Autor Tópico: Cursos de Enfermagem Originais!  (Lida 22209 vezes)

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #15 em: Novembro 13, 2007, 21:56:59 »
Talvez esteja mais informado do que o colega imagina! Compreenda que não é por um ponto de vista ser divergente do seu que ele será necessáriamente falso ou menos válido.

Aproveitando a onda de originalidade, aí vão umas sugestões para os curriculos de Enfermagem:

- Electrónica de máquinas perfusoras
- Secretariado (muitos enfermeiros precisam deste curso)
- Artes plásticas e florais
- Canto gregoriano (para passar o turno)
- Condução desportiva ( Para chegar rapidamente do emprego da função pública à acumulação)
etc

PS: Pelo desculpa se referi alguma disciplina que já exista!
PS2: Para quem não percebeu, estava a ser sarcástico! ;D

Offline cristi_sousa

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 62
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #16 em: Novembro 13, 2007, 22:31:52 »
Caro colega Songoku.

Eu pessoalmente raramente concordo com as suas opiniões (mas é mesmo assim, as opiniões de cada um valem tanto quanto isso...) mas num dos seus últimos comentários eu senti que finalmente foi um pouco flexível e deixou-se do seu discurso de "não interessam as razões eu digo não porque me apetece..."   Parabéns pelo esforço de mudança mesmo que inconsciente! (não estou a ser irónica, de todo..)
De facto os planos curriculares deveriam ser um pouco mais uniformes e sem dúvida que os tópicos que referiu entre outros muitas vezes não  falados de uma forma superficial (e falo por experiência).


Agora outro assunto...
Realmente avaliar a disciplina e a sua importância apenas pelo seu nome não é de facto credível, mas que teve piada..... TEVE!!!!!!!!!!
Pelo menos deu para soltar as tensões  :D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D
"O sangue jovem não obedece um velho mandato." [ William Shakespeare ]

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #17 em: Novembro 13, 2007, 23:53:33 »
cristi_sousa:

Não somos obrigados a concordar uns com os outros. No entanto acredito que todos queremos a evolução da Enfermagem e o bem para os Enfermeiros. No entanto nem todos somos partidários dos mesmos caminhos para atingir esses objectivos. Há uns anos atrás a minha análise das coisas seria muito mais linear e "soft", mais lúdica e consequentemente mais consensual. Mas a experiência fez-me ver que as coisas não são tão simples quanto parecem e que a boa vontade por si não basta para produzir evolução.Para quem está de novo na profissão é difícil perceber os mecanismos da mesma, os meandros e a sua "psicologia" . Seria perfeito se os discursos apaziguadores , serenos  e as soluções amigas de todos solucionassem os problemas com passes de mágica: união, acreditar, conseguir... Infelizmente o mundo não é assim e a Enfermagem não escapa aos desígnios do mundo!
Um dia vai perceber o que lhe digo!

Offline charlie_ze

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 768
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #18 em: Novembro 13, 2007, 23:54:20 »
Provavelm,ente alguns nomes estão dramatizados reativamente à matéria a leccionar, mas não deveria a enfermagem encaminhar por estudos não só das ciências médicas, e procurar aproximar-se mais dos seus utentes?

Offline Miguellopes

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 537
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #19 em: Novembro 14, 2007, 20:33:29 »
O doutornefermeiro tem toda a razão! Por muito que custe aos visados, e muitos tentam desculpar-se.... isto é uma verdadeira vergonha!

