Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - isabelmeireles

Páginas: 1 2 [3] 4 5 ... 7
31
Assuntos laborais / Re: Concurso - H. Padre Américo???
« em: Novembro 19, 2007, 12:16:37 »
Olá a todos.
Eu trabalho neste hospital e que eu saiba nao saiu concurso algum. Mas até posso perguntar no serviço de pessoal. Quando voltar das férias eu digo qualquer coisa.
Fiquem bem.
Beijinhos

32
Cuidados Gerais / Re: Será que é erro?
« em: Novembro 16, 2007, 12:09:12 »
É claro que quando ninguem consegue puncioná-los se parte para um acesso venoso central. No entanto, essa é sempre a ultima escolha no serviço onde trabalho, até porque a infecção por CVC numa medicina é um risco demasiado alto.
Só mesmo depois da impossibilidade da administração da medicação por outras vias é que se pensa num CVC. Pelo menos é a prática do meu serviço

33
Cuidados Gerais / Re: Dormir no turno da noite
« em: Novembro 15, 2007, 23:03:55 »
A colega mariabelo diz bem que deve haver 2 enfermeiros a fazer noite para se poder dividir o descanso.
No serviço em que trabalho, assim o fazemos. Um colega vai descansar enquanto o outro fica alerta e depois trocam.
Mas sabemos todos que existem muitos serviços que nao funciona assim. Vão ambos descansar (ou dormir, como queiram) simultãneamente... Para mim nao dava, acabava por ficar alerta toda a noite sem conseguir descansar. Assim sei que aquela horita que estico as pernas posso passar pelas brasas que alguem está atento aos meus doentes.
Também já trabalhei onde ambos os enfermeiros e auxiliar faziam as caminhas e deitavam-se todos juntos na sala de registos, com a porta fechada. Escusado será dizer que eu recém-licenciada nunca conseguia descansar... e sabem qual é o cumulo? Era querer levantar-me para fazer uma ronda e o colega mais velho proibir-me de me levantar. Acreditem que sofria imenso naquelas noites, era uma ansiedade imensa até chegar as 6 da manhã. O que vale é que nao trabalhei lá muito tempo.
Em relação Às chefias assumirem ou nao que os enfermeiros vão descansar, acho que a maior parte dos chefes sabe que a gente vai descansar. Pelo menos a enfermeira chefe do meu serviço sabe que o serviço fica assegurado enquanto um dos elementos descansa.Além disso, já descobriu um colchão que apareceu por artes mágicas na sala de passagem de turno. ;D Por isso não há grande stress, quanto a isso.
Agora nos serviços em que ambos os elementos se deitam ao mesmo tempo, os chefes nao devem gostar e nao querem sequer nesse assunto. Penso eu que será disso.

34
já tive doentes DNR de 50 e poucos anos e já tive doentes de quase noventas com muita boa qualidade de vida. cada caso é um caso

35
Cuidados Gerais / Re: Será que é erro?
« em: Novembro 15, 2007, 22:04:28 »
Se o doente tem tudo o que refere (anasarca, vasoconstrição, choque)porquê sequer tentar?

bem... nem sei que responder a isto, mas na minha opinião estamos a tratar de pessoas, por forma a ela ficarem melhores, por isso é claro que devemos tentar cateterizar o doente por forma a arranjar um acesso venoso. Além disso sou da opinião que se deve arranjar, sempre que possivel, um acesso periférico em detrimento a um acesso venoso central. Apesar de os acessos centrais darem menos dores de cabeça aos srs enfermeiros que os periféricos em doentes com maus acessos. E acreditem que sei do que estou a falar, já que no serviço onde trabalho, por vezes temos doentes com mesmo maus acessos.

36
Assuntos laborais / Re: Como Recorrer a um resultado de um concurso??
« em: Outubro 28, 2007, 18:28:23 »
Olha Tixinha!
Na verdade acho que deves procurar ajuda no sindicato.
Eles existem para isso mesmo.
Eu pessoalmente já precisei de aocnselhamento juridico e foi no Sindicato que me informei. Foram excelentes. Concerteza te ajudarão.
Boa sorte,
Isa

37
Algaliar ou não algaliar... continua a ser a questão.
Na verdade, quantos doentes vos chegarão ao serviço, com o diagnóstico de EAP, que não vieram algaliados ???
Estava aqui a ler os vossos posts e a lembrar-me disso, todos os doentes que fizeram um EAP no domicilio e vieram para o Serviço de Ugência, vão umas horas para OBS (geralmente) e acabam por ser mais tarde transferidos para os internamentos de Medicina Interna. E que me lembre NENHUM doente que fez EAP vinha sem algália.
É também verdade que um EAP em contexto de internamento, em doentes nao desalgaliados, começamos com as terapeuticas e se o doente nao manifestar vontade de urinar ao fim de 10 minutos, o médico dá indicação para algaliar. É realmente importante verificar a resposta diurética da administração das furosemidas. É claro que nao interessa apenas a resposta diurética mas que é importante é.
Penso que todos vós concordam com isso.
Fiquem bem
Isa

38
Depende de muita coisa:
Do estadio da Up;
Estado nutricional do doente;
Em que condições foi adquirida essa UP;
Patologias associadas a esse doente;
Entre outras coisas que agora neste momento nao me lembro ou tou cansada para me lembrar.
Depois de pesar os prós e os contras, porque não transferir o doente para um cadeirão com almofada de gel por umas 2 horitas?
Eu já o fiz e não me arrependi, mas cada caso é um caso...

