Autor Tópico: 2010: Revisão da Carreira  (Lida 84168 vezes)

Offline Zeus-electro

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 264
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #180 em: Janeiro 22, 2010, 00:28:47 »
Alguém sabe se já há nova reunião agendada?

Quer-me parecer que o MS está a "empaliar" a negociação para depois da aprovação do orçamento de estado!

Offline Zeus-electro

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 264
    • Ver Perfil
Re: Vão fazer Greve? Todos os dias da Greve apenas 1 ou 2 dias?
« Responder #181 em: Janeiro 22, 2010, 00:32:24 »
Curioso com existem enfermeiros que nesta votação dizem que não vão fazer greve, ou que só fazem 1 dia ou ainda que não têm opinião formada, mas nenhum expõe as suas motivações.

Partilhem com os demais!

Offline SEI

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #182 em: Janeiro 22, 2010, 00:32:37 »
Bora lá a divulgar pelo pessoal conhecido...

[align=center:gnojiah0]http://www.youtube.com/watch?v=nDbiCVddU-4[/align:gnojiah0]

Offline R_M_R

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 42
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #183 em: Janeiro 22, 2010, 10:11:24 »
   ==== Enfermeiros: sindicatos entregam milhares de cartas no MS  =====

http://www.esquerda.net/content/view/15009/1/

Acham que as previsões do SEP estarão correctas??? 15 mil a 17 mil enfermeiros na manif?? Isso seria excelente...

Offline Red Fish

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 154
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #184 em: Janeiro 22, 2010, 12:17:18 »
Não cabíamos todos na avenida bloqueávamos o transito todo de Lisboa! Tou Desertinho pa la estar e gritar! O pessoal todo fardado e andarmos pela ruas vai ser algo para entrar na revista de final de ano de 2010.

Offline R_M_R

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 42
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #185 em: Janeiro 22, 2010, 12:24:36 »
Ontem estava a passar na Praça da Republica no Porto e estava uma manifestação de trabalhadores da Metalurgia com o Delegado Geral da CGTP em frente ao Governo Civil do Porto...

Uma ideia interessante de protesto pensei eu... Descentralizada mas provavelmente eficaz porque abrange todo o país...

Poderiamos pensar nisso... manifestaçoes em frente aos Governos Civis das grandes cidades, assim haveria influencia a nivel nacional... É uma ideia...

Cumps.

Offline NunoUKnurse

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 186
    • Ver Perfil
    • http://www.diasporadosenfermeiros.com
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #186 em: Janeiro 22, 2010, 12:44:31 »
Cumprimentos a todos,

embora fora e sem grandes intencoes de regressar, preocupa-me a situacao da enfermagem em Portugal e queria apenas deixar algumas consideracoes, pedindo desde ja perdao pela ausencia de acentuacao:

- Sera uma constatacao mas esta situacao em que nos encontramos tem raizes bem profundas que vao desde a representatividade social que temos, a forca que outras profissoes tem comparativamente com a nossa, a clara falta de uniao e corporativismos existentes (que sao de esperar numa classe tao grande e heterogenea como a nossa - a nossa maior forca e certamente a nossa grande fraqueza).
- A isto tudo nao veio certamente ajudar o fenomeno a que Marx designava de "exercito de reserva", com a proliferao de escolas e respectivos profissionais dispostos a trabalhar por tuta e meia.

Tudo isto nos coloca numa situacao muito dificil quando se tratra de exigir os nossos direitos e quanto a mim, o argumento do licenciado nao pode valer por si mesmo - se ha dez anos atras ser licenciado em enfermagem era provavelemente uma mais valia, agora e uma "normalidade" na nossa profissao. E se e certo que ha licenciados que ganham mais que nos, ha outros que nao...e certamente ha nao licenciados que ganham muito mais que nos (basta ver o Ronaldo).
Bourdieu dizia que o peso social duma profissao reside em dois pontos fundamentais - o prestigio e a importancia que a Sociedade reconhece a essa mesma profissao. Dai se percebe que jogadores de futebol ganhem mais que medicos e controladores aereos mais que enfermeiros (so para dar alguns exemplos).

