Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - elektrica

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 6
16
Trabalhar fora de Portugal / Re: Recrutamento para o Canada
« em: Dezembro 12, 2011, 10:09:53 »
Existem agencias de recrutamento que possam ajudar nesta procura, para este país? ^-^

17
Trabalhar fora de Portugal / Re: Trabalhar nos paises nórdicos
« em: Dezembro 12, 2011, 00:12:58 »
Obrigado pelo auxilio colegas. Concerteza será 1 mais-valia para mim e para todos os que tencionam voltar ou emigrar pela 1a vez. ;)

18
Trabalhar fora de Portugal / Trabalhar nos paises nórdicos
« em: Dezembro 08, 2011, 09:42:51 »
Bom dia colegas.

Como muitos de vocês a possibilidade de ficar desempregada, no momento, é insustentável, por isso estou à procura de alternativas viáveis. Ocorreu-me emigrar para algum dos países nórdicos, a esperança de uma vida mais estável e com qualidade, onde os indices de criminalidade são minimos e, onde os descontos em saúde e educação são visiveis, para mim, casada e com 1 filho, são imprescindiveis.

Gostaria portanto, de iniciar 1 tópico com este tema, na esperança que alguém possa facultar empresas de recrutamento de enfermeiros para Dinamarca, Suécia, Noruega ou quiçá Finlândia.

Se já existir colegas enfermeiros nestes países que possam partilhar informações dos tramites legais que efectuaram, também agradecia.

Obrigada! ;D ;D ;D

19
Olá colegas. O meu contrato termina em Abril, nessa altura farei 2 anos de casa, mas esperanças que me renovem o contrato, neste momento, não são nenhumas. Por isso aconselho-vos a pensar como eu, em emigrar (no meu caso novamente).

Não vale a pena estar à espera sem fazer nada. Quem puder dedicar-se a formações avançadas será 1 mais-valia, claro que isso pressupõe gastar dinheiro, e há muita gente que não está em condições para isso.

Os que, como eu, estiverem a pensar em ir para o estrangeiro, os tramites legais demoram sempre tempo, por isso por enquanto que se espera e não espera por uma resposta do S.João, vai-se aprendendo outra lingua e tratando de documentos. Perder não se perde nada, e são segundas opções viáveis.

Fiquem bem meus colegas de trabalho! ;D 8) O0

20
Meu caro colega.

Estou revoltada com a situação, porque não vejo lógica nenhuma em contratarem alguém, e ao fim de 1 ano em vez de renovarem o contrato substituirem por outro elemento qualquer.

Não são 2 nem 3 enfermeiros. Por esta altura, no próximo ano, segundo estas politiquices, serão 272enfermeiros PELO MENOS, que não terão o contrato renovado e serão descartados por novos elementos.

Achas justa esta situação?

Não sou contra os novos elementos, sou contra a não renovação dos contratos de quem já lá trabalha. Aliás, eu trabalho neste hospital e garanto-te que há trabalho para quem lá trabalha, para os que não estão a renovar o contrato, e para novos elementos.

Relativamente ao "ter experiência não faz de ti melhor enfermeira". Não disse que fazia, disse sim, que quem já lá trabalha há 1ano não teria que passar por esse processo de integração, logo era menos 1 despesa para o hospital. Se em vez de andarem a "substituir" mantivessem os enfermeiros que já estão, era 1 mais-valia.

Há sempre falta de enfermeiros num hospital. Há enfermeiros que reformam, enfermeiros que entram de baixa por doença, licenças de parto, etc. Como tal, há sempre maneira de admitir gente jovem. Deste modo, tem que admitir pessoal para colmatar estas falhas e admitir pessoal para substituir quem já lá trabalhava.

21
Sinceramente?
Querem a verdade os meus caros colegas?

Eu sou CONTRA A ENTRADA DE NOVOS ENFERMEIROS! Isto porque os que estão lá dentro, estão a ver os contratos a terminar e a não serem renovados.

Isto sim é uma injustiça. Vão pagar integrações a novos elementos, quando os que estão lá dentro, terminam os contratos e vão para o desemprego. Que é isto?

Não pensem que vão para lá e têm a vidinha assegurada. Daqui a 1 ano podem ir para o desemprego, como acontece aos que terminam hoje o contrato. Sim, porque faz hoje 1 ano que entraram novos enfermeiros, e agora, em vez de terem renovado automaticamente, estão a ser demitidos. Sem saberem sequer se serão novamente chamados para exercer funções neste hospital.

Seria a favor de prosseguirem com a bolsa de recrutamento, se os que trabalham vissem os contratos renovados. Assim enviam os que terminam o contrato para o desemprego e "substituem-nos" por novos elementos, que ainda se terão que integrar?

Tenho dito!

22
Trabalhar fora de Portugal / Re: trabalhar na Austrália
« em: Outubro 29, 2011, 20:46:13 »
Boas coleguinhas.

Gostaria de saber se alguém tem a tabela salarial da Austrália, da nossa classe profissional, que me possa facultar.

