Autor Tópico: 2009: Revisão da Carreira  (Lida 55839 vezes)

Offline herys

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 88
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #480 em: Dezembro 16, 2009, 23:00:43 »
Volto ao mesmo...alguém sabe alguma coisa da dita (suposta) reunião com a ministra no dia 15 de Dezembro???? ??? ??? ???

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #481 em: Dezembro 17, 2009, 11:05:39 »
Citação de: herys
Volto ao mesmo...alguém sabe alguma coisa da dita (suposta) reunião com a ministra no dia 15 de Dezembro???? ??? ??? ???

Os sindicatos estão a cozinhar a resposta para não nos chocarem demasiado... >:D >:D >:D

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #482 em: Dezembro 17, 2009, 11:36:50 »
Citação de: SandroMelo
Citação de: herys
Volto ao mesmo...alguém sabe alguma coisa da dita (suposta) reunião com a ministra no dia 15 de Dezembro???? ??? ??? ???

Os sindicatos estão a cozinhar a resposta para não nos chocarem demasiado... >:D >:D >:D

Nova reunião a 8 de Janeiro e nada de conclusivo nesta de dia 15...

Prometi a mim mesmo que caso não houvesse acordo no que respeita à grelha salarial até ao final deste ano, tomaria uma decisão:

Vou deixar de ser associado do SEP.

Já agora, qual o procedimento a realizar para tal acontecer? Basta comunicar à secção de vencimentos da ARS?

Offline sanbokan

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 18
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #483 em: Dezembro 17, 2009, 14:48:59 »
Acho que para o ano vou ter um aumento de, pelo menos, 1%!!

Não se admite o que estão a fazer, se bem que isto é mesmo o que o (des)governo quer...

Offline ailez

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 30
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #484 em: Dezembro 17, 2009, 15:39:41 »
Eu só peço uma coisa, tt ao Sindicato como a Ordem, que juntem os seus poderes, e que faxam algo pelos Enfermeiros!!!
Salários decentes conforme os Licenciados (aprox 1500 euros) e n é pedir demais é o que merecemos  É O JUSTO. estamos a ser roubados!!!! e ninguem faz nada!!! é impressionante, é preciso que as nossas identidades se mexam!!! somos sócios para que nos defendam e nos "dêem" os nossos direitos!!!!
Hoje em dia um Enfermeiro para ter uma vida decente precisa de 2 empregos, deixando de ter muitas vezes uma vida familiar e social conveniente e saudável! se realmente tivessemos 1 emprego com salário conveniente, haveria como conseguinte emprego para mais de metade dos desempregados actuais!

O que n percebo é que o " estado " diz: "n tem" dinheiro para nos pagar! LOL
 não entrem no jogo deles!  há sempre dinheiro, é preciso exercer pressão!!!! fazer uma greve que os faça tremer!
pois sim!!!! se todos os hospitais do pais n funcionarem devidamente... as pessoas n estão satisfeitas com o actual " estado", logo... menos votos...( não digo mais)

TEMOS QUE MUDAR!!! CRESCER!!! SO PEDIMOS O QUE É JUSTO E NOSSO!

Offline BriGit

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #485 em: Dezembro 17, 2009, 15:49:56 »
Sem nada a acrescentar,
 
Subscrevo

Bem haja
A teoria sempre acaba,mais cedo ou mais tarde,assassinada pela experiência.
(ALBERT EINSTEIN)

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #486 em: Dezembro 18, 2009, 00:28:32 »
Citação de: enfarfr
Citação de: SandroMelo
Citação de: herys
Volto ao mesmo...alguém sabe alguma coisa da dita (suposta) reunião com a ministra no dia 15 de Dezembro???? ??? ??? ???

Os sindicatos estão a cozinhar a resposta para não nos chocarem demasiado... >:D >:D >:D

Nova reunião a 8 de Janeiro e nada de conclusivo nesta de dia 15...

