Autor Tópico: gase gorda/gase parafinada  (Lida 23486 vezes)

Offline clara l

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 26
    • Ver Perfil
gase gorda/gase parafinada
« em: Julho 16, 2007, 18:57:09 »
olá pessoal!
gostaria de saber a vossa opinião acerca da gase gorda ou gase parafinada?
é a mesma coisa?
em que situações se utilizam?
em que é que divergem?
obrigada a todos
boa tarde

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #1 em: Julho 16, 2007, 19:26:57 »
Esses produtos estão ultrapassados, uma vez que a gaze gorda e a gaze parafinada apenas mantêm a sua propriedade antiaderente por pouco tempo. O Mepitel é um tule de silicone não aderente, mantendo as suas propriedades por 1 semana e qu tem sido usado como substituto desses dois produtos.

Offline Leugim

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 430
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #2 em: Julho 17, 2007, 10:04:37 »
Caro Son_Goku...

Antes de dizeres que estão ultrapassados, deverias dizer para o que é que estão ultrapassados e justificar com bibliografia... Não me interpretes mal. Simplesmente já não andamos na 4ta classe para dizer as coisas dessa forma! Somos uma classe profissional, por isso ajamos como tal! Se no serviço em que trabalhas as gazes gorda e parafinada foram substituídas pelo Mepitel, podes dizer em que situações e sob orientação do quê (circular do hospital, algum estudo científico, etc...).

Já agora, nas queimaduras também colocam Mepitel? ???

Mepitel:
"O mepitel minimiza o trauma na ferida e a dor do paciente durante as mudanças de penso. As propriedades da cobertura da suave silicone Satetac impedem a aderência do Mepitel ao leito da ferida, aderindo suavemente à pele circundante. O mepitel pode permanecer na ferida durante vários dias e desta forma não perturba o processo de cicatrização. Pode colocar-se uma gaze ou penso secundário sobre o Mepitel. Pode ser utilizado juntamente com pomadas ou cremes."
Fonte:http://www.dinartedamaso.com/html/base_11.html

Cara Clara,

Em casa tenho o folheto informativo da gaze gorda e mais logo já te digo mais alguma coisa. O que te posso dizer desde já é que é utilizado nas queimaduras.

Offline enfsergio

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1897
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #3 em: Julho 17, 2007, 10:37:14 »
Quem não tem cão...caça com gato...

No meu serviço continuamos com a velhinha gase gorda

:)

Offline Leugim

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 430
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #4 em: Julho 17, 2007, 15:35:00 »
Tal como tinha dito transcrevo a informação da gaze gorda (Grassolind Neutral):

"Grassolind Neutral são compressas neutras de gaze com vaselina para o tratamento de feridas.

Propriedades
A teia larga de gaze permite que as secreções alcancem a camada secundária e absorvente da ferida, evitando-se assim a acumulação de secreções. A pomada gorda mantém os bordos da ferida lisos, promove a granulação e epitelização e evita que a compressa se cole à ferida. As compressas podem ser mudadas sem causar dor; o tecido de granulação e novo epitélio não são irritados.

Indicações
Para o tratamento geral de feridas, especialmente para feridas exsudativas superficiais (como, por exemplo, abrasões, lacerações, feridas profundas, queimaduras, escaldaduras, queimaduras ácidas, para cobertura das zonas dadoras e receptoras de pele enxertada, em cirurgia plástica e cosmética, remoção de unhas, circuncisões, etc). Devido às propriedades neutras da base gorda, Grassolind é especialmente útil em dermatologia e para pacientes com pele sensível ou sensíveis a certos medicamentos."

In: Folheto Informativo do Grassolind Neutral


Quanto à pergunta se a gaze gorda e a gaze parafinada não sei se são a mesma coisa...

Quem souber esclarecer um pouco mais, esteja à vontade! :)

Miguel Oliveira

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #5 em: Julho 17, 2007, 20:14:45 »
Olá,

Tenho 5 anos de cirurgia plástica num hospital de Lisboa, onde, obviamente, recebíamos queimados. A gaze gorda, gaze vaselinada, era amplamente utilizada para todos os graus de queimadura, pelo facto de não aderir à pele e ser um produto neutro, em termos químicos e era barrada ou coberta com compressas com o produto mais adequado, sendo o principal, o betadine, dérmico ou em pomada, dado o seu poder bactericida, fungicida e esporicida.

