Forumenfermagem

Autor Tópico: Enfermeiro/a para cuidados continuados  (Lida 16106 vezes)

Offline claudia duarte

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #15 em: Outubro 25, 2010, 17:29:06 »
Bom dia. Eu sou recém-licenciada e ainda não tenho emprego e este part-time pareceu-me bastante bom, pois para além de me permitir estar novamente junto de pessoas que necessitam de mim, posso pôr em prática alguns cuidados de enfermagem que aprendi, dentro dos quais se enquadra como é óbvio a prestação de cuidados de higiene, que são na minha opinião de extrema importância e nos permitem fazer uma observação e avaliação pormenorizada.
Tenho pena que existam colegas que pensem o contrário.... Pois nós não damos banho.... Prestamos cuidados de higiene... É diferente.
Já agora, eu enviei um email e ainda não me responderam. Gostaria de saber se ja alguem obteve alguma resposta.
Cumprimentos

Offline Virgulina Inácia

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 467
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #16 em: Outubro 25, 2010, 17:53:07 »
Olá colegas...Alguém me pode esclarecer uma dúvida, se souberem...
Será que o material para os pensos fica a cargo do enf? Pomadas etc e tal...Tou a pensar aqui pa mim porque dependendo do tipo de feridas pode necessitar de inúmeros cuidados e diferentes... Já fiz pensos ao domicílio, contudo o pessoal do centro de saúde que ia a casa da sr durante a semana deixava lá algum material e o material que eu comprei a pessoa pagou e ficava com ele.. Como funcionará neste caso? Alguém sabe? Obrigada...

Offline Caça Coelho

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 110
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #17 em: Outubro 25, 2010, 19:36:49 »
E um part-time óptimo,principalmente para se colectarem a recibos verdes e descontarem 21 por cento para IRS e 162 euros no mínimo para segurança social.
Em termos de enfermagem ate pode ser gratificante. Mas quem não tem Pais ricos...

Offline lilinurse

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 37
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #18 em: Outubro 25, 2010, 19:57:09 »
No primeiro ano de colecta nao pagas IRS.. estas isento.. e nos anos seguintes pagas de acordo com os teus rendimentos.. por isso para quem se colecta pela primeira vez.. é um part-time a pensar..

Offline Boiler

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 287
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #19 em: Outubro 25, 2010, 20:08:58 »
Citação de: lilinurse
No primeiro ano de colecta nao pagas IRS.. estas isento.. e nos anos seguintes pagas de acordo com os teus rendimentos.. por isso para quem se colecta pela primeira vez.. é um part-time a pensar..

Pelo que eu sei o IRS tem que ser pago logo no primeiro ano, por retenção na fonte ou posteriormente, sendo 21% ou 21,5% consoante os rendimentos.
Quanto à segurança social, aí sim, pode-se pedir isenção no primeiro ano a RV.

cumprimentos
"What is the most resilient parasite? A bacteria? A virus? An intestinal worm? ...An idea. Resilient, highly contagious. Once an idea has taken hold of the brain it's almost impossible to irradicate. An idea that is fully formed, fully understood. That sticks, right in there somewhere."

Offline yoggi

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 114
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #20 em: Outubro 25, 2010, 20:20:44 »
Citação de: Boiler
Citação de: lilinurse
No primeiro ano de colecta nao pagas IRS.. estas isento.. e nos anos seguintes pagas de acordo com os teus rendimentos.. por isso para quem se colecta pela primeira vez.. é um part-time a pensar..

Pelo que eu sei o IRS tem que ser pago logo no primeiro ano, por retenção na fonte ou posteriormente, sendo 21% ou 21,5% consoante os rendimentos.
Quanto à segurança social, aí sim, pode-se pedir isenção no primeiro ano a RV.

cumprimentos

Nao colega.
No primeiro ano somos isentos de seg social e IRS.

Offline XanaFilipa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 20
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #21 em: Outubro 25, 2010, 22:06:55 »
Colegas este part-time é mto bom, acreditem! Eu trabalhei um ano para uma empresa de apoio domiciliário (saí porque começava a pagar seg social e não tinha rendimento pra isso), a maior parte dos meus utentes precisavam APENAS de auxilio nos cuidados de higiene e posso dizer com todo o orgulho que tenho em ser enfermeira que "da banhos" que nenhum dos meus utentes tinha uma única ulcera!

Agora deixo o meu comentário a serio:
---- colegas que pensam que a enfermagem é so trabalhar num hospital, ser tratado por sr enfermeiro e terem o peito cheio de ar por se passearem nos corredores de farda branca e copo de café na mão, estarem sentados em frente a um pc a escrever notas durante mais tempo do que estar com os utentes que são quem realmente precisa de nós, se não acham estes anúncios dignos, nem os comentem, nem se devem dar a esse trabalho.
 Pela experiência que tenho em Apoio Domiciliário se fosse dessa zona concorria porque se for mesmo como está descrito, pensos, apoio na higiene ja dá trabalho!!