Prometi a mim mesmo que caso não houvesse acordo no que respeita à grelha salarial até ao final deste ano, tomaria uma decisão:

Vou deixar de ser associado do SEP.

Já agora, qual o procedimento a realizar para tal acontecer? Basta comunicar à secção de vencimentos da ARS?

Isso só faz com que não te descontem a quota...escreve e expoe as tuas razões...tem mais efeito

Offline Eumesmo

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #487 em: Dezembro 18, 2009, 09:37:41 »
Peço desculpa se estou a ser injusto, mas parece-me que os nossos sindicatos ou sindicato, se é que o SEP tem tido um papel mais preponderante que os outros nestas negociações (não sei, não existe informação) não nos têm representado da forma mais eficaz possivel. Acabo de enviar para o sindicato de que sou sócio (SEP), o meu pedido de anulação de inscrição e pagamento da quota. Não sei se é a altura ideal para fazê-lo, mas esta da reunião de dia 15 foi demais, até hoje não temos uma única informação!!?? Por isso mesmo não posso continuar a contribuir com 1% do meu vencimento quando sinto que não estou a ser nem bem representado nem respeitado.

Offline MC

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 114
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #488 em: Dezembro 19, 2009, 22:46:07 »
Citação de: Eumesmo
Acabo de enviar para o sindicato de que sou sócio ... o meu pedido de anulação de inscrição ... Não sei se é a altura ideal para fazê-lo, mas ... sinto que não estou a ser nem bem representado nem respeitado.

Porque é que acha que não está a ser bem representado nem respeitado? Só porque não tem informação da última reunião?
Se não confiarmos nos nossos representantes, em quem é que vamos confiar? No Ministério?
Só no final do processo negocial é que se pode tirar conclusões. E de certeza que se não se conseguiu avançar mais nas negociações até agora, é por culpa do poder político e não por causa do sindicato.
Deixar o sindicato não vai resolver nada, pois só eles tem possibilidade de alterar o estado de coisas. Aliás acho que vai mesmo piorar, pois a representatividade do sindicato, com o seu número de sócios, tem muito peso na mesa negocial.
O que há a fazer é falar com os delegados ou dirigentes para se estar o mais informado possível e aguardar quando eles acham que não podem dar para fora informações que podem comprometer o bom andamento das coisas.
Estar na profissão há muito tempo, diz-nos que todas as conquistas foram sempre com muito esforço e luta. Mas os jovens, sempre impacientes, querem tudo para ontem. É preciso aprender que na vida nem sempre é como nós queremos. Agora, quando queremos muito uma coisa, vamos em frente e não há nada que possa abalar a nossa determinação. Foi isso que me ensinaram e é isso que tento transmitir aos que vêm a seguir a mim.
Era bom repensar a sua atitude.

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #489 em: Dezembro 20, 2009, 14:41:27 »
Citação de: MC
Citação de: Eumesmo
Acabo de enviar para o sindicato de que sou sócio ... o meu pedido de anulação de inscrição ... Não sei se é a altura ideal para fazê-lo, mas ... sinto que não estou a ser nem bem representado nem respeitado.

Porque é que acha que não está a ser bem representado nem respeitado? Só porque não tem informação da última reunião?
Se não confiarmos nos nossos representantes, em quem é que vamos confiar? No Ministério?
Só no final do processo negocial é que se pode tirar conclusões. E de certeza que se não se conseguiu avançar mais nas negociações até agora, é por culpa do poder político e não por causa do sindicato.
Deixar o sindicato não vai resolver nada, pois só eles tem possibilidade de alterar o estado de coisas. Aliás acho que vai mesmo piorar, pois a representatividade do sindicato, com o seu número de sócios, tem muito peso na mesa negocial.
O que há a fazer é falar com os delegados ou dirigentes para se estar o mais informado possível e aguardar quando eles acham que não podem dar para fora informações que podem comprometer o bom andamento das coisas.
Estar na profissão há muito tempo, diz-nos que todas as conquistas foram sempre com muito esforço e luta. Mas os jovens, sempre impacientes, querem tudo para ontem. É preciso aprender que na vida nem sempre é como nós queremos. Agora, quando queremos muito uma coisa, vamos em frente e não há nada que possa abalar a nossa determinação. Foi isso que me ensinaram e é isso que tento transmitir aos que vêm a seguir a mim.
Era bom repensar a sua atitude.
10 anos de atraso acho uma prova de paciência...

