Autor Tópico: Reanimação em idosos  (Lida 12656 vezes)

Offline MTPR

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 51
    • Ver Perfil
Reanimação em idosos
« em: Novembro 15, 2007, 19:01:20 »
Será humano reanimar um idoso?

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #1 em: Novembro 15, 2007, 19:05:53 »
Tendo em conta que se considera idoso a partir dos 65 anos...

Se tiver 65 anos, for independente, não apresentar patologias diversas...porque não reanimar?

Se tiver 99 anos, dependente, acamado, sonda nasogástrica, sonda vesical, multiescareado, prostrado e não reactivo...porquê reanimar?

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #2 em: Novembro 15, 2007, 19:06:34 »
Depende do estado do idoso... tal como de qualquer pessoa, de qualquer idade... Para dar resposta a essas questões existem os Códigos Dentológicos, a Ética, etc etc... cada caso é um caso único... Penso que apenas uma abordagem interdisciplinar, em conjunto com o utente e com a família se decide isso... E depois haverá ou não INR (Indicação de Não Reanimação)...

Offline Marcos Paiva

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 131
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #3 em: Novembro 15, 2007, 19:20:13 »
Pois...

Mas aí já entramos no campo ético!!

É assim, temos que intervir sempre seguindo os princípios éticos, ou seja pelo principio da beneficência e não maleficência, e temos que ter em atenção o uso da eutanásia e/ou da distanásia!!

Ou seja é uma questão muito complicada e requer um compromisso com nós próprios e termos a certeza dos nossos actos e a coragem de os poder assumir!!

Na minha opinião, dependendo da situação da pessoa, mesmo que seja idoso ou não pode ser humano não reanimar a pessoa em questão!!

Espero que este tema seja muito debatido pois ainda existe muitas dúvidas e tabus acerca deste assunto!!

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #4 em: Novembro 15, 2007, 19:43:59 »
Penso que não deve ser a idade a determinar o procedimento ,mas sim a patologia.

Offline enfarfr

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 2758
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #5 em: Novembro 15, 2007, 19:49:20 »
A idade é um factor importante... mas entre tantos outros... Patologia, possibilidades de recuperação, etc etc...

Offline MTPR

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 51
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #6 em: Novembro 15, 2007, 19:55:49 »
Para aumentar o interesse do tema queria abordar a seguinte perspectiva: E se fosse um familiar nosso? E a familia?

Offline Álvaro Matos

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 442
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #7 em: Novembro 15, 2007, 19:59:57 »
Infelizmente passei por essa situação com o meu pai.
E ele transmitiu-me uma mensagem que jamais poderei esquecer "Foi que não me preocupasse com o tempo,pois era mais dia menos dia,mas que o não deixasse ter dores.

Offline sidoniofaria

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil
    • http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com
Re: Reanimação em idosos
« Responder #8 em: Novembro 15, 2007, 20:05:20 »
E se considerássemos também a vontade da pessoa, quando esta teve hipótese de manifestar a sua vontade previamente?
Supervisão Clínica na Enfermagem, no caminho da Excelência dos Cuidados.
http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com

Offline MTPR

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 51
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #9 em: Novembro 15, 2007, 20:07:35 »
Facilitar a morte sem dor também é um acto de AMOR pelo outro, mas o mundo é um TODO!

Offline sidoniofaria

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil
    • http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com
Re: Reanimação em idosos
« Responder #10 em: Novembro 15, 2007, 20:08:36 »
Mesmo aos 100 anos é possível morrer com dignidade.
Supervisão Clínica na Enfermagem, no caminho da Excelência dos Cuidados.
http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: Reanimação em idosos
« Responder #11 em: Novembro 15, 2007, 20:08:49 »
Muitas vezes os médicos escrevem a sigla DNR para sabermos que não é para reanimar...outras vezes que é apenas paliativo e deixar que o doente morra sem dor e se aliviem os outros sintomas...

Concordo que a idade não é nem pode ser critério...concordo quando dizem que depende da patologia, que depende do potencial de recuperação...

Que interessa reanimar se o doente ficar em estado comatoso apenas mais um dia...ficar com cara de sofrimento...

Devemos tentar prolongar a vida...não prolongar o sofrimento do doente

É controverso...muito controverso...

Offline Cruzenferm

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 59
    • Ver Perfil
    • http://jpcruz8.blogspot.com/
Re: Reanimação em idosos
« Responder #12 em: Novembro 15, 2007, 20:15:04 »
Concordo com o Enf.sergio. plenamente, é sem dúvida um assunto muito controverso.

Depende de muitas variáveis.
Cumprimentos

Offline sidoniofaria

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil
    • http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com
Re: Reanimação em idosos
« Responder #13 em: Novembro 15, 2007, 20:15:34 »
Mas vida a todo o custo não. Morte sem sofrimento com acompanhamento e de preferência rodeado pelas pessoa que ama.
Supervisão Clínica na Enfermagem, no caminho da Excelência dos Cuidados.
http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com

Offline sidoniofaria

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 183
    • Ver Perfil
    • http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com
Re: Reanimação em idosos
« Responder #14 em: Novembro 15, 2007, 20:21:33 »
Na UCI onde trabalho permito que os familiares estejam presentes no momento da morte, claro que só naquelas situações em que a morte é previsível e quando a família mostra desejo que tal aconteça. É extremamente gratificante ajudar alguém a partir rodeada de pessoas que lhe são queridas. Garanto que os familiares nunca mais esquecem este gesto, digo por experiência própria.
Supervisão Clínica na Enfermagem, no caminho da Excelência dos Cuidados.
http://supervisaoclinicanaenfermagem.wikidot.com