Colega lilinurse concordo em tudo, belo post

Cumps pra todos

Offline soniamiranda_86

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 38
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #22 em: Outubro 26, 2010, 09:39:39 »
Também enviei curriculo mas nao obtive resposta.

Relativamente ao colega que disse que nao compensava trabalhar assim devido aos descontos, informo que quem se colecta nas finanças, tem um ano de isenção a não ser que ultrapasse um determinado valor anual, que nao me parece que va ser o caso. LOL

Acabei o curso ha uns meses e digo muito sinceramente a pessoas que deixam esse tipo de comentários que desprezam a nossa profissão: Custou-me muito tirar este curso, no entanto não me imaginaria a fazer outra coisa na minha vida. Quem me dera poder trabalhar na minha area nem que fosse uma hora por dia, em vez de estar a dobrar roupa numa loja como estou. Custa-me muito sinceramente ver pessoas que veêm como este país e como a nossa área está a nivel de emprego e ainda assim "cospem" para o ar.

Cumprimentos

Offline caty_nurse

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 144
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #23 em: Outubro 26, 2010, 10:17:19 »
Citação de: lilinurse
Ai!!!! Poupem-me por favor...

eu gostava que me dissessem desde cuando um enfermeiro nao presta cuidados de higiene,tratamentos de feridas e umas das coisas mais espetaculares CONSULTA DE ENFERMAGEM... consulta de enfermagem faz de nos profissionais autonomos.. nao consigo ver a vergonha e o deprestigio deste anuncio.. será pelo que pagam??  so se for.. 

trata-se de um doente acamado. sabe-se la as ulceras que terá.. as dores que teram.. axas que as senhoras da casa da misericordia tenhem conhecimntos e tecnicas suficientes para mobilizar este tipo de pacientes??

Continuem a delegar as funçoes e competencias de enfermagem a outras pessoas, as senhoras da casa da misericordia ou aos auxiliares de acçao medica.. isto sim é lutar pela nossa profissao..  estou a gostar de vos apreciar..

Eu no meu serviço, NAO ADMITO,  que um paciente meu, pelo qual eu sou responsavel, acamado obviamente, seja banhado SÓ por auxiliares.. faço quetão de estar sp presente, com ajuda de um auxiliar, com todo o prestigio e orgulho que me da a minha profissão..

Ai meus caros colegas.. nao sei o que quereis.. será que querem ja ser enfermeiros chefes?? ou enfermeiros directores?? ou entao secalhar uma forma de se escaparem das higienes (pq o anuncio nao fala so de higiene, mas os sres enfs so indignaram com a higiene) é a docencia..

Tenho pena de nao estar a viver e trabalhar no porto.. porque este parece-me um bom part-time, ja que ninguem quer eu ficava com ele como segundo..


Cara coléga faço das suas palavras as minhas. Que eu saiba kal foram os primeiros cuidados k aprendemos na nosa formaçao? Eu nao sei em Portugal mas, na Suiça foi os cuidados de higiene. Depois veio o resto... Por favor, nao sejam tao mequinhos... Nossa profissao so ira pa frente kd aplicarmos o k nos aprenderam desde o inicio da nossa formaçao, e nao so os cuidados tecnicos, como refecçao de pensos, injecçoes, etc... Tenho péna de ler isto... :-  e s tivesse ai neste momento, e k mora-se perto pois era eu candidatava-me... Pk tenho e todos nos temos as competencias pa faxer isto que pendem...Mas prontos cada um tem direito a sua opiniao.
Carpe diem***
Nurse Power ;)

Offline enf..joana

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #24 em: Outubro 26, 2010, 10:19:27 »
Boa tarde colegas.
Também enviei o meu curriculo e até agora não obtive resposta..
Quanto ao anuncio, digo-vos que sou recém-licenciada e até agora nao arranjei nada.. nem part-time.. fui tirando alguns cursos para aprofundar os meus conhecimentos (pq senão batia com a cabeça na parede por nao ter o tempo ocupado) e aproveito todas as oportunidades que me aparecem para concorrer. Este anúncio parece-me muito bom pois localizo-me a poucos km de Ovar. Apenas tenho um ponto que me faz reflectir: se o anuncio em questao valoriza a nossa profissao.. E relembrando o meu percurso académico nós, ENFERMEIROS (AS), aprendemos a realizar nos cuidados de higiene e tal como foi dito é um bom momento para observarmos na totalidade o doente e estabelecermos uma relaçao de ajuda com ele.
Força a todos vós e a quem está na mesma situaçao que eu que não desista pois vamos ser valorizados.

Cumprimentos,
Joana Fernandes

Offline AgnesLGN

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #25 em: Outubro 26, 2010, 17:52:41 »
O colega MGuedes tem em parte razão. Eu trabalho a recibos verdes ha pouco mais de um ano e posso dize-lo também por experiencia.

No 1º ano a recibos verdes há isenção de Segurança Social. Ou seja, após dar inicio a actividade "independente" (independente o tanas porque temos de facto patrão..daí ser "falsos" recibos verdes), não é obrigatorio fazer o enquadramento na segurança social... so passado um ano é que é obrigatorio enquadramento na segurança social e pagamento mensal.

