Autor Tópico: A morfina pode matar....  (Lida 16191 vezes)

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #30 em: Janeiro 18, 2008, 23:55:33 »
Caríssimos colegas assiste-se neste espaço a uma discussão por vezes estéril e a roçar já a paranóia, pois se é verdade que há direito a opinar livremente, também é verdade que deveríamos ser rigorosos.
Tenho toda a legitimidade para dizer isto, pois disse aqui, em vários tópicos, qual era a minha opinião em relação à senhora Bastonária e à própria ordem. Ora não se pode escamotear que houve eleições e que para além da Bastonária, foi eleita toda uma equipa que (nem sei se já foi empossada), ainda não aqueceu o lugar já estão continuamente no bota abaixo.
Começa a cansar este tipo de discurso, algumas vezes completamente oco e repetitivo, que em nada dignifica a profissão.
Talvez um pouco de serenidade fosse aconselhável. Ainda a terapêutica não foi administrada já querem resultados.
Haja bom senso.Mesmo para quem não acredita dêm algum tempo.
Se não resistirem façam-no pelo menos construtivamente.

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #31 em: Janeiro 19, 2008, 15:41:25 »
Caro Álvaro

Não acredito nestes orgãos sociais da ordem, mas tenho que concordar consigo. Vamos dar-lhes algum tempo para mostrarem serviço. No entanto, vamos ficar atentos e fazer sugestões, aqui, ou noutro qualquer local conveniente.

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #32 em: Janeiro 19, 2008, 15:57:46 »
Assim é que gosto de ouvir falar.

Offline charlie_ze

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 768
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #33 em: Janeiro 20, 2008, 00:28:31 »
Citação de: MTPR
Citação de: charlie_ze
Citação de: MTPR
A minha opinião continua...Se calhar aquele senhor merecia uma resposta à altura, é certo. Porém a nossa defesa foi feita pelo sr. Presidente do INEM, se bem se lembram...sei que não deveria ser, mas querem melhor defesa?


Típico, ficamos à sombra de alguém, e esperamos que esse alguem nos proteja.....

O Sr Presidente é uma excelente defesa, mas a nossa reperesentante com o silêncio o que demonstrou? - o que me valeu foi o sr DR.

Não tenho a mesma opinião. Penso que a nossa defesa foi feita por alguém  que compõe uma equipa de saúde, que trabalha também em prol do bem estar do doente e que por acaso é Médico.
Quanto à nossa bastonária...
Quanto a si charlie_ze não sei...eu não escolhi a actual bastonária...

Tb não votei nesta, nem nesta eleição, nem na anterior..... (fui obrigado a votar em branco)


Citação de: SandroMelo
Caro Álvaro

Não acredito nestes orgãos sociais da ordem, mas tenho que concordar consigo. Vamos dar-lhes algum tempo para mostrarem serviço. No entanto, vamos ficar atentos e fazer sugestões, aqui, ou noutro qualquer local conveniente.

Eu também não acredito, e pelo que vi neste ultimos dois mandatos.....

Do que eu conheço de alguns elementos desta lista, é só marketing e promoção pessoal.....

Citação de: ruipintos
(...)

Tb não estou satisfeito com o trabalho realizado pela OE e concordo com tudo o que aqui tem sido dito. Mas não seria melhor as pessoas que constituem a ordem saber destas coisas?
Ou será que elas sabem?

Cumprimentos

Sabem, e denotou-se na campanha eleitoral a preocupação em efectuar um projecto sólido para poderem fixar os votos. infelizmente somos milhares e não conseguimos apresentar grandes opções....

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #34 em: Janeiro 20, 2008, 11:35:49 »
A Ordem é a imagem de quem os empoderou. A Ordem está lá porque a maioria dos Enfermeiros assim o quis. Se a Ordem é fraco, mais débeis foram aqueles que a elegeram. Talvez a verdadeira raiz do problema não esteja na Ordem mas sim nos Enfermeiros. Enquanto uma parte deles se rever na postura deste elenco como ficou demonstrado nas últimnas eleições não poderemos ir muito mais à frente. Quem apoia posturas de subalternidade, de escassez argumentativa, de resignação, de lirismo bacoco, de prostração perante interesses de maior envergadura na sua vida profissional também deve cultivar este tipo de Estar na Enfermagem!