Offline Sardanisca

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #20 em: Novembro 14, 2007, 21:04:30 »
Acho vergonhoso tornarem complexo algo que é simples, arranjarem nomes pomposos para as unidades curriculares ao invés de algo mais claro e taxativo.
Independetemente da necessidade, ou não, das referidas unidades curriculares para a formação o mais completa possível de um enfermeiro (seria mais fácil a instalação de um microship, mas pronto, pelos visto temos de ser omnivalentes, omnipresentes e mais coisas parecidas e giras e lindas tudo ao mesmo tempo), o que acho mais "triste" neste cenário todo é a adaptação das escolas aos professores e não o inverso. De uma forma sarcástica: "Oh amigos do Conselho, como isto anda tudo em redução de custo e fala-se de supra-numerários e tal... tenho medo que já não haja lugar para mim nesta escola. É que, sabem, tenho o Bentley para pagar, a minha mulher espetou o Mercedes último modelo, o meu filho faz 18 anos e queria dar-lhe o BMW... Ainda por cima ando com pinturas na casa e preciso de comprar "aquele" PDA... Resumindo, preciso do guito da escola."; "Não há problema, já arranjamos um buraquito para ti... Como há necessidade de leccionar "algo" e como "tudo" é enfermagem, há uma cadeira de opção disponível para ti... Escolhe só um nome todo rococó e com muitas palavras que a gente trata do resto.".
E pronto - Ploft - mais algo que germina e nasce por geração espontânea.
Para além do mais, e como isto não é suficiente e o nível de vida de "Suas Excelências" ainda não está suficientemente elevado... há que fazer uma "perninha" noutras escolas (públicas ou privadas) seja na licenciatura em si, especialização, pós-graduação, mestrados ou cursos intermitentes de formação.
Será que só há uma pessoa habilitada para fazer todo este trabalho? Ou será que há falta de assertividade em alguns profissionais que acumulam cargos? Talvez a palavra "não" esteja abolida do dicionário...
Talvez houvesse necessidade de criar um curso de formação intitulado "Como não ser um usurpador de lugares para professor quando nem sequer tirou uma licenciatura ou qualquer outra formação específica e também não tem a mínima vocação para o fazer". Não sei se este titulo seria longo demais, mas estou certa que a maioria destes (supostos) docentes não teria qualquer dificuldade a lidar com isto... Afinal já são contorcionistas habilitados no que toca a desdobramento por vários locais de trabalho...

Saudações cordiais (e viva o sarcasmo, a ironia e todos escritores que expõe o ridículo real das sociedades) ***

Offline Enf-maria

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 9
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #21 em: Novembro 14, 2007, 21:30:58 »
bem, realmente, se uma cadeira (ou modulo agora em bolonha) tem efectivamente uma area de interesse, porque nao tem uma designaçao alusiva à mesma?  realmente, nao sao mais ou menos por arranjarem uma nomeaçao nova para constar no curriculo dos alunos. a sardanisca tambem o diz! tambem concordo que quanto mais areas de interesse os enfermeiros tenhas disponiveis, melhor. porem, e impossivel ensinar tudo em 4 anos de estudos..se nao podem, tentem pelo menos consolidar áreas temáticas realmente importantes, apostando na formação da "curiosidade dos alunos", para que, depois do curso, se tornem eles mesmos auto-didactas! em relação à escola de enfermagem do porto que apresenta "lingua gestual portuguesa" efectivamente para quem nao sabe, em portugal lingua gestual e diferente da espanhola, da inglesa, da francesa...ainda nao existe uma uniformizaçao mundial! Lingua gestual PORTUGUESA e a 3ª lingua oficial do nosso pais... e ate ca dentro ainda nao existe uma uniformizaçao! os centros e associaçoes de surdos, existentes no varios distritos tentam uniformizar os gestos, porem familiarismos e regionalismos transformam a lingua todos os dias. embora nao tenha estudado no porto, os meus parabens pela instruçao de forma a combater a diferença!
"A Enfermagem é uma arte; e para realizá-la como arte, requer uma devoção tão exclusiva, um preparo tão rigoroso, quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!
Florence Nightingale"

Offline Remeronimation

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 104
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #22 em: Novembro 14, 2007, 22:50:34 »
Citar
Numa altura em que nos deparamos com a falta de qualidade no ensino de Enfermagem, com o excesso de escolas e de vagas, é possível encontrar perversões inacreditáveis.


Na Escola Superior de Enfermagem Calouste Gulbenkian (Lisboa), uma suposta escola com passado, encontramos um plano de estudos no mínimo... caricato.
Temos preciosidades surreais tais como "Movimento e Drama" (leccionada por o Prof. António Nabais, candidato à OE pela lista da Enf. MAS) e "História das Ideias" (anedótico?), ou mesmo uma cadeira chamada "O Personagem Brinquedo"...
É possível concorrer a esta escola com a específica de... Economia! Sim, leram bem!

Um aparte: caso não tenham reparado, porque de certeza que não o fizeram, veriam que estas disciplinas são de carácter OPCIONAL, e servem de complemento há formação base e fundamental...
Para além disso, olhar para duas ou três disciplinas com um nome original e não fazer referência ao excelente ensino que se fez nesta instituição que acabou, parece-me um pouco...pronto!
Quem quer saber o conteúdo destas unidades curriculares, faça favor: www.esel.pt e escolha o pólo Calouste Gulbenkian. Verão que a sua área de aprendizagens são bastante interessantes, e são um bom complemento à formação de qualquer enfermeiro, visto que visam a uma abordagem do ser humano em diversas vertentes.
Convoco-vos a lerem também o resto do finado plano de estudos desta grande instituição.
Digo-lhe também que bem se podia entrar com Economia, mas não conheço ninguém que o tenha feito...mais aberrante é pedirem Filosofia ou Psicologia, que não são disciplinas de todo concordantes com a obrigatoriedade do ensino secundário (daí as médias baixas), e Matemática!!!
Enfim...que fique uma boa imagem de uma grande escola superior (incontestavelmente, uma das melhores)! :P

