Autor Tópico: Poema do Idoso  (Lida 29976 vezes)

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Poema do Idoso
« em: Novembro 16, 2008, 11:48:12 »
Se meu andar é hesitante
e minhas mãos trêmulas, ampare-me.
Se minha audição não é boa, e tenho de me
esforçar para ouvir o que você
está dizendo, procure entender-me.
Se minha visão é imperfeita
e o meu entendimento escasso,
ajude-me com paciência.
Se minha mão treme e derrubo comida
na mesa ou no chão, por favor,
não se irrite, tentei fazer o que pude.
Se você me encontrar na rua,
não faça de conta que não me viu.
Pare para conversar comigo. Sinto-me só.
Se você, na sua sensibilidade,
me ver triste e só, simplesmente partilhe comigo um sorriso e seja solidário.
Se lhe contei pela terceira vez a mesma história num
só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me.
Se me comporto como criança, cerque-me de carinho.
Se estou doente e sendo um peso, não me abandone.
Se estou com medo da morte e tento negá-la,
por favor, ajude-me na preparação para o adeus.


(Autor Desconhecido)

Offline enfataniasilva

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 287
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #1 em: Novembro 16, 2008, 14:00:04 »
Brilhante!
Tânia Silva

Offline anareis_sd

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 77
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #2 em: Novembro 16, 2008, 17:36:41 »
Lindo..

Offline Ena Rot

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 274
    • Ver Perfil
    • http://enarot.blogs.sapo.pt/
Re: Poema do Idoso
« Responder #3 em: Novembro 16, 2008, 19:09:53 »
Para quando passar da teoria à prática?
.: Navegando e tentando Cuidar de outros Navegares :.

Google Reader -Ena Rot's shared items
Rabiscos
what am I doing...

Offline EnfNessa

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 251
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #4 em: Novembro 16, 2008, 21:22:43 »
Citação de: Ena Rot
Para quando passar da teoria à prática?

Esperemos para muito em breve  :)
Que pelo menos esse seja o futuro do nosso país visto que a população será maioritariamente idosa

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #5 em: Novembro 17, 2008, 19:10:56 »
Penso que cabe a cada um de nós fazermos algo por esta situação...

Vai da formação de cada um...enquanto profissional, mas acima de tudo enquanto pessoa.

Lembrem-se que caminhamos para velhos...para novo ninguém vai...

Offline CCAV

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 472
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #6 em: Dezembro 17, 2008, 22:40:04 »
Citação de: enfsergio
Penso que cabe a cada um de nós fazermos algo por esta situação...

Vai da formação de cada um...enquanto profissional, mas acima de tudo enquanto pessoa.

Lembrem-se que caminhamos para velhos...para novo ninguém vai...

Pois é, mas infelizmente a maior parte de nós esquece-se desse pequeno GRANDE pormenor...

Cada vez existem mais idosos sem infraestruturas para os recebermos e como será quando chegar a nossa altura, vamos gostar de ser tratados como os tratamos hoje?!?!

Vamos todos olhar para o futuro, que cada vez está mais próximo, com um olhar no idoso!

Abraço
Se queres um amigo, cativa-o!

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #7 em: Dezembro 18, 2008, 00:56:24 »
Nem sabe como fico contente por ver a área de intervenção "Enfermagem Geriátrica" a ser debatida por diversos elementos. Muitas vezes uma área esquecida aqui no forumenfermagem, diluída em meio de discussões sobre empregos/desemprego, ordem e sindicatos...Muitas vezes fiquei desanimado por ver este tópico algo esquecido e não participarem...mesmo que fosse incluindo novos tópicos...novas ideias...ainda bem que o debate voltou. Espero sinceramente que seja para se manter.

Offline butterfly92195

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 20
    • Ver Perfil
    • http://www.my.oriflame.pt/soniamoreira
Re: Poema do Idoso
« Responder #8 em: Dezembro 19, 2008, 18:54:37 »
Citação de: enfsergio
Se meu andar é hesitante
e minhas mãos trêmulas, ampare-me.
Se minha audição não é boa, e tenho de me
esforçar para ouvir o que você
está dizendo, procure entender-me.
Se minha visão é imperfeita
e o meu entendimento escasso,
ajude-me com paciência.
Se minha mão treme e derrubo comida
na mesa ou no chão, por favor,
não se irrite, tentei fazer o que pude.
Se você me encontrar na rua,
não faça de conta que não me viu.
Pare para conversar comigo. Sinto-me só.
Se você, na sua sensibilidade,
me ver triste e só, simplesmente partilhe comigo um sorriso e seja solidário.
Se lhe contei pela terceira vez a mesma história num
só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me.
Se me comporto como criança, cerque-me de carinho.
Se estou doente e sendo um peso, não me abandone.
Se estou com medo da morte e tento negá-la,
por favor, ajude-me na preparação para o adeus.


(Autor Desconhecido)



numa aula de saude geriatrica o meu prof referiu este poema que esta sem duvida maravilhoso!!

:P
kiss

Offline Miss Nurse

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1183
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #9 em: Dezembro 19, 2008, 21:07:04 »
Também já conhecia esse poema...Aqui vai outro que já tenho no meu blog há algum tempo:
"Mensagem à terceira idade"

O tempo vai passando
e o sofrimento e as lágrimas
abrem caminhos ao passar
a que os homens chamam rugas.
Vossos olhos são pássaros
cujas asas cruzam os céus
sem caminhos...

