seria o cúmulo.

De facto existe um estatuto para maiores de 25 anos que permite que uma pessoa com a 4ª classe  ingresse num curso superior mediante e execução de um exame "ad-hoc"

Citar
que é e para que serve o Exame Extraordinário de Avaliação de Capacidade para Acesso ao Ensino Superior
(ex- Exame Ad-Hoc.)?

é um exame que tem como objectivo possibilitar o ingresso no ensino superior a indivíduos que, não tendo as habilitações escolares exigidas e sendo maiores de 25 anos, mostrem possuir conhecimentos e capacidades que os qualifiquem a uma formação superior.
 
Quem se pode candidatar? Indivíduos que reúnam, as seguintes condições:

possuir ou completar 25 anos de idade até ao dia 30 de Setembro do ano em que pretende realizar o exame;
não possuir um curso secundário ou equivalente;
não ser titular de um curso de ensino superior.
 
 
Prazos?

Calendário
 
Onde se pode realizar a inscrição?

nos Serviços de Acesso ao Ensino Superior em cada distrito, ou nos serviços correspondentes das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.
 
Que documentos são necessários para a inscrição?

boletim de inscrição
boletim de Curriculum Vitae
declaração sob compromisso de honra de que satisfaz as condições de admissão
fotocópia simples do Bilhete de Identidade
certificados de habilitações
 
Preço da inscrição?

20 €
 
Quais as provas a realizar? Língua Portuguesa

é uma prova escrita de âmbito nacional comum a todos os cursos e que se destina a avaliar a capacidade de interpretação, exposição, expressão e imaginação do candidato;
tem carácter eliminatório, expresso em Admitido e Não Admitido;
realiza-se em estabelecimento de ensino superior público, particular e cooperativo e na Universidade Católica, de acordo com lista anualmente publicada em Diário da República.
a aprovação nesta prova mantém-se válida durante os 4 anos seguintes possibilitando efectuar mais uma inscrição com vista à realização das restantes provas para conclusão do exame
 
Entrevista

Destina-se a apreciar e a discutir o curriculum vitae, bem como as motivações do candidato na escolha do curso.
 
Provas Específicas

é uma prova da competência directa de cada estabelecimento cuja organização e realização está a cargo de um juri nomeado para o efeito
a prova poderá constar de um ou mais exames, todos com parte escrita e oral
na prova escrita, os candidatos que obtenham uma classificação igual ou inferior a 7 valores ou que não compareçam a uma parte escrita ou oral de um dos exames, são eliminados do exame.
 
Calendário
 
   
A que cursos se podem candidatar?

a cursos/estabelecimentos para o qual tenha realizado provas específicas;
as mesmas provas podem também conferir habilitação de acesso a curso congénere ministrado noutro estabelecimento de ensino superior, desde que, a requerimento do interessado, seja autorizado pelo orgão legal e estatuariamente competente desse estabelecimento
 
Quais os programas para os exames das Provas Específicas?

antes da Entrevista, o juri tornará público por afixação em cada um dos estabelecimentos, as áreas de conhecimento e a matéria sobre as quais incidirão os exames das provas específicas.
os conhecimentos para os exames das provas específicas para além de incidirem nos programas oficiais aprovados para as disciplinas do curso complementar do ensino secundário e do 10º a 12º. anos de escolaridade, procura também, sempre que possível, abranger capacidades e conhecimentos significativos adquiridos na prática profissional.
 
Qual a validade do exame?

A aprovação no exame é válido para a matrícula e inscrição no ensino superior, no curso indicado pelo candidato, no ano de aprovação e nos 4 anos subsequentes.
 
Qual o regime de candidatura para os candidatos aprovados neste exame?

Os candidatos aprovados nestes exames fazem a candidatura através do regime de Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior, (cujo prazo decorre normalmente no mês de Agosto).

(Portaria n.º 106/2002, de 1 de Fevereiro)
 
Onde encontrar mais informação?

A Direcção-Geral do Ensino Superior do Ministério da Ciência, Inovação e Ensino Superior, disponibiliza informação específica sobre este assunto nos seguintes endereços:
www.acessoensinosuperior.pt
ou no
CIREP- Centro de Informação e Relações Públicas da Secretaria-Geral do Ministério da Educação..
 
 

Índice Geral | Apoio ao utilizador | Contacte o CIREP | ©2004 Secretaria-Geral do Ministério da Educação
PRESENTE É SIMULTÂNEAMENTE O EPÍLOGO DO PASSADO E O PRÓLOGO DO FUTURO.

Offline PedroTT

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 50
    • Ver Perfil
É verdade...
« Responder #5 em: Novembro 01, 2006, 14:51:57 »
Eu tenho o 12º ano completo do curso científico natural,Agrupamento 1/geral e tenho 23 anos.E tentei entrar em Enfermagem no Politécnico de Viana do Castelo,pela lei dos maiores de 23,mas disseram-me que não podia, que era só, para as pessoas que não tinham o ensino secundário completo.