Logo, a solucao nao passara por greves e "buzinoes" (entao esta ultima parece-me de rir!). a historia diz-nos que somente aas greves mais radicais surtem efeito (e exemplar os episodios dos mineiros no Reino Unido ou em enfermagem as situacoes da Filandia e Australia). As greves que temos tido servem quanto a mim para afrontar os nossos pricipais aliados (os doentes) e dar argumentos aos administradores (se dois enfermeiros a cumprir servicos minimos trabalham tanto como os habituais 4 ou 5 para que ter 5?)
 A solucao passaria por uma posicao extrema de greve total (resultou na Finlandia e na Australia) com apoio financeiro e institucional dos Sindicatos (tambem e para isso que eles servem e que lhes pagamos) e da Ordem. Se enquanto profissionais estamos claramente a ser subalternizados, desvalorizados e desrespeitados, entao nao podemos ter em consciencia condicoes para desempenhar as nossas funcoes!!!

A longo prazo e necessario tambem mudar a consciencia social e promover a nosso prestigio e importancia enquanto profissao fundamental na Saude ( e paradigmatico que lidemos com algo que e do mais valorizado pelo individuo e tenhamos tao pouca relevancia social - Os medicos sao quem sao enquanto classe sobretudo porque se apresentam como "curadores de doenca". Aqui no Reino Unido, por exemplo, muito do prestigio dos enfermeiros advem sobretudo do papel que os especialistas desempenham enquanto promotores da Saude e facilitadores de tratamento.

Para isso e necessario A OE deixar os seus gabinetes de Marmore Italiano, as suas revistas tipicas da America Latina (ja contaram quantas xs aparece a foto da Bastonaria e dos outros membros em cada revista?) e investir em meios de comunicacao social, em publicidade institucional, em programas de promocao para a Saude, premios de Investigacao (vem me a mente tantas ideias!). So assim, os cidadaos enquanto Sociedade (Ja que enquanto Individuo que lida connosco no quotidiano ja o fazem) nos poderao Valorizar, e se a Politica nao e nada mais nada menos que uma forma de resposta e formalizacao dos anseios da Sociedade!!!

Tenho dito e perdoem-me se vos enfadei!

Nuno

Offline CarinaJ

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 4
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #187 em: Janeiro 22, 2010, 16:27:24 »
Como estudante de enfermagem vou-me juntar à manifestação.

Apesar de ainda não ter ingressado na profissão acho muito importante apoiar a classe. Pelo presente dos profissionais e pelo meu futuro!

Parece-me que os estudantes de enfermagem no geral estão sensibilizados para a situação e desejam juntar-se à luta. Na minha Escola vários colegas meus já decidiram ir.

Fala-se de os estudantes irem à manifestação fardados ou com o traje académico. O que acham os enfermeiros disto?

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #188 em: Janeiro 22, 2010, 16:57:26 »
@Carina


Os estudantes devem vir (é o vosso futuro que está em causa), de preferência fardados.Em alternativa, devem vir de preto em Luto pela Enfermagem.

Combinem, e contactem o dirigente sindical da vossa região, caso necessitem de transporte gratuito. Fica aqui os contactos:

PARA ALCANÇARMOS OS OBJECTIVOS  TEMOS QUE CONTINUAR A LUTAR!
       A  DISPONIBILIDADE DE TODOS PARA VIREM À MANIFESTAÇÃO NACIONAL DE  ENFERMEIROS, EM FRENTE AO MINISTÉRIO DA SAÚDE, É DE CRUCIAL  IMPORTÂNCIA. ESTE É O MOMENTO E PERANTE ELE  NÃO PODEMOS FICAR PASSIVOS.
       OS SINDICATOS DISPONIBILIZAM  AUTOCARROS PARA QUE O DIA 29 SEJA UM GRANDE DIA DE MANIFESTAÇÃO DO  DESCONTENTAMENTO QUE SENTIMOS.
       VEM!  ESTA É UMA LUTA DE TODOS E PARA TODOS
       O  FUTURO SERÁ O QUE HOJE SOUBERMOS CONQUISTAR!
       INSCREVE-TE  JUNTO DOS DIRIGENTES SINDICAIS OU NAS DELEGAÇÕES.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               

               DELEGAÇÕES

CONTACTOS

DIRIGENTES

Minho

253 21 78 67/8

Enf. Tiago Subtil – 91 486 90 19 (V. Castelo)
               Enf. Nuno Zambujal – 91 473 06 60