Offline Eumesmo

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #490 em: Dezembro 21, 2009, 00:19:37 »
Meu caro MC, ao ler o seu post fico com a sensação que interpretou esta minha tomada de posição relativamente a deixar de ser sócio do SEP como algo próprio de um jovem impaciente que quer tudo para ontem.Pois deixe-me informá-lo que completarei no próximo ano 14 anos de profissão, facto pelo qual já não me considero propriamente um jovem enfermeiro que age por impulso e que acredita em conquistas instantâneas. Como sou um indivíduo curioso e gosto de conhecer as origens e "meandros" daquilo que me rodeia, sempre estive muito atento a estas questões, tendo conhecimentos razoáveis da História da Enfermagem em Portugal.
E é precisamente por ter este tipo de consciência, que neste momento decido deixar de ser sócio do SEP. Não é preciso ter poderes de vidente para perceber que, independentemente do resultado final das negociações, a actuação do ou dos sindicatos tem sido desastrosa. E eu estou à vontade para dizê-lo porque sou dos que adere a todas as greves e vai a todas as manifestações, mesmo quando não concordo, fazendo-o por uma questão de consciência colectiva.
Esta minha insatisfação não "nasceu" agora, tem já mais de uma década. E estas nossas "discussões" não existiriam neste momento se tivesse sido feita uma revisão da carreira no momento em que ela deveria de facto ter acontecido. Esse momento aconteceu há cerca de 10 anos atrás, quando começaram os Cursos de Licenciatura em Enfermagem e os Complementos. Essa evolução teria "obrigatoriamente" de ser paralela e simultânea pois corríamos o risco de que viesse a acontecer o que veio a confirmar-se. Um maior investimento e esforço monetário e intelectual por parte dos profissionais e novos alunos de enfermagem, tendo como recompensa, NADA(excluindo obviamente os ganhos em termos de evolução pessoal e profissional subjectiva).
Agora a questão porque esta transição não foi feita de uma forma mais coerente, que não nos levasse ao imbróglio em que estamos metidos neste momento, deveu-se em grande parte à falta de palneamento e visão estratégica de longo prazo de quem nos representou naquele momento e que por coincidência continua a representar-nos.

