Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - bisc8

Páginas: 1 2 [3] 4 5
31
Assuntos laborais / Re: Recrutamento West Suffolk NHS Trust
« em: Novembro 24, 2012, 19:04:42 »
Falei-lhes em urgências ou pneumologia porque dentro das vagas que tinham era o que me atraia... vamos la ver como corre...

Boa sorte  e bom estudo ;)

32
Assuntos laborais / Re: Recrutamento West Suffolk NHS Trust
« em: Novembro 24, 2012, 11:46:40 »
Colega, eu nunca fui a estas entrevistas, no entanto dezenas (e não estou a exagerar) dos meus colegas já foram, quer o ano passado, quer este ano, e por esta empresa.

O que eles me tem dito é que temos um teste de contas sobre medicação, que segundo eles é muito fácil, e uma espécie de dissertação para fazer em inglês. Quem passar, vai às entrevistas com os recrutadores do hospital.

Quanto às entrevistas, costumam ser à volta de 30 minutos, com perguntas muito variadas, como porque razão quer vir para aqui trabalhar, o que entende por dignidade, entre outras. E alguns casos clínicos simples para falar de um plano de cuidados ou sobre cuidados imediatos.
Nao costuma fugir muito das perguntas que eles enviaram para o mail, para nos prepararmos. Segundo o que me tem dito, estao mais preocupados em que se domine a lingua suficientemente bem do que propriamente no conteudo das respostas, isto claro se o conteudo tiver algo que se aproveite :P

Há um tópico sobre trabalhar no estrangeiro da KCR em que escreveram lá algumas perguntas que foram fazendo, pode sempre dar uma olhadela. Há uma ou outra que são diferentes do que eles mandaram para o mail. Mas se souber falar ingles penso que nao terá problemas.

Já agora, pediu que serviço?

Cumprimentos

33
Citação de: Enf.A
alguem vai a entrevista no Porto? Eu vou. Algumas ajudas?

Colega, por acaso acabei de responder no outro tópico que iniciou... Tal como disse lá, eu vou, mas vou no Domingo à pré-entrevista.

"Algumas ajudas?" quer especificar? :P

Cumprimentos

34
Assuntos laborais / Re: Recrutamento West Suffolk NHS Trust
« em: Novembro 23, 2012, 22:03:27 »
Citação de: Enf.A
Colegas alguém daqui vai a entrevista no dia 3 de Dezembro no Porto para o West Suffolk NHS Trust ? Já agora alguém que conheça este hospital?
Já agora não parecendo a Maria dos Porquês LOL, quanto tempo levou a vossa aprovação no NMC, para quem já o tenha feito.

Cumps!

Boa noite colega Enf.A

Eu por acaso vou... vou lá ver como é aquilo e tal... Se correr bem (espero que sim :P) acho que me aventuro. Mas eu tenho a pre-seleção dia 2, Domingo loool
Epah conhecer o hospital nao conheço, so mesmo pelo site, mas parece-me porreiro e a zona também. A aprovação no NMC demora entre 6 a 8 semanas mais coisa menos coisa embora eu nao tenha feito o pedido ainda.

Cumprimentos

35
Trabalhar fora de Portugal / Re: KCIR - Enfermeiros para o Reino Unido
« em: Novembro 22, 2012, 23:01:10 »
Haaa... Ok colega, já estou a perceber a sua questão. Pois eu também já vi, e tenho conhecimento pessoal e por experiência própria de contacto com algumas empresas, que fornecem o curso de Frances, outras de neerlandes e outras, alemão, conforme o país a que se candidata.

Para Inglaterra, de facto penso que nenhuma empresa disponibiliza a realização do curso, tem de ser mesmo da responsabilidade do candidato.

Mas como já referi, que eu tenha conhecimento, para o Reino Unido nao pedem certificação do nível de lingua, ou seja, não lhe é exigido um diploma que ateste que possui determinado nível em ingles (A1, A2, B1, B2, C1, C2). O mesmo não se passa para a Suiça, em que exigem se nao estou em erro, no mínimo o nivel B1 (não sei se carece de certificação, ou se eles avaliam isso pela entrevista)

Cumprimentos ;)

36
Ora essa :) se desse para colocar um like neste seu último comentário, tinha colocado... como não dá xD

37
Trabalhar fora de Portugal / Re: KCIR - Enfermeiros para o Reino Unido
« em: Novembro 22, 2012, 22:30:49 »
Citação de: lidia_lc
Boa noite Colegas,
 
Sou nova nesta coisas e gostaria de saber se após enviarmos o CV em Inglês para a agência e após contacto telefónico ficamos apuradas para entrevista pessoal com a empresa certo? E nessa entrevista se o nosso Inglês em compreensão for bom mas falado for fraco ele não nos propõem curso de Inglês?

