Autor Tópico: Violência contra o doente idoso  (Lida 24114 vezes)

Offline belaenf

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 63
    • Ver Perfil
Violência contra o doente idoso
« em: Julho 08, 2008, 14:37:43 »
Pode parecer irreal... mas acontece...  :-[

A questão que coloco é: já assistiram a esta situação? Já viram algum colega de trabalho (enfermeiro ou outro profissional de saúde) a desrespeitar o doente idoso por meio de agressão fisica ou psicologica?  O que fazer nesta situação?

Abraço

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #1 em: Julho 08, 2008, 15:48:35 »
Muito sinceramente penso que todos nós já assistimos e ja cometemos algumas.

Não falo em violência física...mas em psicológica...

Vendo bem as coisas...quando um idoso recusa comer...muitas vezes ouvimos colegas nossos dizer..."se não come enfio-lhe um tubo no nariz e depois come quer queira, quer não queira". Será que todos nós, num momento ou outro já não dissemos isto? Até os próprios AAM o dizem..."se não come vou chamar o enfermeiro para pôr o tubo no nariz para comer", os próprios médicos..."então o senhor não anda a comer? Veja lá se quer que lhe ponham a sonda no nariz para comer" e até as próprias famílias o dizem. Isto não chamada "chantagem emocional"?? Não é uma forma de violência??

Quando um doente não dorme nem deixa dormir os outros...Será que muitas vezes falamos com calma e assertividade ao doente? Até nós nos "passamos" pois os outros doentes começam a reclamar, os outros desorientados e que estavam a descansar começam a despertar...e decerteza que nós nos exaltamos um bocadinho erradamente. Pois se ele não descansa com nós a falarmos calmamente, gerindo a comunicação e o espaço físico, decerteza que não é gritando que o acalmamos, só o vamos agitar mais, com risco de que ele se torne agressivo.

Picar um doente vezes e vezes sem conseguirmos. E tenta um, vem outro enfermeiro e tenta, e vem outro e tenta...e o doente sempre a gritar...Isto também não será um tipo de violência? Nós por acaso perguntámos ao doente se quer ser puncionado? Ele dá o seu consentimento?

Pois é...

Estas são algumas situações que derepente me lembrei...

Outras existem...

E merecem ser reflectidas...

Offline Ena Rot

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 274
    • Ver Perfil
    • http://enarot.blogs.sapo.pt/
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #2 em: Julho 08, 2008, 16:54:30 »
belaenf
Há um ditado que diz:
"Tão ladrão é o que vai à vinha como o que fica cá fora à espera".
Se a colega tem dúvidas em relação a um caso específico, eu penso que devia pedir um parecer à OE, afinal trata-se duma questão ética.


Sérgio, quase sempre os procedimentos são "violentadores", não só do utente mas também de quem o tem de executar, não te esqueças disso.
.: Navegando e tentando Cuidar de outros Navegares :.

Google Reader -Ena Rot's shared items
Rabiscos
what am I doing...

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #3 em: Julho 09, 2008, 21:55:37 »
Olá.

Se o utente está lúcido, não pode ser violentado, seja nas opções de tratamento devidanente esclarecidas, quer no resto.

A violência contra idosos preocupa-me muito em relação àqueles que não têm opção porque estão confusos e aos quais torturamos sem respeito pelos resultados efectivos da tortura mas só em nome de tratamento,muitas das vezes escusado....Eles morrem na mesma e no mesmo espaço de tempo... Isto em meio hospitalar...

Já não consigo conceber a violência contra idosos em casa... Cá para mim era uma sala de inquérito nas urgèncias e pancada idêntica aos agressores... Talvez tivessem mais cuidado para a próxima...

Abraço.

Offline Allie

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 122
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #4 em: Julho 09, 2008, 22:57:47 »
Citação de: belaenf
Pode parecer irreal... mas acontece...  :-[

A questão que coloco é: já assistiram a esta situação? Já viram algum colega de trabalho (enfermeiro ou outro profissional de saúde) a desrespeitar o doente idoso por meio de agressão fisica ou psicologica?  O que fazer nesta situação?

Abraço

Quando trabalhei num Lar, assisti algumas vezes a situações desrespeitosas e humilhantes para com os idosos. Alguns idosos eram levantados da cama para a cadeira de rodas e permaneciam lá várias horas sem serem levados ao wc. Lembro-me de uma situação em que uma utente (consciente e orientada) pediu para ser levada à casa de banho ao que uma auxiliar com maus modos lhe respondeu "faça na fralda". Penso que estas respostas também são consideradas formas de agressão, não acham?

Offline belaenf

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 63
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #5 em: Julho 10, 2008, 12:41:20 »
Sim... de facto os colegas falam-me de várias formas de agressão e elas existem... Mas se direccionarmos para a agressão fisica objectivamente... um estalo na cara de um doente, por exemplo? Já assistiram a coisas destas?

