Autor Tópico: Vamos espicaçar os Enfermeiros  (Lida 10001 vezes)

Offline paionense

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 45
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #30 em: Outubro 01, 2009, 20:58:40 »
É minha impressão ou os colegas estão a chamar-nos indirectamente, uma espécie de serial-killers de doentes, insensíveis às necessidades dos doentes e ainda mais, incompetentes e desconhecedores das nossas funções?

Têm vocês a magnitude de pensamento de tal atrocidade? Nem quero acreditar nisso, porque seria reduzir esta discussão a um nível extremamente básico que seria, para mim, desconcertante. Estarão vocês o a dar lições de MORAL a enfermeiros com mais de 10 anos de profissão e relembrar-lhes as suas competências? Não me façam rir!

Meus amigos, estamos a falar de situações excepcionais! Como as de 1976! Situações em que obviamente o doente também é prejudicado DIARIAMENTE  e PROLONGADAMENTE aos longos destes tempos de desmembramento dos Enfermeiros. Estarão vocês em que realidade? Não vêem a motivação dos enfermeiros e a forma como isso afecta os doentes, não vêem os cortes orçamentais em medicamentos, tipos de pensos, papel higiénico, batas descartáveis, luvas, etc... e a forma como isso afecta o doente?

Não vêem a mudança de discurso dos chefes "da qualidade dos cuidados para o faz-se o que se pode" Em 10 anos de serviço nunca tive doentes que ficaram sem tomar banho e sem pensos feitos, como nos últimos 2 anos! Numa Unidade de Cuidados Intensivos!!! Está tudo maluco ou vive toda a gente em Marte!??!!!???!!

Escusam de estar a tapar o sol com a peneira, com paleios mariolinos porque situações excepcionais exigem medidas excepcionais! Não sei se serão greves selvagens ou outra coisa qualquer... mas o que até agora foi feito não é de certeza!

Provavelmente o colega Boo não viu a provocação que lhe deixei na primeira página, sempre gostaria de ler a sua opinião!

Offline martinman

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #31 em: Outubro 01, 2009, 21:01:31 »
Dar sugestões e criticar acções é a sua especialidade, caro Boo, faz lembar o outro "eles falam, falam e não os vejo a fazer nada."

À dita frase feita que todos usam e poucos sabem o que significa, diga lá o senhor entendido, então o significado ou interpertação tão profunda que pode ter.
Se não é com atitudes radicais ou outras menos radicais, é com quê?
Não conte com os utentes, quando nem com os enfermeiros pode contar.
Egoismo reina.
Como diz a amelie: compaixão, vocação, dedicação...todas essas tangas misericordiosas que sempre esperam de nós! E nós, não podemos esperar nada dos outros???
Pois não, temos que nos mexer.
Eu entendo que fomos formatados na escola com este paleio do coitadinho, mas graças aos copos e noitadas eu faltei muito às aulas e não fui contagiado com isso, mas com tanto que nos têm maltratado, isso já lhe deveria ter passado. Temos que reagir.
Nem nós nos valorizamos, fala você em complexo de superioridade.

Offline martinman

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #32 em: Outubro 01, 2009, 21:04:36 »
ó menino, apetece-me gritar como ò outro Gente Buuuuuuuu.............

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #33 em: Outubro 01, 2009, 21:17:15 »
chamar serial-killers de doentes não chamei nem nenhum colega chamou...mas arriscam-se a ser se a ideia de greve sem mínimos for para a frente. Digo aquilo que disse ontem...os nossos fins são os mesmos...secalhar não sou é tão radical na forma do protesto

Offline dprocha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
    • http://Ifonix.blogspot.com
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #34 em: Outubro 01, 2009, 21:20:22 »
Temos que ver que para realizar uma greve dessa dimensão, temos de estar todos em acordo...Não são 2 ou 3 "macacos" que vão estar a espernear e a gritar aos altos berros que chega a algum lado...teria que ser uma acção de todos...

Acho que somos realistas o suficiente para afirmarmos que uma greve desse tipo é...impossível! À luz do código penal, somos punidos por isso...à luz da constituição da república portuguesa e da Lei de Bases da Saúde somos impedidos que tal aconteça...Porque o resultado final seria irem presos! Porque o homicídio involuntário poderá ser umas das acusações...é só um aparte...
Além das implicações do código deontológico e ética e essas coisas que a nossa OE é especialista...O que aqui prova-se que a OE e Sindicatos nunca iriam compactuar com isso!

Esse tipo de greve só seria possível se pensássemos ameaçarmos todos entregarmos a carta de demissão e ai fazíamos a nossa greve... mas mesmo assim é impossível! Ninguém quereria abdicar de um quadro = a emprego para a vida...para a situação de desempregado!

Conclusão:
Para que raio estamos a gastar energia a discutir isso?