Offline Lipa85

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1028
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #35 em: Maio 21, 2008, 20:17:03 »
Vi uma única situação de hipotensao por administraçao de morfina. O mais "engraçado"é que o médico que chamamos estava a almoçar e demoruo 45 min a chegar à enfermaria. Nesse dia percebi a qualidade dos enfermeiros que me rodearam durante o ensino clinico. mesmo sem prescriçao, e cm n aparecia ninguem depois de duzias de chamadas, administraram os fárcamos para reverter a situaçao. como td correu bem o medico chegou, pediu desculpa meio enverganhado, pos um sorrisinho de orelha a orelha e prescreveu td o que ja tinha sido administrado...

...ah...a doente ficou óptima!

Offline HelderSousa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 76
    • Ver Perfil
    • http://hdss.no.sapo.pt
Re: A morfina pode matar....
« Responder #36 em: Maio 22, 2008, 00:57:26 »
A morfina pode matar...
A morfina pode viciar...
A morfina pode...

 O0
"É um bom soldado o que não aspira a ser general."
Pogosski, Alexandre

Página pessoal: http://hdss.no.sapo.pt

Offline Mauro Germano

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2218
    • Ver Perfil
    • http://saudeeportugal.blogspot.com
Re: A morfina pode matar....
« Responder #37 em: Maio 22, 2008, 04:50:46 »
Na realidade, a morfina quando usada para a Dor, em doses tituladas correctamente, não provoca depressão respiratória, hipotensão ou dependência química. O que não quer dizer que não possa acontecer... e é aí que reside o cerne da questão... Mas quem a administra também deve saber o que fazer, aliás isso deve acontecer para qualquer medicamento e sejamos francos, a morfina até é relativamente inócua face a tantos outros que usamos diariamente...

@Lipa85

Esse médico além do Jantar, deveria dar parte da remuneração a esses enfermeiros...lol

Offline SandroMelo

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1286
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #38 em: Maio 22, 2008, 11:47:44 »
Uma dica para a solução de intoxicação por morfina, segundo o nosso protocolo de SIV:

-na intoxicação por heroína ou opiáceos (por exemplo morfina) com vítima inconsciente ou
com depressão respiratória : administrar Naloxona na dose de 0,4 mg EV (alternativa IM ou SC se acesso venoso não estabelecido). A dose pode ser repetida a cada minuto até ao máximo de 2,0 mg (cada 5 minutos se via IM ou SC). Na vítima que recusa transporte á unidade de urgência administrar 0,4 mg IM.

Offline Caldas

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1323
    • Ver Perfil
    • http://ocantosocial.blogspot.com
Re: A morfina pode matar....
« Responder #39 em: Maio 22, 2008, 18:44:30 »
Encontrei um artigo muito interessante acerca dos analgésicos opoides na Sinais Vitais de Janeiro de 2008. Esclarece alguns mitos da utilização deste tipo de medicamentos.

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #40 em: Maio 22, 2008, 23:01:19 »
Olá,


Apesar de o tópico ser a morfina e os seus efeitos potencialmente letais, o facto é que surgiu em honra de declarações da nossa Bastonária.

Eu prefiro o tópico de discussão às razões para o enunciado.

A morfina é a droga analgésica mais barata e segura para alívio de dor aguda ou crónica. Tudo depende da dose, via de administração e situação.

O prof. Manuel Caseiro é um óptimo palestrante e um conhecedor profundo de drogas. Trabalha no IPO e tem vários artigos publicados. Tem experiência que as pessoas com experiência respeitam e aconselho a todos os que trabalham em dor que o considerem como uma referência.

Ele escreveu uma coisa muito gira que é referente aos mitos da morfina...

Abraço.

Offline Mauro Germano

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2218
    • Ver Perfil
    • http://saudeeportugal.blogspot.com
Re: A morfina pode matar....
« Responder #41 em: Maio 24, 2008, 01:43:13 »
Já agora... Uma vez que passamos à parte mais técnica da coisa... Porque é que às vezes se usa a petidina(ou meperidina em vez da morfina)? ;)

Offline UCPABUC

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 86
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #42 em: Maio 24, 2008, 03:21:37 »
O efeito analgésico do cloridrato de petidina é menor do que o da morfina e tem uma
duração, geralmente de 2 a 4 horas.

