Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - ruienf

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 13
16
Competência acrescida: Tratamento de Feridas / Sulfad. Prata em UP IV
« em: Novembro 05, 2006, 05:13:09 »
A prata é, neste momento, o líder no combate é infecção no âmbito do tratamento de feridas. Daí que os produtos com prata apareçam como formigas quando se deixa um pouco de açucar no balcão...
Convém analisar bem os produtos actualmente disponíveis no mercado e optar mediante uma avaliação cuidada da ferida a tratar.
Um aspecto importante é o da quantidade de prata necessária para um efeito bactericida eficaz; dizem alguns estudos que só se consegue este efeito com 20ppm de prata iónica ... Se assim for, tudo o que disponibilizar menos quantidade de prata para o leito da ferida (é aqui que importa haver efeito bactericida) não será eficaz.
Sabemos que o Actisorb liberta menos de 1ppm de prata, o Aquacel AG 1ppm de prata, o Acticoat 70-100 ppm de prata, a sulfadizaina de prata 3030 ppm e o nitrato de prata (que não é usado com antimicrobiano) 3180 ppm.
Mas a questão reformula-se e retorce-se: quem emite os estudos que apontam para o valor de 20 ppm? Pois é... alguns desses estudos são elaborados pelas empresas responsáveis pelos produtos que possuem mais de 20ppm...
Enfim... Já não basta consultar os estudos... há que os interpretar muito atentamente.
Opinião pessoal: a sulfadazina de prata é excelente como antimocrobiano, devendo-se ter em atenção não prolongar o seu uso por mais de 7 dias consecutivos para evitar poss+iveis efeitos secundários advindos da absorção da prata. Para além disso, é um prosuto económico.
Por outro lado,  os prosutos mais avançados oferecem outras vantagens como alguma absorção do exsudado, possibilidade de permanência por vários dias etc....
Cada caso é um caso...
Repito: o essencial é uma avaliação cuidada.

17
Competência acrescida: Tratamento de Feridas / Cursos PROVOBIS
« em: Setembro 13, 2006, 01:04:51 »
O curso de Viabildade Tecidular e Tratamento de Feridas supra-descrito corre o risco de não se realizar por falta de inscrições suficientes. Assim, apela-se a quem estiver interessado que comunique até 15 de Setembro através dos números apresentados, de modo a que quem já está inscrito não veja o curso anulado.

18
Cuidados Gerais / Que fizeram os Enfermeiros para merecer isto?
« em: Agosto 22, 2006, 22:56:21 »
Sim, concordo.

Terá de ser algo muito gradual, caso algum dia se consiga equiparar o ideal com o real...

Infelizmente, hoje em dia o significado de utopia é "o que deveria ser"...

No entanto, é essencial continuar a lutar para que se alcancem melhores condições de trabalho. Aliás, só se consegue 100 se se sonhar com 1000...

19
Cuidados Gerais / Que fizeram os Enfermeiros para merecer isto?
« em: Agosto 22, 2006, 10:13:15 »
No meu ponto de vista, isto é muito simples: faltam mais que os 33000 enfermeiros para que se prestem cuidados de enfermagem de qualidade e de acordo com os documentos reguladores elaborados pela OE. Basta um exemplo: para operacionalizar o conceito de enfermeiro de família não chegam 33.000... nem 66.000...

Os enfermeiros fazem falta à sociedade... infelizmente, a sociedade ainda não sabe disso... tal como não sabia que o telemóvel era insispensável à 15 anos atrás...

20
Cuidados Gerais / Mas afinal quem é que nós somos???
« em: Agosto 22, 2006, 06:31:39 »
Citar
Desculpem dizer...mas se a profissão está como está a culpa é nossa. Repito a culpa é dos ENFERMEIROS. Dizemos mal, criticamos, mandamos bocas uns aos outros. E que tal unirmo-nos? Esquecermos cores politicas, esquecermos se somos da privada ou da pública, se somos estrangeiros ou portugueses...e lembrarmo-nos que somos todos ENFERMEIROS?Lembrarmo-nos que todos TEMOS O DEVER DE LUTAR por uma enfermagem melhor?


Concordo plenamente com enfsergio!

Se há falta de enfermeiros para que se prestem cuidados de qualidade, então falemos a quem de direito! E se não ouvirem, gritemos! Não vão ser os médicos nem os AAM nem os gestores hospitalares que vão fazer esta luta por nós!

Quantas vezes já registaram que não realizaram este ou aquele cuidado por falta de tempo? E quantas vezes fizeram chegar cópias desses registos aos vossos superiores? Ou à OE?