Porto

22 339 25 10

Enf. Fátima Monteiro – 91 868 21 16

Trás - os - Montes

259 32 34 17

Enf. Antónia Alves – 91 665 02 58

Beira Alta

232 42 97 81

Enf. Alfredo Gomes -  91 230 24 13

Aveiro

234 38 11 08

Enf. Carlos Neves – 91 605 12 04

Coimbra

239 85 33 60

Enf Paulo Anacleto – 91 938 57 64

Castelo Branco

272 32 67 01

Enf. Conceição Rodrigues – 91 665 02 56

Santarém

243 30 96 71

Enf. Helena Jorge – 91 230 05 24

Leiria

244 82 75 45

Enf. Dina Mendonça - 91 665 02 57

Lisboa

21 355 87 51

Enf. Isabel Barbosa – 91 214 50 79

Setúbal

265 53 17 97

Enf. Teresa Faria – 91 617 15 32

Alentejo

284 32 32 49

Enf. Edgar Santos – 91 879 05 07

Faro

289 80 32 11

Enf. Nuno Manjua– 91 868 21 40

       

ESTE  É O MOMENTO!
         PELA  VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO!
         NÃO  FALTES!
Cumprimentos, Pedro


Offline Vitor A.

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 512
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #189 em: Janeiro 22, 2010, 17:01:18 »
Citação de: CarinaJ
Como estudante de enfermagem vou-me juntar à manifestação.

Apesar de ainda não ter ingressado na profissão acho muito importante apoiar a classe. Pelo presente dos profissionais e pelo meu futuro!

Parece-me que os estudantes de enfermagem no geral estão sensibilizados para a situação e desejam juntar-se à luta. Na minha Escola vários colegas meus já decidiram ir.

Fala-se de os estudantes irem à manifestação fardados ou com o traje académico. O que acham os enfermeiros disto?

Parabens pela V. Decisão em irem, pois tb o V. futuro está a ser decidido.
Se puderem fardados com enfermeiros na minha opinião pois estais a vos manifestar por isso, se não puderem ir fardados, O IMPORTANTE É IR! TODOS, TODOS, TODOS, TODOS, TODOS
No reencaminhamento de mail´s, Por Favor Usem Cco. ou Bcc (Cópia Oculta)
" Retire os endereços dos amigos antes de reenviar "
" Dificulte a disseminação de vírus e spams "
" Proteja a sua privacidade e a dos Outros

Saudações. Vitor A. :)

Offline SEI

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 33
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #190 em: Janeiro 22, 2010, 18:45:54 »
Até vai ser interessante ver o que sai daqui:

"  Saúde
Médicos exigem aumento salarial na ordem dos 1.700 euros

Denise Fernandes 
21/01/10 00:05

[align=center:1bn1ymad]Ministra insiste em alargar horário das 35 para as 40 horas. Sindicatos estão abertos a negociar mas primeiro querem ver a nova tabela salarial.

As negociações entre os sindicatos dos médicos e o Ministério da Saúde para a conclusão do acordo colectivo de trabalho arrancaram terça-feira ao final do dia, com a ministra a insistir no alargamento do horário dos médicos das 35 para as 40 horas semanais. Os dirigentes sindicais estão dispostos a negociar este ponto mas querem esperar para ver primeiro a nova tabela salarial que está a ser ultimada pela ministra Ana Jorge. Os médicos exigem salários idênticos aos dos juízes e dos professores universitários.

Na prática, isso significaria uma subida salarial para os médicos em início de carreira da ordem dos 1.700 euros. É que, comparando as tabelas salariais dos médicos e dos professores universitários referentes a 2009, verifica-se que, enquanto um médico especialista a trabalhar no Estado (assistente) em início de carreira ganha 1.854 euros brutos, um professor universitário na mesma situação (professor associado sem agregação) recebe 3.601 euros, indica o sindicato.

A nova tabela salarial dos médicos ainda está a ser ultimada pelo Ministério da Saúde e, segundo Paulo Simões, do Sindicato dos Médicos Independentes (SIM), a ministra Ana Jorge garantiu, na reunião de terça-feira, que estaria pronta para discussão no final do mês.[/align:1bn1ymad]


Link:   http://economico.sapo.pt/noticias/medic ... 79311.html

Algo me diz que mais uma vez o constrangimento Orçamental, vai ser apenas para os mesmos de Sempre!!!