39
Sabem o que é pior do que ter o curso de especialidade e prestar cuidados de acordo com a especialidade que se obtém?
É ser reconhecido como Especialista (e receber como tal) e prestar cuidados tal e qual um enfermeiro generalista...
Esta é a realidade do meu hospital: temos uma enfermeira especialista, à qual todos os dias é-lhe atribuido x doentes e tem de prestar os mesmos cuidados que nós. Ter uma especialidade para quê? Ganhar mais uns trocos? Parece que sim. Sei que não é a realidade da maioria dos serviços, mas é a realidade do meu. Parece que não, mas é menos um enfermeiro generalista contratado no meu srviço, sempre fica mais barato ao hospital usn 1000 e poucos euros por mês.
Conclusão da história, temos uma especialista com a qual não ganhamos em nada na qualidade da prestação de cuidados em Enfermagem.
Dá que pensar não????

40
Ensino e Atividades Académicas / Re: Aspiração de secreções
« em: Outubro 13, 2007, 21:54:56 »
Só para contrariar o post anterior...  durante a introdução da sonda nunca se deverá manter a aspiração ligada (nunca clampamos o Y de aspiração) para não causar qualquer tipo de traumatismo. Sem clampar o  Y não estamos a fazer qualquer presssao de aspiração, certo?
Só depois da introdução da sonda de aspiração é que devemos clampar o Y e ir retirando a sonda ao mesmo tempo que se aspira. Foi assim que aprendi na escola e é assim que faço.
Ah! e não se esqueçam de oxigenar o doente nos intervalos... isso sim, também é importante.
E depois temos de ter em conta o doente em que estamos a fazer aspiração de secreções...

41
Ensino e Atividades Académicas / Re: Ideias pré concebidas????
« em: Outubro 11, 2007, 20:57:42 »
Eu  trabalho num serviço hospitalar, mas ainda me lembro do meu estágio de integração à vida profissional em centro de saúde.
Não vou dizer que aprendi lá muito, não será verdade, apenas deu para integrar na dinâmica do centro de saúde. Os conhecimentos já tinham sido adquiridos em estagios anteriores.
Mas não quer dizer que lá não se trabalhasse, pelo contrário, a sala de tratamentos raramente estava vazia. E pausas... raramente as havia.
E se os colegas quiserem trabalhar com qualidade, de certeza que seriam necessários mais enfermeiros em cada centro de saúde.
No entanto, ainda assistimos a um certo "desleixo" por parte de colegas que se calhar nao têm tanta paciencia para as verdadeiras consultas de hipertensos, diabéticos, planeamento familiar.

Senão vejamos:
Uma consulta de hipertensos não é apenas avaliar a TA... ou será???
Uma consulta de diabéticos nao será avaliar apenas a glicémia e o peso, ou será???
Uma consulta de planeamento familiar, não será fornecer apenas a pilula ou será???
Uma consulta de saude infantil não será avaliar altura, peso e perimetro cefálico, ou será???

Mas infelizmente ainda vemos profissionais e fazê-lo, porque tem mesmo de o fazer senão nem isso fariam...
Mas também passei por centros de saúde em que profissionais faziam as verdadeiras consultas, e as diferenças entre uns e outros eram abismais... mas uma consulta nao demorava 2 minutos, demoravam bem mais...
Dá que pensar, não???
Corrijam-me se estou enganada

42
Sistemas de Informação em Enfermagem / Re: SAPE
« em: Outubro 06, 2007, 19:56:30 »
Mas alguém já recebeu no mail o manual?
Eu também pedi aos colegas uma cópia mas ainda não chegou, se entretanto alguém o tiver e se o quiser partilhar... aqui vai o meu mail novamente: isabelmeireles@sapo.pt.
Obrigada

43
Competência acrescida: Tratamento de Feridas / Re: Flictenas
« em: Setembro 23, 2007, 12:20:12 »
Bem... em alternativa ao penso alcoolizado muitas vezes utilizado nas flictenas, pode-se aplicar um penso constituido com compressas embebidas em glicose hipertónica, favorece a reabsorção da flictena e não macera a pele, com resultados idênticos aos pensos alcoolizados.
Pelo menos é a prática no meu serviço.
Fiquem bem

44
Cuidados Gerais / Re: Quem deve comunicar o óbito à família?
« em: Setembro 19, 2007, 15:38:47 »
Até à data, trabalho há apenas um ano e meio, são sempre os enfermeiros que comunicam o óbito à família. Apenas houve um caso em que foi o médico a falar com a família, porque foi num turno de manhã e era um doente "especial".

45
Cuidados Gerais / Re: Tabela de diluições
« em: Setembro 02, 2007, 21:39:27 »
Oi.
Já agora se não for pedir muito, também gostava de aceder a essa tabela, quem tiver, que me envie por mail se faz favor, para  [moderado]
Abraço
Isa

Páginas: 1 2 [3] 4 5 ... 7