Se não são os enfermeiros a dar visibilidade à falta de condições para exercer bons cuidados de enfermagem, quem será?

21
Penso que será muito benéfico para a profissão caso se implemente um método de avalição imparcial, justo, correcto e, acima de tudo, elaborado por enfermeiros para enfermeiros . Contudo, criar tal sistema de avaliãção não é fácil... Espero que a OE seja capaz de cumprir esta tarefa com a idoneidade desejada.

22
Cuidados Gerais / Relação Auxiliar \ Enfermeiro
« em: Agosto 22, 2006, 05:57:45 »
Bom tópico!

Relativamente à divisão de funções: só se pode dividir o que se consegue identificar como diferente; não adianta fazer guerrilhas sobre quem faz o quê se isso não está regulamentado. Na minha opinião, deverá ser a OE a elaborar um documento onde, de uma vez por todas e explicitamente, se diferencie as funções de cada grupo profissional.

Respeito entre profissionais de diferentes classes: o respeito deve existir entre cada dois seres humanos, independentemente da sua classe ou função; se um AAM falta ao respeito ao enfermeiro (ou vice-versa), existem organismos apropriados dentro da instituição para resolver a situação.

Autonomia da enfermagem: não é nas punções nem nos enemas que ela está... já muitas linhas foram escritas sobre isto (dentro e fora deste site), pelo que não me vou alongar...

Estatuto social da profissão: não culpem os AAM pela falta de reconhecimento social do nosso valor... Se os enfermeiros querem ser reconhecidos por aquilo que (supostamente) são, é a eles que cabe demonstrar isso mesmo.

23
Cuidados Gerais / Decadência da profissão?!
« em: Agosto 20, 2006, 19:04:07 »
Independentemente da extensão e complexidade léxica dos posts deste tópico, gostei de o ler... Divergências à parte, só discute enfermagem quem se interessa pela mesma!!!

Caro Olivier:
É pena questionar tanto os outros acerca do que já terão feito pela enfermagem quando não dedica nem uma linha a explanar o que você já fez pela profissão. Desafio-o a encher tantas linhas de um post com o seu contributo para a evolução da enfermagem como fez com ataques desnecessários a quem apenas expressa a sua opinião...

24
Competência acrescida: Tratamento de Feridas / escala de norton
« em: Julho 01, 2006, 04:30:49 »
A escala de Norton encontra-se em desuso. A escala de avaliação de risco de úlcera de pressão que deve ser usada em Portugal (por ser a única validada nacionalmente) é a escala de Braden. Consulte www.gaif.net e www.bradenscale.com para mais informações.

25
Competência acrescida: Tratamento de Feridas / Infecção
« em: Julho 01, 2006, 04:28:39 »
FysGa:

Excelente post! Porém, descordo completamente que haja algum benefício no uso de gaze iodoformada...
Quanto aos anti-infalamtórios, sabe-se que inibem a fase inflamatória (essencial para o normal processo de cicatrização), pelo que devem ser evitados e substituídos por analgésicos.

26
Excelente tópico e excelentes post´s!

Gostaria apenas de acrescentar que no meu serviço temos utilizado Cavilon(r) nas úlceras de grau I com bons resultados.

27
Sistemas de Informação em Enfermagem / Progif
« em: Janeiro 19, 2006, 11:51:38 »
Boas!!!

O Progif em Access não está disponível para download, mas teremos todo o gosto em marcar uma reunião para o mostrar; no entanto, o projecto Progif evoluiu para um trabalho de investigação com o propósito de validar os formulários que originaram o aplicativo informático; no futuro, e se tudo correr bem, os formulários serão incluídos no SAPE.

Mas o melhor será marcar uma data, nós vamos a Mirandela e conversamos!

P´lo grupo,

Rui Pedro Silva.

28
Há alguns anos foi apresentado um estudo realizado cá em Portugal onde foram utilizados factores de crecimento injectados subcutaneamente (se não estou em erro) nos bordos das feridas e com excelentes resultados. Porém, já na altura os gastos associados ao tratemento eram apontados como impeditivo à generalização do mesmo.

29
Vitor:

Excelente trabalho!!!

Sugiro que faças daownload (se ainda não fizeste) dos formulários em papel e dos snapshots do PROGIF; se o fizeres, peço que expresses a tua opinião, já que me parece que os nossos trabalhos têm aspectos em comum e aspectos que se podem complementar.

30
Vitor:

Antes de mais, os meus parabéns pelos links que tens deixado! Têm-me sido muito úteis!!!

Ainda não tenho experiência pessoal com mel, mas conto ter em breve. nessa altura partilharei resultados.

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 13