PETIDINA

Indicações terapêuticas:
Dor moderada a intensa nomeadamente em neoplasias, enfarte do miocárdio e cirurgia.
Apesar da petidina poder aumentar o tónus da musculatura lisa tem revelado eficácia no
tratamento da dor da cólica biliar e renal. Nestes casos a associação de um antiespasmódico
pode ser útil.
Pelas suas características a petidina, tal como outros opióides, pode reduzir a ansiedade
associada à dor.

Contra-indicações:
Hipersensibilidade à substância activa.
A petidina está contra-indicada em situações de depressão respiratória, especialmente
na presença de cianose e secreção brônquica excessiva.
Está também contra-indicada em situações de alcoolismo agudo e quando a pressão
intracraniana está aumentada.
Não deve ser administrada durante um ataque de asma brônquica ou em insuficiência
cardíaca secundária e em problemas de pulmão crónicos.
Ocorreram reacções graves e por vezes fatais após administração de petidina a pacientes
que recebiam inibidores da monoaminoxidase.
Também existem referências a hiperexcitabilidade, convulsões, taquicardia, hiperoxia
(aumento da quantidade de oxigénio distribuída nos tecidos pelo sangue por unidade de
tempo) e hipertensão.

MORFINA

Indicações:
Dor intensa; sedação pré-operatória e adjuvante da anestesia; dor associada ao enfarte do miocárdio; tratamento adjuvante do edema pulmonar agudo.
O sulfato de morfina é um analgésico sistêmico, usado para o alívio da dor que não responde a nenhum outro analgésico narcótico sistêmico. Aplicado por via peridural ou intratecal promove o alívio da dor por períodos maiores, sem a perda das funções motora, sensorial ou simpatomimética.
Administração peridural ou intratecal de pequenas doses provoca o alívio da dor por períodos mais prolongados diminuindo o risco de alguns efeitos colaterais e reações adversas.
É indicado também no alívio da dor do parto quando administrado via intratecal.
Na suplementação da anestesia geral, regional ou local.

Está contra-indicado naquelas condições médicas que impedem a administração de opióides pela via intravenosa, alergia à morfina e outros opióides, asma brônquica aguda, obstrução das vias aéreas superiores.
A administração de morfina por via peridural ou intratecal está contra-indicada na presença de infecção no local da injeção, terapia anticoagulante, diátese hemorrágica, administração parenteral de corticosteróide num período anterior de duas semanas ou outra droga ou condição médica que contra indique as técnicas peridural ou intratecal.

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: A morfina pode matar....
« Responder #43 em: Maio 24, 2008, 21:58:01 »
Olá,

Com anos de experiência em dor aguda atrevo-me a afirmar que a morfina, prescrita por via SC em doses de cinco mg de seis em seis horas não deprime centro respiratório, alivia a dor e é barata.

Já a administrei em doentes com dor aguda de pós operatório a doentes de cem anos. Não morreram, pelo contrário, tiveram alívio das dores.

Claro que isto tudo precisa de monitorização de PV e SpO2 constantes.

Abraço.

Offline Mauro Germano

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2218
    • Ver Perfil
    • http://saudeeportugal.blogspot.com
Re: A morfina pode matar....
« Responder #44 em: Maio 26, 2008, 06:59:08 »
Bom... daquilo que o colega UCPABUC transcreveu, poderíamos filtrar: Que a petidina é mais utilizada em situações de dor menos severa e que possam envolver espasmo, nomeadamente no caso de cólicas renais. Este facto pensa-se estar relacionado a uma ligeira tendência da petidina (ou meperidina) para provocar mais efeitos anticolinérgicos do que outros opiáceos e/ou opióides, além de poder ter menos efeitos parassimpáticos que a morfina, porém estudos recentes referem que tal conclusão se deveu a má interpretação de resultados pelo que se poderia concluir que, em doses equianalgésicas, teriam os mesmo efeitos. Além disso, como está referido na transcrição, a petidina tem um maior potencial de provocar hiperexcitabilidade e convulsões, tal deve-se à acumulação de um metabolito activo da petidina (ou meperidina),normeperidina, no SNC, tendo um maior potencial de produzir estes efeitos adversos.

@mariarebelo1

De facto, quando usados convenientemente, os analgésicos opiáceos e/ou opióides, não provocam nem depressão respiratória nem dependência. Isto pressupondo que não estão a ser usados para deprimir propositadamente o centro respiratórios, mas nesse caso duvido que usem a morfina, o fentanil e seus sucedâneos serão bem melhores...


Já agora, porque não deve ser usada a morfina em casos de asma ou outra obstrução das vias áereas superiores? ;)