Offline João Pedro Allende

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 10
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #491 em: Dezembro 21, 2009, 20:14:17 »
Meu caro "Eumesmo" se tem 14 anos de profissão e tem conhecimentos razoáveis da História da Enfermagem, então, desculpe a frontalidade, mas confunde a realidade com o desejo ou então, apesar de ter participado em todas as lutas como eu, e bem, nunca foi a uma reunião com o SEP e colocou as suas ideias à discussão.
E digo isto porque um dos problemas com que estamos confrontados resulta, na sua opinião, da falta de "planeamento e visão estratégica de longo prazo" ... que se devia ter alterado a Carreira há 10 anos (tinha o colega 3 ou 4 anos de curso) quando conquistámos a Licenciatura.
Porque também já tenho 18 anos de curso e estou tão insatisfeito como o colega, mas participo nas reuniões do SEP, deixe-me acrescentar-lhe umas informações sobre a discussão nessa altura.
1 - Em 1997 o SEP começou uma guerra pela alteração da Carreira de Enfermagem. Para "trás e prá frente" (como hoje), com muita guerra (como hoje), mas conseguimos. Foi publicado o DL 412/98, a Carreira foi revalorizada, cerca de 27 000 enfermeiros receberam 16 milhões de contos ... o impacto foi faseado e estivemos a receber aumentos até 1 de Dezembro de 2000.
2 - Em 1998 conquistámos a Licenciatura publicada em 2009
3 - Em 1998, decorrente da alteração da Carreira Técnica Superior, conseguimos mais uma revalorização da Carreira (DL 411/99), cujo impacto foi de 4 milhões de contos, mantendo o faseamento até 1 de Dezembro de 2000.
4 - Em 1999/2000 iniciaram-se os primeiros Cursos de Complemento para Enfermeiros e começaram a sair os primeiros jovens licenciados.
5 - Ainda em 1998/2000, em torno da valorização económica da Carreira de Enfermagem, lembrar-se-á das multipas opiniões públicas do SIMédicos, do "bruá que os Enfermeiros ficavam a ganhar que os Médicos.
É aqui que está o ponto. É aqui, com estes elementos, que digo que se confunde o desejo com a realidade.
Ou seja, num contexto em que tínhamos tido 2 revalorizações salariais, com este bruá do sector médico e a receber aumentos/faseamentos até 2 000 … acha que era politicamente possível ir à conquista de mais uma revalorização salarial? Vamos supor que essa era a decisão dos colegas das n reuniões que se fizeram na altura para discutir isto. Para ir a esta guerra, neste contexto, precisávamos, mais do que nunca, de todos os colegas unidos em torno desse objectivo. E estavam?
Claro que não. 1º porque estavam a sair os primeiros enfermeiros do Complemento … os outros, face às vagas das escolas, nem sabiam quando iriram … logo, a carreira dos licenciados era para quem? Para os 1.ºs que fossem fazer o Complemento e os jovens profissionais que saíam das escolas já licenciados.
Esta guerra era fracturante para a profissão, num contexto em que seria necessário a unidade de todos … e de todos irem à luta até às últimas consequências. Era ir para uma guerra sem tropa.
Esta foi uma das discussões amplamente feita com os colegas (com quem quis participar – como sempre). A decisão generalizada foi de começarmos a preparar uma alteração profunda de Carreira. Foi isso que, em 2002, em Congresso, o SEP fez. Discutiu uma base de Princípios para uma nova Carreira de Enfermagem (que o colega recebeu em casa) e que andou a discuti-la pelo país até finais de 2004. O resto, as condições politicas que têm dificultado este objectivo, são conhecidas … veio a Ferreira Leite e o país de tanga … depois o Durão Barroso e começaram as SÃS, os CITs, o Código.
É perante a análise rigorosa de todos os factores que influenciam/determinam a conquista de uma Carreira que, na minha opinião, uma coisa é o meu desejo … outra são as condições objectivas e reais …
Mas, sobre isto, não há alternativa … senão participar na discussão efectiva e com todos os elementos em presença. Ou seja, os colegas do SEP recebem 700 opiniões por mail diferenciadas sobre como conduzir um processo … sobre qual decidem? E os outros que têm uma opinião diferente? Como consensualizam as opiniões? Para que todos lutem por elas? Só há uma via … os colegas sentarem-se com sindicato para, em presença de todos os elementos que muitas vezes (naturalmente) não dominam, se discutiram/reflectirem/consensualizarem as opiniões.