Obrigada

De acordo com o desempenho no contacto telefonico, selecionam ou não, para a pré-entrevista e posteriormente para a entrevista. Caso vá a uma entrevista pessoal com os recrutadores, é avaliado o seu desempenho em ingles, falado e compreendido, bem como outras questões como casos clinicos e características do candidato.

Após isso é feita a seleção e é contactada posteriormente para saber se passou ou nao, e quais as razoes de nao ter passado. Proporem um curso de ingles é muito vago... a responsabilidade da aprendizagem da lingua é da responsabilidade do candidato. Sei que por enquanto, nesta empresa nao exigem certificaçao do nivel de ingles e portanto, desde que faça uma boa entrevista será apurada. Tudo dependerá dos entrevistadores e do que eles procuram ao nivel da fluencia em ingles.

Cumprimentos

38
catmartins22,

Desde já as minhas sinceras desculpas, mas de facto só reparei que dizia ter datado os cv´s, "eu so datei os CV's (...)", não consegui ler a parte que diz que os assinou, na resposta à questão que a colega anterior colocou e então estava a avisar que seria necessário rubricar também... Não precisa gritar  ???

Quanto aos restantes documentos, sim eu sei que não carecem de assinatura ;) o ponto a que eu me referia e que transcrevi, tal como a colega confirmou era apenas ao cv...

Cumprimentos

39
Citação de: "catmartins22"
Citação de: "Vânia Simões"
eu tenho uma duvida é suposto assinar e datar os certificados das formações, copia da cedula, BI?ou basta assinar e datar so o Curriculum?

eu so datei os CV's era so o que pedia...

Colega catmartins22, por acaso era mesmo preciso assinar, conforme publicado em D.R. e passo a  citar:

 - "Currículo profissional detalhado, devidamente assinado, donde constem, para além de outros elementos julgados necessários, os seguintes: habilitações literárias, funções que exercem e exerceram, bem
como a formação profissional detida;"

Cumprimentos  O0

40
Trabalhar fora de Portugal / Re: KCIR - Enfermeiros para o Reino Unido
« em: Novembro 22, 2012, 20:39:27 »
Citação de: BeatrizFernandes
Como assim cerqueira? A minha pré-entrevista foi por telefone... E já tenho a entrevista com o empregador marcada há quase um mês...

Colega BeatrizFernandes,

O telefonema serve para testar o nível de inglês para a pré-entrevista. As sessões de recrutamento (da KCIR) consistem em pré-entrevista (teste escrito e teste de contas sobre medicação) e quem passa nesses testes tem as entrevistas com os recrutadores do hospital :)

Cumprimentos

41
Proto-especialidade: Cuidados ao Doente Crítico / Re: Afogamento
« em: Novembro 22, 2012, 18:06:32 »
Ao final de um ano, só agora tive oportunidade de ver este tópico e gostaria de dar também o meu contributo para eventuais futuros leitores.

De facto, o SBV começa sempre da mesma forma standard mas existem algumas alterações como é o caso de afogamento e grávidas por exemplo.

A água não atua como corpo estranho, pelo que estão contra-indicadas as manobras do algoritmo de OVA-CE, pois como já disseram, apenas atrasa o inicio do SBV e podem causar complicações quaisquer manobras de retirada da água.

Após isto é necessário ter alguns aspecto em consideração, pois as séries televisivas são uma coisa, mas a vida real é outra. Primeiro deve ser sempre garantida a segurança do reanimador. A vitima deverá ser retirada da água na horizontal, mantendo o alinhamento corporal e considerar sempre a possibilidade de traumatismo craniano ou cervical se ocorrer em caso de acidentes de mergulho ou desportos aquáticos.

Há ainda algumas guidelines que referem que a maioria das vítimas de afogamento não faz qualquer aspiração de água...

A única mudança que deve ser feita ao algoritmo de SBV, é que em caso de afogamento, devem ser efectuadas 5 insuflações antes de iniciar o primeiro ciclo de 30 compressões. A partir dai é seguir o algoritmo. Na praia, o socorro ao naufrago inicia-se ainda dentro de água, e podem consultar o link que o colega sergiojorge publicou, onde contem toda a informação necessária ao procedimento.

Nunca se esqueçam que o socorro é uma cadeia e que esta quebra pelo seu elo mais fraco. Assim, o pedido de ajuda diferenciado (112) deverá ser a primeira medida a efetuar, logo após realização do VOS(P) - 10". A partir do telefonema, 5 insuflações e seguir algoritmo.