Entretanto entrei pelo contigente geral, o normal, e conheci muitas pessoas que entraram pela Lei dos maiores de 23 anos e não têm o ensino secundário completo.Conheço uma pessoa que tem 24 anos e tem o 9ºano e tabalha de auxiliar num hospital enquanto tira o curso de enfermagem comigo.

Não tiveram biologia,nem química,nem matemática...ou seja não têm bases nenhumas.

Para já não se entra assim em medicina, mas em breve parece que vai ser possível!

Mas ter o 9º ano ou a 4ºano, é irrelevante para entrar no ensino superior,porque eu acho que toda a gente devia ter o 12ºano para entar na universidade. :(

Offline PedroTT

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 50
    • Ver Perfil
Tecnico saúde de emergência do INEM.
« Responder #6 em: Novembro 01, 2006, 18:23:37 »
Caracterização da actividade de Trabalho

Os tripulantes de ambulâncias são os elementos das equipas do INEM sobre os quais iremos incidir o nosso trabalho.

A analisarmos os requisitos para a admissão enquanto Tripulante de Ambulância de Emergência (dados do último concurso do INEM de 11/3/2005) verificamos os seguintes pontos:

Critérios de selecção

?   9º ano completo?   Curso de tripulante de ambulância de socorro em vigo
?   Carta de condução de ligeiros
?   Fluência de língua portuguesa falada e escrita
Critérios de preferência
?   Nível de habilitações literárias acima do 9º ano de escolaridade
?   Conhecimento de línguas estrangeiras, nomeadamente Francês e Inglês
?   Idade entre os 20 e os 35 anos
?   Altura igual ou superior a 1,60m e índice de massa corporal entre 18 e 32
?   Experiência como tripulante de ambulância de socorro


Entram no curso de Enfermagem pelo INEM,mas só têm o 9º ano e experiência de Trabalho.

Também conheço uma pessoa que entrou pela LEi dos Maiores de 23 anos em enfermagem, e só andou até ao 1º período do 12º ano.Logo não tem o 12ºano.

Além dessa pessoa conheço um senhor que entrou em DIREITO e só tem o 9ºano.

Offline JoãoRocha

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #7 em: Novembro 29, 2006, 19:38:02 »
Para aqueles que não acreditam que estão entrar com a 4ª classe   jovens e velhos para Enfermagem e outros cursos superiores, visitem este site:

http://www.exames.org/forum/viewtopic.p ... sc&start=0

:x  :x  :x  :x  :x

Offline Ilda

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #8 em: Novembro 30, 2006, 14:41:06 »
A minha alma esta parva... então quer dizer que perdi os supostos melhores anos da minha vida a estudar, estudar e estudar para poder tirar (antes arrancar) o curso e agora descubro que podia andar no bem bom até aos 23 e entrar com as duas pernas às costas?!


 :lol: Nããããã...só pode ser brincadeirinha... marotos... quase que me apanhavam....

Offline Miguel Ribeiro

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 6
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #9 em: Dezembro 03, 2006, 10:43:45 »
Agora uma pessoa sem o 12º ano pode ir para a faculdade.
Isto só vem contribuir para os licenciados desempregados.
A ministra que vá para a rua.

Offline Tenevora

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 11
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #10 em: Janeiro 05, 2007, 01:47:09 »
Já tinha lido sobre esta tópico num outro forum, mas honestamente, esperava reacções diferentes neste.


Tenho um colega socorrista que entrou para enfermagem, este ano, devido á nova lei de acesso ao ensino superior para maiores de 23anos. Até ser socorrista nunca tinha pensado entrar em enfermagem (tal como eu) mas entretanto o bichinho mordeu. Porque é que é injusto que ele tenha acesso a um concurso especial, se esteve a trabalhar até agora, sendo um membro produtivo da sociedade?


Deveria ser obrigado a fazer os exames de Psicologia e Biologia, que pouco ou nada têm a ver com o que é ensinado num curso de enfermagem? Para quê?

A partir do momento em que está na universidade, está em pé de igualdade com todos os outros. Só passa ás cadeiras nas quais tem nota para passar, tem de fazer exactamente o mesmo que os outros estudantes...

Honestamente, estão chateados porquê? Porque três pessoas entraram para o curso sem terem de ter médias inflacionadas?


edit: Peço desculpa se o tom desta mensagem soa um pouco brusco, mas realmente estou completamente perplexa. Talvez alguem aqui me consiga explicar a razão de haver tanta animosidade perante uma lei que vem ajudar mais pessoas a obterem uma licenciatura - algo que o nosso país bem precisa.

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #11 em: Janeiro 05, 2007, 12:33:30 »
Completamente perplexa?Sinceramente não sei pq. Penso que para entrarem em enfermagem é preciso já ter um corpo de conhecimentos adquiridos, que nem todos têm. Esses conhecimentos são adquiridos ao longo do secundário, em que temos cadeiras como biologia, química, psicologia, entre outras. Penso que não é só pq hoje me apetece ir para enfermagem e porque tenho mais de 23anos e vou. Isso não pode ser assim.
Possivelmente deveriam ser estipulados critérios de admissão, como por exemplo já ser socorrista, em que já tem que ter obrigatoriamente alguns leves conhecimentos sobre uma determinada area. Agora imagina que um advogado, um economista, um professor de filosofia decidem ir para enfermagem...que percurso tiveram eles no secundário?Que sabem eles para ir para enfermagem? Só porque lhes apetceu?
É a minha ideia...