O que acontece é que, no dia seguinte,ou passados dois dias, dependendo das lesões, as compressas estavam agarradas à queimadura, tendo de se colocar o doente de "molho" num banho de betadine espuma, para descolar as compressas; é que as queimaduras são lesões extremamente dolorosas. Depois, voltava-se a fazer o penso, etc.

No caso dos enxertos, o penso só era aberto passados três dias, mas havia uma alta taxa de sucesso. Por vezes deixava-se a gaze ao ar, com betadine pomada, sem mais nada, após abertura do primeiro penso.

A minha experiência diz-me que a gaze gorda, pelo menos a dos laboratórios que usei, é pouco gorda, cola-se à ferida, não tanto como a gaze seca, mas cola. Penso que tem ainda a sua aplicação em certos casos, pois é uma forma de manter o ambiente húmido, sem colar e, por ser quimicamente neutra, usada em conjunto com outros fármacos.

No hospital onde trabalho, pelo menos nos serviços que conheço, é ainda usada, mas com menos frequência do que há uns anos, pois há alternativas mais eficazes para certas lesões.

Pessoalmente, continuo a usar, com o betadine pomada, para feridas de abrasão, por exemplo, onde tem excelentes resultados. Se não houver sinais de infecção, não deve ser feito diáriamente, mas sim dias alternados ou mesmo três dias. Depois, deve haver uma reavaliação.

Abraço.

Offline Son_Goku

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 527
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #6 em: Julho 17, 2007, 20:38:58 »
Caro Leugin:

Quanto ao uso do Mepitel em queimaduras podes referenciar-te pelos seguintes sites e artigos:

http://www.rch.org.au/burns/clinical/in ... oc_id=2012

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entre ... t=Abstract

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entre ... d_RVDocSum

No meu serviço ainda só existe gaze gorda por motivos de poupança. Mas tenho experiência de uso do Mepitel em outros locais onde também trabalho.


Quanto à gaze gorda, gaze parafinada vs Mepitel:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entre ... d_RVDocSum

E há muitos  mais estudos que corroboram o que eu disse. Por outro lado, efectuei alguns cursos com gente versada na matéria que tem a mesma opinião.
Por fim, as literaturas inclusas nos produtos não são muito de fiar pois são tendenciosas. Estudos independentes constituem por excelência os elementos norteadores da acção.

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #7 em: Julho 17, 2007, 21:18:19 »
Pois é, son-Goku,

Aí é que está o problema; as bulas dos medicamentos, todos podemos ler, mas são propaganda de laboratórios; não duvido das suas intenções, mas penso que deveria haver mais estudos independentes.

Por aí é que vem a excelência dos nossos cuidados.

Abraço.

Offline clara l

  • Membro
  • ***
  • Mensagens: 26
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #8 em: Julho 18, 2007, 00:41:30 »
mas uma das minhas dúvidas ainda n foi esclarecida...se puderem ajudar...
qual a diferença, se é que há, entre a gase gorda e a gase parafinada?


porque é que associam a gase gorda ao betadine pomada e não ao líquido?

abraços**

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #9 em: Julho 18, 2007, 10:59:57 »
Olá,

A gaze gorda é indiferentemente referida como vaselinada ( branca ou amarela) ou parafinada e tem as mesmas propriedades.

Utiliza-se com betadine líquido, mas como este escorre, tem de se embeber compressas com o líquido e aplicar, ficando penso fechado.

Com a pomada, como esta não escorre, pode-se aplicar sobre as escoriações, para além de a pomada permitir aumentar o meio húmido, o que tem vantagens em algumas lesões.

Tudo depende da situação da ferida.

Abraço.

Offline Leugim

  • Membro Associado
  • *****
  • Mensagens: 430
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #10 em: Julho 20, 2007, 16:34:34 »
Caros Son_Goku e mariarebelo 1

Vocês estão a esquecer-se de algo muito importante:

1 - são os próprios laboratórios que antes de comercializarem um produto fazem estudos

2 - os medicamentos precisam de uma autorização de venda emitida pelo INFARMED que, entre outras coisas, avalia o conteúdo do folheto informativo (também chamado de bula)

3 - os chamados estudos independentes por vezes são financiados directa ou indirectamente pelos laboratórios

4 - se não tivesse por base os folhetos informativos como é que poderia escolher os produtos mais indicados? Será que se esqueceram que os conhecimentos que vocês possuem estão e tiveram por base as bulas?