Offline paionense

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 45
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #35 em: Outubro 01, 2009, 21:27:20 »
Finalmente um argumento interessante!  Já se tornava monótono este discurso da tanga!

Algo que vale a pena contrapor... mas não agora... vou o hospital fazer noite e ameaçar doentes!! Eles tremem assim que me vêem e temem pelas suas vidas!! Oh my god!!!!!

Offline AgnesLGN

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #36 em: Outubro 01, 2009, 21:46:30 »
Citação de: Boo
eu ja dei muitas sugestões...mesmo.. volto a enunciar algumas...

Para começar, deve existir um exame diagnostico a realizar na admissão *a ordem, com o intuito de, face aos rendimentos de cada recém licenciado, verificar o padrão de exigências de cada instituição de ensino.... só assim é que se alcança justiça nas medias finais de curso...

De seguida... qualquer pessoa que quer... entra para enfermagem... até aí .. tudo bem ... o problema coloca-se em .. qualquer pessoa que quer... acaba o curso de enfermagem ... mostrando ou não competências para isso... têm que haver padrões de exigência mínima... várias instituições caem em facilitismo.. porque convém (€). formam-se profissionais que, como não lutaram para serem enfermeiros (graxa, cunhas... etc e tal para transitar de ano..) não sabem valorizar aquilo que deve ser realizado no âmbito da enfermagem...  como tal... sai mão de obra excessivamente.. e que não da valor .. nem sabe o que é ser enfermeiro... e como o povo diz.. para arranjar emprego vende-se ao desbarato .... depois é claro que isto complica para todos nós... especialmente recém licenciados como eu que n querem receber 3.5€ por hora.

Boo, isso do exame  a ordem é tudo muito bonito. Mas iria criar injustiças novamente. A ordem já fez a grande asneira de andar a abrir  escolas e privadas a torto e a direito  com acesso directo a ordem. e agora o nivel de ensino em enfermagem esta como esta. Penso que seria mais justo a ordem dos enfermeiros fazer como a ordem dos engenheiros: simplesmente nao da acesso directo a ordem a todas as instituiçoes, tendo em conta o nivel de ensino. Como sabem, o Engº Socrates nao é engenheiro nenhum mas sim apenas licenciado em engenharia - nao pertence a ordem dos engenheiros.

E isso das cunhas é em todo o lado, ate no mundo do trabalho é assim ou ate ainda mais. Ate na publica ha sistema de graxa. Quem parece saber é quem tira melhor nota. e o "parece" tem muito a ver com a postura confiante da pessoa, com alguma esperteza embora poucas vezes  estejam associadas a conhecimento e empenho.
“A dúvida requer mais coragem do que a convicção, e mais energia; porque a convicção é um lugar de repouso e a dúvida é infinita"

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #37 em: Outubro 01, 2009, 21:49:19 »
Citação de: dprocha
Temos que ver que para realizar uma greve dessa dimensão, temos de estar todos em acordo...Não são 2 ou 3 "macacos" que vão estar a espernear e a gritar aos altos berros que chega a algum lado...teria que ser uma acção de todos...

Acho que somos realistas o suficiente para afirmarmos que uma greve desse tipo é...impossível! À luz do código penal, somos punidos por isso...à luz da constituição da república portuguesa e da Lei de Bases da Saúde somos impedidos que tal aconteça...Porque o resultado final seria irem presos! Porque o homicídio involuntário poderá ser umas das acusações...é só um aparte...
Além das implicações do código deontológico e ética e essas coisas que a nossa OE é especialista...O que aqui prova-se que a OE e Sindicatos nunca iriam compactuar com isso!

Esse tipo de greve só seria possível se pensássemos ameaçarmos todos entregarmos a carta de demissão e ai fazíamos a nossa greve... mas mesmo assim é impossível! Ninguém quereria abdicar de um quadro = a emprego para a vida...para a situação de desempregado!

Conclusão:
Para que raio estamos a gastar energia a discutir isso?

bem dito...concordo com o que dizes...e não esquecer que os que entregassem as cartas de demissão iam para o desemprego...mas no desemprego estão muitos à espera para entrar que não perderiam a oportunidade de entrar para o lugar de quem se demitia...

Offline martinman

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #38 em: Outubro 01, 2009, 22:07:10 »
dprocha concordo:
Acho que somos realistas o suficiente para afirmarmos que uma greve desse tipo é...impossível.
Mas vê uma posição de peso, disposta a alguma coisa?
Se apanha-se um ladrão a roubar-lhe a casa, ligava calmamente à policia e dizia ao gajo: - aguarde um bocadinho senhor gatuno que a policia está já a chegar.
Estamos a ser roubados à tempo demais, temos consciência dos limites a que estamos sujeitos, mas irrita-me esta classe que ainda perdeu a noção dos limites e se vai acomodando, convivendo bem com isto.
Marasmo.
 "Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade." Friedrich Nietzsche

Offline dprocha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
    • http://Ifonix.blogspot.com
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #39 em: Outubro 01, 2009, 22:23:55 »
Bem sei que me apetece a muita coisa...aliás à uns tempos atrás foi abordado esse tema neste mesmo fórum e eu era apologista disso...aliás sou...mas no sentido de dizer que temos que radicalizar a nossa forma de protesto...ao menos fazer cócegas! Mas não ir contra a lei, protestar de forma viável...

