Autor Tópico: Ana Jorge e a polémica da ADSE  (Lida 1154 vezes)

Offline Mauro Germano

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2218
    • Ver Perfil
    • http://saudeeportugal.blogspot.com
Ana Jorge e a polémica da ADSE
« em: Maio 10, 2008, 07:22:51 »
"Ana Jorge lamenta que a ADSE tenha celebrado um protocolo com o Hospital da Luz. A ministra preferia que a ADSE, que presta assistência na doença aos funcionários do Estado, tivesse celebrado o respectivo protocolo com um hospital público (considerando-o uma oportunidade perdida para se investir no sector público).

Sugeriu mesmo que se pedisse responsabilidades ao seu colega das Finanças, que tutela o referido serviço. Mas, a ministra da Saúde foi mais longe na defesa do SNS (whatever that means?), ao dizer que o critério de encerramento de uma maternidade não pode ser o limite mínimo de partos, fixado em 1.500.

Como Teixeira dos Santos é seu colega de Governo, as palavras de Ana Jorge só podem ser entendidas como uma crítica. Bem pode a ministra dizer que é uma opinião pessoal. De nada vale, porque a sua política reflecte as suas opiniões pessoais. Não é verdade que as últimas decisões do Governo mostram a preferência (ou obsessão doentia) de Ana Jorge pelo SNS? Classificar a opção por um hospital público como um investimento diz tudo... É caso para perguntar porque é que o SNS (com raríssimas excepções) continua a ser tão mau, apesar das centenas de milhões de euros de “investimento” que o Estado faz todos os anos. Se Sócrates, ao escolhê-la, queria piscar o olho à esquerda, conseguiu. Resta ver o impacto das suas decisões no orçamento da Saúde. Já em 2008."


Retirado de http://www.negocios.pt/default.asp?Sess ... tId=316860


Boa ou má intervenção de Ana Jorge?

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: Ana Jorge e a polémica da ADSE
« Responder #1 em: Maio 10, 2008, 14:23:23 »
Se oposição estive com bons tempos, teria sido desastroso, com esta a pegar e a destroçar completamente o ambiente entre AJ e o TdS. Contudo, nesta fase de coisas, que o BE e PCP apenas pensam no código do trabalho, o PSD em eleições internas e o CDS tem pouco peso parece-me que vai passar ao lado.

Compreendo a ideia de AJ em falar no investir no SNS, seria uma das formas de retirar peso ao OEstado, pois também o SNS estaria a ser financiado por um sub-sistema. Quanto ao afirmar que o critério do número mínimo de partos de 1500, acredito e concordo que não deve ser o único critério. Agora que deve ter peso deve.

Offline Herodes

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2220
    • Ver Perfil
Re: Ana Jorge e a polémica da ADSE
« Responder #2 em: Outubro 22, 2008, 07:25:25 »
E se o Estado criasse meia dúzia de hospitais privados de norte a sul do país?
As regras seriam as mesmas do sector privado: LUCRO.
Assim, conseguiria dinheiro para financiar o SNS.
 :)