5 - onde é que pensam que as editoras vão buscar as informações para fazer os livros? Onde é que os estudos independentes vão buscar as bases para os estudos? Como é que no livro de farmacologia tem os efeitos secundários de um medicamento? Como é que um livro sobre feridas diz os produtos + adequados nesta ou naquela situação?

Meus amigos, os laboratório querem é vender, isso ninguém discorda, agora também ninguém pode negar que muito do que sabemos parte dos estudos dos próprios laboratórios... Agora, a concorrência leva ao desenvolvimento de produtos que parecem ser mais benéficos. Aí sim, é onde deve estar o nosso sentido crítico.

Os estudos que o Son_Goku enviou parecem ser promissores. Recomendo a todos que os leiam!

Miguel Oliveira

Offline mariamariamaria

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #11 em: Julho 20, 2007, 19:15:25 »
Olá Miguel,

Concordo contigo; de facto a investigação é feita por laboratórios ou suportada por eles.

Acredito que aquilo que dizem acerca dos medicamentos esteja certo. Eu própria já participei em Ensaios Clínicos, estou familiarizada com o rigor Espartano dos procedimentos e conheço a legislação existente para a sua viabilidade. Estudei vários protocolos, sei o que são estudos multinacionais.

O que eu não pretendo, em primeiro lugar é ter uma lavagem de cérebro que me permita por em causa as evidências, sobretudo se são evidentes para a maioria dos utilizadores. Por isso esta troca de opiniões é salutar.

Nem tu, nem eu, nem a quase totalidade dos enfermeiros tem conhecimentos assim tão profundos ao nível da Química e Farmacologia que nos permitam, de forma cientificamente aceite, refutar qualquer bula de medicamento.

Mas temos a experiência que a sua utilização nos dá. Para cada medicamento há relatórios de efeitos adversos...Porque nem os laboratórios sabem tudo...

Temos de acreditar nos estudos, mas também temos a obrigação de olhar para as evidências. É através de observações, muitas delas inocentes, que se detectam problemas que fazem com que a ciência progrida.

O que me faz questionar certas coisas é o facto de alguns de nós quererem apresentar as soluções, em vez de em vez de colocar as questões; não sei se percebes o que quero dizer.

Quanto aos estudos que o Son-Goku "linkou", também concordo contigo.

Abraço.

Offline Projecto de Enfermeira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 186
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #12 em: Setembro 23, 2009, 20:15:01 »
Olá! :)
Eu sei que este tópico não tem respostas a imenso tempo (não me venham com sermões por causa disso lol)!!  ;D

Mas tenho uma dúvida a qual não encontrei resposta nos comentários efectuados!!

Na vossa prática, se tiverem uma ferida com pequenas dimensões, vocês optam por cortar a gase gorda ou dobram-a?? Porquê??

Esta dúvida foi colocada em serviço por um membro da equipa e a verdade é que ninguém ainda conseguiu apresentar fundamentação: se se pode dobrar a gase gorda ou não!

Se a dobrarmos não poderemos estar a afectar as trocas gasosas (por algum motivo ela vem em forma de rede)??

Gostava de ouvir opiniões.
 ;)
Para sempre... Projecto de Enfermeira! --»» Sempre a aprender e a crescer como pessoa e como enfermeira!

Offline Projecto de Enfermeira

  • Membro Ativo
  • ****
  • Mensagens: 186
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #13 em: Setembro 24, 2009, 21:14:00 »
Ninguém usa gase gorda nos serviços e centros de saúde??
Gostava mesmo de saber opiniões, se não se importarem!  ???
Para sempre... Projecto de Enfermeira! --»» Sempre a aprender e a crescer como pessoa e como enfermeira!

Offline aNdR3

  • Membro Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1636
    • Ver Perfil
Re: gase gorda/gase parafinada
« Responder #14 em: Setembro 25, 2009, 22:39:34 »
Citação de: Projecto de Enfermeira
Ninguém usa gase gorda nos serviços e centros de saúde??
Gostava mesmo de saber opiniões, se não se importarem!  ???

Tal como dito já anteriormente, na falta de algo mais inovador continua a ser o material de eleição para a sua posologia.
[size=80]Quem atribui à crise os seus fracassos e penurias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a negligência para encontrar as saídas e as soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos. É na crise que surge o melhor de cada um, porque sem crise todo o vento é uma carícia. Falar da crise é promove-la e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar por superá-la.

Não pretendamos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
[/size]