Autor Tópico: Tecido dérmico acelular porcino com ou sem cobertura  (Lida 3084 vezes)

Offline Shirley Afonso

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 241
    • Ver Perfil
    • http://spaces.msn.com/shafonso/
Tecido dérmico acelular porcino com ou sem cobertura
« em: Fevereiro 07, 2006, 19:16:08 »
O tecido dérmico acelular porcino é alternativa para o tratamento de feridas cutâneas, avalia a resposta clínica e inflamatória do implante de tecido dérmico acelular porcino, com e sem cobertura impermeável.

"O uso do impermeável, visando à redução da perda hídrica do tecido dérmico acelular porcino, mostra resultados positivos, uma vez que as feridas apresentam cicatrização com aspecto clínico e histológico melhores, concordando com estudos prévios que relatam maior síntese de colágeno, taxa de reepitelização e melhores resultados cosméticos quando o leito da ferida é mantido livre de perda hídrica excessiva. Além disso, sabe-se que as feridas ocluídas cicatrizam mais rápido porque a formação crostosa que ocorre sobre a área cruenta é prevenida ou minimizada, com conseqüen-te redução do processo inflamatório e formação de cicatriz menos aparente."


Citar
Quando a perda tecidual é extensa, o processo de cicatrização pode não ser suficiente para que ocorra a cura, devendo-se considerar, então, tratamento com enxertos e retalhos. Quanto à origem os enxertos de pele, eles podem ser classificados em autólo-gos, homólogos ou xenogênicos, como os de origemsuína ou bovina. Várias técnicas de substituição tecidual foram introduzidas com o intuito de reduzir a formação de cicatrizes e acelerar o tempo de cicatrização. Tecidos dérmicos acelulares são sugeridos para o tratamento de queimaduras extensas, havendo várias técnicas descritas para induzir cicatrização mais eficiente.


FONTE: http://www.scielo.br/pdf/abd/v80n4/v80n4a07.pdf.
quot;Todo o bem que pudermos fazer, toda a ternura que pudermos dar a um ser humano, que o façamos agora, neste momento, porque não passaremos duas vezes pelo mesmo caminho."