Quanto ao IRS...ora bem..IRS todos teem de fazer todos os anos. Agora nao é obrigatorio para ninguem descontar na fonte SE nao se tiver um rendimento anual de 10 mil euros. Ou seja...se uma pessoa previr que vai ganhar nesse ano fiscal mais de 10 mil euros, é obrigatorio descontar na fonte (ou seja, os tais 21,5% do rendimento mensal). Se nao, pode nao se descontar na fonte e depois no final do ano...tem de se apresentar as contas às finanças e aí confirmar se se deve alguma coisa às finanças ou não.

Isto é um pouco discutivel se é melhor descontar na fonte ou não. Até pq a recibos verdes...nunca sabemos como nos vai correr a vida nesse ano e prever se vamos ganhar mais ou menos de 10 mil euros. O que muitos fazem..é nao descontar e só quando se ve que se está a chegar aos 10 mil euros, começar a fazer os descontos para depois nao termos surpresas na altura de apresentar as contas às finanças.

O problema destes (falsos) recibos verdes é este...Uma pessoa está numa situação de trabalhador independente quando na pratica não o é (está de facto dependente de outrem), temos de ser os nossos proprios contabilistas ou contratar um contabilista (com os nossos miseros trocos) e confiar-lhes as nossas contas, e depois independentemente de se ganhar muito ou pouco temos sempre de descontar a mesma percentagem (os assustadores 21,5 %). Depois disto, apos um ano de ter iniciado "actividade indenpendente" tem-se que começar a descontar para a segurança social...

Mas lá esta...havendo falta de melhor...come-se migalhas...
“A dúvida requer mais coragem do que a convicção, e mais energia; porque a convicção é um lugar de repouso e a dúvida é infinita"

Offline catiadani

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 5
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #26 em: Outubro 27, 2010, 10:04:59 »
Olá pessoal...
Não se enganem, eu também trabalho a recibos verdes há algum tempo.
de facto no primeiro ano há isenção de contribuições para a seg social mas não há para o irs.
Cada um é k decide se quer fazer retenção ou não, seja no primeiro ou ultimo ano...
Depois no final há acertos, tendo em  conta os vencimentos de cada um, despesas e afins..
Mas a isenção da seg social também acaba rápido, e dp da forma como se paga a recibos verdes, se estiverem a pensar trabalho 35h sem, 160€ no mínimo para seg social e 21,5% para retenção do irs, não ganham mais k o ordenado mínimo..
e possivelmente a carga fiscal aumentará no próximo ano, por isso...

....Isto é k é dignificar a profissão? Não... mas o trabalho precário está aumentar...

Offline Soaresia

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #27 em: Outubro 27, 2010, 12:50:13 »
Também enviei currículo e não me disseram nada :(

Offline enfpedro

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 113
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #28 em: Outubro 27, 2010, 15:07:33 »
em todas as profissões existem bons e maus profissionais...
claro que cuidados de higiene faz parte dos cuidados de enfermagem e momento crucial de avaliação, intervenção e prevenção...
que os faz e cuidados intensivos? e em todos os serviços...
em espanha não existem técnicos de saúde... radiografias ou ECG saõ responsabilidade do enfermeiro com 3 anos de curso e eventualmente um cursos de meses no caso dos RX...
Enfim, um dia destes ne lugar para enf.s chefes, directores, etc.
vaos de al a pior com tanto doutor... de certeza de algua privada ali da esquina!!!!

Offline miggim

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Re: Enfermeiro/a para cuidados continuados
« Responder #29 em: Outubro 31, 2010, 11:37:13 »
Citação de: afll_740
auxilio de higiene???? Este anuncio é ridiculo, kuem trabalha em cuidados continuados sabe k nao se presta cuidados de higiene, pra isso existem os auxiliares,por exemplo das misericordias que fazem o apoio de higiene.
Os cuidados continuados pertencem ao cuidados de saúde primários, unidades de longa, média, convalescença, paliativos.... e não estas m***as de serviços de empresas de part-time. Este anúncio é uma vergonha!!!!

Parece-me que este colega não pode fazer higienes... Não sei onde tirou o curso, mas é pena... os cuidados de higiene e conforto são o melhor momentos para avaliarmos os clientee estar a par de alterações no seu estado de saúde... Mas como em tudo na vida há bons e maus profissionais...
Além disso caro colega, caso não saiba para além das valências que mencionou, existe também as equipas de apoio domiciliário ao nível dos cuidados continuados. É claro que neste caso e tendo em conta a descrição, o título está mal formulado, porém, eu não sou menos enfermeiro do que o colega por prestar cuidados de higiene, muito pelo contrário, no local onde eu trabalho, não existem clientes com barba por fazer, nem com a higiene oral descurada, nem muito menos com falta de posicionamentos... Enfim, são visões que cada um tem e acima de tudo, o gosto pela profissão.