A.J.

Offline persepolis

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 736
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #191 em: Janeiro 22, 2010, 20:28:24 »
Citação de: CarinaJ

Fala-se de os estudantes irem à manifestação fardados ou com o traje académico. O que acham os enfermeiros disto?

Atenção se o irem fardados com as fardas da escola não vos irão causar problemas disciplinares ou outros afins... Informem-se primeiro



Não estarei na manif pk estou away de portugal mas estou solidária com os colegas
"We know that while living we are more or less exposed to envy ...
but after our death our enemies no longer hate us "
Demóstenes

Offline pedrojosesilva

  • Administrador
  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1883
    • Ver Perfil
    • http://www.forumenfermagem.org
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #192 em: Janeiro 22, 2010, 21:08:52 »
Penso que nenhuma escola de enfermagem poderá processar alunos que enverguem a sua farda.

Isso seria escandaloso à luz do que está em causa.

Apesar de não haver nenhuma posição oficial de estruturas de Ensino Superior da Enfermagem (o que já vem sendo habitual e bizarro), não há margem para se tomarem posições que possam ser entendidas como hostis à defesa da profissão.

Por isso, colegas e futuros colegas, alinhem com quem quer lutar pela Dignificação da Enfermagem.

Se existir algum tipo de atropelo na vossa instituição, o Forumenfermagem terá todo o prazer em divulgar e denunciar.

Não é tempo para comportamentos típicos dos invertebrados. É tempo para os determinados e corajosos!

Cumprimentos, Pedro Silva

Offline Enfmb

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 10
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #193 em: Janeiro 22, 2010, 21:38:16 »
Citação de: ENFA.J.

[/size][/color]

"  Saúde
Médicos exigem aumento salarial na ordem dos 1.700 euros



Se realmente se vier a verificar que esta noticia é verdade, é de deixar qualquer pessoa REVOLTADO...caso aconteça declaro o meus ADEUS à profissão ou então abandono este pais da TRETA, onde as desigualdades são cada vez maiores...

Quanto à utilização das fardas pelos estudantes de enfermagem aconselho a tapar o símbolo e o nome caso esteja na farda (utilizando adesivo do branco)...não custa nada prevenir...de qualquer maneira informem-se junto dos responsáveis das vossas instituições.

MARQUEM PRESENÇA NESTA MANIFESTAÇÃO...TRATA-SE TAMBÉM DO VOSSO FUTURO!!!

ENCONTRAMO-NOS DIA 29!!

Offline ndp

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 7
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #194 em: Janeiro 23, 2010, 12:27:31 »
Olá pessoal,
como disse anteriormente, e incentivei o pessoal a fazer o mesmo, enviei mails de propesto a contar a nossa situação, eis que obtive resposta do deputado do Bloco de Esquerda:

"Meu caro:
Agradeço a sua mensagem e exprimo a solidariedade política do Bloco de Esquerda com a luta em curso dos enfermeiros. Trata-se de uma luta justa, com objectivos inteiramente justos. O Bloco continuará a manifestar o seu apoio a este processo e empenhar-se-á no esclarecimento e mobilização da opinião pública em torno do processo conduzido pelos enfermeiros.
Amigáveis cumprimentos,
joão semedo
(deputado do BE)"


é por isto que reitero que, para além dos meios de luta já evidenciados, acho extremamente importante PRESSIONAR TODOS OS PARTIDOS POLÍTICOS DE MODO A TERMOS VISIBILIDADE, INCLUSE NA COMUNICAÇÃO SOCIAL e isto só será obtido se o número de pessoas a o fazerem for grande, pois admito que sozinho sou inútil, mas se o fizermos em conjunto, venceremos. Deixei a carta que enviei a título pessoal, juntamente com os contacto a enviar, na causa que estou a encabeçar juntamente com um colega meu, na rede social Facebook, intitulada NO MORE ABUSE TO THE PORTUGUESE NURSES! que já tem membros de diversos países: http://apps.facebook.com/causes/434197/80325388.

espero sinceramente que colaborem nesta acção,
vamos TODOS LUTAR PELO QUE TEMOS DIREITO
Lisboa no dia 29, todos juntos!