Acho que o governo (e acho que todos são de acordo) está-nos a roubar à força toda...no entanto houve enfermeiros que votaram no PS!!! Mas que falta de clareza vem a ser essa? Mas esse pessoal tem andado em coma esses últimos 4 anos de mandato?

Daí eu dizer que ninguém vai aderir a isso...a meu ver vai tudo estar à espera da boa vontade do ministério da saúde e das finanças! Que haja um milagre de Deus e eles assinam tudo a nossa favor...Até parece que isso vai acontecer!

Nós simplesmente podemos é fazer chegar cada vez mais à opinião pública a nossa luta...nós para a generalidade das pessoas somos os empregados, os mandatários dos médicos...eu muitas vezes corrijo o utente, quando ele diz que o médico deu uma injecção!!! Afinal foi ele ou foi o enfermeiro?

Outra, irrita-me profundamente o facto desse país bajular os denominados "doutores" e só assim são respeitados...um farmacêutico, um engenheiro, um jurista, advogado, dentista, são todos doutores no entanto são licenciados...
Por isso começo a considerar se nós também não devamos começar a nos auto intitular Doutor enfermeiro...pelo andar da carruagem só assim começaremos a ter algum respeito...

Nessa terra doutor leva respeito que por consequência leva a conseguir tudo o que quer...

Offline martinman

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #40 em: Outubro 01, 2009, 22:48:50 »
Se disseres a muita gente que ganhas 1200 euros, vão achar um exagero, nunca terás a opinião publica do nosso lado se não fizeres sentir a falta  que fazes.
Os enfermeiros desvalorizam-se, fazem parecer menores as suas acções.
Li há tempos uma história de um engenheiro que foi chamado a uma empresa para reparar uma máquina. Chegou lá, olhou para a máquina deu um aperto num pequeno parafuso e resolveu o problema. Apresentou a conta de 250 euros, o patrão ficou azul e disse:
-tanto dinheiro por apertar 1 parafuso?
Ao que o Eng. respondeu:
- Vou especificar a conta
Apertar o parafuso- 1 cêntimo
Conhecimento para saber que o aperto do parafuso resolveria o problema 249,99.
Quantos injectáveis, são dados à borla e quem leva a borla não reconhece o procedimento,pois demorou 2 minutos, mas se forem ao médico ver a tensão e dizer 33, largam 50 ou mais euros e ficam satisfeitos.
Podes e deves no teu dia a dia, fazer os utentes verem a importância do teu trabalho.

Antes da paralização dos camionistas, tinhas alguma vez pensado no caos que poderia dar?

Offline martinman

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 70
    • Ver Perfil
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #41 em: Outubro 01, 2009, 22:53:09 »
Vá agora uma sugestão viável.
Greve por tempo indeterminado, dos serviços que não funcionam 24h( não há minimos) e os colegas desses serviços teriam suporte financeiro dado pelos sindicatos e pelos outros colegas solidários.
É utópico, sobretudo porque refiro colegas solidários, mas não é impossivel e penso que está dentro dos padrões

Offline Boo

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 211
    • Ver Perfil
    • http://www.rapazinhostuna.blogspot.com
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #42 em: Outubro 01, 2009, 23:01:12 »
Greve por tempo indeterminado, ora aí está uma sugestão que acho viável e a curto prazo pode ser uma solução...

Já nos começamos a entender...
Coiso

Offline dprocha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
    • http://Ifonix.blogspot.com
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #43 em: Outubro 01, 2009, 23:06:19 »
O comentário de uma anónima no blog do doutorenfermeiro que a meu ver ilustra a vontade de muita gente...

"Esta profissão já mete nojo.
a palavra é forte, mas m***a, que futuro tenho eu??
Sem cunhas nem padrinhos, nem jeito para me insinuar, que futuro tenho eu?
Que erro ter escolhido esta profissão!!
Que arrependimento.
Que desgosto.
Ultimamente só me tem dado desgostos, sofrimento, noites sem dormir e um magro ordenado.

Não tenho possibilidades de pensar em resolver a minha vida.
Não posso ir a um banco pedir um emprestimo.
Não tenho pais ricos.
Não posso pensar em casar, ter filhos, formar família, pois a qualquer momento posso perder tudo.
Vivo com a ameaça constante do despedimento velado da "não renovação contratual".