Como é que me posso inscrever para fazer esse dito exame, sabem?

Agradeço a vossa disponibilidade desde já. :P

23
Trabalhar fora de Portugal / Re: Assisteo – Suíça
« em: Outubro 27, 2011, 14:07:50 »
Boa tarde Enf. Leonor.

Cheguei a enviar-lhe uma mensagem privada aqui para o fórum, como ainda não respondeu, penso que ainda não a viu. ;)

O meu caso é idêntico a alguns colegas.

Casada, marido desempregado a terminar 1 licenciatura em Criminologia (o que me deixa com algumas dúvidas sobre a pertinência do curso nesse país). Um filho de 28meses extremamente exigente (e com 1 mãe exigente com planos curriculares e métodos pedagógicos). E para melhorar a situação, o contrato que tenho no momento termina em Abril, e no Hospital onde exerço funções actualmente, não estão a renovar.

Neste sentido, as minhas dúvidas passam por:

1- Qual o salário (liquido estimado) que poderei oferir com 3 anos de trabalho?
2- Existe a possibilidade de não trabalhar de noites para conseguir acompanhar melhor o desenvolvimento do meu filho?
3- Auxiliam a encontrar casa e emprego para o conjuge na área dele?

Atentamente.

24
Assuntos laborais / Re: Permuta inter-hospitalar Hospital S.João
« em: Agosto 19, 2011, 15:41:01 »
Olá colega Afonso.

Pois, para Lisboa ainda me "desorientava" mais, porque se precisa-se era mais para o norte, como Viana do Castelo. Sul é complicar o meu problema.

É intra sim senhor, lamento a confusão.  8) :o O0

25
Assuntos laborais / Permuta inter-hospitalar Hospital S.João
« em: Agosto 19, 2011, 11:25:51 »
Bom dia colegas.

Encontro-me numa situação delicada, em que me vejo obrigada, por motivos pessoais, a tentar permutar para um serviço de horário fixo.

Já me inscrevi nos Recursos Humanos para transferência de serviço, mas como sabem, existem imensas burocracias que tenho que transpor, e não me encontro propriamente com tempo para esperar.

Trabalho num dos serviços de Urgência do Hospital de S.João, por isso, se algum colega enfermeiro (a), quiser permutar comigo agradecia imenso.


O meu email é: mel_lmf@hotmail.com

26
Formação Contínua e Desenvolvimento Profissional / Re: SAV
« em: Junho 05, 2011, 18:23:18 »
Na zona norte sei que a FORMEI ministra os cursos.

Dependendo do local onde trabalham, o próprio hospital pode ministrar os cursos e são grátis.

Eu tenho formações como o SIV fornecida e ministrada pelo Hospital de S.João, onde trabalho.

27
O suporte imediato de vida(SIV), é a formação que temos na universidade e apelidamos mal, como suporte avançado de vida (SAV).

No siv aprende-se a desfibrilhar, entubar, medicação em caso de bradicardia/ paragem etc...

No sav, relembra-se este algoritmo de suporte imediato de vida e desenvolvem-se mais competências, nomeadamente leitura de traçados ECG, outro género de medicação, etc...

No meu ponto de vista, todos os enfermeiros devem ter o suporte imediato de vida. Acreditem que já é stressante o suficiente. O suporte avançado de vida deve ter toda a gente que trabalha em urgência, para o aplicar. Porque é como tudo na vida, tirar para não usar esquece.

28
Então colegas? Que ar de desânimo.

Não "servimos" para este local, mas serviremos certamente para outro. Há que pensar positivo. ;D

29
Olá colegas, recebi um email a agradecer a minha candidatura. Entre outras coisas disseram que receberam bastantes propostas, e que eu tenho um excelente curriculum vitae, mas que não me encaixo completamente no que eles procuram.

O que a mim me quer dizer que existem colegas mais adequados para as vagas, por isso boa sorte para eles. ;D

Fiquem animados, porque estão a avaliar curriculum a curriculum pelo aspecto. 8)
Beijokas

30
Anúncios de Emprego / Re: Enfermeiros PARA ARABIA SAUDITA
« em: Maio 23, 2011, 16:47:50 »
Não acho que seja a crise, acho sim é que eles reparam que o país está com imensos enfermeiros desempregados infelizmente, e que as ofertas são precárias.

Se puderem diminuir ao salário para eles é melhor. Quem espera desespera e aceita, é simples.

Quando eu sai da universidade em 2008, pagavam 4000euros para ir para a Arábia, com o resto das condições incluidas.
Para os colegas que estão a ponderar esta hipótese, pelo valor oferecido, não vale a pena sairem da europa.

Já vi ofertas de trabalho para a Dinamarca a pagarem 4200euros. É de aproveitarem, quem tiver realmente tensões de ir procurar trabalho fora, como eu cheguei a ir.

Procurem os anúncios em Inglês e vão surpreender-se.

Páginas: 1 [2] 3 4 ... 6