Offline go-between

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 44
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #23 em: Novembro 14, 2007, 22:57:22 »
Citação de: Son_Goku
Para aqueles que não leram direito o primeiro post deste tópico um esclarecimento: Este excerto não é da minha autoria, apesar de o achar interessante e pertinente. Foi retirado de um blog de Enfermagem onde de vez em quando vou espreitar. Pareceu-me também interessante o comentário a este conteúdo, nomeadamento por aqueles que tiveram os referidos curriculos académicos. No entanto, alguns que pouco tinham para dizer preferiram comentar o autor.


Opinando sobre o assunto, ocorre-me o seguinte conteúdo:

Por vezes dá a impressão que  os currículos de algumas escolas de Enfermagem, ao invés de se regerem exclusivamente por preceitos de índole pedagógica, parecem ser feitos à medida dos interesses pessoais de alguns docentes que necessitam de serem encaixados a "toda a força" num qualquer curso superior.
Não desprezando a importância de determos conhecimentos em várias áreas do conhecimento, não podemos imputar a responsabilidade exclusiva da sua transmissão ao contexto académico. É indesmentível que a todos faz falta conhecimentos de fiscalidade, de línguas, de política, de economia, de transculturalidade etc... mas isso não quer dizer que é mandatório  inserir nos cursos de Enfermagem disciplinas acerca destas áreas; O curso de enfermagem tem propósitos precisos dos quais não devemos divergir, e o percurso profissional do enfermeiro deverá complementar a formação inicial ministrada pelo Curso. Por iutro lado áreas mais valiosas para a Enfermagem não são abordadas convenientemente no curso base: SAV, Tratamento avançado de feridas, terapias complementares, etc.
A demasiada heterogenicidade curricular é um problema a ser enfrentado pela OE. Estabelecer pricípios gerais orientadores para a elaboração dos planos de estudo do curso de Enfermagem é, a meu ver prioritário, para que a formação em Enfermagem não seja um processo arbitrário e acidental!

No entanto, mais interessante do que o tema do tópico seria uma análise comportamental de algumas inusitadas reações de "urticária" que o mesmo depoletou, com produção de anticorpos contra o seu autor mas que , qual doença auto-imune,  no final de contas apenas combate o "doente" e não a "doença"; mas como tal disciplina de ciência refinada , a que analisa as urticárias e afrontamentos intelectuais os currículos de Enfermagem não contemplaram, fico-me por aqui!



Grande intervenção!!! Parabéns colega pelo tópico e pela intervenção...

A autocrítica é o primeiro passo para a evolução.

Enquanto não formos capazes de apontar o que está errado com a profissão não seremos capazes de melhorar a nossa situação e consequentemente a dos clientes...

A autocrítica começa nas bases. Na formação...

cumps
«When the last RIVER is POISONED, when the last TREE is DEAD, when the last FISH is CAUGHT, then we realise we CAN'T EAT MONEY» GREENPEACE.ORG

Offline keliinha

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 830
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #24 em: Novembro 14, 2007, 23:32:06 »
Caros colegas, penso que o tópico não quer menosprezar nenhuma escola em particular, mas apenas constatar algumas situações que só retiram credibilidade ao curso de enfermagem. Penso que colocar nomes diferentes nas cadeiras só pode comprometer os anulos, quando por exemplo querem pedir uma transferencia ou mudar de curso. Por outro lado, existem cadeiras ridiculas como dança, teatro, etc, que embora sejam opcionais não se enquadram na nossa profissão. Penso que em geral o curso de enfermagem necessitava de mais formação teorica. Sinto que de uma forma geral os enfermeiros não sabem fisiopatologia, nem farmacologia à séria, não sabem porque também se restringem à pratica e não se interessam em perceber porque que as coisas acontecem de determinada forma. Concordo que realmente ao invés de se perder tempo com essas cadeiras opcionais, ou sem interesse, se deva centrar a atenção nestas cadeiras que são a um grande alicerce para a boa prática clínica.

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #25 em: Novembro 15, 2007, 22:50:57 »
Olá,

Ainda que essas cadeiras sejam opcionais (ainda bem que o são), não haverá opcionais com maior relevo para o desempenho efectivo da Enfermagem?

O inglês, português, informática, relações públicas, técnicas de medicinas alternativas, técnicas de entrevista, enfim, cadeiras que amplifiquem o nosso âmbito de actuação, mas em coisas relacionadas com saúde e doença e  exercício da Enfermagem.