Há muito pouco tempo
a Primavera sorria
nos ninhos dos passarinhos!
Depois vem o Verão
que trouxe a experiência
da certeza dos caminhos.
Breve surgiu o Outono
de riso triste e magoado
e com ele o sofrimento
que nos conduz à verdade.
A vida é curta mas bela!
É tão frágil a alegria
como uma gota de orvalho
dançando nas flores
em perpétua harmonia.
Bate à porta o Inverno;
Há frio, dor e turbilhão...
Mas não serão todos eles
frutos da mesma estação?
As pessoas não têm idade.
Os anos passam apenas.
Vós precisais da bengala
do nosso carinho e força.
Nós queremos a riqueza
da vossa experiência
que nenhum livro iguala.

Acreditai sempre no Amor!
Vejam nele a mais bela flor
mesmo que traga dor e solidão,
pois é na força do coração
que está o segredo da alegria
conjugando a noite com o dia.

Os anos passam sem nada poupar.
A frescura e o tempo não se podem reter;
mas há sempre lugar para receber.
Há sempre algo para encontrar
em contínua renovação.
Só é velho a valer,
quem mesmo o quiser ser.

Manuela Mourisca Martins

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #10 em: Dezembro 19, 2008, 21:39:10 »
Encontrei ao navegar pela net e...gostei :)


Poema

Idoso dá-me carinho
carinho é o idoso
idoso nos ensina
ensina coisas da vida
vida cheia de mistérios
mistérios cheios de vida
vida que vive de coração
coração cheios de mistérios
experiências que valem ouro
ouro é um tesouro

Offline butterfly92195

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 20
    • Ver Perfil
    • http://www.my.oriflame.pt/soniamoreira
Re: Poema do Idoso
« Responder #11 em: Dezembro 23, 2008, 00:40:00 »
boas!!

aqui vai outro: :D
       
Não importa a idade


Terceira idade, idade da sabedoria e da experiência!
Vida que merece ser vivida,
Não importa a idade.
Terceira idade, vida que merece ser bem vivida, curtida.
Vida que merece respeito, carinho e atenção
De todos que um dia, também lá, chegarão.
Vida que exige família, renda, saúde e educação.
Moradia, ocupação e diversão.
Com Deus sempre presente em cada coração
Para que a vida seja vivida com dignidade e satisfação.
Terceira idade, por que não aceitá-la?
Por que não enfrentá-la?
Por que deixá-la passar se cada estação da vida
Tem o seu perfume, o seu encanto
E a sua luz que faz a vida brilhar?
É preciso ter sempre consigo a esperança
E a vontade de lutar
Pelo direito à vida, que é sagrado, mas que é necessário conquistar.
Terceira idade, vida que merece respeito, carinho e atenção
De todos que um dia, também lá, chegarão.
Precisamos, pois, sensibilizar com mais fervor
Família, poderes públicos e sociedade para que entendam
Que não basta fazer leis, se na prática, esquecem de aplicar.
Que não basta falar de amor, solidariedade e atenção
Se os que estão na terceira idade,
Ainda sofrem o peso da discriminação,
Do desrespeito e o não reconhecimento do seu valor
Como gente, cidadão.
Não importa a idade,
Cada estação da vida merece ser vivida com dignidade
E satisfação.
Terceira idade, caminhemos de mãos dadas
Envolvendo crianças, jovens e adultos,
Família, poderes públicos e sociedade
Buscando construir coletivamente
O sonho de uma realidade,
Para que a pessoa idosa seja vista como gente
E não como um fardo a ser carregado.
Seja vista como cidadã que pensa e pode ser útil e competente
Se a sua vida for com dignidade preservada.
Terceira idade, vida que merece ser vivida, não importa a idade.


de Liduina Felipe de Mendonça Fernandes

Offline Carlas

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 34
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #12 em: Dezembro 23, 2008, 11:17:39 »
Poema ao Idoso

Se encontrares um idoso na rua dá-lhe a mão.
Pois na vida ele já foi o que tu és agora.
Viu o sol nascer e alegrar-lhe o coração.
Sorriu de contentamento à vida.
Sofreu também, algumas vezes.
Trabalhou arduamente e colheu os frutos.
Hoje a saudade é infi nita, vive da recordação.
Lindos eram os tempos que tão longe vão.
Oferece-lhe o teu sorriso.
Escuta-lhe a sua voz trémula de cansaço.
Trata-o com carinho.
Ele o idoso vai sentir-se tão bem.


ESMERALDA SANTOS
Enfermeira da Consulta Externa do Hospital de Egas Moniz.
in "Jornal do Centro - Outubro 2006"

Offline CCAV

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 472
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #13 em: Dezembro 24, 2008, 01:03:20 »
Já agora...

Mais um poema, achei lindo!

http://www.youtube.com/watch?v=6SG3zmp6t0Q

Abraços
Se queres um amigo, cativa-o!

Offline rutematos

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1004
    • Ver Perfil
Re: Poema do Idoso
« Responder #14 em: Dezembro 24, 2008, 01:39:09 »
Embora só conhecesse o primeiro poema deste tópico achei brilhantes todos os outros.
É uma área na qual trabalho diariamente e pessoas pelas quais nutro um enorme carinho.
Bem hajam  :)