Cumprimentos

42
Colega catmartins22,

Concordo com a sua indignação quanto à limitação da enfermagem à classe de sargentos. No entanto não considero que isso se deva ao medo dos médicos pelos enfermeiros. Os enfermeiros não são melhores que os médicos nem piores. Cada um tem a sua licenciatura (entada-se área de estudos) e cada um tem as suas funções autônomas e interdependentes. Os enfermeiros precisam dos médicos e os médicos precisam dos enfermeiros, e não há volta a dar a isto.

Não penso que os médicos vivam amedrontados pelos enfermeiros, mas antes que, a sociedade encarregou-se já há alguns anos de fazer esta diferença abismal entre as classes médicas e de enfermagem, colocando os médicos no pedestal em que eles não deveriam estar, mas isso são outras discussões. Não podemos é enquanto enfermeiros afirmar que os corrigimos e somos melhores do que eles na prática hospitalar porque isso não corresponde exatamente à realidade. Quanto a médicos e enfermeiros partilharem as mesmas patentes, decerto que será uma razão para as instituições militares não permitirem enfermeiros na carreira de oficiais, mas que na minha opinião, tal como a sociedade já enraizou, é um pensamento um pouco retrogrado na minha opinião.

A solução passaria numa primeira fase, por incluírem os enfermeiros apenas nos oficiais de contrato mas isso levantaria imensos problemas a nível organizacional e hierárquico uma vez que já existem enfermeiros sargentos, com o curso tirado na escola de sargentos e que nunca evoluíram na carreira, e passar a oficial não é bem o mesmo que lhes dar uma equivalência ou pedir para tirarem o complemento como aconteceu com os colegas bachereis. A mudança, a acontecer irá levar anos até se conseguir uma situação equilibrada para todos.

43
Realmente, quando sair provavelmente quem vir, avisará os colegas  8) mas sim, é mesmo uma questão de irmos estando atentos.

Quando ao resto, pode ser que tenha razão, assim esperemos... mas se abrirem de 3 em 3  ;D bem sempre é melhor que não abrir nada. Mas tão poucas vagas, desconfia-se sempre se já não estarão ocupadas à partida...

Cumprimentos

44
Não posso estar mais de acordo...

Desconheço a razão para a classe de enfermeiros estar exclusiva à classe de sargentos. Não sei se existem enfermeiros a exercer funções de enfermeiro com categoria de oficial... Não posso afirmar piamente que não existem oficiais enfermeiros... Contudo posso reflectir o seguinte: o curso de enfermagem nem sempre teve o grau de licenciatura e por isso não poderia ser integrado nas academias militares como licenciatura e por esse motivo o curso de enfermagem militar, podia ser realizado na escola de sargentos do exército.

Contudo, creio que a instituição manteve as mesma regras não acompanhando a evolução na carreira de enfermagem. Uma vez que passou agora a licenciatura, com possibilidade de estudos especializados e mestrados, torna-se necessário na minha opinião que as instituições militares acompanhem esta tendência e passem a integrar o curso de enfermagem nas academias militares, ou na melhor das hipóteses, permitir que os licenciados em enfermagem possam concorrer em igualdade de circunstâncias e igualdade de direitos com os demais licenciados, nomeadamente para os cargos de oficiais em regime de contrato, uma vez que a progressão na carreira destes oficiais não se equipara aos oficiais dos quadros (academias militares) e assim não se punha em causa a diferença entre o médico e o enfermeiro, se bem que na minha opinião essa diferença existe nas funções de cada um e não deveriam ser preciso títulos militares superiores ou inferiores que distingam uns dos outros...

Fica a minha opinião

Cumprimentos

45
Citação de: mafa488
Ola a todos caros colegas!!

Também eu, acabei de formalizar e enviar a minha candidatura para o CHPL!!

A todos boa sorte, pois bem precisamos!!

"9.4 — As listas dos candidatos admitidos ou excluídos e de classificação
final serão publicitadas na 2.ª série do Diário da República."

Isto quer dizer que as listas saem quando mesmo???

Obrigado
Cumprimentos,

Mafalda

Colega Mafa488,

Na prática isso quer dizer exatamente o que ai está escrito... é difícil de adivinhar a data loool, senão mesmo impossível. A única hipótese é após final do prazo de candidatura, ir consultando a II série do D.R....

Em concurso algum, muito raramente avisam a data em que serão afixados os resultados...

Pode sempre tentar ligar para lá e perguntar se tem alguma previsão para a seleção dos candidatos...

Páginas: 1 2 [3] 4 5