Se me disserem que a dança é uma ajuda para alívio do stress, concordo. Mas como vou aplicar isso na minha enfermaria? que benefícios tem o meu trabalho por ter esses conhecimentos?

Ou será que todos aqueles nomes pomposos apenas querem designar aquilo que eu enumerei acima, mas numa tentativa ridícula de ser mais intelectual que os intelectuais?

Abraço.

Offline frikstyler

  • Novato
  • **
  • Mensagens: 8
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #26 em: Novembro 15, 2007, 23:22:33 »
o meu comentário, como sempre sincero e duro:
Isto é uma vergonha!!!! se querem respeito o ensino de enfermagem tem que ser igual na Guarda, em Setubal ou no alnetejo, onde quer que seja, como ciência que é a Enfermagem deve ter um corpo de conhecimentos universais!!!! POR FAVOR SENHORES RESPONSAVEIS ( e digo isto assim porque não se sabe ao certo quem são... a ordem que supostamente defende o corpo de conhecimentos e a regulamentação da enfermagem diz que não tem nada a ver com as escolas nem numero de vagas nem teorias nem nada no fundo... os ministros afinal tambem dizem que não... etc... enfim uma anedota chamada Portugal) peguem nestas escolas, quer sejam publicas quer privadas e mandem uma especie de ASAE da qualidade do ensino e encerrem-nas de uma vez por todas, não se preocupem que não ficavam a faltar enfermeiros, uma vez que neste momento temos entrevistas onde vao 900 para 3 vagas...

Qualquer dia aparece uma escola com a disciplina de " repercussão psicoafectiva das teorias á priori repercutindo-se efectivamente ás questões de dinamica bioética numa linha de pensamento edipiana em relação ás balçeias brancas de bossa azul da costa sul do pacifico oeste" :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :-X :-X :-X :-X :-X :-

Offline Babyann

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 474
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #27 em: Novembro 15, 2007, 23:58:17 »
Bem os nomes são um pouco cómicos de facto, mas tenho que discordar referentemente á faculdade que frequento, o Instituto Piaget, em relação a Dinâmicas do Mundo Contemporâneo a matéria não é das mais interessantes para o nosso curso,no entanto, o Trabalho de Campo Antropológico é bastante importante, pois para além do que o XBlue disse, durante uma semana somos distribuídos por diferentes freguesias onde contactamos com idosos, fazemos-lhes perguntas relacionadas com saúde,recursos económicos,relações familiares entre outros.
Quanto a uma disciplina que falaram eu também não a tive, tal como o XBlue e não é por ser de diferentes campus é apenas por não termos apanhado o Tratado de Bolonha e visto era cadeira ter entrado apenas este ano!
 Quanto ás outras faculdades, acho que não devemos julgar apenas pelo nome das cadeiras, pois não sabemos os conteúdos delas...
Abraços...
:)

Offline Sardanisca

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 57
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #28 em: Novembro 16, 2007, 13:20:16 »
Citação de: mariarebelo1
O inglês, português, informática, relações públicas, técnicas de medicinas alternativas, técnicas de entrevista, enfim, cadeiras que amplifiquem o nosso âmbito de actuação, mas em coisas relacionadas com saúde e doença e  exercício da Enfermagem.

(...)

Ou será que todos aqueles nomes pomposos apenas querem designar aquilo que eu enumerei acima, mas numa tentativa ridícula de ser mais intelectual que os intelectuais?


Eu acho que é mais isso... Não percebo é a funcionalidade do acto em si. Será que os alunos escolhem as escolas em função dos nomes mais rebuscados, pomposos e pseudo-intelectuais das unidades curriculares? Hum.... Eu não ía por aí...

Offline stellar_anna

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 170
    • Ver Perfil
Re: Cursos de Enfermagem Originais!
« Responder #29 em: Junho 19, 2008, 12:37:55 »
Citação de: Son_Goku
No blog doutorenfermeiro encontrei um tópico bastante curioso, acerca de alguns planos de estudo de cursos de Enfermagem verdadeiramente originais e que não resisti a transcrever. De facto, assim o ensino da Enfermagem não poderá ter a credibilidade que se exige de uma licenciatura.
Ora aqui vai:

Citar
Numa altura em que nos deparamos com a falta de qualidade no ensino de Enfermagem, com o excesso de escolas e de vagas, é possível encontrar perversões inacreditáveis.