Offline aLheiriX

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 175
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #12 em: Janeiro 05, 2007, 18:36:14 »
Tenevora:

"Deveria ser obrigado a fazer os exames de Psicologia e Biologia, que pouco ou nada têm a ver com o que é ensinado num curso de enfermagem? Para quê?"


Essa afirmação nem merece qualquer comentário. Nota-se que não sabes do que falas, pois, o curso tem muitas cadeiras relacionadas com a Psicologia, Biologia e Quimica...

Pensa duas vezes antes de tecer qualquer comentário!!

Ok?  
:?  :lol:

Offline Parreira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #13 em: Janeiro 05, 2007, 21:12:16 »
pessoal, para tirar um curso superior não é obrigatoriamente necessário ter o 12º ano, segundo a lei quer portuguesa quer comunitária, o qué é necessário é que a lei fosse ligeiramente diferente, em vez dos 23 anos deveria ser 25 anos e que as entrevistas ou provas fossem criteriosa na avaliação efectiva dos conhecimentos e capacidades dos futuros estudantes para frequentarem os diferentes cursos. esta última parte é que eu ponho em dúvida que assim esteja a ser efectuado.

Offline Tenevora

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 11
    • Ver Perfil
"Lei dos Maiores de 23 anos"
« Responder #14 em: Janeiro 06, 2007, 03:51:12 »
Citação de: "enfsergio"
Completamente perplexa?Sinceramente não sei pq. Penso que para entrarem em enfermagem é preciso já ter um corpo de conhecimentos adquiridos, que nem todos têm.


Que corpo de conhecimentos adquiridos? Que conhecimentos são essenciais para se conseguir acompanhar a matéria dada no curso de Enfermagem?


Citação de: "enfsergio"
Esses conhecimentos são adquiridos ao longo do secundário, em que temos cadeiras como biologia, química, psicologia, entre outras. Penso que não é só pq hoje me apetece ir para enfermagem e porque tenho mais de 23anos e vou. Isso não pode ser assim.


Admito que ter completado o ensino secundário trás vantagens para os estudantes de qualquer curso superior, enfermagem incluido, em termos de conhecimentos gerais e ciêntificos; mas o facto de ter estudado a matéria de Biologia ou química, ou mesmo psicologia (tal como era dada antes desta nova reforma do ensino secundário) faz uma diferença tão grande assim para o curso?


Citação de: "enfsergio"
Possivelmente deveriam ser estipulados critérios de admissão, como por exemplo já ser socorrista, em que já tem que ter obrigatoriamente alguns leves conhecimentos sobre uma determinada area. Agora imagina que um advogado, um economista, um professor de filosofia decidem ir para enfermagem...que percurso tiveram eles no secundário?Que sabem eles para ir para enfermagem? Só porque lhes apetceu?
É a minha ideia...


Não sei exactamente QUE critérios são utilizados em cada Escola de Enfermagem do nosso país. No entanto SEI que existem testes, realizados por todos os candidatos a estas vagas especiais, e tambem uma entrevista na qual o currículo do candidato é avaliado, bem como os motivos que o levam a candidatar-se. Não é tudo ao molho e fé em deus, deixa cá ir buscar uns quantos parolos para preencher vagas. No entanto concordo que, para determinados cursos, o percurso profissional do candidato deve ter sido em conta. É muito mais provável que alguem que trabalha numa área ligada (ainda que distantemente) ao curso em questão esteja mais motivado para o completar e tenha menos duvidas em relação ao que o/a espera.

Citação de: "aLheiriX"
Essa afirmação nem merece qualquer comentário. Nota-se que não sabes do que falas, pois, o curso tem muitas cadeiras relacionadas com a Psicologia, Biologia e Quimica...



É verdade, tens Bioquimica, microbiologia, psicologia... Tambem tens sociologia, biofísica, farmacologia, e no entanto duvido que tenhas dado alguma dessas matérias em espefício no secundário. Estás a afirmar que uma pessoa com vontade e capacidade não é capaz de compensar as falhas da educação anterior? Ainda não comecei as minhas aulas, mas esse meu colega que entrou através da Lei de Maiores de 23 anos está a dar-se bem com a matéria, e já passou nas frequências que fez. Tanto quanto sei, não teve biologia, nem química, nem psicologia na escola. Pergunto-me como é que ele o conseguiu... :roll:


Realmente não sei ainda qual é a realidade em enfermagem, visto que só começo as minhas aulas em Março, no entanto se é remotamente semelhante a outros cursos, as bases são todas dadas nas aulas do primeiro semestre. Quem já as sabia, tem óptimas notas. Quem não as sabia, estuda mais e fica a saber. ;)