Offline Eumesmo

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 19
    • Ver Perfil
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #492 em: Dezembro 22, 2009, 10:59:45 »
Colega João Pedro Allende, concordo com tudo o que afirmou e para que fique descansado já tinha conhecimento da cronologia por si aqui apresentada. Mas o colega tocou no ponto que eu acho essencial. Correcto que já tínhamos tido 2 revalorizações salariais, mas o ponto fundamental não era esse. O colega, julgo que sem querer, tocou no ponto essencial, "… logo, a carreira dos licenciados era para quem? Para os 1.ºs que fossem fazer o Complemento e os jovens profissionais que saíam das escolas já licenciados." - este foi o grande problema, a falta de entendimento relativamente a uma nova carreira que consagrasse o facto de existirem enfermeiros licenciados, que numa fase inicial teriam de facto menos anos de carreira que os não licenciados. Deixe-me dizer-lhe que em virtude de alguns conhecimentos pessoais junto da equipa ministerial da altura, até haveria alguma abertura política para esta revisão.
Mas é claro que se nós não tivemos a capacidade de perceber naquele momento que, apesar de os mais novos virem a ser os primeiros beneficiados com uma revisão de carreira, os mais velhos seriam beneficiados um pouco mais tarde, não seria a classe política a oferecer-nos isso de bandeja. Na altura, discordei publicamente da opção tomada. Infelizmente hoje verifico que tinha razão. Conhecendo o resultado actual de todo este processo, não posso deixar de acreditar que teria sido benéfico para todos uma revisão da carreira na altura, com integração dos elementos nessa carreira à medida que fossem terminando os complementos ou as licenciaturas de base. Estaremos melhor assim, em que ninguém teve reenquadramento remuneratório em função das suas habilitações académicas?
Resumindo, o grande obstáculo fomos nós, quantos de nós que já trabalhavamos na altura ouvimos ou dissemos "Depois vou estar a integrar um colega que ganha mais que eu? Então ele que trabalhe". Eu ouvi várias vezes e sempre tentei explicar que nesse contexto todos teríamos acesso a essa nova carreira, embora obviamente uns mais tarde que outros. Mas secalhar assim estamos melhor, ninguém teve acesso a coisa nenhuma e assim o SEP não teve de lidar com uma "questão fracturante"(como é costume).
Mas seja como for, estou disponível para participar em todas as formas de luta que venahm a ser entendidas como necessárias.

Offline dprocha

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 410
    • Ver Perfil
    • http://Ifonix.blogspot.com
Re: 2010: Revisão da Carreira
« Responder #493 em: Dezembro 28, 2009, 15:06:14 »
Relativamente à reunião de 15 de Dezembro o SEP lançou um comunicado:

http://www.sep.org.pt/images/stories/se ... icadod.pdf

Agora fico na dúvida...o doutorenfermeiro (que visto estar ligeiramente mais bem informado relativamente a essas coisas...) afirmou que:
"Ninguém se digna explicar aos Enfermeiros o que aconteceu?
Eu explico: colegas, não houve qualquer reunião no dia 15 de Dezembro. Nada, apenas a indicação que haveria nova reunião - a marcar - em Janeiro de 2010. Tudo o resto é uma mentira, bluffada, encoberta num silêncio que os Enfermeiros não merecem!"


Certo é que lançaram um comunicado a explicar a reunião e por isso parece ter havido reunião...Acho que esse tipo de acusações não traz benefícios, e se os traz tem de ser feitas com os pés bem assentes na terra, com provas e convicção!
Creio que fico na ignorância...

Offline ndp

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 7
    • Ver Perfil
2009: Revisão da Carreira
« Responder #494 em: Janeiro 19, 2010, 12:15:01 »
Olá colegas,

venho aqui também deixar a minha indignação para com esta negociação e resultados que temos obtido  >:(
Contudo acho extremamente relevante unirmo-nos todos e fazermos barulho para chamar a devida atenção à nossa causa...
Para além de aderir à greve venho também aqui pedir a quem tem FACEBOOK onde foi lançada uma causa NO MORE ABUSE TO THE PORTUGUESE NURSES! onde deixo aqui o link: http://apps.facebook.com/causes/434197/80325388

Ajudem na divulgação. Agradeço a vossa colaboração  :)
cumprimentos dizendo aos responsáveis políticos: «Fiquem vocês com a farda e prestem cuidados se souberem!»

PS: já postei este comentário em outro ponto de discussão mas acho que quantos mais formos melhor, e quanto mais impacto tivermos ainda melhor, pois tá visto que até estas redes passam na comunicação social se tiverem tamanho suficiente. por isso ajudem.