Tenho o peso de um serviço em cima, todas as dores de cabeça e porcarias chatas que os outros não querem, porque sendo contratados por tempo indeterminado ( quadro ), podem dizer que não.
Eu se disser que não, respondem logo "não quer há quem queira!"
Levo 800 euros para casa, que depois das despesas pouco fica, mas a minha saúde física e mental depressa se está a esgotar.
Ninguém nos respeita, nem os médicos ( tirando raras e dignas excepções, infelizmente cada vez menos ), nem os utentes, nem as próprias chefias ( no meu entender enfermeiros que deviam cuidar de enfermeiros ), que infelizmente se esqueceram onde começaram.
Tenho de ir trabalhar doente, porque senão lá vem a ameaça de não renovarem o contrato.
Enquanto isso lá vem o doente que não apanhou consulta coitado e está tão mal e se a sra enfermeira lhe desse uma palavrinha, lá vou eu por que me preocupo ser maltratada. Vem aquele que foi à urgência e ninguém lhe ligou, lá vou eu pedinchar, lá vem aquele que correu mal a operação, lá meto uma cunha para ir ao hospital, vem o outro coitadinho que precisa de apoio da segurança social, lá vou eu dar uma palavrinha, tenham atenção à situação que é grave etc. E às vezes lá escorrega um dinheirinho para pagar os medicamentos do velhote que tem a tensão descontrolada e está à espera da reforma para ir à farmácia e ainda faltam 13 dias, enfim.
São tudo defeitos meus, tenho o defeito que agora nos tempos que vivemos, nos pode destruir, o defeito de me preocupar.

Pedincho para eles, porque me preocupo, mesmo que depois leve com um valente pontapé na bunda.

Pedincho para eles, e para mim nada, à dois anos que nem umas análises de rotina peço.

Começo a ficar tão saturada, tão cansada, tão farta de ser maltradada, de me preocupar e nem um obrigada levar, que depois destes anos todos, começo a ter nojo desta profissão-
Tenho nojo não do que faço, mesmo com todos os problemas e todas as medalhas de cortiça que levo para casa ao fim do dia, mas tenho nojo desta classe dirigente que nos anda a destruir.

A destruir como profissionais, como pessoas, como seres humanos, despojados de dignidade pelos próprios colegas. Esta Enfermagem mete nojo a cada dia que passa.

Eu qualquer dia faço o mesmo que na Telecom francesa. Sou enfermeira, e se não me quiser suicidar daqui a mais uns anos, tenho de o deixar de ser.
E essa é a razão pela qual esta profissão cada vez me mete mais nojo.

Quem me dera não me preocupar tanto, mas como me preocupo, cada dia estou pior.
Só me apetece chorar."


A meu ver, isso tudo porque ela não pôs num patamar bem lá no alto os actos que pratica enquanto enfermeira...

Quando se dá uma simples injecção temos de fazer com que as pessoas nos apreciem...por exemplo que nos agradeçam...quantas e quantas vezes dou uma injecção a pessoa leva e vai-se embora com um sorriso na cara e depois vai agradecer ao médico pela injecção...aí pega-me o fogo! Agora tenho andando com o termo..."de nada e um resto de bom dia!"...

Não falo apenas de técnicas mas muitas das vezes fazemos de advogado, psicólogo, analista, intermediário, etc e não fazemos entender à pessoa que isso nos custo tempo e esforço e que merecemos pelo menos um agradecimento...simplesmente dizemos "não custou nada foi simples"...NÃO! Foi chato, cansei-me, tive que fazer um esforço mental, puxar pelas minhas técnicas de comunicação, coisas que estudei em 4 anos no curso de enfermagem e que estou a aplicar...isso CUSTA!

Offline dprocha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
    • http://Ifonix.blogspot.com
Re: Vamos espicaçar os Enfermeiros
« Responder #44 em: Outubro 01, 2009, 23:15:17 »
Greve por tempo indeterminado...isso também já foi abordado no fórum (http://www.forumenfermagem.org/forum/ht ... ic.php?t=3)...
Não quero dizer que não vale pena discutir isso aqui...até porque a discussão ficou em standby...

Sou mais apologista desse tipo de greve...aliás sou mais apologista do que os professores, fartos de greve, fizeram...faziam greve apenas nas primeiras 2 horas de serviço...
E isso para mim foi um golpe de génio, ora vejamos:
As crianças são levadas pelos pais para escola...
deparam-se que o professor está de greve e não podem deixar a criança na escola/creche...
têm de arranjar maneira da criança não ficar sozinha e então levam a criança para o serviço ou alguém cuida ou em último caso vão para casa e faltam ao trabalho...
ao faltarem ao trabalho o patrão fica lixado porque a funcionário teve que faltar por causa que a escola/creche da criança estava com os professores em greve...

Podíamos fazer isso adaptando à nossa realidade...