Na Escola Superior de Enfermagem Calouste Gulbenkian (Lisboa), uma suposta escola com passado, encontramos um plano de estudos no mínimo... caricato.
Temos preciosidades surreais tais como "Movimento e Drama" (leccionada por o Prof. António Nabais, candidato à OE pela lista da Enf. MAS) e "História das Ideias" (anedótico?), ou mesmo uma cadeira chamada "O Personagem Brinquedo"...
É possível concorrer a esta escola com a específica de... Economia! Sim, leram bem!


No curso de Enfermagem da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, também temos uma cadeira especial: "Métodos de Pesquisa de Informação". Nem o curso de Comunicação Social faz melhor....


Na Escola Superior de Saúde de Faro, o plano de estudos da Licenciatura em Enfermagem também prima pela originalidade. Existem sete (7) cadeiras semestrais denominadas "Ciclo das Artes"! Também aqui se rivaliza com outras licenciaturas, desta vez, com a de Belas Artes...


A Universidade Fernando Pessoa, que também lecciona o curso de Enfermagem, deu azo a delírios invulgares. Substituiu a tradicional cadeira de Biofísica por "Biomecância" (?)... E resolveu competir com a licenciatura em Relações Internacionais... tem uma cadeira de alto gabarito denominada "Organização Política Portuguesa e da União Europeia"!!


A Escola Superior de Enfermagem Artur Ravara veicula mentiras. Na sua página é possível ler
"Qual a taxa de empregabilidade destes profissionais?"
"(...)os alunos que concluem o Curso tem colocação imediata nos diferentes Hospitais públicos ou privados, Centros de Saúde e outras instituições, algumas privadas que todos os anos se dirigem aos finalistas com propostas de trabalho imediato, após a finalização do Curso"
Nesta Escola, é quase possível fazer um "escolha-você-mesmo" em relação às provas específicas de ingresso! Mas se pensam que aqui reina a falta de criatividade, estão enganados. Aqui temos cadeiras do género "Desvios de Saúde"...


O Instituto Piaget também aderiu à moda das perversões. Na Licenciatura em Enfermagem do Campus de Macedo de Cavaleiros (por exemplo...), temos cadeira do tipo "Dinâmicas do Mundo Contemporâneo e Evolução do Espaço Português" (sem dúvida útil!), "Trabalho de Campo Antropológico" ou então "A Humanidade e o Futuro: Paradigmas Ecológico, Ético, Poiético e Direitos Humanos"... Neste Instituto, ao invés das cadeiras se adaptarem ao curso, parece que o curso necessita de se adaptar aos professores (oriundos de diferentes áreas), que ali encontraram uma fonte de rendimentos...
a
A Escola Superior de Enfermagem do Porto é a mais fantasiosa de todas. Deu "largas à imaginação". Aqui podemos encontrar cadeiras tais como "Parentalidade", "Cultura e Políticas Europeias", "Processos de Informar", "Respostas Corporais à Doença" ou então "Empreendedorismo". Existe uma cadeira denominada "Língua Gestual Portuguesa" (e se o utente não for Português?), que apesar de poder ser interessante, é desadequada para ocupar currículo logo no primeiro ano! Eu estava mais inclinado para a redistribuição desse tempo por Anatomia, Fisiologia ou Patologia Médica....
a
O Instituto Superior de Saúde do Alto Ave (ISAVE), é o mais misterioso.
Quanto ao plano de estudos da licenciatura em Enfermagem... nem vê-lo (receio de alguma coisa?)! Só refere que o curso tem 120 "numerus clausus" (é para rir? o conceito não está em harmonia com o número de vagas disponibilizadas...)!
Para ultrapassar a desinformação do ISAVE, foi necessário recorrer ao Diário da República para conhecer o referido plano. Aí, é possível constatar porque é que o site não o apresenta. As cadeiras são verdadeiramente reveladoras. Desde "Teatro" a "Música" passando por "Actividade Física" (ginástica??)!!
Vergonhoso!!!
a
Ficam alguns exemplos para reflectir....


Mas há boas Escolas de Enfermagem. Encontrei meia dúzia com bons planos de estudo

fonte: http://doutorenfermeiro.blogspot.com/


Olá boas, eu sou estudante de enfermagem do ISAVE e nenhuma dessas disciplinas que referes em cima fazem parte do actual, nem do antigo plano de estudos... E se queres que te seja sincera, o nosso plano de estudo está um pouco simular ao da Escola de Enfermagem Calouste Gulbenkian de Braga, antes do processo de Bolonha era assim, de momento ainda nao tive tempo para compará-lo. E acerca das vagas, normalmente poem 90 ou 100 e depois as turmas sao de 120, o que pedagogicamente, prefiro nem comentar... Mas pronto.