Abraço

Offline Lipa85

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1028
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #6 em: Julho 10, 2008, 21:37:04 »
Oi colegas:

Sim, consideo que mais do que a violência física, é a violência psicológica o que mais me choca. E para mim esta pode ser "Apenas" o facto  de privarmos o doente da sua privacidade e de parte da sua independêcia (cm é o caso de mandar o dte urinar na fralda)!!!!
Contudo e Infelizmente fui recentemente obrigada a reconhecer que ainda existem serviços nos quais por mais que os profissionais se esforcem, mts dos direitos dos utentes acabam por ser passados por cima, unica e esclusivamente por falta de profissionais e de condições fisicas.
E logo eu que ainda há um mês atrás dizia que qq nfermeiro tinha o dever de reseitar esses mesmos direitos por mais "pesado" que fosse o serviço.´Isto pk tive um estágio que m chocou particularmente, no qual os enfs do serviço tinham tempo p tratar convenientemente dos doentes, a maioria independente, e ainda assim teimava em fazer umas boas horinhas de conversa em deterimento dos doentes.

Sp que me é possível, mm n tendo condições fisicas, puxo uma cortina, tento dar alguma privacidade aos doentes e aproveitar td akilo em que eles se podem sentir mais uteis e menos dependentes...m sou sincera...tenho consciencia que nem eu nem os meus colegas o conseguimos sempre!!

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #7 em: Julho 15, 2008, 12:37:34 »
Citação de: mariarebelo1

Se o utente está lúcido, não pode ser violentado, seja nas opções de tratamento devidanente esclarecidas, quer no resto.



e se o utente não estiver lúcido?

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #8 em: Agosto 11, 2008, 22:31:13 »
Citação de: Caldas
Citação de: mariarebelo1

Se o utente está lúcido, não pode ser violentado, seja nas opções de tratamento devidanente esclarecidas, quer no resto.



e se o utente não estiver lúcido?

Se o utente não estiver lúcido...algo me diz que também não pode nem deve ser violentado...

 O0

Offline Miss Nurse

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1183
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #9 em: Agosto 12, 2008, 00:56:26 »
Trabalho neste momento num lar...também não gosto de ver utentes independentes a fazer na fralda como dizem...mas quand o se tem 4 auxiliares pra 70 idosos e uma enf, infelizmente alguma coisa fca pra trás...agora tb confesso k algumas vezes ralho com os meus idosos...obviamente com os conscientes e orientados k sabem ser agressivos e mal educados...tem k se lhes abrir os olhos também não é por terem mais de 65 anos que têm o direito de agir de certas formas...agora aos que já sofrem de alguma senilidade obviamente que não reajo às atitudes deles nem os aviso...

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #10 em: Agosto 12, 2008, 14:26:15 »
Sem dúvida alguma que muitas vezes os idosos se fazem mais dependentes do que aquilo que realmente são...

Mas será que isso não é uma forma de chamar atenção?

Uma forma de mostrarem que estão vivos e que também precisam de um gesto amigo...de uma palavra amiga?

Muitas vezes revolta-nos ver um idoso fazer-se mais dependente do que realmente é...cabe a nós encontrarmos estratégias, sermos capaz de dar a volta, sempre com muita paciência...não vale de nada sermos violentos na forma de falar e de agir...só vamos piorar as coisas...

Offline Miss Nurse

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1183
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #11 em: Agosto 12, 2008, 19:32:42 »
Quando falo em ralhar ´falo em abrire-lhes os olhos às atitudes que tomam...e essas atitudes não são de se fazerem de mais dependentes que o que realmente são...são atitudes de agressividade e má educação...a prova é que ainda ontem tive que responder a um idoso que estava pior que o diabo apesar de ver que eu estava bastante atrapalhada...saiu dali fulo mas passado um bocado voltou e pediu desculpa pela atitude dele...por vezes é preciso fazê-los pensar na forma como andam a agir...

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #12 em: Agosto 12, 2008, 19:47:34 »
@anitanurse

conseguiste perceber porque o idoso "estava pior que o diabo"?

falaste com ele depois?

ou aceitaste as desculpas sem te preocupares em saber o porquê de ele estar irritado?

e também pediste desculpas pelo modo mais brusco como possas ter falado com o idoso?

Offline Miss Nurse

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1183
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #13 em: Agosto 12, 2008, 19:55:44 »
Estava pior que o diabo porque ontem se lembrou que queria que lhe administrasse os colírios naquele momento, eu pedi pra esperar 5 minutos que estava a auxiliar numa colheita de sangue tinha que segurar o utente...o outro ficou piurso por não ser atendido na h...eu simplesemtne lhe disse que no dia anterior ele não se lembrou das gotas e foi passear e apareceu-me só às 11h e que esperasse só uns minutos que já lhe dava as gotas...infelizemente é uma pessoa que foi Tenente Coronel e tem dias que aceita esperar os 5 minutitos sem problema algum mas ontem lembrou-se que tinha que largar tudo para o atender imediatamente. No entanto passado 10 minutos voltou e pdeiu desculpa e para eu não ligar às atitudes dele. Eles também têm k entender que se estou a meio de um procedimento não o posso parar e que não custa esperar um pouco...Ou o enfsérgio deixava uma colheita de sangue a meio para cumprir o desejo de outro imediatamente?? Sou uma para 70 utentes, infelizmente não dou para tudo tenho que definir o que está como prioritário, no entanto nunca deixo de fazer tudo, mas primeiro o mais importante.

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Violência contra o doente idoso
« Responder #14 em: Agosto 12, 2008, 20:01:06 »
Não me lembro de ter dito para parar a colheita de sangue...até porque não tinhas explicado a situação...

Apenas perguntei se tinhas pedido desculpas pelo modo mais brusco com que possas ter falado.

Compreendo que 1 enfermeira para 70 utentes é demais...mas também com o stress não podemos descarregar no idoso...que secalhar é o que menos culpa tem...