Autor Tópico: Plano Estratégico dos Recursos Humanos da Emergência Pré-Hospitalar  (Lida 4108 vezes)

Offline Pedro "Poeta"

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 84
    • Ver Perfil
    • https://www.facebook.com/pedropoetalopes
Colegas , por determinação do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, o Plano Estratégico dos Recursos Humanos da Emergência Pré-Hospitalar está em consulta pública até 20 de Maio de 2010. É importante que leiam e digam de vossa justiça, aos poucos os enfermeiros vão desaparecer do INEM, o processo está em marcha.

http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/a+saude+em+portugal/politica+da+saude/discussao/rh+emergencia.htm
http://doutorenfermeiro.blogspot.com/2010/05/plano-de-novas-oportunidade-da.html
Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica

Offline sj1319

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
Para quem ainda não leu o presente Plano, este propõem a criação de uma nova classe profissional, nível 5, que se designará por Técnico de Emergência Pré -Hospitalar (TEPH), em que a maior parte das intervenções são intervenções da competências dos enfermeiros, só para dar o exemplo, inserção de CVP, administração de medicação por via parentérica entre outras...isto, constitui um grande ataque e usurpação das nossas competências, se este plano vir a ser aprovado...
É verdade que a formação de base, não prepara os enfermeiros para a emergência pré-hospitalar..., estas tem as suas especificiadades, como aliás tem tudos os campos de actuação do profissional de enfermagem...
Actualmente, temos nos deparado com esta situação, vejam o exemplo das farmacias a administrar vacinas...

Offline qq coisa

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
aí está a  criação de um novo tecnico com curso  d nivel 5, capaz de exercer as funçoes de enfermagem e ate de medicina..
está em perigo a saude publica!!! quantas horas de formação em anatomofisilogia e farmacologia serão necessárias?
é muito grave o k vai acontecer.
aposto k o senhor k fez isto não é um profissional de saude. deve ser um politico qq formado em qq coisa excepto em saude


é o desaparecer de enfermeiros do inem, em x de aumentar o num de SIV´s e diminuir o desemprego em portugal.

[font=Verdana:1sa5k5yv]é preciso acção rápida e agressiva da OE e sindicatos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!![/font:1sa5k5yv]
eu já solicitei á oe esta acção!

leiam o link k o colega postou!!!!!

Offline aNdR3

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1636
    • Ver Perfil
Mas que m**** se está a passar com a Enfermagem em Portugal? Tá tudo tolo ou quê?

Abram os olhos os altos cargos, gestores e responsáveis nossos e da Enfermagem portuguesa e vejam para onde a mesma está a caminhar, um passo para a frente e cinco para trás, não vamos a lado nenhum, ou muito pelo contrário andamos ao inverso do rumo que pretendíamos, andamos para trás e bem.
[size=80]Quem atribui à crise os seus fracassos e penurias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a negligência para encontrar as saídas e as soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos. É na crise que surge o melhor de cada um, porque sem crise todo o vento é uma carícia. Falar da crise é promove-la e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar por superá-la.

Não pretendamos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
[/size]

Offline Boiler

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 287
    • Ver Perfil
Já alguém enviou esta informação para os dirigentes distraídos dos nossos Sindicatos e Ordem?
Os pobres coitados andam com muito trabalho certamente e ainda não se aperceberam...
"What is the most resilient parasite? A bacteria? A virus? An intestinal worm? ...An idea. Resilient, highly contagious. Once an idea has taken hold of the brain it's almost impossible to irradicate. An idea that is fully formed, fully understood. That sticks, right in there somewhere."

Offline anya_Skywalker

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil
A OE respondeu a esta proposta, e tornou pública parte da mesma.

http://www.ordemenfermeiros.pt/comunica ... talar.aspx

O blog doutorenfermeiro refere esta comunicação no seu post mais recente, tambem. Agora se a nossa ordem tem influência suficiente para realmente mudar as ideias instituidas... Vamos a ver. Pelo menos não ficou com os braços cruzados.

Offline anya_Skywalker

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil

Offline HMartinho

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 46
    • Ver Perfil
Re: Plano Estratégico dos Recursos Humanos da Emergência Pré-Hospitalar
« Responder #7 em: Julho 29, 2010, 18:15:19 »
Alguém me esclareça uma coisa, a aprovação deste plano significa retirar os enfermeiros da emergência pré-hospitalar? significa retirar os enfermeiros das SIV e das VMER? É que se assim for, este plano não passa de algo "criminoso" para com os portugueses. Acho que está na altura do governo parar de fazer dos portugueses umas simples "marionetas" que podem manipular sempre que querem. Acabar com os enfermeiros no pré-hospitalar é algo estúpido e pouco inteligente e pode colocar em risco os doentes críticos. Quando é que este ministério da saúde (que mais parece o ministério da doença) entende que há lugar para todos na emergência pré-hospitalar? TAT, TAS, TAE, enfermeiros, médicos, psicólogos, TOTE/OPCEM, e até para os TEPH (com alguns ajustes nas suas competências claro). Não sou enfermeiro nem médico no entanto, sempre fui apologista do alargamento da rede das SIV e das VMER (estas tripuladas pelo enfermeiro e pelo TEPH e no caso VMER, por um enfermeiro e por um médico) e, acho que os bombeiros, nomeadamente os TAS em absoluta situação de emergência, quando a VMER, a SIV e o hospital mais próximo ficam a distâncias que podem agravar ainda mais a situação clínica da vítima, acho que os TAS/TEPH poderiam intubar, administrar fármacos de emergência etc. Posso relatar que, aqui à tempo, na aula de educação física tive uma crise de asma de tal intensidade que a bombeira pediu repetidas vezes apoio à VMER, pois eu já estava mais para o lado de lá do que para o lado de cá, com a saturação a 70% e esta encontrava-se inoperacional por falta de médico e a SIV mais próxima ficava a mais de 40 km. Ela não encontrou alternativa senão pedir ao motorista que ligasse as sirenes e que pregasse a fundo. Ora se ela pudesse administrar um salbutamol ou algo parecido, talvez tudo tivesse sido mais simples e o transporte feito de um modo mais "calmo". Assim, acho que em situações de absoluta emergência e com autorização do médico/enfermeiro do CODU, os TAS possam efectuar algumas manobras ditas médicas/enfermagem, mas NUNCA fazer disso o seu dia-a-dia nem retirar os enfermeiros da emergência pré-hospitalar.
Caso a aprovação desse plano signifique o afastamento dos enfermeiros da emergência pré-hospitalar ou colocar as SIV apenas tripuladas por TEPH, então só acho que vocês enfermeiros, deviam paralisar Portugal, fazerem greves, o povo devia de se juntar aos enfermeiros e boicotar as entradas nos centros de saúde, porque neste país, infelizmente o governo do José "trocaste" anda a declarar guerra aberta com os enfermeiros e isso, a meu ver, não passa de uma atitude burra, pouco ética, estúpida e sobretudo, ilegal. Já está mais que provado que os sistemas de saúde (incluindo a emergência pré-hospitalar) sem enfermeiros, ou não funciona, ou diminui drasticamente a qualidade.